História Welcome to hell - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 49
Palavras 802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - Foi tao real


Fanfic / Fanfiction Welcome to hell - Capítulo 8 - Foi tao real

     Acordei na minha cama nervoso, esse foi o sonho mais estranho que eu já tive, e Sock estava nele, aliais acho que não se pode dizer que ele estava, acho que se pode dizer que ele ERA o sonho, foi tão estranho.

     Escutei a alguém bater na porta igual no sonho, meio com receio levantei e fui em direção a porta, abri, e quem estava lá? Só chuta, lógico que a mesma figura do sonho, Sock:

     -Jonathan eu queria falar com você- ele parecia meio nervoso, bem diferente do sonho.

     -Ta mas por que bateu na porta?

     -Não bati só fiz o som- ele parecia lembrar de algo quando disse isso- Jonathan, Mephistopheles, ele...

      -Oque tem ele?

      -Ele quer me conceber a outro humano- disse nervoso.

     Por um instante um arrepio passou por toda minha colona, era oque eu queria esse tempo todo, era oque estava esperando, era? Claro que era, eu não era?

     Ia falar alguma coisa mas ele sumiu em seguida, fiquei pensando naquilo que acabara de acontecer, será que finalmente Sock me deixaria em paz, será que tem algo aver com o sonho que tive ontem, não deu muito tempo até que ele voltasse:

     -Desculpe de sair assim- disse voltando dessa vez sorrindo e brotando da parede atras da minha cama, como sempre fazia- Acho que ele não vai poder fazer isso.

     -Por que está tão preocupado com isso?- perguntei em tom normal mas queria saber a resposta.

     -Haaa haan eu não tô preocupado- ele parecia lembrar de algo.

      -Você ta meio estranho- disse meio virando a cabeça.

     -Tive um sonho meio estranho essa noite- por favor que não seja o mesmo.

     -Eu também- ele pareceu preocupado.

     -Sera que é o mesmo?

     -Não sei mas espero que não- disse meio nervoso.

      -Conta aí como foi o seu- disse apoiando a cabeça nos pulsos e sorrindo, eu não ia contar algo assim.

     -Conta você o seu- disse meio nervoso mas tentando não mostrar isso, dava para ver que ele também estava com vergonha de contar.

     -Melhor não- nos olhamos por um instante, nessa hora percebemos, era o mesmo sonho- Será?

     -Acho que sim- ambos tínhamos vergonha de contar o sonho, e tínhamos vergonha de perguntar- Acho que não.

     -É não- ele voltou a sorrir.

     -Mas e aí, oque aconteceu esses dias que você sumiu?- perguntei.

     -Por que? Ta com ciúmes de alguma coisa- disse meio rindo- Brincadeira, conheci alguém muito especial.

     -Quem?- perguntei meio preocupado.

      -A mulher mais linda que ja vi em toda minha vida, e não vida- OQUE?- Mãezinha.

      -Quem?- que Rai de nome é esse?

     -Nossa Senhora Jonathan- esclareceu ele, aí sim fiquei aliviado, não pera EU FALEI ISSO EM VOZ ALTA?

     -Que bacana, e como ela é?- perguntei só perguntar, todos sabemos muito bem como é nossa mãe.

     Sock começou a me contar sobre as coisas lindas que ela avia lhe dito, conversamos sobre isso por horas até que ele olhou no relógio, 18:30 ele se assustou:

     -Tenho que ir Mephistopheles pode desconfiar- disse ele, eu aproximei minha mão de seu braço.

     -Desconfiar do que?- perguntei meio em aretorica.

     -A minha "jornada de trabalho"- disse fazendo aspas com os dedos- é das 09:00 as 17:00, ele pode estranhar eu ficar aqui tanto tempo.

     -É mas... Hora extra!?- respondi meio no impulso, mostrava muito bem que eu queria que ele ficasse aqui comigo.

     -Eu haaa...- ele parecia meio envergonhado- Mas se Mephistopheles achar que ficamos amigos vai me conceber a outro humano.

     -Ele não vai- disse sorrindo meio de canto, ele olhava em meus olhos, dava para ver o medo dele que algo aconteça- Tem aver com o sonho?

     -...- ele parecia ter vergonha de dizer- Jonathan eu...

     -Calma ta tudo bem- disse mostrando as mãos querendo acalma-lo- Vai lá, amanhã agente se vê.

     Ele sorriu e foi embora.

     Será que tivemos o mesmo sonho, ele batia em minha porta, pegava o urso, e, ..., não quero pensar nisso, e se ele tiver o mesmo sonho é se ele ele tamb.... e se ele gosta de mim, e se ele realmente quiser.... melhor não pensar nisso.

     -Jonathan queria falar com você sobre algo- ele brotou do nada ali- Mephistopheles disse que é possível duas pessoas terem o mesmo sonho- me assusto quando ele disse isso.

     -Se tivemos o mesmo sonho, então, bem- coçei a nuca preocupacosse
     -Jonathan, eu to assustado- ele virou para mim preocupado.

     -Nunca vamos fazer algo que não queremos, fique tranquilo, esquece essa história- ele se alegrou e foi embora de novo.

     Acho que não foi só um sonho


Notas Finais


Fica aí o mistério, sqn não sei fazer suspense, mas dá aí uma sugestão de tema que você queira que eu vou fazer obg por ver, vlw Mari


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...