História What happened after all ...... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Frisk, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel
Tags Renovação
Exibições 36
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sabe, comentar e falar o que achou dos eps me faz até um pouquinho mais feliz.
Espero que gostem

Capítulo 4 - In love?!


Fanfic / Fanfiction What happened after all ...... - Capítulo 4 - In love?!

Eu estava tomando sorvete no ponto de vigia, estava frio, mas sempre achei que essa era a época perfeita para isso... Ou lugar perfeito, era sempre frio lá, eu estava com o cachecol e o suéter mais confortável do mundo, então obviamente não me incomodava com o Clima. Eu olhava a neve caindo delicadamente no chão e logo após derretendo, eram realmente lindos todos aqueles flocos de neve caindo, era tão gentil. Não sei como existia ainda alguma coisa assim, ás vezes para mim ficar no subsolo era confortável, sentar no posto onde Sans ficava e só observar a neve. Eu resolvi tirar uma foto da paisagem, sou assim mesmo, segurei o soverte com a boca e peguei meu celular, de repente eu senti um arrepio na nuca, mas deixar para lá.

---- Nossa, criança. Veio tomar sorvete e nem me chamou?

Eu tomei um susto catastrófico e deixei meu celular e meu sorvete caírem no chão, eu olhei decepcionada para o sorvete que agora derretia no chão e logo depois solhei para trás, e vi Sans sorrindo da minha cara, eu fiquei puta com isso e a única coisa que eu consegui fazer foi ficar vermelha de raiva e deixar lagrimas de ódio nascerem nos meus olhos.

----- Acalme-se, vamos eu compro outro para você.

Eu olhei emburrada pra ele mas só o segui sem dizer nada, paramos em frentea barraca de sorvete e ele comprou um para mim, eu dei uma analisada, era diferente do outro que eu tinha comprado, era.... cilíndrico

----- Bem, ao menos eu tenho um só par-

Eu estava lambendo o sorvete normalmente, não tem jeito diferente de fazer não é? Então Sans parou na minha frente e falou.

----- Ei deixe um pouco para mim!

E lambeu o sorvete junto comigo, fiquei chateada, senti que alguém estava roubando minha comida. Mas deixei isso para lá.

----- Sans.....?

----- Sim criança?

----- Me desculpe por esses últimos dia, eu tenho sido meio grossa, impaciente e fria.

----- Oh, tudo bem, eu acho.

Eu estava me sentindo culpada por tudo aquilo, o que eu sentira quando vi Toriel e ele? O que? Uma palavra me veio a cabeça, CIUMES. Mas poderia ser isso, por que? Era uma coisa que eu sentia diferente nele, eu não sabia direito, qual seria, eu não estava mais nada. Meus pensamentos se embolaram, e eu fiquei com um nó na cabeça. Eu estava, hum, apaixonada? De fato, como isso foi acontecer? Se eu continuar a esconder isso, vou acabar me destruindo. Eu preciso falar, alguma coisa. Mas não aqui e não agora.

----- Sans, o que você acha de irmos ver as pedras, hein?

----- Parece uma ótima ideia, vamos.

O caminho nós ficamos conversando sobre tudo, ele disse que Toriel estava considerando realmente de eles se casarem, isso me deixou imensamente nervosa em falar, ele parecia meio que Feliz com essa historia de casamento, mas eu precisava de determinação! Nós chegamos e nos sentamos em um banco, começamos a observar as pedras, e eu comecei a falar:

----- Sans, pode não parecer, mas eu não te odeio, eu na verdade até te admiro muito, entende?

Ele parecia surpreso que eu estava dizendo aquilo e então com uma feição meio tímida eu continuei:

-----Sabe você é muito especial para mim, muito importante, e e só queria dizer que eu te...

Nesse momento toriel chegou e olhou para mim curiosa, para saber o que eu queria falar.

----- Vamos querida, termine. Preciso dar uma ótima noticia para você.

----- Eu te agradeço por ser uma companhia sempre tão boa para a Toriel...

Terminei de falar com um olhar triste, eu estou decepcionada comigo mesma. Toriel me olhou e sorriu inocentemente, deu a noticia do casamento enquanto abraçava o Sans. Eu não consegui evitar, começaram  a descer lagrimas de tristeza do meu rosto e eu tentei disfarçar falando que era só por que eu estava muito feliz por eles. E sai correndo pelo corredor de Flores.

Sans

Ela saiu correndo, chorando muito mesmo. Não pude evitar de me preocupar.

----- Querida vou lá falar com ela okay?

Toriel assentiu com a cabeça, e eu comecei a andar pelo corredor pensando na expressão que ela estava fazendo quando estávamos conversando, ela não iria dizer eu te agradeço, mas o que ela ia dizer?

Eu parei em frente a primeira Flor e escutei.

 

 

S u a  I d i o t a! E uns choros envolvidos

 

 

Parei em frente a segunda.

 

 

V o c ê  n ã o  d e v e  a t r a p a l h a r  e l e s, n ã o  v ê  q u e  e l e s  s e  a m a m, F r i s k . Q u e  t i p o  d e  m o n s t r o  v o c ê  s e r i a  s e  a t r a p a l h a s s e  o  c a s a m e n t o  d a  s u a 

M ã e?!

 

 

Fui até o terceiro

 

S ó   p o r  c a u s a..........

----- Ah merda isso ta parecendo conversa de Whatsapp

Eu corri até a ultima flor

 Q u e   e u   d e   a l g u m a   f o r m a   m e   a p a i x o n e i   p o r   e l e......

Eu fiquei surpreso ao ouvir isso, ela estava apaixonada por mim? Por que, ela era sempre tão perfeita, eu sou preguiçoso, bebo ketchup, só durmo, to sempre com a mesma roupa, faço piadas, e mesmo assim ela ri, ela diz que eu sou ótimo e que me admira. O que tem de bom em se apaixonar por alguém como eu?

Eu sai correndo, e fui parar em um grande corredor, passei pela cachoeira e escutei alguém choramingando, atrás da cachoeira ela estava deitada em com a cabeça em cima de um cogumelo e abraçada as pernas chorando muito, eu cheguei perto dela bem devagar. E sentei ao seu lado. Ela me olhou como se eu fosse uma ilusão, ela levantou e se ajoelhou a minha frente, agarrou a gola do meu casaco e gritou:

----- POR QUE VOCÊ NUNCA SAI DA MINHA CABEÇA?!

Eu ouvi um barulho na entrada da caverna, e olhei de relance..

----- Ah, então é assim que vocês são amigos não é? Tudo bem, eu vou fazer vocês verem como é bom sofrer de verdade...

----- Toriel, você enlouqueceu?

Nós saímos de lá com um estralar de dedos da Toriel, eu estava no subterrâneo, perto das arvores.... O que esta acontecendo?

----------------------------------CONTINUA----------------------------


Notas Finais


http://jasonfreeyt.deviantart.com/art/Sans-Frisk-Doodle-3-574291565 e sem momento olha o gif hoje
Espero que tenham gostado
Kissus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...