História Welcome To My Life - Lysandre - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Boris, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Tags Alextin, Amor Doce, Depressão Esquizofrênica, Drama, Hentai, Lysandre, Romance, Shoujo, Yaoi
Visualizações 56
Palavras 1.445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lírica, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Sentai, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse capítulo não fala da peça, por isso não é "Parte 5" :)

E HOJE TEM, a Ludmilla mandou avisar que É HOJE, GENTE

Aproveitem o capítulo ♥ (Lembrando que, É HOJE)

Capítulo 12 - Por Que Você Faz Isso Comigo?


Fanfic / Fanfiction Welcome To My Life - Lysandre - Capítulo 12 - Por Que Você Faz Isso Comigo?

- Alasca? - ele balançou a mão em frente ao meu rosto

- O-Oi... sinto muito, eu achei que não tinha ninguém aqui...

Só pra esclarecer, tem um garoto lindo DE TOALHA na minha frente. Adivinha quem corou?

- Entendi, mas por que veio pra cá? - ele virou o rosto pro espelho do armário e começou a pentear seu cabelo

- Eu vim buscar uma garrafa ďágua pro Nathaniel, eu achei que n...

- Lysandre, achei o seu bloco de notas, vê se não perde dessa ve... - Castiel me interrompeu, e ficou assustado ao ver que tinha uma garota no vestiário masculino

- Obrigado. - Lysandre pegou o bloco de notas da mão de Castiel e colocou em seu armário

Castiel deu um sorrisão malicioso e começou a assobiar e puxou a toalha que escondia os países baixos de Lysandre e correu pra fora do vestiário, morrendo de rir.

Lysandre pegou sua camiseta e tampou sua genital, muito vermelho, e correu pra trás dos armários. 

- S-Sai daqui, Alasca. - sua voz estava trêmula

Eu fiquei sem reação perante aquilo.

- Q-Quer que eu pegue uma toalha pra você? - tampei meus olhos

- Eu não quero nada, sai daqui agora!! - de trás dos armários, eu consegui ver que o mesmo estava chorando

- Lysandre, deixa eu te ajud... - ele me interrompeu

- SAI DAQUI AGORA, CARALHO!! - sua voz tornou-se mais trêmula

Corri para o armário do Nathaniel, peguei a garrafa e corri para o ginásio, ainda assustada e triste pelo jeito como ele falou comigo.

- Graças a Deus, o que houve? Você demorou. - Nathaniel pegou a garrafa - E por que está tão vermelha? Parece que viu um cara sem roupa lá dentro.

PARECE?!

Fixei meus olhos aos seus, que provavelmente entendeu o que eu quis dizer por fazer isso.

Ele caiu na gargalhada.

- Quem... - ele ria muito - Quem foi que você viu sem roupa?

- Fala baixo!! - pus meu dedo indicador na boca - ... O Lysandre, mas não conta pra ninguém.

- E... era grande? - ele riu baixinho

- VOCÊ ACHA QUE EU TIVE TEMPO PRA VER ISSO?! - soquei seu ombro

- AI! Sei lá, sim? - ele sorriu de lado

- Aff... - fui pra perto do Sr. Boris

Jogamos um pouco de queimada, e voltamos para o vestiário. 

Peguei minhas coisas e fui para o banheiro, tomei meu banho e passei hidratante corporal.

Mas... onde está minha calcinha?

- Hi hi... - ouvi umas risadinhas do outro lado do banheiro

- Quem está aí? - me enrolei na toalha, completamente assustada

- Alguém que também está com sua calcinha cinza. - reconheci a voz da garota

- Ambre... me devolve isso! 

- Hum... não. - ela saiu rindo

Droga, eu não posso colocar a calça por cima! Vou ter que esperar alguém aparecer pra me ajudar. Me enrolei na toalha e fiquei em frente à porta do banheiro.

Estou aqui há horas, estou com fome e o horário do almoço já passou, estou começando a passar mal...

- Tem alguém aí? - não era uma voz adulta, não era uma voz de criança, não era de menina, era o Lysandre

- L-Lysandre?! - corei

- Alasca? Caramba, todo mundo tá te procurando e... - ele parou para me olhar dos pés à cabeça - P-Por que você está apenas de toalha? - ele arregalou os olhos e corou

Desviei meu olhar e algumas lágrimas caíram.

- Ei, não chora, por favor. - ele me abraçou por um tempo, mas me soltou - Desculpa, eu esqueci que... você... ah, você entendeu.

- A Ambre... ela roubou a... - olhei pra baixo - A minha calcinha...

Ele ficou vermelho, e arregalou os olhos.

- A Ambre roubou sua calcinha?

- É, e eu não posso sair sem ela. - liberei a saída de algumas lágrimas

Lysandre não falou nada, simplismente saiu do vestiário e me deixou sozinha.

E eu que achei que ele fosse me ajudar...

Sentei-me num banquinho - ainda de toalha - e comecei a chorar, até que ouvi uma voz familiar.

- Aqui. - era ele de novo, sua mão esquerda tampava seus olhos e a direita segurava uma calcinha cinza - Eu a entreguei pra diretora, ela ia tacar fogo na sua... calcinha. - ele corou, mas continuava de olhos tampados

- V-Você fez isso por mim? - corei

- S-Sim... é... eu vou sair daqui, o Alexy quer falar com você. - ele jogou a calcinha na minha cara e correu, mas eu peguei sua mão

- Obrigada, Lysandre. - sorri, meio tímida e muito corada

Ele parecia inquieto, mas sorriu e correu.

Corri pra dentro do banheiro e me troquei. Ao sair do vestiário, Alexy veio correndo em minha direção e me abraçou forte.

- Caramba, onde você estava, Alasca? - ele beijou minha testa

- Fiquei "presa" no vestiário, a Ambre roubou a minha calcinha. 

Ele riu muito.

- Nossa... você vai se vingar? - ele enxugou as lágrimas de tanto rir

- Claro que vou, e dessa vez ela vai ver com quantos paus se faz uma canoa. - fechei os punhos - Alexy... eu não estou bem...

- Tá bom, vem, você precisa... Alasca?

Eu comecei a ficar zonza, em minha frente, tinha uns vinte Alexy's. Até que, apaguei.


Fui abrindo os olhos, até dar de cara com o Lysandre, o Alexy e uma mulher de branco colocando uma toalha na minha testa.

- Alasca? - Alexy estava ofegante

- Graças a Deus você acordou. - disse a mulher

- O-O que houve? Por que eu estou aqui?

- Calma, você desmaiou, sua pressão está baixa por não ter comido na hora certa. - disse a mesma

- Foi a Ambre, ela roubou a minha... - olhei para o Lysandre e corei, e sussurrei no ouvido da mulher - ...calcinha...

A mulher riu. Por que todo mundo tem que rir disso?!

- Irei comunicar a diretora sobre isso, você de cabelo azul - ela apontou para Alexy - venha comigo, e você mais alto, fica com a Alasca enquanto eu não estou. - ela apontou para Lysandre

Alexy e a mulher saíram do quarto, Lysandre se levantou e se escorou na parede ao lado da cama onde eu estava.

Ficamos calados por um tempo, até que eu quebrei o gelo.

- Como eu poderia te agradecer? - me levantei da cama e fiquei frente a frente com ele, que corou

- ...Dizendo "obrigado"? Ou... com abraço... sei lá...

Ele abaixou a cabeça, fazendo nossos corpos ficarem mais próximos.

- Se eu fizer uma coisa... você promete que não vai me bater depois? - ele me olhou fixamente

- P-Prometo... - comecei a tremer da cabeça aos pés e corei

Ele deu um suspiro curto, fechou os olhos, e avançou seus lábios aos meus, colocando seu dedo indicador no meu queixo.

Eu fiquei sem chão. Uma hora ele grita comigo e me xinga, e agora... agora ele me beija com tanta clareza e suavidade.

O mesmo colocou suas mãos em meu rosto, e alisava delicadamente.

Ele deu um selinho em meu lábio inferior e se afastou, com uma expressão de susto.

- M-Meu Deus... o que que aconteceu aqui? - ele corou

- ...Acho que você me beijou. - corei também

- Não... isso não pode ter acontecido... não, não, não... isso tá errado... - ele se enchia de confusão

- L-Lysandre? Tá tudo bem? - fiquei com medo

- POR QUE VOCÊ NÃO ME DISSE ANTES QUE NAMORA?! - ele começou a chorar

- O que? Não, eu... - ele interrompeu o que eu iria dizer

- Por favor, fique longe de mim, Alasca... - ele correu em direção a porta e saiu, me fazendo chorar por causa da sua atitude

Eu estava sozinha, chorando por alguém que não está nem aí pra mim. Por que você faz isso, Lysandre?

Me deitei na cama e chorei um pouquinho, até que alguém entrou no quarto.

Era ele, com uma carinha de arrependimento.

- Posso te cantar? - seu rosto ainda estava encharcado

Permaneci calada, porém ele começou a cantar, não dando a mínima se eu queria ouvir ou não.


When the days are cold

And the cards all fold

And the saints we see

Are all made of gold


When your dreams all fail

And the ones we hail

Are the worst of all

And the blood’s run stale


I want to hide the truth

I want to shelter you

But with the beast inside

There’s nowhere we can hide


No matter what we breed

We still are made of greed

This is my kingdom come

This is my kingdom come


When you feel my heat

Look into my eyes

It’s where my demons hide

It’s where my demons hide


Don’t get too close

It’s dark inside

It’s where my demons hide

It’s where my demons hide


Ele parou de cantar, mas não deixa de segurar a minha mão com carinho e chorar muito.

Até que, ele soltou minha mão e foi em direção à porta.

- L-Lysandre... - minhas lágrimas desciam calmamente

Ele soltou a maçaneta, correu em minha direção e me beijou mais uma vez. 

O mesmo parou o beijo e saiu correndo, me deixando sozinha.

De novo.

Por que você faz isso comigo, Lysandre?


Continua? ^-^


Notas Finais


#FicaBemMozaum ♥ @JuJuba_Real

Alguém claramente já percebeu que a música é de Imagine Dragons, QUE INCLUSIVE É UMA BANDA MUITO MASSA

Música - https://youtu.be/mWRsgZuwf_8

Até o próximo capítulo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...