História Welcome To My Life - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Graylu, Nalu
Exibições 175
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Demônio!


Fanfic / Fanfiction Welcome To My Life - Capítulo 10 - Demônio!

Lucy

Depois de um tempo chorando Gray separa o abraço e começa a me encarar. Ele coloca sua mão em meu rosto, e ele começa a se aproximar, cada vez mais perto. Meu coração começa a bater em desespero.  Ponho minha mão em seu ombro pronta para afasta-lo mas sou interrompida pela porta sendo aberta com força bruta e a luz sendo acesa. Olho para o lado e vejo ele.

-Natsu!- Eu e Gray gritamos juntos.

Natsu estava com a face totalmente brava, o que me deu medo, nunca vi ele assim. Ele se aproxima e pega no meu pulso, ele me puxa para perto dele, ele me abraça e diz para Gray:

-Ela é minha!

-O que?- Grito vermelha. 

Tento afasta-lo mas ele simplesmente não deixava eu me soltar.

-Natsu, ela não é um objeto.- Gray diz calmo.- Solte ela, ela não quer ficar com você.

-Quem é você para falar por ela?

-A pergunta certa é: Quem é você? 

Os dois começam a se encarar mortalmente. Parando para pensar agora...o Gray queria me beijar?? Não! Impossível! 

-G-Gray- Gaguejo lembrando de sua respiração bem perto.- Por favor deixe eu e o Natsu a sós.

-Tem certeza?- Ele parece calmo, mesmo sabendo que vou ficar sozinha com aquele idiota.

-S-sim

Gray suspira e sai do quarto fechando a porta atras dele. Natsu me solta e ele ainda estava com sua cara brava.

-Sua?- Pergunto brava olhando para ele.

-Sim, lembra? O desafio. Você não vai ficar perto dele e de nenhum menino, escutou? Você agora é minha!

-Ahahahaha! Ta de zuera, né? Só pode! Desafio? Alias como você esta aqui? Por que esta no meu quarto? Como sabe que este é meu quarto?

-Bem, primeiro eu sou amigo do Loke e perguntei se ele tinha visto você, aí ele falou que você estava com o Gray então eu fui ate sua mãe e falei que você estava sozinha com um homem no seu quarto, ela ficou desesperada e me pediu para vir.- Ele da um sorriso sacana.

-Você falo o que para minha mãe?!- Grito desesperada

-Alias, seu pai é bem legal, ele gostou de mim.- Ele da outro sorriso sacana, que me deu vontade de soca-lo.

-Meu pai já chegou? Ele sabe...

-Não contei para ele.

-Ufaa.- Dou um longo suspiro aliviada. 

-Enfim...Sério? O Gray?

-Que foi? Ele é meu amigo de infância, não estava acontecendo nada!

-Uhum, sei. Super normal uma amigo quase beijar o outro.

-Fica na tua!

Me sento na minha cama e lembro de tudo em apenas alguns segundos, esqueço que Natsu estava no quarto, pego meu travesseiro e enfio minha cabeça nele, e dou um grito.

-Uau, você deve ser bv.- Natsu diz e eu lembro de sua existência.

Ataco o travesseiro na cara dele mais ele desvia.

-Tadinha, nem com força mais esta.- Ele sorri.

-Cala a boca!

Ele para de falar e se aproxima de mim. Ele se ajoelha na minha frente e segura minha mãos. Começo a encarar ele com medo daquele ato.

-O que você quer?- Pergunto desconfiada.

Ele se aproxima do meu ouvido e sussurra com a voz rouca.

-Quer que eu tire seu bv?

Meu rosto agora estava totalmente completamente vermelho igual um tomate. Minhas pernas começaram a tremer.

-Que?Ah...Eh...Uh...Maas...- Começo a dizer coisas estranhas.

-Que foi? Não consegue responder?- Ele sussurra novamente e eu me arrepio toda.

E então ele beija meu pescoço. Quando dou por mim estava completamente sob seu feitiço diabólico. Maldição! Como me deixei pensar em besteiras? Empurro ele e subo na minha cama. Fico em pé e aponto para seu rosto Ele estava com um sorriso enorme, o que me irritou mais do que tudo.

-Nem vem! Não vou cair nessa sua macumba! Saia Demônio! - Grito.

-Demônio?- Ele sobe na cama e eu dou um passo para trás.

-Sim, você é um demônio!- Falo corando ao lembrar do beijo no meu pescoço.

Ele se aproxima e eu dou mais um passo para trás.

-Então a senhorita Lucy Heartfilia gosta de demônios, que fascinante.

 Quando tento dar mais um passo para trás, percebo que era o fim da cama e caio de bunda no chão. Natsu da uma gargalhada.

Tento me levantar mas era complicado com aquele salto enorme. Quando finalmente fico de pé Natsu desce da cama. Ele segura minha cintura e cola na dele.

-Sabia que eu sou um dos pretendentes? - Ele pergunta com sua voz sexy...

Sexy? Ah! Cala boca! Lucy pervertida!

-O Gray também é.- Falo ainda vermelha.

-Sei, mas eu sou o demônio, não ele.

-Isso não significa nada! - Tento evitar de encara ele.

Sinto sua respiração em meu pescoço. Me arrepio.

-Quer mais um?

-N-não!- Tento empurra-lo.

Natsu de repente me larga e da um sorriso. Eu o olho e vejo com a cara totalmente brincalhona, mais um brincalhão de dar medo.

-Foi divertido brincar com você.- Ele diz e depois sai do quarto.

Não! Ele estava brincando comigo? Mas que filho da... Haaaaaaaaaaaaah! Eu odeio aquele demônio!

Gray entra no quarto e olha para cama bagunçada e depois para mim.

-Tudo bem?- Ele pergunta ao ver meu rosto vermelho, só que desta vez vermelho de raiva.

-Demônio!- Grito usando todo meu fôlego.

Foda-se se da para ouvir de lá de baixo! Que todos escutem! Eu odeio ele! Odeio! Odeio!

-Lucy?- Gray tenta chamar minha atenção mas eu não parava de andar de um lado pro outro pensando como matar aquele demônio!

Quando finamente me acalmei, desci para o baile onde dei de cara com o rosto de reprovação do meu pai. Felizmente, Loke me fez companhia ate o fim da festa. Não iria suportar ficar perto do Natsu nem do Gray.

-Deve ser uma escolha difícil.- Loke diz de repente.

-Escolha?

-Sim, você vai ter que escolher entre o Gray e o Natsu.

-Que? Eu não vou escolher nenhum dos dois! Gray é meu amigo, Natsu é um idiota.

-Ah, mas é um idiota legal, igual a mim.

-Não, você, e somente você é um idiota legal. O Natsu é um demônio.

-Nossa! Você deve estar com ódio dele.

-Ódio é pouco! Aquele miserável! Como ele foi aparecer de repente aqui? Na minha casa! 

-Vai ver é destino.

-Nem brinca!- Eu o olho e vejo que ele estava me encarando fixamente com um sorriso nos lábios.- Que foi?

-Nada, só que você é engraçada. Ei, Lucy! Vamos ser amigos?

Amigos? Loke quer ser meu amigo? Ele quer? 

-Sim!- Sorrio e dou um abraço nele.

-Ah, meu deus! Não me diga que uma garota como você não tem muitos amigos!- Ele diz ao separar o abraço.

-Bem...Hehehe- Sorrio igual uma criança.- Não sou boa com amigos. Mas ultimamente eu fiz amizade! Desde que entrei na Fairy Tail eu consegui fazer amizade com a Juvia, Levy, Mira e Erza. Elas são as melhores. Quer conhecer elas? -Começo a me animar ao lembrar delas.

Loke da uma risada.

-Você deve gostar muito delas.

-Sim, eu gosto!

-Espero que você goste de mim também, igual você gosta delas.

E foi assim que conheci meu melhor amigo...

Continua..


Notas Finais


Olá, pessoas!
Espero que estejam gostando!
Obrigada por estarem me acompanhando!
Foi isso por hoje!
Próximo capitulo eu escrevo mais, prometo!
Bjooos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...