História Welcome To The Game - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinato, Bem Vinda Ao Jogo, Bem Vindo Ao Jogo, Marlon, Morte, Rojer, Voz Desconhecida
Exibições 5
Palavras 1.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


2° Episódio da 1° Temporada!! Espero que gostem.

Capítulo 2 - Como você sabe disso?


Fanfic / Fanfiction Welcome To The Game - Capítulo 2 - Como você sabe disso?

(1 dia depois no enterro de Isabela)

Marlon: Nos deviamos elertar a policia sobre esse desgraçado não acha?

Rojer: Pra que? Pra eles acharem que nós matamos a Isabela?

Marlon: Só por que nós estavamos lá no dia que aconteceu não tem provas que fomos nós.

Rojer: Cara, já são 09:00 horas, da qui a pouco o homem entrara em contato novamente.

Marlon: Mano, não seja tão frio.

Rojer: EU VI A ÚNICA MENINA QUE GOSTAVA DE MIM SER ESFAQUEADA SEM EU PODER FAZER NADA!

Marlon: Cara eu entendo mas..

Rojer: NÃO VOCÊ NÃO ENTENDE!

(Rojer então sai até o banheiro enxugando as lagrimas)

(Marlon então sente o celular que está em seu bolso tremer)

Voz Desconhecida: Bom dia, ou quer dizer mal dia.

Marlon: Qual é a boa de hoje?

Voz Desconhecida: Ainda bem que perguntou! Só vou esperar o Rojer chegar, mas vai ser díficil hoje para você, o Rojer está meio abalado.

Marlon: Você está aqui não está?

Voz Desconhecida: É claro.

Marlon: Como você tem coragem de vir no enterro da pessoa que você matou, e alendo mais, como ninguém te viu?

Voz Desconhecida: Todos me viram, até você me viu. Disse oi para mim.

Marlon: Mas..

Voz Desconhecida: Sim você deu um oi para todo mundo.

Marlon: Então você é conhecido dela?

Voz Desconhecida: Melhor! Eu sou da família.

Marlon: SEU FILHO DA

Rojer: MÃE

Marlon: ROJER?

Rojer: ESSE DESGRAÇADO É DA FAMÍLIA DELA?

Voz Desconhecida: Sou. Querem a charada ou não?

Rojer: NA VERDADE NÃO!

Voz Desconhecida: Ok então, melhor para mim.

Marlon: ROJER! Nós queremos sim!

Voz Desconhecida: HAHAHAHAHAHA! Eu devia ter tirado uma foto da sua cara Marlon, daqui ficaria um bom ângulo.

Marlon: FALA É.. LOGO!

Voz Desconhecida: "SOCORRO, FUI PEGO, PRA ONDE EU VOU?"

Marlon: Pego em que sentido.

Voz Desconhecida: Essa é a charada, descubra, e a pessoa você vai encontrar.

Rojer: Mas quem é a pessoa dessa vez?

Voz Desconhecida: Bom, descubram.

Marlon: Ok. Hmm eu fui pego aonde eu vou?

Rojer: Nossa, simples de mais, ele é um desgraçado FILHO DA PUT* ASSASSINO, quando esse tipo de pessoa são pegas pra onde vão? Pra prisão, mas primeiro tem que ir para a delegacia.

Voz Desconhecida: Tuchê.

Marlon: Nossa, parabéns cara, realmente, você brilhou!

Voz Desconhecida: MASSS, tem muitas pessoas na delegacia, mas apenas um é o de vocês.

Marlon: Vamos lá!

(Eles entram no carro e vão até a delegacia da cidade)

Rojer: Só tem um problema: "Ahh, tem um assassino ae e pahh daí nois precisa olhar uns cara ae pra ve quem nois tem que salva e pahh" Não tem como a gente enterrogar os cara lá!

Marlon: Vamos dar um jeito.

(Chegaram na delegacia)

(Então aparece detetive Luke)

Luke: Alô, bom dia rapazes, posso ajudar?

Marlon: Na verdade, minha amiga já tá chegando, ela disse pra eu ver o tio dela que está aqui, só que eu não sei quem é esse tal tio, a gente podia olhar a galera, talvez eu identifique.

Rojer diz pra si mesmo: Socorro

Luke: Hmm, como ele é?

Rojer: NA VERDADE, É MELHOR A GENTE ESPERAR A NOSSA AMIGA CHEGAR, VAI QUE A GENTE PENSA QUE É UM SÓ QUE NÃO É. CUSTA NADA ESPERAR NÃO É VERDADE?

Luke: Okay então, eu tenho um caso pra resolver, se me derem liçença.

Marlon: É..

Rojer: Tio, amiga, se viajou cara?

Voz Desconhecida: Marlon, eu sou sempre frio mas desta vez escapou uma risada minha.

Marlon: QUER SABER? VOU FAZER DO MEU JEITO, QUEM ACHAR PRIMEIRO GANHA.

Voz Desconhecida: Uii, treta.

Rojer: Se você faz questão.

(Marlon sai para falar de novo com Luke)

(Rojer espera uma brexa para entrar de fininho na sala dos interrogatórios)

Marlon: É desculpa, meu amigo ele é assim mesmo.

Luke: Pelo menos ele é melhor na desculpa que você, é claro que não tem amiga nenhuma aqui.

Marlon: Ahh é. Você acertou. Mas que caso você estava falando?

Luke: Sou bom em desculpas, não tem caso nenhum, quer dizer até tem, mas tudo fáceis, você tem um caso para mim?

Marlon: Na verdade tenho sim..

(Marlon ouve um apito no seu celular no bolso, era uma mensagem da Voz Desconhecida que dizia: NADA DE POLICIA.)

Marlon: Na verdade, nenhum caso, é que eu tinha um amigo desaparecido mas acabei de receber a mensagem que encontraram, na verdade ele foi comprar pão, e ele gosta do pão do outro lado da cidade, vai entender né xerife?

Luke: Eu sei o que está acontecendo, quem é o assassino?

Marlon: Assassino? Que assassino?

Luke: Vida de pessoas estão em jogo.

Marlon: É quer dizer, não sei, acho que não.

Luke: Isabela, é claro, o assassino está por trás disso não está? Tuchê, tem um homem neste local que vai ser assassinado e você veio salvar e é um dos interrogados, ENTRE LÁ E DESCUBRA QUEM É O INTERROGADO.

Marlon: É.. Tudo bem.. Mas posso te perguntar? Como sabia?

Luke: Era palpite, mas foi confirmado agora com seu "Como você sabe", aliás seu amigo entrou de fininho ali na ala de interrogatórios.

Marlon: É.. Bacana, eu vou indo lá então.. É... Obrigado..

(Marlon então entra na ala de interrogatórios)

Marlon: ROJERR!

Rojer: Shh, não grita!

Marlon: O Luke deixou eu entrar!

Rojer: Mas, COMO?

Marlon: Simples.

Rojer: Legal, mas eu entrei primeiro. Ponto meu.

Marlon: O Luke sabia de tudo. "Palpite".

Rojer: Talvez ele seje o assassino.

Marlon: Mas eu não vi ele no enterro.

Rojer: "Eu minto as vezes" assassinos sempre mentem.

Voz Desconhecida: Olhem para trás, o Luke está indo em direção de vocês, não vejo nenhum telefone perto dele.

Marlon: Viu Rojer? Não é ele.

Rojer: Ainda tenho minhas duvidas.

Luke: Então Marlon, encontrou?

Marlon: Ainda não, nem sabemos por quem começar.

Luke: Vamos começar pelo ínicio.

Rojer: Você realmente disse no plural?

Luke: Sim, algum problema?

Marlon: Claro que não, Rojer que é um idiota e não quer sua ajuda.

Luke: Se é assim, já vou indo.

Marlon: NÃO, FIQUE POR FAVOR.

Luke: Se Rojer aceitar, eu fico.

Rojer: Aceito. Mas vou deixando bem claro, se for deixar minha vida ou outra vida na sua mão, eu não confio.

Voz Desconhecida: É EU IR PEGAR UM REFRIGERANTE VOCÊS JÁ CONTATAM A PÔLICIA!

Luke: Mas eles não contataram.

Marlon: Ele descobriu!

Voz Desconhecida: Não era pra ter descobrido.

Luke: Mas quem é você?

Voz Desconhecida: Acho que se fosse pra saberem, já saberiam.

Luke: Esse fato irrelevante.

Voz Desconhecida: Irrelevante é fato de você vir ajudar dois garotos sobre um assassinato, e nem pensou em iterroga-los, sua vida como detetive é irrelevante.

Luke: Como se você soubesse a vida que é ser um detetive.

Voz Desconhecida: Não sou detetive mas, só de olhar para você consigo perceber que você tomou suco de laranja no café, já que a manga da sua blusa está ligeiramente molhada, cujo a cor possui um toque amarelado, provavelmente usou para limpar a sua boca após tomar o suco, existe farelo em sua blusa, contudo acho que comeu pão, não tenho certeza qual, mas acho que seria pão comprado na padaria em que o Rojer trabalha, já que você está com olheiras acordou cedo e dormiu tarde ontem, provavelmente estudando sobre o caso de Isabela já que não seria tão fácil deduzir algo assim tão rápidamente. Acordou cedo afim de interrogar Rojer, porém vira que ele não estava no local, e para não sair de mãos abanando comprou um pão frances e um suco e comeu ali mesmo e veio direto a delegacia e achou bom de mais a vinda de Rojer e Marlon, por isso não acreditou em sua história. Então, não sou formado, porém se eu fosse você, tomaria cuidado com o que fala, detetive Luke.

Luke: Mas deduzir não é a vida de um detetive.

Voz Desconhecida: Não tudo, mas parte dela.

Marlon: Meu Deus.

Voz Desconhecida: Luke, fico feliz que ainda consegue me criticar sobre meus talentos, o orgulho nunca acaba, não digo frio pois deve se cagar quando vê um sangue talvez um trauma levou a isso. Mas não irei me aprofundar nisso.

Luke: NÃO FALE DISSO.

Voz Desconhecida: Morte, diria de algum parente.

Luke: CALA A SUA BOCA!

Voz Desconhecida: Diria, pai, mãe ou irmã.

Luke: SE EU TE ENCONTRAR, EU JURO, MAS EU JURO, QUE EU VOU TE MATAR!

Voz Desconhecida: Pelo que dá pra ver pelo seu perfil online seu pai e sua mãe ainda estão vivos.

Luke: Você vai morrer.

Voz Desconhecida: Imagino a cena, será linda.

Luke: Com certeza!

Voz Desconhecida: Me deixe terminar? Eu ia dizendo que será linda SUA morte.

Luke: Isso se eu não te matar antes, VAGABUNDO!

Voz desconhecida: Nunca te encinaram Masculino e Feminino na escola?

Luke: Que?

Marlon: PAREM VOCÊS DOIS! PRECISAMOS ACHAR A PESSOA.

Luke: Ok, Ok. Mas cadê o Rojer?

Rojer: GENTE, VENHAM AQUI!

Marlon: Achou alguma coisa?

Rojer: Melhor que isso!

Marlon: Achou o que?

Rojer: Uma carta da Voz Desconhecida!

Marlon: Como achou tão rápido?

Rojer: Essa era a única sala sem ninguém, e a única com um papel em cima, então foi fácil.

Luke: O que diz o papel?

Então Rojer leu a carta: "Eu estava entendiado, MUITO NA VERDADE, levei ele para dar uma volta, vocês estão se perguntando quem eu peguei dessa vez certo? Então lá vai: Marlon, já ligou para o seu pai hoje?"

Marlon: FILHO DA PUT*

Voz Desconhecida: Vocês tem.. 1 hora pra acharem.

Rojer: Por onde procurar?

Luke: Ligue para seu pai Marlon!

Marlon: Tudo bem.

(Então Marlon digita números no celular, e liga para seu pai)

Marlon: Alô, pai?

Pai com voz de choro: Filho socorro.

Marlon: Só me diz onde você está pai.

Pai: Diz pra sua mãe que eu amo ela.

Luke: Olá pai do Marlon..

Pai: Olá quem é você?

Luke: Isso não importa agora, sou amigo do seu filho, mas olha que tal você dizer isso diretamente para sua esposa, cara a cara, assim que você sair daí. Mas é simples, só me diga o que o senhor consegue ver.

Pai: Tá bom, é.. Ele me trancou em um carro, acho que era vermelho, e aliás, tem bombas em volta de mim.. Tem uns números também em contagem regressiva.

Luke: Você poderia me dizer quais são os números?

Pai: Claro, é.. 25 e alguns outros..

Luke: Só peço que não entre em pânico, nós iremos te encontrar.

Pai: Confio em você.

Marlon: Vou desligar pai, nós iremos te achar.

Pai: Tá bom filho, eu te amo.

Marlon: Também te amo pai.

(Marlon desliga a ligação)

Luke: A procura de um carro vermelho. Mas cadê o Rojer?

Rojer: Gente venham aqui no estacionamento ver uma coisa.

Marlon: O que foi?

Rojer: Só venham.

(Então Marlon e Luke chegaram no estacionamento)

Rojer: Tem 10 carros vermelhos, idênticos, eu contei.

Voz Desconhecida: 10 carros, 3 chances. Cada um de vocês poderá escolher um carro, mas em apenas 1 é o carro do seu pai. Caso não acharem, uma bomba irá explodir. E nada de trapaça. Estou observando.

Rojer: Quem vai primeiro?

Marlon: Você.

Luke: Você.

Rojer: Tá bom, mas o último será você Marlon, não confio em Luke.

Marlon: Vai logo.

Rojer: Tá bom. É.. Acredito que seja esse.

(Então Rojer abre o porta mala de um dos carros, mas o pai não estava lá)

Voz Desconhecida: Ainda restam 2 chances.

Luke: Então agora vou eu.

(Luke olha, olha bem, dá mais uma olhadinha e escolhe um dos carros. O pai não estava lá)

Luke: Desculpa Marlon..

Voz Desconhecida: Marlon, boa sorte. Ops, Mal sorte.

Marlon: Pai, eu não sei em qual carro você está, porém eu queria dizer pra você que eu te amo. Amo muito mesmo, e se caso você não puder falar pra mamãe que ama ela, eu farei tua vingança. E direi pra mamãe.

(Marlon vai andando pelos carros)

Marlon: Se esse não for o carro que o senhor está, me desculpe, mas saiba que não foi por mal. Por que eu te amo. E que Deus o tenha!

(Então Marlon abre a porta do porta mala)

Pai: Amém meu filho.

Voz Desconhecida: Bomba desarmada.

Marlon: PAII!

(E Marlon abraça o pai dele, tirando as bombas que estavam em volta do pai)

Rojer: Luke, me desculpe.

Luke: Tudo bem.

Rojer: Bem vindo a equipe?

Luke: Será um prazer.

Voz Desconhecida: Espero que tenham gostado do dia 2. Nos vemos amanhã.


Notas Finais


Obrigadinho 😀
3° Capítulo já disponível.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...