História What a simple look causes me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho
Visualizações 10
Palavras 1.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é minha primeira KaiSoo, espero que gostem dela. Espero que não seja enjoativa e coisas do tipo. Não sei bem o que dizer, Sorry ahsuahsha ;-;
Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction What a simple look causes me - Capítulo 1 - Prólogo

  Foi quando eu estava na sétima série, no meio do ano, que eu o vi. Aquele garoto de pele mais escura do que o normal — mas também a mais bonita, em minha opinião —, os cabelos loiros — tingidos, pois quando o procurei nas redes sociais, achei uma foto dele quando criança, a criança mais fofa que já vi, e ele estava com os cabelos morenos. Uma cor que fica realmente bem nele —, a altura — amo homens altos —, bem, vou parar de descrever a beleza dele agora, já que eu poderia ficar aqui o dia todo ditando o quão belo aquele garoto é.

E bem, nesse ano em que eu estava na sétima série, foi somente uma leve atração pela beleza do garoto de cabelos loiros, nada mais.

Só que aí, veio o ano seguinte, esse talvez tenha sido o pior. Pois foi aí que veio a paixão. Eu já estava totalmente caidinho por ele. Todos os dias eu ficava o encarando, ficava desesperado quando ele faltava a aula. O que sempre me levava a olhar os amigos dele, como se procurasse uma resposta o do porquê você não estar lá. Sou muito idiota, eu sei. E quando eu o via no dia seguinte, sorria igual a um bobo e ficava babando por sua beleza.

Ah, já estava até me esquecendo de dizer a vocês como descobri o nome dele, já que quando eu o “conheci” não estava muito interessado em saber, já que seria coisa de somente uns meses e tal.

Baekhyun — meu amigo — já estava cansado de me ouvir falando “garoto bonito”, ao invés de dizer o nome dele, aí, falei simplesmente que não sabia o nome dele. Byun apenas revirou os olhos, falando que eu precisava descobrir o nome dele, já que iria o esquecer em alguns dias a existência do garoto bonito.

Até aí tudo certo, aí digo novamente, veio o ano seguinte e isso não passou. Resumindo, Byun Baekhyun quase matou um garoto de susto — o melhor amigo do loiro, Oh Sehun. Outro ser humano daquela escola que é extremamente lindo e gato — quando o puxou do nada e o encarou, e bem, Baekhyun não tem um olhar muito amigável com os colegas, por isso o do susto, Sehun achou que Byun iria o matar e coisa do tipo. Então, de um modo simpático, Baek perguntou a o Oh qual era o nome daquele garoto com a pele morena e os cabelos loiros.

E, Kim Jongin, é o nome daquele deus grego. Kim Jongin, meu povo. Já viram nome mais bonito? Acho que não, rs.

Bom, fiquei muito feliz quando descobri o nome dele, e graças a isso eu e Baek conseguimos um novo amigo, Luhan. É um garoto afim de Sehun — ele é afim de Oh desde sempre, pelo o que ele nos disse. Aiai, esse povinho apaixonado —. Ele nos perguntou se nós conhecíamos Sehun, dissemos que não, óbvio. Mas dissemos que ele poderia se juntar a nós e assim iríamos formar uma dupla de três, para ficar atrás de nossos amores de colegial. E quando digo nós, Baekhyun também está no meio, só que essa história fica para depois.

Agora voltando ao assunto em que fiquei feliz. Fiquei tão feliz que não parei de dizer o nome do moreno o dia todo, escrevia o nome dele em todo lugar — todo mesmo —, que quando Baekhyun estava dormindo na aula, eu peguei minha caneta permanente e escrevi Kim Jongin em sua testa, ele teve que roubar uma touca de uma garota para ir embora, mas claro, ele a devolveu depois. Levei tantos tapas por isso, mas não me arrependo, já que fiquei admirando o nome do mozão em sua testa. E... Já disse que sou idiota?

E bem, agora vamos a parte em que teve um dia que não consegui dormir nada por causa dele.

Pois bem, foi quando nossos olhos se cruzaram pela primeira vez. Nos encaramos por uns cinco segundos no mínimo, já que eu não consegui me manter normal e sai correndo para o banheiro gritar, e meus queridos amigos me seguiram para gritar junto. Já que meu desespero é o desespero dele e vice versa. Ai o resto da semana fiquei mais feliz do que qualquer pessoa nesse mundo.

Agora, pulando os fatos das baboseiras desse ano, vamos para quando entrei no ensino médio. O momento em que eu não estava nem um pouco ansioso, já que aquele era o último ano de Jongin... Isso é tão deprimente para mim, só que já superei — o que é uma mentira, mas vamos pular essa parte. Já que amo pular partes e coisas do tipo.

Voltando, foi quando entrei no ensino médio, que aceitei do fato de estar apaixonado por Kim Jongin. E só para vocês ficarem informados, não foi totalmente pela beleza dele que fiquei apaixonado. Foi pelos olhares que trocamos.

Ah, aquelas orbes negras mexem tanto com meu pobre coraçãozinho. Ele se exalta muito quando meus olhos se encontram com os do loiro.

Bem, e claro que não havia outro jeito de eu me apaixonar por ele. Pois eu jamais troquei uma palavra com a ele, exceto um simples desculpe, já que uma vez — totalmente sem querer —, esbarrei com ele enquanto andava distraído. Ele nada disse, apenas deu aquele seu sorriso que amo e saiu andando. Acho que talvez ele tenha escutado meus gritos depois disso.

E chega a hora de pularmos mais partes. E irmos para a parte onde desisto dele.

Eu já estava cansado, sinceramente. Jongin sabe que eu existo e provavelmente sabe que sou apaixonado por ele. E eu sou tímido Denise para tomar uma atitude sequer, já ele, o loiro aparenta ser perfeito para tomar uma atitude, mas não a toma. Então, “simplesmente” decedi desistir dele.

E digo a vocês, a coisa mais difícil que já fiz em todos os meus 15 anos de vida, foi desistir de Kim Jongin.

 Pois é algo impossível.


Notas Finais


Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...