História Welcome To The Game - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinato, Bem Vinda Ao Jogo, Bem Vindo Ao Jogo, Marlon, Morte, Rojer, Voz Desconhecida
Exibições 3
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Episódio/Capítulo 5. Espero que gostem!! ❤

Capítulo 5 - Gramado Minado


(Agora Hayley, Rojer, Lilian e Marlon dormiam na mesma casa: Hayley dormiu com Rojer, Marlon dormiu em sua cama e Lilian na ex-cama de Luke)

Rojer: Bom dia gente.

Hayley: Bom dia gente!

Marlon: Se ao menos eu tivesse dormir.

Hayley: Cadê a Lilian?

Lilian: Aqui.

Hayley: Você já acordou?

Lilian: Faz tempo.

(Nesse momento alguém bate na porta)

Marlon: Dessa vez.. Quem será?

(Lilian sem hesitar, sem perguntar, abre a porta com força)

Lilian: Oi?

Maya: Você deve ser a Lilian?

Lilian: Eu mesma, e quem é você?

Maya: Primeiro, sinto pelo Luke e pela sua família. Segundo, chame o Marlon, Rojer e a Hayley. Terceiro, eu sou Maya.

Lilian: É.. Marlon, Hayley e Rojer. Venham aqui.

Rojer: Quem é essa?

Maya: A única coisa que você precisa saber é que eu sou a Maya. E a Voz Desconhecida me raptou.

Marlon: Você chegou a ver o rosto dela?

Maya: Não, mas ela me mostrou tudo sobre o jogo. E contou a história de vocês.

Rojer: Como eu poderia confiar em você e não te matar agora mesmo?

Maya: Talvez por que eu estou com a charada, mais uma coisa, eu não tenho medo de você, Rojer.

Marlon: Então diga!

Maya: Só quando o Rojer parar de olhar com essa cara pra mim.

(Então Lilian tira uma faca do seu pescoço e mira para a garganta de Maya)

Lilian: Fale, agora.

Maya: Tá bom, tá bom.

(Então Lilian tira a faca do pescoço de Maya, todos a olham assustada)

Maya: Não tenho medo de você, Lilian.

Lilian: Eu também não tenho sua.

Voz Desconhecida: Eu também não.

Maya: A pessoa que está em jogo é sua irmã, Rojer.

Rojer: Droga, ela não vai morrer. Não hoje.

Hayley: Não vai.

Maya: Ela estava rodeada de pessoas, segurando armas. Acho que aliados da voz desconhecida.

Voz Desconhecida: São meus novos amigos.

Rojer: FALA LOGO SOBRE MINHA IRMÃ!!

Maya: Meu Deus. Ela estava junto com a voz desconhecida, era uma casa, mofada, sua irmã estava ajoelhada no chão, a Voz Desconhecida chegou a colocar uma faca no pescoço dela, depois disso, me deram um soco, e eu acordei ali na frente.

Voz Desconhecida: A casa em que eu estou tem um gramado gigante.

Rojer: Minha ex-casa.

Marlon: Aonde é?

Rojer: Vamos para o carro.

(Todos entram no carro e vão em direção a velha casa de Rojer)

Rojer: É aqui.

Voz Desconhecida: Gramado grande, coloquei várias Minas terrestres para enfeitar, parece Natal.

Maya: Droga. Tomem cuidado, essa grama não foi cortada a anos.

Lilian: Eles colocaram as minas embaixo da grama, é dificil de ver mas não impossivel.

(Então eles saem do carro e começam a andar em direção da grama)

Maya: Se espalhem, quanto mais gente perto pior.

Lilian: Não vou ouvir recomendações sua.

Maya: Então morre.

Lilian: Prefiro.

Hayley: PAREM, E PRESTEM ATENÇÃO.

(Nesse momento Maya sai correndo, se desviando das minas, e consegue chegar na casa.)

Maya: Se é fodona, venha me pegar.

(Então Lilian sai correndo desviando das minas, ela torce o pé em quanrto corre e cai no chão, todos olham pra ela assustados, mas ela não caiu em nenhuma mina.)

Hayley: Tudo bem aí Lilian.

Lilian: Acho que sim, tirando o fato de ter uma mina em baixo de mim.

Maya: Mas ela não acionou quando você caiu?

Lilian: Eu não toquei nela.

Marlon: Tome cuidado Lilian.

Lilian: Eu estou tomando.

Marlon: Eu vou aí.

Lilian: Acho que se eu mexer ela explode.

Marlon: Eu estou chegando (Disse Marlon indo em direção de Lilian)

Lilian: Eu sei me virar.

Marlon: EU VOU TE AJUDAR.

Lilian: Não precisa.

(Então, Maya que estava na varanda da casa é acertada com um soco, vindo da Voz Desconhecida.)

Voz Desconhecida: Olá.

Lilian: PIRANHA, EU VOU TE MATAR.

(Então Lilian levanta correndo, a mina é desarmada, e o medidor marcando 5 segundos começa a se contar)

Mina Terrestre: 5

Marlon (sem ouvir o barulho da mina): Não saia Lilian.

Mina Terrestre: 4.

Marlon: Me espera Lilian, já tô chegando.

Rojer: DROGA MARLON SAI DAÍ.

Mina Terrestre: 3.

Marlon: Que?

Mina Terrestre: 2.

Rojer: CORRE MERDA!

Mina Terrestre: 1.

(E a bomba explode, desmaiando Marlon e jogando ele pra longe)

Rojer: Droga, MARLONNN!

(Então Rojer corre para perto de Marlon e senta perto dele.)

Rojer: Hayley!

Hayley: Que?

Rojer: Você e a Lilian precisam entrar lá, e salvar minha irmã.

Hayley: E você?

Rojer: Vou ficar aqui com o Marlon.

Hayley: Tudo bem.

Voz Desconhecida: Acho que é minha hora de entrar.

(Então Voz Desconhecida entra na casa e tranca a porta)

(E Hayley também consegue chegar bem na varanda)

Hayley: E a Maya?

Lilian: Deixa ela aí. Depois ela acorda.

Hayley: Precisamos achar um jeito de entrar.

Lilian: Essa casa tem dois andares, deve ter algum jeito de subir e entrar por alguma janela.

Hayley: Acho que tem uma escada ali.

(E realmente havia uma escada que levava até o segundo andar da casa. Lilian pegou uma pedra e quebrou a janela, as duas passaram pela janela.)

Voz Desconhecida: Elas entraram. Prendam elas, AGORA!

(Então aparecem dois capagas no quarto que elas estavam, seguravam machados e eram muitos fortes. Lilian não se intimida e pega uma faca, e aponta para os dois, os 'capangas' riram da cara de Lilian.)

Lilian: Vocês irão pagar por isso.

(Então aparece Maya atrás dos capangas, ela dá um chute na perna de um dos capangas oque faz o mesmo cair, depois Maya pega uma espécie de corda que ela sempre carregava e começa a enforcar o outro capanga, ela leva o capanga ainda lutando para sobreviver para a janela e dá um empurrão nele que cai do segundo andar da casa, depois pega uma arma e dá um tiro na cabeça do capanga que estava no chão)

Maya: "Eu sei me virar" Acredito.

Lilian: Obrigada Maya.

Hayley: É.. Obrigada..

Voz Desconhecida: Eu ouvi tiros, NÃO ERA PRA TER MATADO ELAS.

(Voz Desconhecida então entra no quarto e vê seus capangas mortos, faz uma cara de brava e sai correndo)

Hayley: Lilian, Maya peguem ela, eu vou vou procurar a irmã do Rojer.

Maya: Será um prazer

Lilian: Com todo prazer.

(Então as duas saem correndo atrás da Voz Desconhecida)

Hayley: Talvez ela esteja no porão. OOOOIIIIII TEM ALGUÉM AÍ?

Irmã: Oiiii, socorro, por favor.

Hayley: Estou chegando.

(Enquanto a Hayley descia as escadas a Voz Desconhecidas começou a descer as escadas correndo e empurrou a Hayley que desceu rolando pelas escadas)

Lilian: Droga

Maya: Merda

Lilian: Tudo bem Hayley?

(E a voz desconhecida foi direta a irmã, e colocou a arma na cabeça dela)

Voz Desconhecida: Se vocês derem mais um passo eu mato ela. Sabiam que vocês atrapalharam meu jogo? Era tudo mais fácil sem vocês três.

Maya: A culpa não é minha se somos contras sobre esse jogo.

Lilian: A culpa não é minha se eu quero te matar.

Hayley: E a culpa não é minha se você é uma ótaria.

Voz Desconhecida: Se eu fosse você eu teria cuidado com as palavras.

(Havia uma pilha de caixas do lado da irmã, então ela deu um chute em uma das caixas, e todas as caixas cairam em cima da Voz Desconhecida.)

Lilian: Boa!

Maya: Essa é das minhas.

(Então as três socorreram a Irmã e levaram ela pra fora.)

Maya: Levem ela, para fora. Preciso fazer um acerto de contas.

(Então Maya entrou de volta no porão, Hayley e Lilian levaram a Irmã de volta ao Rojer)

(Marlon já havia acordado muito machucado, mas acordado, Rojer ficara muito feliz ao ver sua irmã.)

(Cuidadosamente as três atravessaram o gramado e chegaram no Rojer.)

Rojer: Precisamos levar ele para um hospital.

Lilian: Vamos só esperar a Maya chegar.

(Então Maya sai da casa com uma expressão zangada da casa)

Maya: Ela fugiu.

Voz Desconhecida: Não foi dessa vez, HUAHUAHUAHUA! Aliás, Maya, bem vinda ao jogo.


Notas Finais


“Aliás, Maya, bem vinda ao jogo.”


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...