História Welcome to Murderville - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Scream (Série)
Personagens Audrey Jensen, Brooke Maddox, Emma Duval, Gustavo "Stavo" Acosta, Kieran Wilcox, Margaret "Maggie" Duval, Noah Foster, Personagens Originais, Xerife Michael Acosta
Tags Audrey Jensen, Bex Taylor Klaus, Scream
Exibições 67
Palavras 1.007
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


~☆~

Capítulo 7 - You are a new final girl


Fanfic / Fanfiction Welcome to Murderville - Capítulo 7 - You are a new final girl

- Senhorita McDonell, segunda vez essa semana. - o policial arqueou a sobrancelha parecendo surpreso.
Dei um meio sorriso.
- Fiquei com saudades rápido. - menti e ele abriu um sorriso malicioso.
- Não sabia que vocês dois estavam em um relacio...
- Pode me deixar entrar? Por favor. - O interrompi ainda forçando o sorriso.
O policial Hanks assentiu e abriu a porta da sala para mim. Agradeci e entrei, sentando na ponta da mesa como sempre e encarando Kieran sentado do outro lado.
- Estou impressionado com a sua obsessão por mim. - Kieran disse em tom sarcástico e eu revirei os olhos.
Tirei da minha bolsa o envelope roxo e joguei pela mesa até chegar nele.
- Cale a boca, vim tratar de coisas importantes. - falei séria e ele encarou o envelope. - Abra.
E ele abriu, com certa dificuldade por causa das algemas. Viu as fotos sem expressar nenhuma reação de surpresa ou espanto e em seguida leu o bilhete. Fiquei esperando ansiosa por sua resposta, mas ao contrário ela não veio, apenas risadas. Fiquei perplexa.
- Do que está rindo idiota? - perguntei brava.
- Isso é ridículo, me usar como ameaça. Coisa de principiante! - o cara debochou gargalhando.
- Não é brincadeira, Kieran! - bati na mesa. - Ele entrou no meu quarto enquanto eu dormia! - só de lembrar de tal fato minha voz estremecia.
- Sim, e mesmo assim você ainda está viva. É a possível nova "final girl". - o sorriso mórbido dele que me irritava apareceu em seu rosto.
- Eu não quero ser! - gritei apavorada.
- Sinto muito, mas você não tem escolha babe, é ele quem decide. - Kieran disse calmamente e eu respirei fundo para não pirar ali mesmo.
- Ok, então me explique como funciona. - pedi voltando ao tom normal.
- Por que não pede para o seu namoradinho viciado em nós explicar? - ele arqueou uma sobrancelha e sorriu de lado.
- Você sabe muito bem o motivo. - decidi não voltar a explicar a questão do "namoradinho", não fazia diferença no momento.
- Tudo bem, já que pediu com jeitinho. - brincou em tom irônico. - Nós serial killers somos movidos por uma razão, um motivo cabível que encontramos para justificar as mortes que cometemos, tentando fazer justiça. - ele riu da careta de reprovação que eu fiz. - Se você é a queridinha dele é possível que tenha feito algo muito ruim, mesmo que indiretamente, para ele. Ou ele está querendo protegê-la, de todas as formas, as pessoas que você ama são alvos, mas você não, Larissa McDonell, você é a última.
[...]
- Então o sobrinho do falecido te chamou pra sair? Urgh. - Brooke fez careta, eu apenas ri.
- Ele não é feio! - Emma protestou.
- Então saia com ele. - dei de ombros.
Estávamos no banheiro feminino do colégio, discutindo sobre o possível encontro de nossa amiga com Neville Edward.
Lembro quando recebi um fora dele há anos atrás numa festa de halloween, foi deprimente e embaraçoso, nada que o tempo não tenha curado. Mas a situação atual não deixava de ser engraçada!
- E aí garotas, do que estão falando? - Audrey entrou no banheiro sorrindo.
E eu foquei nela, naquele sorriso, esquecendo de todo o resto. Era como sentir um baque no meu coração, e eu ainda não fazia ideia do que estava acontecendo comigo!
- Vou sair com o Neville. - Emma declarou e Brooke começou a gritar chacoalhando as mãos enquanto Audrey parecia bem surpresa.
- Bitch! Por que não me contou nada? - a morena foi até ela rindo, apesar de indignada.
- Acha que ela contou pra mim? Só estou sabendo agora. - Brooke riu revirando os olhos.
- Eu não sei, foi de repente, ok? - Emma abriu um sorriso envergonhado que acabou sendo seguido por um "hummmmm" de nós três.
Rimos por um tempo daquilo e quando ouvimos o sinal bater resolvemos sair do banheiro. Emma e Brooke saíram na frente fechando passagem para Audrey, a morena ficou indignada e começou a reclamar enquanto as outras duas riam, mas acabou se dando por vencida e rindo também.
A risada dela me fazia sorrir espontaneamente, fiquei tão perdida que esqueci de continuar andando e fiquei parada no corredor até as três notarem e se virarem para trás.
- Lari? - Audrey chamou minha atenção me tirando do transe.
- Que foi? - nossos olhares fizeram contato e eu senti um nó na garganta.
- Vamos? - a garota perguntou e eu assenti sorrindo indo até elas.
Quando a mesma entrelaçou seu braço no meu e sorriu eu senti meu estômago embaralhar por inteiro! Como se mil borboletas dançassem ali dentro... Espera aí. Borboletas no estômago?
Foi naquele momento, enquanto as três riam despreocupadas sobre algum assunto envolvendo Neville que eu olhei para Audrey. Aqueles olhos, e o sorriso dela... Eu não sabia muito bem como, mas, oh meu Deus, eu gosto dela!
[...]
Depois de um dia inteiro ouvindo Emma falar sobre Neville, e voltar para casa com Noah contando suas teorias sobre o novo assassino, eu me sentia exausta!
- Papai! - chamei por ele subindo as escadas de casa, mas acabei por concluir que como sempre ele não estava ali.
Dei de ombros e fui até meu quarto deixando a bolsa em cima da cama, logo depois fui para o banheiro.
Tomei um banho relaxante cantarolando uma música antiga das Spice Girls, assim que terminei saí se dentro do boxe enrolada com minha toalha.
Mas quando olhei para o espelho quase deixei a toalha cair, em troca disso gritei. Gritei com todas as forças que tinha em minha garganta. Meu corpo todo estremecia ao ler as letras gravadas em sangue no meu espelho.

"You are MY final girl"

- ME DEIXA EM PAZ!! - soltei o grito tanto quanto implorando.
Enquanto as lágrimas caíam por meus olhos, com medo da minha própria sombra pelo banheiro, com medo até de sair do banheiro.


Notas Finais


Comentários são sempre bem vindos❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...