História Weightless - Camren - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Alimentares, Amor, Anorexia, Bailarina, Camila, Camilacabello, Camren, Drama, Fifthharmony, Homossexualidade, Lauren, Laurenjauregui
Exibições 241
Palavras 900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prologue


Ana's Point Of View

Lauren Jauregui é realmente uma garota muito bonita, adorável. Mas ela agora deseja ser minha amiga, pobrezinha. Bom, a culpa não é exatamente dela, e está longe de ser minha, eu sou somente uma amiga, para aquelas que precisam de mim.

Se vamos realmente procurar um culpado, deveríamos apontar a sua família em primeiro lugar. A verdade é que mais da metade das minhas amigas chega até mim de forma indireta por causa de suas famílias. As piadinhas no almoço de domingo, as críticas disfarçadas de preocupação, e é claro, aquelas dietas que a família toda finge que faz só pra ela se sentir culpada e fechar a boca.

Será que as famílias das minhas Anas continuariam fazendo todas essas piadas e essas críticas se soubessem que na verdade estão entregando-as para mim?

O fato é que em no máximo dez anos Lauren provavelmente estaria morta, fisicamente. Mentalmente levaria somente um mês. E se eles não se arrependem ou se culpam agora? Eles teriam tempo o suficiente para repensar isso.

Ei, não sou de todo um monstro, eu as ajudo. Esse mundo cultua a magreza, então a culpa é da sociedade antes de ser minha. Veja as modelos, elas são adoradas e amadas. E se as minhas garotas estão gordas, não importa que sejam apenas um ou dois quilinhos à mais, elas são duramente criticadas. Então eu as ajudo. E até que isso mude, o que eu duvido, eu serei necessária.

Mas é claro que isso não vem de graça, nada na vida vem afinal, por que com a magreza seria diferente? Você já ouviu que a beleza machuca? Isso é verdade, não nego, nunca neguei. Mas você não acha que se isso não trouxesse de fato alguma recompensa na vida em sociedade, eu já teria acabado?

Lauren está no primeiro passo agora, me aceitar.

Seu cabelo castanho chega até a sua bunda, ondulado e macio. Seria uma pena deixá-lo seco, quebradiço e sem cor. E seus dentes brancos? Realmente lindos e fortes, notavelmente bem cuidados. Sorte dela, ou então demoraria ainda menos para que começassem à ficar tão sensíveis que beber água lhe pareceria um martírio.

Sua pele extremamente branca e sensível lhe seria um problema quando os hematomas começassem à aparecer. Que hematomas? Oras, os que irão surgir em breve. O motivo? Qualquer um. Alguém que a puxou pelo braço, por ter dormido de mal jeito, por ter batido em uma parede ou porta, que seja...

Seu sorriso também é lindo, não digo que não ficaria triste em levá-lo embora. É que junto comigo eu trago outra amiga, a Dê. Depressão. Mas talvez Lauren goste dela. A dor interna vai fazê-la se sentir viva quando eu lhe fizer duvidar disso.

Ela vai se sentir sozinha em uma multidão, mas ainda sim vai continuar me defendendo, me chamando de amiga. Porque ela sabe que eu só quero seu bem, Lauren sabe que eu não vou abandona-la. Nunca.

Ela não liga que eu tenha lhe dado uma pá para que cavasse a própria cova. No final, todas elas me agradecem, vão ficar magras e bonitas. Mas logo morrerão. Porque elas tiveram escolhas, e escolheram a magreza antes da saúde. Fizeram absurdos para me agradar, quase conseguiram. Mas ainda faltava um quilinho à perder, só mais umzinho... Sempre falta, esse é o truque. Há sempre um último quilo que as faz perderem a cabeça. Não que ele realmente esteja lá, mas elas sempre o enxergarão. Mesmo que ninguém mais veja.

Ah claro, o espelho. Será seu pior inimigo, ódio declarado de um pelo outro. Mas ela não vai conseguir ficar longe dele, nem por um momento. A mente dela não vai conseguir desligar a imagem distorcida que ela vai ter do próprio corpo. E as pessoas podem repetir um milhão de vezes que ela está magra, ela vai dizer que estão tentando deixá-la gorda, e a esse ponto eles realmente estão.

Porque eles terão descoberto, e eles tentarão me afastar de Lauren. Talvez eles consigam, mas é ilusão pensar que eu me vou para sempre. Eu não me vou para sempre, nunca. Eu fico sempre lá, no fundo da memória e da mente de Lauren, esperando ela me chamar de volta. A verdade é que a maioria delas chama.

Quando todos eles acham que eu me fui eu volto para lembrá-la que estou aqui, pra ela. Vai ser um pequeno momento, passageiro. Ela vai passar na frente de um espelho em um dia normal e vai se ver desproporcionalmente gorda. E ela vai parar se encarando e vai pensar em mim. O corpo dela vai doer de lembrar e a mente dela vai vacilar. E ela vai passar o dia decidindo se vai me abraçar novamente ou não.

Eu sou o anjo da morte dessas meninas, em um vicioso ciclo de: mata, ajuda, mata, ajuda, mata e ajuda.

Não entendo por que me chamam de nervosa, eu não sou nervosa, sou bem calma. Eu só me estresso ao ver as minhas lindas meninas comendo algo que não precisam realmente. Ah, eu acho que não me apresentei. Eu sou a Anorexia Nervosa. Mas as minhas amigas me chamam de Ana.

De qualquer forma, Lauren não precisava ter feito isso pela dança. Em alguns meses ela vai estar tão fraca que se ficar na ponta dos pés irá desmaiar.

Vamos ver o que a minha bailarina preferida comeu hoje...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...