História We Found Love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber
Personagens Demi Lovato, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justemi
Exibições 71
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello hello, comentem por favor. ♡

Capítulo 17 - Shit


Fanfic / Fanfiction We Found Love - Capítulo 17 - Shit

         Olho por todo o galpão e fico encarando o teto, Hailey não está comigo, meu celular está sem sinal e eu estou furiosa de mais pra falar com o Dominic.

Ele disse que Justin quer fazer um acordo com ele, agora me diz quanxdo eles viraram homens de acordo? O único acordo que eles conhecem é com a morte.

Por incrível que pareça estamos esperando aquela cria de Judas, a mais ou menos, um hora. Eu estou morrendo de cólica e o fato de ficar lá me deixa mais irritada.

Escuto o barulho do motor de carro, e Justin aparece com aquele bichinho arrumando a roupa, por favor não me digam que eles estavam fazendo sexo, eu vou vomitar.

Justin: - Desculpa a demora, tive uns imprevistos. - Comprimenta dom e eu me afasto dele.

Demi: - Não sabia que fuder era imprevisto

Sofia: - Quem é você, querida? - da um sorriso tão carregado de veneno que quase morri.

Demi: - Me chame de carma, querida. E carma é um inferno.

Justin: - Demetria você ja teve bons modos.

Demi: - E você já comeu coisa melhor.

Sofia: - Olha aqui, eu te fiz algo?

Dominic: - Justin da pra resolver o que você queria e me deixar ir embora? Eu não tenho todo tempo do mundo pra você.

Justin pega algumas folhas e entrega pro Dominic, Dom senta na moto e começa a ler tudo com cuidado, enquanto ele lia eu ficava encarando seu corpo. Pego as folhas da mão do Dom, e vou lendo os números e dados, encaro o desenho da planta e eu quase morro quando vejo da onde é essa planta.

Demi: - Vocês vão entrar num presídio?

Justin: - Na verdade ali é quase o inferno, alguns homens ali são praticamente fantasmas sem nome.

Demi: - Qual é o objetivo?

Dom: - Tirar um velho conhecido de la, devemos algumas coisas que dinheiro não resolve.

Demi: - Vocês são insanos.

Sofia: - Ele tem segredos do meu pai, e é um grande problema ele estar lá dentro.

Encaro eles e quase o mando eles pra merda, deixo eles se resolvendo seus problemas de merda. Eu to morrendo aqui de cólica e tenho que vir aqui pra que?!

Demi: - Qual é o objetivo deu estar aqui? Dom: - Você vai entrar lá e vai se encontrar com ele. Você é uma boa cidadã canadense segundo o sistema.

Demi: - Estamos falando de quanto?

Sofia: - Acho que você não entendeu, nossas cabeças estão em jogo aqui.

Demi: - Entendi sim, e se eu tiver que entrar nessa merda de vocês, quero um bom motivo.

Justin: - Sério que agora você trabalha por dinheiro?

Demi: - Dominic não reclamou disso até agora, então qual o problema?

Sofia: - Se vocês confiam tanto nessa garota, meu pai aceita a pagar o quanto ela quiser.

Pego a folha e escrevo em um pedaço branco os números 200,000,000 dólares, Sofia quase morre quando vê isso.

Sofia: - Por que você acha que eu pagaria isso pra você? A homens que faria de graça pro meu pai isso.

Demi: - Eu entendo muito de arquitetura graças ao meu pai, sou uma mulher o que é considerado um sexo frágil, sou uma boa cidadã...preciso continuar?

Sofia: - Eu pago metade antes do serviço e quando você tirar ele de la eu pago o resto.

Aperto a sua mão em forma de acordo e vejos os meninos surrando alguma coisa entre eles. Quando eu vou conversar com eles os meninos chegam com a Hailey e ela não tava nada contente.

Hailey: - Eu ja disse o quanto odeio eles?

Demi: - O que ouve?

Hailey: - Eu tava la, de boa falando no telefone com um contatinho e eles ja chegam la causando.

Demi: - Qual deles?

Hailey: - O seu ex contatinho.

Riu disso ja imaginando com qual boy ela deve ta falando, tô morrendo aqui gente.

Demi: - Você por acaso da falando com o Rafa?

Hailey: - Não o amigo dele, o Biel você lembra dele né? Vocês se pegaram na praia.

Quando ela fala isso Dominic e Justin encara a gente, me fazendo revirar os olhos, eu não tenho nada com nenhum dos dois, um é meu ex e o outro é um amigo de foda.

Chaz se senta na frente do computador, e a vadia fica mascando o chiclete como se fosse uma vaca me deixando com a TPM lá na puta que pariu.

Fico focada em como é o galpão parece aqueles de filme de ação, ele é bem melhor do que do Canadá, as paredes eram todos revestidas com material de titanium os computadores com melhores tecnologias e ate parece uma casa.

(...)

Demi: - Eu não quero ter que fazer isso.

Dominic: - Você aceitou trabalhar nesse assunto aqui, só que você precisa mudar.

Demi: - Mas eu vou ter que continuar a ser eu mesma, então pra que mudar?

Dominic: - Porquê você loira parece uma adolescente drogada de rave, precisamos ser perfeitos no plano.

Dominic não era ótimo em argumentos, mas eu sabia que essa era uma forma deu ser levada à sério no plano e sinceramente ele parece ser o único a me querer no plano, jáque Hailey não quer q envolver nisso. Resolvo deixar que eles mudem meu cabelo e meu estilo.

Fecho meu olhos quando sinto o gelado da tinta no meu cabelo, eu iria pintar meu cabelo de preto e depois cortar, e teria que mudar minhas roupas.

Justin: - Você ta ficando linda.

Demi: - O que você quer?

Justin: - Desiste dessa merda, e volta a ter uma vida normal.

Demi: - Sério que você acha que eu ja tive uma vida normal?

Justin: - Pelo menos longe dessa merda você ja teve.

Demi: - Olha você partiu meu coração de novo, e ainda faz parecer que a culpa é minha. Eu não sei qual é a sua...

Justin: - Porra, eu só quero te ver bem, e isso é longe de mim e do meu mundo. So não diga que eu avisei.

Demi: - Vai comer sua vadia e sai daqui.

Ele da as costas pra mim e vai atrás dela, sinto vontade de chorar por ele mas eu sinceramente cansei disso. Pego meu celular e começo a escrever pro número que eu sei décor.

E você me dizia "Eu não vou te machucar, eu nunca faria isso com você, eu prometo." e me jurava de dedinho.

Mas você mentiu, não foi capaz de cumprir com sua palavra. Você me machucou, e muito, várias e várias vezes. Noites mal dormidas, dias mal vividos.

E agora? Pra onde se foram todas as promessas? Todas juras? Elas nunca existiram? Por favor se for pra me machucar mais, finja que eu não existo.

Aperto em enviar, e saio daquele galpão com a minha moto, mais um minuto ali e eu ia explodir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...