História What i want is you - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens J-hope, Lisa, Rosé, Suga, V
Tags Capitão Min Yoongi, Chaeyoung Melhor Shipp, Halloween Party, Lisa, Não Odeiem A Nayeon, Taegi, Taegideas!príncipes
Visualizações 46
Palavras 1.043
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


voltei rapidim pra largar isso aqui, don't kill me please, thx

Capítulo 2 - ;the game


A aposta a qual seu hyung se referia havia sido feita durante uma de suas partidas de Mario Kart, à qual Taehyung havia perdido pelo nervosismo de ter Yoongi tão próximo de si e rindo pelo nervosismo do mesmo após discutirem a aposta.

Taehyung teria que ir para o próximo jogo vestido com o casaco do capitão do time de basquete de sua escola, ou seja, o casaco de Yoongi. Com seu perfume e com suas cores e letras vibrantes destacando sua posição no time. Taehyung só de pensar naquilo sentia as bochechas quentes e o suor frio se acumulando em suas costas.

Sabia que o casaco lhe servia, na verdade, por algum motivo, Taehyung se tornava uma criança vestindo aquela peça de roupa de tão largo que ficava em si, enquanto que em Yoongi parecia se encaixar de maneira perfeita. Nunca entenderia aquilo, e nem queria, não queria nem mesmo cumprir tal aposta! Havia completamente esquecido daquele detalhe até o mais velho falar.

Parecia um drama desnecessário, mas em muitos casos, quando alguém fora do time de basquete usava o casaco significava que aquela pessoa era especial, na maioria das vezes, era a namorada do jogador.

Taehyung sentia-se confuso com aquilo tudo. Por que Yoongi queria tanto que ele usasse seu casaco? Isso não iria espalhar rumores que, no final, acabaram por irritar o Min? Qual era a intenção de Yoongi com tudo aquilo? Céus, estava tão confuso, mas sabia que se não usasse o maldito casaco machucaria o mais velho, não sabia porque, mas machucaria.

Então, lá estava ele, em frente aos portões do ginásio onde aconteceria o tão esperado jogo. Não havia vindo com Yoongi, então sabia que precisaria entrar nos vestiários e procurar pelo mais velho para que o mesmo o entregasse o casaco, sentia-se tão envergonhado só de pensar nas piadas que receberia dos outros que, por mais que soubessem da relação dos dois, insistiam em fazer brincadeiras.

“Ei, você não vai entrar?” Saiu de seus pensamentos ao se deparar com Hoseok ao seu lado, o garoto do clube de dança da escola e vizinho de Taehyung que após um acidente no salão de beleza da mãe teve que deixar os fios coloridos que sempre lembravam ao mais novo um sorvete.

“Ah sim, eu vou. Eu acho.” Estava tão nervoso, mas seguiu Hoseok quando o mesmo abriu a porta do ginásio a espera de que Taehyung o seguisse.

Era agora ou nunca.

 

x

 

Taehyung havia tentado não chamar atenção ao sair do vestiário usando o casaco de Yoongi, mas percebeu logo ser impossível ao sentir o olhar fixo de Nayeon sempre que se movia e, por conta do fuzilamento que recebia através do olhar, os outros ao seu redor pareciam ainda mais interessados em sua existência. Nunca odiou tanto perder Mario Kart como estava odiando naquele momento.

Mas havia um lado positivo. Era o casaco de Yoongi, com seu cheiro impregnando cada pedacinho daquele tecido, inebriando Taehyung sempre que o mesmo respirava fundo ou colocava suas mãos levemente cobertas pelas mangas do casaco.

O jogo logo começaria e Hoseok ainda o olhava com um sorriso aberto, sabia que era por conta do casaco, mas parecia ter algo a mais naquilo tudo. Talvez ele soubesse o porquê de Yoongi querer tanto que Taehyung usasse aquele casaco, já que os dois eram tão próximos. Por hora deixaria aquele assunto quieto, precisava se concentrar no jogo.

 

x

 

O jogo havia acabado com a vitória para o time de sua escola, Taehyung sabia que aquilo era o que seu hyung esperava e por mais que sua vontade ao final do jogo fosse correr até o Min, Taehyung se controlou, não queria chamar atenção e nem acabar fazendo alguma besteira, como beijar Min Yoongi na frente de todos, pois essa era a vontade do Kim, de correr até o melhor amigo e lhe beijar na frente de toda a escola.

Aquilo não era algum tipo de filme americano com todos os clichês de romance, aquela era a vida real, e na vida real Kim Taehyung e Min Yoongi se beijarem era somente um sonho distante e difuso.

Taehyung nem mesmo conseguia se sentir triste, após tanto tempo contendo aqueles sentimentos dentro de si, havia conseguido se manter neutro e não deixar a angústia de um amor não correspondido o deixar para baixo.

Estava tudo bem, não doía mais amar Yoongi de longe, mesmo estando tão perto. Repetia isso em sua mente, mas seu coração batia agoniado em seu peito, desmentindo tudo aquilo.

Desceu os degraus da arquibancada, a quadra já se encontrava um tanto vazia e muitos dos jogadores já haviam ido para os vestiários se refrescarem no intuito de irem comemorar em algum lugar a grande vitória.

Viu Yoongi ainda na quadra, parecendo procurar por alguém e Taehyung sabia que era por ele, levantou a mão no intuito de chamar a atenção do mais velho, mas assim que levantou a mão viu Nayeon pular no Min e o beijar, diretamente na boca.

Taehyung sentiu, naquele momento, que o tempo havia parado, tudo parecia estar em câmera lenta, sua visão só conseguia capturar a imagem de Nayeon beijando Yoongi, a imagem de Yoongi com as mãos na cintura da líder de torcida e dos braços em volta do pescoço do jogador.

A dor veio depois, seus batimentos pareciam expandir seu peito, causando uma dor intensa e tão grande que Taehyung sentia seus joelhos fracos, suas mãos tremendo e seus olhos lacrimejando rapidamente. Tudo em Taehyung doía. Era como se estivesse aos poucos ruindo, se quebrando em milhares de pedaços que não sabia se daria para juntar depois e formar a mesma imagem.

Precisava sair de lá, forçou seu corpo a se mover, correndo o resto do caminho até embaixo e saindo em disparada pela porta do ginásio, no caminho retirou às pressas o casaco de Yoongi de si, parecia que aquela peça de roupa o queimava.

Naquela noite Taehyung chorou até dormir, sentindo seu peito apertado e seu coração quebrando-se toda vez que a imagem do beijo retornava a sua mente. Doía tanto, mas no final, Taehyung teria que se conformar e voltar a agir como se nada tivesse acontecido, no final, sempre seria o melhor amigo de Min Yoongi e nada mais.

 


Notas Finais


minha gente de novo eu to tremendo na base ksjhdfjsk help meeeee
espero que quem ler isso aqui não me mate pelo angst, eu juro que vai ter final feliz ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...