História Welcome To My Life - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Graylu, Nalu
Exibições 194
Palavras 1.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Quem será a pessoa inesperada???
Você vai descobrir em :
3
2
1

Capítulo 8 - Você é meu herói!


Fanfic / Fanfiction Welcome To My Life - Capítulo 8 - Você é meu herói!

Lucy

A pessoa me encara surpresa e sorri.

-Lucy!

-Gray?

Ele se aproxima de mim aos poucos. Dou uma boa olhada nele e ele estava lindo de terno preto.

-Você esta linda!- Ele diz ao parar bem na minha frente.

-O-obrigada! Bem... Você esta...Lindo...Também.- Digo totalmente atrapalhada.

Que vergonha! Não acredito que ele esta aqui! Meu Deus!

-Lucy, vejo que já conheceu um dos seus pretendentes!- Minha mãe diz ao me ver conversando com Gray.

-Que?- Quase grito.-O Gray?- Olho para ele e vejo seu rosto meio corado.

-Ah, já sabe ate o nome dele, que bom.

-Sr. Hearfilia, eu e sua filha estudamos no mesmo colégio.- Gray diz.

-Ah, que bom, maravilhoso. Acho que os dois formam um casal fofo! Vou conversar com seu pai para dar uma ajudinha ao Gray- Minha mãe pisca para ele.

-Mãe!- Chamo a atenção dela.- Não precisa, eu e o Gray somos amigos!

-Se me permite, eu gostaria de dançar com sua filha- Gray interrompe a possível briga entre eu e minha mãe.

-Sim, pode levar ela- Minha mãe da um sorriso enorme e eu a encaro brava.

-Vamos!- Gray estica a mão em minha direção e eu o encaro corada.

-Eu não sei dançar muito bem.- Falo meio baixo para que minha mãe não escute. Ele da uma risada baixa.

-Não se preocupe.

Seguro sua mão e ele me puxa a o espaço de dança. Ele poem a mão em minha cintura e me puxa para bem mais perto dele, me fazendo sentir sua respiração . Ponho minha mão no seu ombro e dou uma leve afastada, estava difícil de me aguentar tão perto dele, meu coração estava a mil.

-Então, você é uma Hearfilia.- Ele fala com seu sorriso sedutor.

-Sim, sou.- Respondo com um sorriso forçado.

Não conseguia me concentrar com ele me encarando daquele jeito.

-Devo admitir, estou surpreso e aliviado.

-Aliviado?

-Sim, sinceramente, eu pensei que a proposta de casamente seria com uma garota completamente irritante e insuportável.

-Bem, fico feliz por não ser irritante e insuportável.

-Sim, você é bem interessante.

Olho para ele e o vejo me encarando, nossos olhos se encontram e meu coração salta.

-Interessante?

-Huhum, você é bem interessante.

-Pare, por favor!- Coro violentamente, meu rosto estava completamente vermelho.

-Parar com o que?- Ele faz uma care de curioso.

-De me olhar desse jeito! Assim eu vou acabar pisando no seu pé!

-Ah, me desculpe- Ele da uma risada envergonhada.

-Não tudo bem, eu só não consigo me concentrar, me deixa nervosa.

-Então eu te deixo nervosa?- Ele sussurra no meu ouvido de uma forma sexy que me faz arrepiar inteira.

-S-sim- Respondo gaguejando.

-Você é fofa.- Ele diz depois de dar uma risada.

-Não!

E assim dançamos e conversamos ate o fim de duas musicas. Quando a terceira ia começar minha mãe interrompe.

-Bem, filha, sei que você que ficar ai com o Sr.Gray mas existem outros pretendentes. Venha vou lhe apresentar ao Sr.Loki.- Ela me puxa para longe de Gray.- Sr.Loki, esta é minha filha Lucy, ela iria gostar muito de uma dança.- Ela me empurra para um garoto de cabelos dourados, que era impressionantemente lindo.

-Prazer em lhe conhecer.- Ele segura minha mão e beija as costas dela. 

-O prazer é todo meu.- Falo meio corada.

-Sua mãe estava certa, você tem um rosto lindo.- Ele me puxa ao local de dança e me puxa para perto.

-Sim, mas eu não quero que se casem comigo só por causa do meu rosto lindo.- Falo meio brava.

-Desculpe se eu ofendi- Ele ri sarcástico, de leve ele me lembrou o Natsu, aquele demônio!

-Huh, não me importo.

Lucy! Não aja desse jeito agora! Sua idiota!

-Uau. Você é casca grossa, vai ser difícil te conquistar.- Ele diz já mudando sua posição de lindão para "idiotão"

-Conquistar? Ha! Nem vem! Já não basta aquele rosado!

-Rosado?

Ah merda! 

-Um idiota! Igual a você!

-Heee? Bem, eu sou um idiota legal.

-Huhum, sei.

-Sou mesmo! Quer ver? Vamos conversar sobre algo que nós dois gostamos. 

-Tipo o que?

-Não sei, me conte algo que você gosta.

Penso bem antes de responder.

-Gosto de tocar piano.

-Piano? Legal, eu costumava a tocar mas com o tempo perdi a pratica.

-Huh, eu fiquei quatro anos longe do piano eu ainda continuo boa.- Digo satisfeita comigo mesma.

-Ah, você deve gostar bastante. Bem, eu nunca gostei muito. Mas eu gosto de tocar violão.

-Eu também gosto.

-Você compõem?

-Sim, mas nunca mostrei para ninguém.

-Quer me mostrar?

-Huh, mesmo que quisesse eu não poderia, não tenho violão e se meu pai ficar sabendo eu to morta.

-Ah, que isso! Seu pai não pode te proibir de tudo.

Encaro ele e dou um pequeno sorriso.

-Ate que você não é tão idiota assim.

-Eu sei!

-Convencido!

-Também sei!

Nós damos uma risada e sou interrompida novamente, mas desta vez por Gray, o que me fez ficar com uma cara tipo: " WHAT???"

-Desculpe atrapalhar, mas eu e Lucy temos que dançar mais uma pouco, como me prometeu, lembra?- Ele encara Loki com uma certa raiva.

-Prometi?- Pergunto sem entender nada.

-Claro quem sim!- Ele segura minha mão, e eu obviamente corei, e me puxa para longe de Loki.

-O que foi?

-Nada.- Ele responde um uma certa grosseria que me deu um pouco de raiva.

-Nada? Então por que me tirou de perto do Loki? Não era para dançar? Pera onde você esta me levando?- Pergunto ao perceber que ele estava subindo as escadas que da direto aos quarto.

Ele abre a porta do meu quarto e entra junto comigo, sem pedir licença. Ele bate a porta e começa a me encarar.

-Desculpe.- Ele tenta se acalmar, e volta a ter seu olhar carinhoso.- Fiquei com ciúmes.

-Direto você, ein. Mas, como você soube que este era meu quarto?

Ele arregala os olhos.

-Gray?- Chamo-o preocupada.

-Bem, foi só um palpite.

-Palpite? Esta casa tem mais de 4 quartos, você acha que eu sou tão idiota assim?

-Não!

-Não é só por que eu gosto de você que eu acredite em tudo que você diz, eu...

-Você gosta de mim?- Ele me interrompe e da o mesmo sorriso sedutor e sexy de antes.

-Q-que?-Gaguejo ao perceber o que tinha dito.

Ele se aproxima de mim eu tento o afastar com minha mão em seu ombro.

-G-gosto como a-amigo- Falo desesperada e desajeitada.

-Amigo?- Ele para de se aproximar e faz uma cara triste.

-Ah! Não sei!- Grito e cruzo os braços- Seria estranho dizer que gosto de você sem ao menos te conhecer.- Faço bico e viro meu rosto.

-Não me conhece é? Parece que a capitã chatice se esqueceu do capitão bobo.

Capitã chatice? Capitão bobo?

-Ah, não!- Arregalo os olhos.

FlashBack On (Lucy, 6 anos)

-Ah, você é muito chata! Quantas vezes eu tenho que dizer que não sou seu herói? Que coisa, Lucy!- Ele fala bravo com as bochechas inchadas.

-Mas, mas, você é meu herói!- Falo meio chorosa.

-Não sou!

-É sim, e eu sou a sua donzela em perigo!

-Não é, você é a capitã chatice! Isso sim!

-Ah é? Então você é o capitão bobo! Seu bobo!- Mostro a língua para ele e dou as costas.

-Sua chata!

FlashBack Off

-Gray...

-Não chore!- Ele diz ao perceber que lágrimas caiam pelo meu rosto.- Ei, Capitã chatice não vale chorar!

-Eu já te disse! Você é meu herói! Seu bobo!- Choro igual uma criancinha e ele me abraça forte.- Onde você esteve? 

-Sinto muito por ter te deixado! Me perdoe!

-Não! Você simplesmente me deixou! Você sabia que eu precisava de você! E...- Tento separar o abraço mas ele não deixava.

-Lucy, você sabe muito bem o motivo de eu não ter mais visto você.- Ele diz tristemente.

-Mas, você deveria ter lutado! Lutado! Porque eu sou sua donzela em perigo!

-Desculpe, Lucy!

-Você deveria ter sido meu herói!- Começo a gritar um pouco alto, igual uma criancinha.

-Lucy...

-Gray! Eu... Eu... Eu senti tanto sua falta- Finalmente paro de separar o abraço, e eu o aperto. Escondo meu rosto em seu peito e continuei a chorar.

Meu coração dói, mas outra parte dele se sente feliz por que finalmente meu herói estava aqui para me salvar quando eu estiver em apuros, para me proteger e me fazer feliz. Gray, você finalmente voltou.

Continua...


Notas Finais


Por favor não me matem!!
Espero que tenham gostado!
Até o próximo!
Bjoss!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...