História Our Secret Love Story - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Originais
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Iris, Kentin, Kim, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Tags Alexy, Armin, Castiel, Gay, Lemon, Lésbico, Lysandre, Nathaniel, Orange, Romance, Sexo, Traição, Treta
Exibições 28
Palavras 1.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Poesias, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse capítulo vai ser um pouco mais sore a vida na escola, conhecer mais os amigos da Vio e da Manu.

Capítulo 9 - Esta tudo (péssimamente) bem...


Fanfic / Fanfiction Our Secret Love Story - Capítulo 9 - Esta tudo (péssimamente) bem...

Hoje é meu quarto dia de aula, eu acordei no horário certo, consegui tomar café da manhã sem me atrasar ara o ônibus, peguei o ônibus no horário certo, fiquei encarando a menina linda do ônibus, e quando cheguei na escola, bem na hora do sinal como sempre, entrei na sala e não vi Viollete no seu lugar, e nem em lugar nenhum. "Provavelmente ela vai chegar atrasada..." eu pensei, talvez ela tenha se resfriado ontem à noite voltando para casa, ou pode ter acontecido algo... ale não me mandou mensagem avisando que não viria... Estou preocupada... Mas agora que percebi, Viollete e Kentin são as únicas pessoas que eu realmente conheço aqui na escola... A Kim eu conheço pouco, só sei que ela e Vio são melhores amigas, tem uma loira e duas amigas mais no fundo que ficam me encarando e rindo, tem duas garotas, uma de cabelo castanho e uma ruiva conversando, o Castiel está ao fundo ouvindo música no celular, Kentin está conversando com Alexy, Nathaniel está revisando a matéria, tem um cara de cabelo platinado do meu lado escrevendo algo... Ficar aqui calada está me deixando entediada, e parece que a professora Ângela se machucou e não pode vir dar aula... Vai ser uma aula livre... Eu comecei a rabiscar algo no meu caderno, eu desenho desde a sétima série, e eu não diria que eu desenho mal...

-Você quem fez isso em tão pouco tempo??-Alguém com voz masculina brota atrás de mim falando isso, parece a voz do Alexy

-Sim, fui que quem fiz, Ale...-eu virei pra trás, e era o Alexy, mas estava com o cabelo preto...- Você pintou os cabelos?

-Hãn? Não sou o Alexy... Eu sou o Armin! O irmão gêmeo dele!

-Ah! Sim, ouvi falar de você!

-Não disseram que sou gay, né?

-Não hahaha pelo contrário...

-Ah bom... Você é aluna nova, em? Ouvi falar de você também, Micaela!

-É Manuela... E sim, eu sou aluna nova hahaha- dei uma risada sem graça, de onde ele tirou Micaela?

-Dá no mesmo... Então, sou novo aqui também... Parece que gosta de animes, né?

-Aham, assisto alguns de vez em quando...

E assim começamos a conversar... ele sentou no lugar vazio da Vio e ficou conversando comigo a aula toda sobre jogos e animes.

Quando bateu o sinal para a segunda aula, Viollete entrou na sala, ela estava mancando um pouco, e isso só aumentou a preocupação que eu estava aimentando...

Eu corri até ela e eguei a mochila dela, que estava pesada por sinal, cumprimentei ela com um beijo no rosto e comecei a perguntar quase que desesperada

-O que aconteceu, Vio? Foi ontem à noite? Alguém te machucou?

-Não, eu caí da escada e machuquei o joelho, só isso, não se preocupe!

-Claro que me preocupo! Pode ter sido grave, pode ter acontecido uma luxação, um rompimento de ligamento, lesão na cartilagem...

-Não é nada é só um mau jeito, fica tranquila...

-Me pedir para ficar calma não vai adiantar... Se precisar que eu encha sua garrafa d'água só falar!

-Ok! Obrigada! *smille*

Que sorriso fofo... Foi meio forçado, mas mesmo sem querer, ela é linda... Isso está estranho para quem cai das escadas, mas não vou insistir para não provocar uma briga... Eu procuro evitar tretas com as pessoas evitando assuntos desse tipo, evitando insistir... Menos quando estou num mau dia.

A segunda aula era química... O professor é engraçado, ele passa a matéria de um jeito diferente, parece que ele sente quando um aluno não está entendendo, ele fixa o olhar... Provavelmente um professor experiente e que procura saber mais dos alunos, o que eu chamo de "pessoa feliz com seu trabalho"

Pela primeira vez eu estou entendendo bem química... Ele é bom mesmo! Ele me fez uma pergunta sobre a matéria em meio a aula, e eu não sabia responder... Ele fez cara de "opa, vamos com calma...".
A terceira aula foi física, o professor é engraçado, ele fala que nem malandro, tipo "pô cara... Ai tu me quebra!" sabe? e fala como se fosse um velho tentando entrosar com adolescentes... Se bem que é isso mesmo...

No recreio, quando eu estava saindo da porta com Vio, Kim, Alexy e Armin, o Professor de química estava na porta e queria falar comigo. Me aproximei para ver o que ele queria.

-Manuela, eu percebi que você tem uma dificuldade na parte de teoria, certo? Porque nos cálculos você é boa.

-Sim professor, meu problema costuma ser interpretação de texto e as vezes teoria... Sinto muito..

-Não se desculpe, cada tem sua dificuldade em algo diferente do outro, mas eu vou lhe sugerir vir no reforço.

-Reforço?

-Sim, é um sistema exclusivo da escola em que você marca algo como uma aula à tarde com o professor da matéria que tem dificuldade, e ele dá quase que uma aula particular para você. Quase sempre tem poucos alunos, uns 3 ou 4 só.

-Nossa! Que ótimo! Adorei!

-Que bom, então, seria bom marcar comigo para nós reforçarmos essa parte teórica. Ok?

-Sim senhor! Obrigada!

-Disponha!

Fiquei feliz por ter um professor que realente se importa com seus alunos... Segui em direção ao refeitório para encontrar com meus colegas, e quando cheguei lá, não acredite no que vi... O Alexy estava com o celular no último volume tocando funk e dançado sobre a mesa... QUE VERGONHA!! Mas é bixa é realmente arrasadora na dança em... Gzuis!

-VEM AQUI, MANU!! DANÇA COMIGO!

-NÃOO!

Eu saí correndo do refeitório quando vi que Alexy estava vindo na minha direção, eu odeio chamar a atenção assim... Odeio passar vergonha...

Fui para o pátio e Nathaniel estava lá fazendo carinho em um gato, e eu A-M-O gatos... Fui até ele e puxe assunto

-Hey, guy!

-Oi! A-ah... não fale para ninguém que eu estou alimentando esse gato...

-Nem ia contar... Vim fazer carinho nele

-Gosta de gatos?-Não... ¬¬'

-Aham, amo, na verdade...

-Me identifico hahaha

Começamos a conversar a fazer carinho no bichano; o pátio estava vazio, estava todo mundo vendo a vergonha do Alexy e de uma outra garota que estava dançando com ele... A grota tinha cabelos brancos e ENORMES! Cabelo maravilhoso! E sendo sincera, estava com o corpo em forma... Nota 100/10... Eu não fico reparando isso nas meninas, mas foi impossível não notar..Quando bateu o sinal, Nathaniel colocou o bichano numa caixinha de papelão que tinha do lado e pôs de baixo de um lugar coberto... Acho que é um gato de rua, mas não quis perguntar.

Fomos para a sala, estavam todos agitados do recreio e da fabulosa dança do Alexy e da moça... Quando entrei, já vieram na minha direção me questionando porque eu saí correndo...

-Eu não gosto muito de tumulto, desculpa hahaha...

-Devia ter visto!-Disse Armin- OLHA!Eu gravei!

Ele me mostrou o vídeo no celular, foi impossível não rir...

-Alexy, você é arrasador mesmo, em bixa!

-Obrigada, obrigada... Ah, deixa eu te apresentar minha parceira de dança: Rosalya!

-Prazer em conhecer!- Ela já me cumprimentou com um abraço

-O prazer é meu...

-Adorei o seu cabelo, é natural?

-Ah, obrigada, sim, única coisa que já fiz nele é progressiva... Nunca cortei!

-Mentira!!

E então começamos a conversar sobre cabelo, hidratação, moda, maquiagem, etc... Viollete só me observava de longe, parecia incomodada de alguma forma, talvez fosse por causa do joelho... A verdade ´´e que eu não conversei muito com ela hoje, já que a segunda aula foi química e precisei de 100% de atenção e no recreio eu simplesmente fugi do refeitório...

-Os seguintes alunos: Alexy Campos e Rosalya Martins podem vir para a diretoria, por favor?

Era a diretora convocando os "dançarinos" para ir para a direção, acho que sujou... ogo depois, Viollete veio mancando para o seu lugar, tentei puxar assunto, mas ela parecia meio distraída.

-Tá tudo bem?

-Sim, eu estou bem

-O joelho tá doendo muito?

-Bom, um pouco, mas é normal...

-Posso ver? Eu sei lidar com lesões no joelho, já tive algumas quando jogava basquete

-Você jogava basquete? Que demais!! Eu queria jogar, mas não tenho altura

-Isso não é problema, tinha a capitã, que era menor que você!

-Nah, agora com esse joelho q n vai rolar mesmo...

-Depois da aula eu vou dar uma olhada e te digo o que fazer, ok?

Ela acenou que sim com a cabeça, continuamos conversando sobre algo aleatório, a professora de biologia entrou na sala e logo começou a dar aula.

Eram duas aulas de Biologia, na hora que acabou eu ajudei Viollete a caminhar até as escadas, onde eu ia examinar o joelho dela, Kim estava me olhando de cara feia por algum motivo, acredito que ela tinha ciúmes da Viollete...

-Vai me levar aonde?

-Para as escadas...?

-Sabe que minha calça é muito colada para simplesmente levantar até o joelho, né?

Esqueci desse detalhe... Vou ter que ir para o porão ou para o banheiro com ela

-Vamos para o porão, lá é melhor...

-Ok, como você quiser...

Fomos para o porão, verifiquei se não tinha nenhum intruso *cof,cof* "Castiel" por lá, e não tinha, peguei alguns colchonetes e empilhei para ela deitar e eu examinar. Ela ficou parada me observando, e eu fazendo o mesmo

-Tá esperando o que? Quer que eu tire sua calça?

-Claro que sim!

-Af...-Fazer o quê se já estou nas mãos dela...?

Eu abri seu ziper, mas foi complicado abaixar do seu quadril já que ela estava deitada e com um joelho machucado, mas consegui com um pouco de esforço, tirei a calça das suas pernas e fui direto examinar o joelho antes que eu me distraísse com a calcinha preta dela

É, eu tenho uma tara por roupa intima preta...

O joelho dela estava muito inchado, estalava cada vez que eu dobrava e esticava, e ela fazia caretas de dor... isso não é muito normal de uma queda normal... Achei estranho pois só o seu joelho estava inchado e dolorido, mas seu tornozelo não. Quando se cai na escada se torce o tornozelo facilmente

-Por que tem uma mancha roxa na parte interna das suas coxas?

-Está olhando para as minha coxas, doutora?

-Eu estou fazendo um exame sério, por favor...

-Ok... Bom, eu não sei, deve ter sino na queda também...

-A não ser que você tenha feito um espacate durante a queda, isso não é normal. e seus tornozelos não estão machucados, geralmente se machuca tornozelo numa queda em escadas. E pelo som e a dor q sente em determinados locais, não parece ter sido uma simples queda... Por que não me conta a verdade?

-Que verdade? kkkk Eu caí da escada!

-Ok... Quando quiser me contar o que realmente aconteceu, eu vou ouvir... Coloque gelo, faça repouso, e se possível, use muletas para ter menos impacto e forçar menos a musculatura.

-Tá brava?

-Não, só estou levando a sério sua lesão...

-Então me dá um beijo...

-...

Eu não sei dizer não pra esse tipo de coisa... Eu acabei ficando vermelha, mas fiz o que ela pediu... Me abaixei na altura dela, me aproximei devagar, e quando estava bem perto eu virei o rosto e dei um beijo na sua bochecha.

-Ei!

-Você pediu m beijo, mas não disse aonde...

-Aff... Você entendeu

-Na verdade não, olhei maliciosa para ela, ela começou a ficar meio vermelha, tentou me roubar um beijo, mas não deixei...

-Pede direitinho

-Para com isso!

-Opa, mais respeito com a doutora!

-Cala a boca!

-Pede direitinho e você cala a minha boca...

-Me dá um beijo na boca, daquele jeitinho q vc sabe...

-Agora sim...

Depois que ela disse isso e eu estava próxima do rosto dela, ouvimos um click na porta...

-Put@ qu3 p@ril!

-Merda! Trancaram a porta!

Eu levantei e corri até a porta, bati e bati na porta mas ninguém respondeu... Olhei par a Viollete e disse:

-Bom, agora eu acho que vamos passar algum tempo completamente a sós, não é?

CONTINUA!!!


Notas Finais


Críticas são bem-vindas <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...