História Welcome to Sweet Amoris - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Leigh, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Lynn, Lysandre
Exibições 74
Palavras 2.511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


É hora de participar de um dos clubes da escola! E saber mais sobre o conflito entre Nathaniel e Castiel.

Capítulo 2 - Conheça os clubes


Fanfic / Fanfiction Welcome to Sweet Amoris - Capítulo 2 - Conheça os clubes

Acordei com o barulho irritante do toque do meu celular e ao olhar no visor percebo o nome da Rosalya. Ok, eu sei que hoje iria busca-la em casa para irmos juntos para a escola, mas ainda estava muito cedo. Por que ela iria me ligar cinco e meia da manhã?

- Não me lembro de ter requisitado serviço de despertador – Atendo ainda meio sonolento.

- Desculpa por ter te acordado tão cedo Lys. Só liguei para te avisar que você não precisa passar aqui em casa, tenho que ir à escola mais cedo hoje.

- Às cinco e meia da manhã? Não sabia que você estava tão animada para estudar – Voltei a me deitar na cama, os olhos pesando.

- Tá doido? – Ela disse rindo – Tenho que ajudar a Lynn. A irmã do Nathaniel e suas ajudantes resolveram implicar com ela hoje e espalharam fotos dela por toda a escola. Lynn quer ir antes para tirar todas.

- Certeza que não quer companhia? – Falei fechando os olhos.

- Relaxa, já chegamos à escola. Pode voltar a dormir, vejo você depois.

Fechei os olhos sem nem ao menos lembrar de encerrar a chamada. Tinha ido dormir tarde na noite passada por causa de um momento de inspiração para uma música. O clima estava agradável com uma brisa fresca que me deixava ainda mais preguiçoso.

Uma hora e meia depois tornei a acordar, desta vez com a voz do meu irmão me chamando:

- Hey, não se esquece de que hoje você que vai buscar a Rosa.  – Abri os olhos visualizando uma versão borrada dele.

- Na verdade não preciso mais. Ela já foi para a escola.  – Bocejei enquanto me espreguiçava – Aconteceu alguma coisa com a amiga dela, não sei direito.

- Ah, ok. Quer carona então? – Leigh perguntou jogando a blusa que eu iria usar hoje na minha cara.

- Relaxa, vou caminhando mesmo. É bom para pensar.

- Já vou indo para a loja então. O café da manhã está na mesa, chaves na porta da sala e bloco de notas jogado no sofá. Te vejo de noite. – Falou enquanto saia do meu quarto.

 Desci alternando os degraus da escada, a mochila nas costas e um pouco de dinheiro para comprar algo na lanchonete perto da escola. Decidi ir mais cedo para ver se as meninas precisavam de ajuda e quem sabe finalmente conhecer a famosa Lynn.

Enquanto caminhava comecei a pensar como ela deveria ser. Loira, ruiva ou morena? Talvez ela tivesse cabelos coloridos. Do que será que ela gosta? Música, jardinagem, esportes? Por que as pessoas gostam tanto dela? E por que a irmã do Nathaniel resolveu implicar logo com ela?

Ao chegar à lanchonete, vi que Castiel estava lá também, sentado em um dos quiosques da calçada. Provavelmente deveria estar bebendo café, pensando em alguma coisa, isolado do mundo pelos fones de ouvido. Pedi uma xícara de chá e croissant para a atendente e resolvi puxar assunto com ele:

 - Posso me juntar a você?

- Claro, senta aí. – Respondeu afastando uma cadeira com o pé para que eu me sentasse.

- Então você gosta de Winged Skull? – Perguntei acenando com a cabeça o símbolo em sua camiseta.

- Você conhece? – Perguntou sorrindo – Achei que preferisse música clássica.

- Por causa das roupas né? – Comecei a rir – Gosto de tudo um pouco. As músicas deles possuem boas letras.

Castiel estava prestes a falar algo quando, do nada, sua expressão facial mudou para algo parecido com confusão e preocupação, seu olhar focado em algo atrás de mim. Levantou-se rapidamente e virei-me seguindo sua visão. Uma garota de jeans branco e blusa preta vinha pedalando e, ao que parece, xingando alguém.

- Odeio tanto essa garota! Por que logo hoje??! – Falava repetidamente.

- O que foi Lynn, acordou mal humorada? – Castiel gritou chamando a atenção dela para nós dois. Então essa é a famosa Lynn! Ela estava tão brava que nem percebeu minha presença na mesa.

- Barbie aprontou novamente comigo. – Falando encostando sua bicicleta ao nosso lado. Continuei comendo normalmente sem me intrometer na conversa dos dois.  – Tô na escola desde as cinco e meia da manhã com a Rosalya retirando fotos minhas espalhadas pelo corredor.

  - Você tá com cara de quem vai aprontar alguma coisa... Quer ajuda? – Castiel disse rindo. Ele olhava para ela de um jeito carinhoso.

- Não precisa mestre – Lynn respondeu rindo também – Aula do Faraize, carteira dela e roupas de grife. Se prepare para rir. Hey tenho que ir, deixei a Rosalya de vigia. Nos vemos mais tarde!

 - Ai ai Lynn... – Castiel suspirou baixinho ainda sorrindo, voltando a se sentar.

- Vocês namoram? – Quando percebi já havia perguntado. Estranho... Desde quando me interesso pela vida dos outros?

- Eu e a Lynn? Puuuuuf. – Castiel começou a rir alto – Ela é minha melhor amiga.

Conversamos um pouco mais sobre música e nossas bandas favoritas até o horário das aulas começarem. Por mais estranho que pareça Castiel é um cara bem legal e simpático, diferente da pessoa mal humorada que conheci ontem. Ao chegar à escola ele disse que ia procurar por uma das fotos que haviam espalhado da Lynn para zoar com ela mais tarde, então nos despedimos e resolvi procurar a Rosalya.

O corredor estava ainda mais movimentado hoje e sem querer acabei encontrando a diretora:

- Senhor Lysandre, espere! Eu gostaria que você participasse um pouco das atividades da escola, ajudando um dos nossos clubes. Atualmente, são os clubes de basquete e de jardinagem que estão precisando de uma mãozinha. Então, o senhor pode dizer... Qual dos dois prefere? – Perguntou simpaticamente.

- Uh... Desculpe, mas não me identifico com nenhum dos dois. O clube de música já está completo? 

- Oh, não sei. Procure pela srta Iris, ela poderá ajuda-lo melhor. Tenha um bom dia.

Suspirei desanimado. Como encontrar a Iris em uma escola tão grande onde eu não conhecia nem metade das pessoas? Saí andando à procura de rostos conhecidos em meio a grande quantidade de alunos. Percebi alguns olhando para mim e provavelmente para meu estilo. Pessoas com heterocromia já são raras de se encontrar, mas alguém com roupas vitorianas, cabelo prateado, tingido de preto nas pontas e levemente ondulado é fácil de se destacar em uma multidão monótona. Ignorei todos.

Escutei Ambre e suas amigas rindo quando passei. Mal sabem elas que a opinião delas pouco me importa. Kentin estava novamente à procura da Lynn, só que dessa vez carregava um vaso de flor, provavelmente deve fazer parte do clube de jardinagem. Guardei meus pertences no armário deixando apenas meu bloco de notas no bolso do meu casaco. Faltava meia hora para a aula de geografia começar, então resolvi voltar para o pátio, que no momento estava esvaziando conforme os alunos seguiam para as salas.

Ao longe avistei Lynn correndo com um vaso de uma figueira. Seu cabelo estava preso em um rabo de cavalo, entretanto sua expressão continuava séria. Quando comecei a me encaminhar para perto dela senti uma mão no meu ombro.

- Hey, sei que você talvez precise de ajuda, mas falar com ela agora não vai ser uma boa opção – Castiel disse me fazendo parar de andar.

- Por quê? – Perguntei sem entender.

- Presta atenção – Ele disse desviando seu olhar para ela e gritando para chamar sua atenção – Hey Lynn, levando a planta para um passeio?

- O querido representante de turma é alérgico a pólen e o Kentin resolveu deixar logo que flor no grêmio? UMA MIMOSA! – Respondeu mal humorada. – Por que logo hoje?? Por que sempre eu? – Seguiu andando escola à dentro resmungando para si mesma.

- Não faço a mínima ideia do que seja uma mimosa – Castiel disse dando de ombros enquanto sorria - Ela sempre gostou de ajudar o pessoal da escola, mas tem dias que eles acabam exagerando nos pedidos. E ai, precisa de ajuda?

- Estou procurando a Iris, a diretora falou que se eu quiser fazer parte do clube de música devo falar com ela.

- Bem, da última vez que a vi, ela estava no ginásio. Mas cara... Uma dica: O clube de música daqui não presta. Boa sorte.  – Falou se afastando para encostar-se à árvore que o tinha visto ontem.

Corri até a quadra enquanto olhava para meu relógio. Precisava resolver logo essa história de clube para finalmente começar a organizar meus estudos. Avistei a Iris sentada na última arquibancada junto com uma garota de pele morena que estava realmente animada com o jogo do pessoal de basquete. Gritei seu nome e ao perceber que a estava chamando, desceu pulando os degraus.

- Oi... Lysandre, certo? Precisa de ajuda?

- A diretora falou que para eu fazer parte do clube de música precisava falar contigo. – Disse colocando minhas mãos nos bolsos. Estava cansado de rodar pela escola.

- Depois do intervalo é só procurar a última sala perto da escadaria. Sempre nos reunimos lá. Vai ser legal ter um integrante novo.

- Ah ok, nos vemos mais tarde.

E então, finalmente, pude começar a estudar.

                                                                 ----------------------------------------

A aula de geografia do professor Faraize não era tão chata. O problema era que a maioria dos alunos ignorava sua presença na frente do quadro negro, insistindo em conversar assuntos paralelos. Eu estava sentado no fundo da sala juntamente com Castiel, que rabiscava alguma coisa em seu caderno não relacionado à matéria. Rosalya havia sentado nas carteiras da frente juntamente com a Lynn e aguardavam ansiosamente a chegada da irmã do Nathaniel na sala.

Ambre e suas amigas entraram quinze minutos atrasadas ignorando as broncas do professor. Ao perceber que ela havia chegado, Castiel ergueu a cabeça e a apoiou em uma das mãos ansioso para ver o plano que a Lynn havia bolado. Entretanto... Nada aconteceu. As três aulas se passaram e nada da Ambre esboçar alguma reação. Sem me importar com as brigas adolescentes, mal via a hora do intervalo chegar para comprar algo para comer e escrever mais um pouco no meu bloco de notas.

- Ok sala, a matéria de hoje foi essa. Nos vemos amanhã e... – Professor Faraize começou a falar até ser interrompido por um grito agudo.

- EU NÃO CONSIGO SAIR DA MINHA CADEIRA – Ambre gritou irritada.

- Ok senhorita Ambre, sei que a minha matéria é incrível mas...

- EU NÃO ESTOU BRINCANDO! ALGUÉM COLOU MINHA CALÇA NA CADEIRA. – Gritou novamente erguendo risos por parte da sala. – NATHANIEL FAÇA ALGUMA COISA!

- Segure na minha mão Ambre, vou te puxar – Nathaniel disse rindo da situação.

Li e Charlotte começaram a ajuda-lo também, todos puxando Ambre pelas mãos enquanto o professor segurava a cadeira. Após cinco minutos, ouvimos um rasgo, deixando evidente uma loira com um rasgo grande na calça e uma calcinha de ursinhos rosa à tona. Castiel chorava de tanto dar risada, seguido por Lynn e Rosalya. Nunca havia visto um professor tão envergonhado quanto o Faraize, que removendo seu suéter, ajudava Ambre a sair da sala antes que mais gente visse seu gosto peculiar para lingiries.

- EU VOU TE MATAR LYNN! VOCÊ NÃO PERDE POR ESPERAR! – Seus gritos ecoavam pelo corredor.

- Hey, eu vou parabenizar a Lynn. Quer que eu guarde um lugar para você na mesa? – Castiel perguntou enxugando suas lágrimas risonhas.

- Claro, vou dar uma passada no clube de música e já encontro você. – Falei separando meu material de geografia, pronto para guarda-lo em meu armário.

Não pude evitar sorrir com toda essa cena que acabara de acontecer. Logo no segundo dia de aula alguém conseguiu pregar uma peça na Regina George local. Cada vez mais sentia que iria gostar dessa escola. Abri meu cadeado e ajeitei os cadernos no armário. Olhei para o espaço metálico, sem graça... Aos poucos começaria a trazer algumas fotos de casa para dar um ar mais pessoal para ele. Ouvi alguém me chamando:

- Lysandre, posso te pedir um favor? – Nathaniel perguntou sorrindo.

- Que tipo de serviço? – Disse fechando meu armário.

- Então, eu tenho uma folha de ausência para o Castiel assinar e, sinceramente, quanto menos o vejo, melhor eu fico. Você poderia fazê-lo assinar e me devolver a folha, por favor?

- Castiel? Ele não é nada fácil, eu vou ver o que posso fazer mesmo assim... – Suspirei pensando no mau humor que iria ter que enfrentar.

- Nem fale, muito legal você ir no meu lugar, obrigado.  – Disse voltando-se para a sala do grêmio.

Ao chegar ao pátio encontrei Castiel sentado em uma das mesas de piquenique juntamente com a Rosalya e a Lynn. Os dois estavam fazendo uma guerrinha de batatas fritas enquanto Rosa ria assistindo-os. Ao me verem chegar com as folhas, escutei o ruivo bufar interrompendo a brincadeira.

- O representante de turma te mandou aqui certo? – Perguntou carrancudo.

- Ele insiste, você já deve imaginar... – Suspirei irritado com essa situação em que me envolveram.

- Ai ai, sinto um déjà vu... – Lynn disse rindo.

- ME DÊ ESSA FOLHA. – Castiel puxou irritado os papéis, dirigindo-se para a sala do grêmio.

- E lá vamos nós de novo. – Rosalya e Lynn disseram juntas, correndo atrás do ruivo.

Virei-me na direção da cantina e resolvi comprar algo para comer. Não estava interessado na briga que provavelmente Castiel iria ter com Nathaniel. Com um pacote de salgadinhos em mãos, percebi certa movimentação na entrada da escola e um coro gritando: BRIGA, BRIGA, BRIGA.

Rosalya não havia voltado para a mesa de piquenique, então segui o barulho da multidão.

“Assuma seus atos, espécie de...”

“ Eu vou te mostrar o que acontece com quem me provoca, você vai ver!”

Comendo calmamente meus salgadinhos, vejo que Nathaniel e Castiel estão no final do corredor. Uma roda havia se formado diante dos dois e todos os alunos estavam animados assistindo-os. Castiel pegou Nathaniel pelas dobras da camisa social e o jogou contra os armários. Suspirei torcendo para que não tenha sido no meu...

- Você acha graça ficar mandando os novatos fazerem suas tarefas? Aja como um homem! Não aprendeu com a última vez? – O ruivo gritou, empurrando-o mais ainda nos armários.

Os dois estavam quase se batendo quando ouço um grito e alguém entrando no meio deles

- Castiel, para com isso! Não adianta nada, você só vai criar problemas – Lynn disse puxando-o pelo ombro.

Cego pela raiva, ele a empurrou, dizendo para não se meter, que não era da conta dela.

- Porra, vai fazer igual da última vez?! Chega dessas briguinhas idiotas! É só uma merda de folha de ausência! – Gritou chamando a atenção do ruivo para ela. – Vai repetir a mesma história de quando nos conhecemos? Estou cansada de ficar salvando sua pele!

Extasiado, Castiel largou Nathaniel e começou a rir da situação.

- Você parece um pinscher quando fica brava. Se treme todinha.

- Ah, cala boca e assina logo essa folha de ausência. – Lynn disse rindo e dando um soquinho de leve no ombro dele.

 - Ok pessoal, o show acabou, podem voltar para o intervalo – Rosalya disse afastando o pessoal, dispersando-os como se nada tivesse acontecido.

- Mais um dia normal em Sweet Amoris? – Perguntei sorrindo.


Notas Finais


Espero que gostem ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...