História What happened after all ...... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Frisk, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel
Tags Renovação
Exibições 31
Palavras 1.710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem

Capítulo 3 - Dance


Fanfic / Fanfiction What happened after all ...... - Capítulo 3 - Dance

Eu acordei cedo, pensando em adivinha quem, Sans. Esse cara não saia dos meus pensamentos, e toda vez que eu penso nele eu fico eufórica e feliz. Ahh, o que esta acontecendo comigo? Ficar pensando nisso por horas não vai me ajudar, fui ao banheiro tomei um banho rápido. Sai para ir até a casa de todo mundo, chamar para a festa. Afinal, hoje é o dia do aniversario de casamento delas. Eu fui até a casa de todos para acordarem e se arrumarem. Eu voltei para a casa e  coloquei meu vestido escolhido junto com o acessório que novamente eu esqueci o nome.

Papyrus tinha me chamado para dar uma carona de carro até a praia, então me dirigi até a casa dele, chegando lá Sans estava fora do carro conversando com Papyrus, quando eu cheguei Sans travou, e começou a ficar corado demais, Papyrus tomou iniciativa e falou:

----- Você esta linda Frisk!!

----- Oh, Obrigada, você também ficou ótimo de terno!

-----Okay, agora que você já esta aqui, vamos. Só tem banco na parte de trás, o banco é  meio apertado então você vai ter que ir no colo do Sans.

----- Papyrus, só não te mato por que se não vamos nos atrasar.

Sans entrou no carro e eu fui logo em seguida, arrumei meu vestido para não rasgar e me ajeitei no colo dele encostando as minhas costas no seu peito, como eu era menos que ele o casaco que ele sempre usava tampava meus braços.

----- Mano, coloque os braços envolta dela se não ela vai se machucar.

----- Tem certeza dis..

----- Só faça, confie em mim.

Ele colocou seus braços em volta da minha cintura e me  puxou para mais perto de seu corpo, eu senti ele fitando minha nuca, quando eu olhei para traz ele corou rispidamente e a única coisa que veio a minha mente foi ‘’CUTE D+’’, MAS SE CONTRLE GAROTA ELE TEM NAMORADA, A NAMORADA DELE É PRATICAMENTE SUA MÃE! Eu respirei fundo, olhei para traz dei um sorriso e falei:

----- Você deveria ter colocado um terno que nem seu irmão Sans, tenho certeza que Tori adoraria.

----- Por que você diz isso Criança?

----- Ué por que vocês já namoram a tanto tempo, se vocês se casarem, você vai ser como um tio para mim.

(Autora: Nessa hora eu cuspia no chão e saia nadando, essa merda ultrapassou de forma catastrófica da friendzone, a mina ta praticamente falando, não posso ficar com você por que você provavelmente é o meu futuro pai kkkkkkkkkkkkkk ta parei)

----- Não é bem assim...

----- Tudo bem, esquece. Tudo bem se eu encostar um pouquinho em você para dormir?

----- Ah, Claro.

Eu me aconcheguei no colo dele e me cobri com seu caso, rapidamente adormeci

E pela primeira vez ouviremos a narração de Sans

 

Ela adormeceu tão rápido que eu até me surpreendi, ela não era uma garota frágil, eu sei disso, mas vendo-a assim me da vontade de protege-la para sempre, sempre e sempre. Ela era tão especial que eu não consigo medir palavras para descrever, é forte, corajosa e tem um mundo onde ela sabe que vai dar tudo certo, apesar de ser mais nova que eu é uma das pessoas mais maduras que eu conheço, diferente de mim ela sabe dizer o que há de errado com todos os que estão agindo de forma estranha, desde daquele disse que eu conheci ela nas passagem que meu mano fez, eu senti uma coisa diferente de tudo que já havia sentido, mas as palavras certas nunca veem a minha boca por mais que eu me esforce. Bom eu deixo meus dedos brincarem com seus cabelos castanhos cheios de cachos, eu sempre me encantei com os cachos dela, quando ela tinha o cabelo curto e agora que ele cresceu muito. Ela continua me incentivando a casar com a Toriel, sendo que nós só transamos algumas vezes.......

Espera uma desses vezes foi na casa da Toriel no mesmo dia em que ela começou a ficar estranha comigo, será que ela viu? Por isso que ela estava estranha ela estava com ciúmes de mim? E eu nem sem quer posso perguntar para ela sem estragar o pouco que sobrou de boa impressão que ela tem de mim.

----- Sans, não faça nada indevido...

----- To quieto.

------ Uhu, sei.

----- Chegamos, acorde-a.

Voltando para a narração da nossa heroína máster

Eu acordei com o Sans me chacoalhando gentilmente e falando

------ Frisk, querida acorde chegamos.

Ele falou tanto em um tom de pai que me irritou.

Eu me estiquei e pulei do carro em um impulso, eu dei uma olhada na organização e nas mesa de petiscos para ver se esta tudo bem e confirmado, está tudo perfeito. Eu mandei todo mundo entrar no salão que alugamos a beira mar e começaram a fazer discursos falando o quão era importante as duas, por ultimo foiu Undyne e Alphys que me chamaram;

----- E agora a pessoa a quem a gente deve todos esses anos de casamento e essa festa maravilhosa, suba aqui Frisk!

Vieram muitas palmas e assobios e quando finalmente sessaram eu comecei a falar:

----- Bem, como eu posso dizer? É por causa de Alphys que eu estou viva hoje e é por causa de Undyne que eu aprendi a não desistir.  Vocês foram uma das maiores fases da minha vida que eu passei para me tornar quem eu sou hoje, e eu tenho muito orgulho disso. Undyne, quando eu lutei com você, não parava de dizer que seus ataques eram fracos para te desencorajar, mas você não desistiu, você invencível, você é incrível, e eu lhe admiro imensamente. Alphys, desde que você me conheceu passou a me observar de longe no telão do laboratório e sempre torcendo por mim e me falando o que estava de errado, falando quem eram meus amigos e quem eram meus inimigos, eu tenho certeza que grande parte da determinação que me enchia era por sua causa, você apesar de nunca ter falado comigo se importou, e por isso eu amo você e Undyne, você são pessoas incríveis e um casal incrível também, UM FELIZ ANIVERSARIO DE CASAMENTO PARA VOCÊS DUAS!

Eu  pulei do palco e cai em cima das duas em um abraço forte, Alphys estava chorando e Undyne rindo de forma muito boba. Todo o salão riu e eu falei para o Gj, coloca suas melhores musicas Okay? Ele começou com algumas eletrônicas que todo mundo adorou e depois foi para uma ultima um pouco mais lenta(you found me) para podermos ir para a praia. Como era uma dança para casais e Papyrus estava Muito cansado as outras musicas eu sentei em um banco no bar, eu ouvi alguém falando.

----- Uma dama não pode ficar sozinha com uma musica tão legal tocando não acha criança.

Olhai para o lado e vi Sans com o rosto virado e a mão estendida para me convidar para dançar, aquilo me fragilizou e eu peguei na mão dele e retribui com um sorriso.

Ele me puxou e eu falei:

----- Eu não sei dançar musicas assim Sans..

-----Tudo bem, eu lhe ensino.

Ele colocou sua mão na minha cintura e conduziu minha mão para o seu ombro, e começou a me conduzir pelo salão, eu adorei a sensação e comecei a incrementar passos de balé bem delicados, e terminamos a dança com os rostos bem próximo e ofegantes. Alguém soltou um grito do tipo

‘’VAMOS PRA PRAIA NESSA BAGAÇA’’

Nesse momento eu me lembrei que havia esquecido de trazer o biquíni, ah droga. Eu só sentei em uma cadeira e ouvi alguém falar ao lado.

------ Eu sabia que você esqueceria a coisa mais importantes

----- Não me diga Sans...

Eu virei para ele e ele pegou minha mãos e encostou no próprio rosto, e deu um sorriso fofo  e carente, logo após me entregou uma sacola pequena com alguma coisa dentro, tinha um biquíni branco com um  Pixializado no seio esquerdo, uma graça. Eu não pude evitar de sorrir, eu realmente havia adorado. Eu dei um obrigada rápido e fui me trocar, ficou no tamanho certinho, eu dobrei meu vestido e fui correndo até Sans e Papyrus.
 
Sans novamente
 
Ele tinha acabado de ir se troca e já estava voltando correndo, eu virei para meu mano e falei:
----- Bro, esqueletos sangram?
----- Acho que sim por que?
----- Acho que eu sou um esqueleto....
E soltei um jato de sangue pelo nariz.
 
 
Voltando
 
Eu mal havia chegado e Sans estava tendo uma hemorragia no chão, eu olhei para ele e ri. Logo depois eu amarrei meu cabelo com uma fita preta em um rabo de cavalo.
-----Vocês não vão vir brincar comigo na agua?
----- Claro to indo agora, disse Sans tirando a camisa e puxando Papyrus
Eu corri para a agua, mas não muito fundo, eu não sei nadar, ficamos brincando até que eu senti alguém vindo por baixo de mim, era Papyrus, ele estava me levando para a parte mais funda em seus ombros.
------MERDA PAPYRUS TU SABES QUE EU NÃO SEI NADAR CACETE!
----- Tudo bem, eu estou te segurando.
E quando eu menos esperava ele escorregou e me deixou cair, oh droga, ferrou, agora que eu morro. Eu cheguei ao fundo em menos de quinze segundos, e senti um impulso me puxando para cima um pouquinho depois da alça do meu biquíni prender em uma pedra, eu cai nos braços do Sans e soltei um grito, abracei ele com toda a força e falei
----- Não ouse me soltar!!
Papyrus foi correndo na minha bolça pegar meu suéter de lã, aproveitou e pegou o seu cachecol que eu mantive guardado, coloquei o suéter e enrolei o cachecol no meu pescoço. Demos tchau para todos e fomos embora, eu dormi de novo no colo do Sans, só que dessa vez eu estava mais confortável. Nó chegamos na casa deles e eu dormi na sala assistindo canais sobre o oceano.
Dois dias mais tarde eu convidei Sans para vir a minha casa, ela havia implorado para dançar de novo comigo então assim que ele entrou nós começamos a dançar Best day of life, eu adorei em todos os aspectos!
------------------------------CONTINUA---------------------------
 
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...