História What are you Park Jimin? (Jikook) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Kookmin, Romance, Taeseok, Vhope
Exibições 121
Palavras 603
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiieeeeennn
Demorei muito tempo pra postar
Perdaaaão, semana de provas, ai complica né, estive estudando muito esses dias, semana que vem começarei a postar todos os dias ;)

Capítulo 6 - O tempo corre contra nós


Esse cara, ele me faz sentir algo bastante indefinido. Eu estava ali, próximo dele, sentindo o meu sangue ferver, não por raiva, mas sim por outra coisa, coisa que eu não gostaria de estar sentindo.

- Não precisa mostrar isso dessa forma - tentou se soltar mas não conseguiu. - Se quer me comer, fale de uma vez, não fique me machucando... Idiota. - Nesse momento o celular tocou, retiro-me dos meus pensamentos que se relacionavam com desejos, e levei minha mão ao bolso da calça, tirando dali o aparelho. 
- Tae, o que foi? - Perguntei. Me afastei do Jimin e fui para o centro do quarto, ficando de frente para um espelho grande na porta do meu guarda-roupa.

"Afinal, por que eu estou me olhando?"

Na verdade eu só queria olhar para o louquinho sem estar frente a frente com ele, e o espelho conseguia me dar a imagem do mesmo ainda sem camiseta lá atrás.

~Vai de carro, pelo amor, vai de carro!

- Como assim?

~Eu tô na estrada com um cara no porta malas, o aeroporto tá cheio de gente que trabalha para o Junghyoon, parece que ele também quer o carinha que você pegou do manicómio - Tae disse bastante nervoso.

- Ele é esperto - Bufei - Vamos usar esse cara que você pegou. Vou pegar estrada, me encontre naquela cidadezinha pequena próxima daqui. - Desliguei.

Meu olhar com o olhar do Jimin se cruzaram, ele estava curioso e preocupado, eu estava aflito e desesperado.

- Consegue descobrir o que uma pessoa sabe... Até o último podre dela? - Perguntei, mas não obtive resposta de imediato.

Demorou alguns segundos para ele dizer, mas aguardei pacientemente.

- Sim... E antes - Respirou fundo - Eu queria contar que sonhei com um acidente de carro... Mas, talvez seja apenas um sonho.

- Foi apenas um sonho, não vai acontecer nada - Ignorei o que ele disse, sem ao menos revisar a possibilidade de que isso pode ser um sinal ruim.

Peguei um casaco do guarda-roupa, indiquei a camiseta em cima da cama para que o Hyung não esquecesse e sai do quarto.

***
Manhã seguinte
Quarta feira, 10:00:

Casas pequenas, bastante pessoas e poucos estabelecimentos comerciais, o máximo que encontrei foi algo que é titulado de mercado, mas que parece um boteco.

"Tinta preta para cabelo, 5,00"

- 5,00? Por que tão barato? - Observei a caixinha do produto - Tomara que  não seja coisa vagabunda - Falei em voz baixa, ja tirando o dinheiro de dentro da minha carteira, entreguei a um senhor que provavelmente é o dono e sai as pressas.

"O tempo corre contra nós, não podemos bobear... Tenho que encontrar o desgraçado sem que eu seja pego antes"

Meu carro estacionado logo ali em frente, lógico que tratei de usar outro, seria estúpido usar o mesmo que o do dia em que "sequestrei" Jimin.

Deitado nos bancos de trás, está ele, dormindo de forma tão serena, envolvido pelo casaco que eu peguei no dia anterior.

"Serviu pra algo" já que eu não quis vestir aquilo.

Agora como eu posso responder a mim mesmo, sinto que estou me afundando em uma areia movediça, carregando Park comigo. E mesmo assim eu continuo carregando-o, isso é um pecado? Eu nem sei o que ele é, e mesmo assim confiei. "Por que?"

- Por que você tá me olhando? - Esbugalhei os olhos assustado, até dei uns passos para longe da janela do carro.

- Aish! - Bufei - Eu ia te acordar... Você precisa mudar a cor desse cabelo. - Tossi para disfarçar o que havia acontecido...
   


Notas Finais


O que estão achando, e esse novo sonho do Chim?
Bjundaaaaas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...