História Web Destiny ( Camren) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Demi Lovato, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Lesbicas, Romance
Visualizações 303
Palavras 2.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gostaria de dizer que vocês me fizeram muito feliz com os comentários e tudo mais.. tão feliz que vou começar a maratona hoje e pra alegria de vocês vai até amanhã....

Muito obrigada por participarem...

Vamos lá?!
Maratona Web destiny 1/5

Boa leitura galera! Erros corrijo depois!

Capítulo 20 - Meu único desejo!


Fanfic / Fanfiction Web Destiny ( Camren) - Capítulo 20 - Meu único desejo!

**POV Lauren **

Quando acordei na manhã seguinte me deparei com Camila na beira da cama sorrindo com um olhar apaixonado.

- Bom dia noiva linda. - falou e se aproximou.

- Bom dia minha vida, você já tá aqui! - falei e ela selou nos lábios.

- Eu prometi que estaria aqui quando você acordasse lembra? - falou e eu sorri.

- Você é perfeita, e seu ombro como está? - disse e ela suspirou.

- você que é boba, está doendo um pouco, mais nada que eu não aguente. - falou e eu sorri fraco.

- Quanto tempo você vai ficar com ele imobilizado?.

- Dois meses!! - falou e eu arregalei os olhos.

- Isso é bastante tempo né! Repouso absoluto?- perguntei e ela me olhou maliciosa.

- Infelizmente sim meu amor, vamos ter que esperar um tempo antes de fazermos amor de novo. - falou e eu sorri.

- Por você vale a pena esperar!

Eu e Camila ficamos por vários minutos trocando beijos e palavras de carinho, logo em seguida meu médico entrou nos deixando vermelhas por que viu nosso beijo.

- Bom dia Lauren, como está hoje? - Ele disse amigável.

- Estou ótima e louca para ir embora, posso?- falei ansiosa e ele sorriu.

- Fico feliz em saber que está bem e sim você pode, vou assinar sua alta e então estará liberada. - falou e eu suspirei aliviada não aguentava mais ficar naquele lugar.

O médico saiu e voltou rápido, me levantei da cama e fui me trocar Camila me esperava do lado de fora com meus pais. Terminei de me arrumar e vi meu rosto pálido, apertei as bochechas um pouco para dar uma cor no rosto e finalmente saí do quarto, minha mãe conversava distraída com Camila e meu pai foi o primeiro a me ver e logo me abraçou.

- Oi minha princesa, como você está? - ele perguntou segurando meu rosto com as duas mãos.

- Estou bem pai, o susto já passou e me desculpa pela preocupação que causei. - falei triste.

- Tudo bem minha filha, todos comentem erros, mas o mais importante é você estar bem. - falou e eu sorri.

- Te amo muito pai! - falei e ele me abraçou forte.

- Eu também filha! - disse e nos fomos de encontro a minha mãe e Camila.

- As mulheres da minha vida estão se dando bem? - falei e elas me olharam sorrindo.

- Sua mãe é maravilhosa amor! - Camila disse e levantou vindo até mim.

- Você que é Camila, minha filha acertou em cheio. - minha mãe disse e sorriu para nós.

- Então vamos, estou cansada de ficar nesse hospital. - disse e revirei os olhos.

- Você vai pro seu apartamento? - meu pai disse enquanto saíamos do hospital.

- Não, vou pro da Camila, quero cuidar dela enquanto recupera o ombro. - falei e Camila sorriu enquanto a abraçava pela cintura.

- Então vamos eu deixo vocês lá. - ele disse enquanto entravamos no carro.

Camila falou o endereço e meu pai seguio tranquilamente, eu e ela estávamos no banco de trás e minha mãe na frente, logo estávamos em frente ao prédio e nos despedimos dos meus pais, minha mãe pediu para que fossemos jantar lá no próximo sábado e Camila adorou a idéia.

Quando chegamos ao apartamento fomos para o quarto, precisava muito de um banho pra tirar aquele cheiro de hospital terrível de mim. Comecei a tirar a roupa no quarto mesmo e quando olhei por cima do ombro Camila estava sentada na cama me olhando de cima a baixo.

- O que foi Camz? - perguntei e ela engoliu seco.

- Não tenho certeza se vou conseguir ficar 2 meses longe do seu corpo. - falou mordendo o lábio.

- Você não tem escolha Amor!! Vai ter que aguentar! - disse sorrindo e ela bufou.

- Droga!! Amor quero tomar banho com você, me ajuda aqui?! - falou e eu caminhei até ela só de calcinha.

- Tem certeza? Não sei se vou conseguir imobilizar seu braço de volta! - falei apreensiva.

- Sim, a enfermeira me ensinou como fazer pra tomar banho, não se preocupe ok?! - falou e eu assenti.

Camila me ensinou como fazer para tirar a proteção corretamente, vi o roxo que estava no local enfaixado, dei um beijo suave e ela sorriu, tirei as faixas do meus pulsos e estendi a mão para que ela segurasse para irmos para o banho, ela olhou para os pontos em meu braço e beijou.

- Não saberia viver sem você aqui Lauren, por favor não faça mais isso! - disse e eu a puxei pra perto.

- Nunca mais vai acontecer, prometo! Agora vem. -disse selando nossos lábios e a levando pro banho.

Tomamos banho bem comportadas apesar dos olhares maliciosos que trocamos. Quando saímos ajudei Camila a se secar e a imobilizar o braço. A levei pra cozinha para me fazer companhia enquanto cozinhava ela se sentou na bancada e me observava atenta enquanto eu começa a fazer a refeição.

**POV Camila**

Ao olhar Lauren cozinhar me dei conta do quanto eu estou apaixonada por ela, eu suspirava toda vez que olhava minha aliança de noivado, aquilo me fez lembrar de uma coisa.

- Lolo?? - falei toda manhosa e ela se virou vindo perto.

- Oi meu amor, o que foi? Está com dor? - falou toda preocupada e eu sorri apaixonada.

- Não! O ombro está bem, é que eu quero te fazer uma pergunta, posso? - disse e ela respirou fundo.

- Claro que pode!

- Vamos nos casar quando? - perguntei direta e ela me olhou surpresa.

- Bom... primeiro acho que a senhorita tem que sarar desse ombro, e assim que isso acontecer marcamos a data, está com pressa é? - falou soltando um riso delicioso.

- Estou! E enquanto isso, estava pensando de você se mudar pra cá e depois do casamento vemos onde vamos ficar, o que acha? - falei e ela fez carinho no meu rosto.

- Perfeito, acho que depois do casamento devíamos morar em uma casa maior, com quintal, piscina,as crianças vão adorar. - falou e eu a olhei satisfeita.

- Então você quer filhos comigo Jauregui? - falei e ela gargalhou.

- Um monte deles...várias Camilinhas e laurenzinhas correndo pra todo lado. - falou rindo e eu não aguentei e ri junto.

- Espero que você também esteja disposta a colocar todas elas no mundo viu?! Não vou aguentar ter essa quantidade de filhos. - falei e ela riu balançando a cabeça.

- E brincadeira Amor, acho que dois filhos é o suficiente, um gerado por mim e outro por você. - falou e eu amoleci.

Imaginar uma criança com os traços dela me tirava completamente o fôlego.

- Isso será perfeito.- falei e ela voltou a cozinhar.

Eu e Lauren almoçamos, assistimos filmes, namoramos muito e eu comecei a ficar sonolenta, estava tão cansada por conta dos últimos acontecimentos que meu corpo estava pedindo cama, ela percebeu que eu estava quase entregue ao sono e me balançou devagar.

- Vamos pra cama Amor, você está cansada e eu também. - falou e eu me levantei devagar.

- Vamos sim meu amor! - disse e ela me levou para o quarto.

Quando deitamos na cama e que olhei aquele corpo deitado ao meu lado usando apenas uma cueca feminina preta meu coração disparou, e logo senti aquela deliciosa pontada em meu sexo, eu respirei fundo e mordi o lábio inferior. Lauren estava de frente para mim e sorriu parecendo até ler meus pensamentos.

- Eu conheço essa sua cara de safada Camila. - falou e eu sorri maliciosa.

- E Claro que conhece, eu estou com tesão e quero você ! - falei Lauren se aproximou deixando nossas bocas quase coladas.

- Você não pode Amor, acredite quando digo que estou louca pra te sentir, mas tenho medo que se machuque. - ela falou e eu sorri tendo uma ideia.

- Você confia em mim? - perguntei e minha respiração já estava totalmente errada.

- Sim completamente! - falou e sorri vitoriosa.

- Ok... então faz exatamente o que vou falar tá? - disse e ela concordou já ofegante. - Primeiro tira sua cueca e minha calcinha. - falei e ela prontamente obedeceu, eu me virei ficando de barriga para cima, com o braço esquerdo livre puxei o corpo de Lauren pra cima de mim apenas pela metade deixando sua coxa no meio das minhas pernas assim como a minha perna esquerda estava no meio das dela- pronto agora só temos de ir devagar pra que eu não sinta dor e nem me machuque. - falei e logo a boca de Lauren me possuiu para uma beijo profundo e cheio de desejo, sua língua macia invadia a minha boca em busca do contato quente com a minha, nossas línguas se encontraram travando uma batalha de paixão e desejo, passei meu braço para baixo dela e sem perder tempo coloquei meus dois dedos no clitóris encharcado dela começando movimentos circulares lentos e precisos. Lauren gemeu rouca me dando um arrepio que se estendeu ao meu sexo.

- Isso...faz assim amor...que delícia.- ela gemia enquanto movia o quadril devagar.

O ponto de prazer dela pulsava em meus dedos e eu gemia a cada movimento, eu movimentava os dedos em movimentos aleatórios e quando ela já estava completamente rendida a penetrei tortuosamente.

- Ahhh...isso me come gostoso Camila. - nunca na minha vida senti tanto tesão em ouvir meu nome.

- Me come também Amor. - falei em um gemido.

Ela prontamente colocou os dedos habilidosos na minha entrada e penetrou forte dois dedos, gemi e alto, nos fazíamos os movimentos iguais hora dentro hora fora, com força mas devagar, eu subia meu quadril para tornar maior o contato, Lauren rebolava enlouquecida e gemia meu nome sem parar, sua boca tomou meu seio esquerdo maltratando sem parar meu mamilo me deixando completamente louca, nossas estocadas ficando mais fortes e aumentamos o ritmo, senti nosso suor em atrito e aquilo me levava cada vez mais para o precipício, vi que Lauren também aguentaria muito tempo quando senti seus músculos enrijecerem entre meus dedos.

- Goza pra mim Amor...goza nos dedos da sua mulher. - disse em pura excitação e ela gemeu alto.

- eu...eu vou gozar gostoso pra você...- falou e senti a pressão em meus dedos indicando o orgasmo dela, aquilo foi o meu fim também.

Senti os tremores do corpo dela e ao mesmo tempo meu corpo convulsionava em baixo dela. Estamos gozando juntas...gemendo juntas... totalmente entregues a paixão e ao amor.

Nossas respirações voltavam ao normal e Lauren levantou o corpo devagar e deitou novamente ao meu lado.

- Isso foi muito gostoso...apesar de louco! Você podia ter se machucado - ela disse e riu.

- Eu não estou sentindo nada de dor se isso te deixa feliz. ! - falei e selou nossos lábios.

- Sim, isso com certeza me deixa tranquila, eu te amo Camz! - falou e eu a olhei sorrindo.

- Eu também te amo muito Lolo, e te prometo que nós nunca mais vamos nos separar, sempre que isso acontece acaba acontecendo alguma coisa de ruim com uma de nós. Quero casar com você, ter uma linda família, e ficar velhinha ao seu lado. - falei um lágrima solitária desceu.

- Você tem razão, não podemos nos afastar de novo, eu vou cuidar de você! Prometo! Vamos ter filhos, um cachorro e o que mais você quiser. - falou e beijou minha testa.

- Quero ser feliz com você!! Esse é meu único desejo! - falei e ela me sorriu tão graciosa que tive vontade de apertar ela toda.

- Você sabe que não nego nunca seus desejos não é? - falou e eu a beijei.

Lauren buscou um jeito e conseguiu me abraçar, começou um carinho gostoso em minha cabeça, comecei a bocejar e cocei os olhos feito criança.

- Vamos dormir baby girl! Boa noite eu te amo meu amor.- falou e deu um beijo no canto da boca.

- Boa noite meu amor, dorme bem! - disse e ela se aconchegou novamente em meus braços.

Estar com Lauren daquele jeito era como um sonho, nunca me senti tão amada e protegida, ao lado dela me sentia poderosa e confiante, seria capaz de enfrentar o mundo por ela. Mas ainda sim sentia medo, preciso contar pro meu pai tudo o que houve até aqui e falar do meu relacionamento com Lauren, e rezar para que ele não seja como minha mãe não suportaria perder os dois de uma vez...


Notas Finais


Quando a gente quer nem o braço imobilizado atrapalha meu povo!!

Aguardem solto já já o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...