História What does life have for me? Imagine Kim Namjoon - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Imagine, Namjoon, Novela, Romance
Visualizações 128
Palavras 703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores como estão?
Eu espero que esteja bem...
Queria pedir desculpas por não ter postado, peço desculpas por não ter dado sinal de vida a vocês...
Eu estou passando mal ultimamente, tive algumas crises de sinusite e rinite (quem tem sabe como é sofrido)
Quero agradecer os fav 💗😍😍
Cadê vez mais estão aumentando, isso me deixa muito feliz, vocês nem imaginam o quanto...

Enfim.. Sem mais delongas

BOA LEITURA 😘😘😊

Capítulo 25 - Será que essa é a tal dor do amor unilateral?



Suga on


Depois do ocorrido na boate eu a s/n nos aproximamos cada vez mais.


Acabamos que por criar uma amizade forte, ela confiava em mim e eu confiava totalmente nela. Eu percebia o Namjoon ficar um pouco chateado com tudo isso, ela mal falava com ele. Só falava o que era estremamente nescessário. Eu percebia que isso magoava o meu querido amigo, mas eu não sabia o que fazer. De um lado temos o Namjoon, um dos meus melhores amigo, aquele que sempre confiei meus senimentos. Já do outro encontramos a s/n, uma mulher extremamente incrível, não só por sua beleza ( pois ela é uma mulher linda), mas também o seu jeito de ser é único. Uma mulher forte, cheia de potencial, que não se deixa levar por um idiota, uma mulher que não deixa de levar um sorriso no rosto, uma mulher que se preocupa com todos a sua volta...



Ah, como eu amo essa mulher....



Eu de fato me encontrava em um beco sem saída, de um lado temos o meu melhor amigo, do outro temos a mulher pela a qual somos apaixonados. Eu não queria disputa-la com ele, queria fugir daquilo. Nesse tempo em que eu e a S/n nos aproximamos eu me manti o máximo possível neutro. Tentei não demostrar o quanto sou apaixonado por ela. Meu coração ficava em briga constante, meu interior já não aguentava. Eu precisava dela, precisava tê-la em meus braços, mas não queria magoar meu amigo.


E o que eu fiz? Relutei, relutei o máximo que consegui, tentei esconter o máximo possível, mas era em vão. Só de sentir o cheiro dela ao entrar na sala me fazia totalmente perdido. Não cansava de admirá-la, mesmo quando dava bronca no grupo.

Com muita luta, eu cheguei uma conclusão:


Irei me declarar a ela!


Decidi contar toda a verdade, contar minhas reais intenções.

Confesso, estava muito aflito, não me aguentava em pé. Não sabia de que maneira contaria a respeito de meus sentimentos.




Eu resolvi mandar uma mensagem para minha garota para que pudessemos conversar. Depois da breve conversa, me encontrei num estado de ansiedade. Era amanhã que eu contaria a ela o que sinto.



Amanhã será o grande dia.


Não estava muito tarde e eu não conseguia dormir. Da janela do meu quarto vi o céu com lindas estrelas e pensei: " Por que não dar uma volta no jardim?"

Saí do quarto e me encaminhaei até o jardim. Achei engraçado o fato de eu ter passado na sala e encontrei os meninos deitados quase um em cima do outro. Dei de ombros e fui até o jardim. Tudo estava calmo e ouvi vozes familiares..


Não liguei muito e fui andando pelo jardim, já que o mesmo é muito grande. Quando vi um casal se beijanto, por um momento pensei em como seria bom beijar minha doce S/n. Eu não liguei muito para o casal, não quis ficar a observar tanto, isso seria uma grande falta de privacidade da minha parte. Ma quando olho atentamente para aquele casal, uma lágrima escorre em meu rosto. Não podia acreditar no que estava vendo, não acreditava que a minha s/n estáva beijando meu melhor amigo. A única coisa que eu soube fazer foi sair correndo daquilo. Queria não sentir aquela dor que tanto se fazia presente.



Será que essa é a tal dor do amor unilateral?


Nunca me vi chorando tanto, e eu não podia fazer mais nada. Agora definitivamente perdi a S/n para o Namjoon.

Dói dizer isso, dói saber que a pessoa a qual sou apaixonado está com outro. Mas fazer o que não é mesmo? Não há nada a ser feito. Eu provavelmente irei sofrer por um tempo, mas sei que um dia irá passar.

Não vou desistir de cuidar da S/n, mesmo que seja apenas como amigo. Eu não deixarei minha garota sofrer. Mesmo que eu a ame, não irei fazer nada. O coração dela já tem dono, e a única coisa que posso fazer é ficar feliz por sua escolha, mesmo que isso destrua meu coração em mil pedacinhos.

" Amar não é prender nem ter domínio sobre alguém, mas consiste em fazer livre a quem se ama e se quer bem, odo amor não promove a liberdade, não convém."



Notas Finais


Então meus amores espero que tenham gostado, sei que esse capítulo não foi um dos melhores...
Sei que tá pequeno mas prometo vir com capítulos maiores e capítulos cheios de emoções e momentos fofys 💓

Postarei em breve, quando melhor de saúde , vou soltar um capítulo atrás do outro, ou seja , se preparem 😜

Então meus amores..
Foi isso
Beijinhos e até a próxima 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...