História What if- Camren - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Drama, Fanfic, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Romance, Team
Exibições 105
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas, demorei né? Mas to aqui ♥ enjoy

Capítulo 21 - Ex.


 

Virei-me para a pessoa a minha frente já preparada para encarar aquele rosto que eu não via há tanto tempo.

Estava tudo muito perfeito para ser verdade.

Era ela. Depois de tanto tempo seu rosto continuava o mesmo, seu semblante superior, suas roupas de grife a voz pronunciando as palavras perfeitamente. Maia era linda, sua pele perfeita, seus cabelos sempre bem arrumados, seus olhos castanhos que me lembravam os de Camila.

Maia Mitchell mais conhecida como minha ex namorada.

E agora... Filha do meu chefe.

Quando eu disse que meu pai havia arranjado meu estágio com um amigo eu me esqueci de citar que esse amigo era meu ex sogro. Eu também acabei me esquecendo desse detalhe, eu estava tão focada em ir embora de Miami e esquecer Camila que nem pensei na enorme possibilidade de acabar me esbarrando com Maia por ai, situação que eu evitei ao máximo todos esses anos que estivemos separadas. Encontrar com ela no Central Park justo quando eu estava com Camila foi tudo que eu menos esperava.

Com toda a tensão do momento eu nem reparei na companhia de Maia. Preso por uma coleira lá estava Bob, o pug que havíamos adotado quando estávamos juntas.

- Hey garoto. - Digo acariciando o seu pelo enquanto ele lambia minha mão e balançava seu rabo freneticamente.

- Ele sentiu saudade de você. - Maia diz sorrindo olhando a interação minha e de Bob.

Eu não respondi, pois percebi que Camila provavelmente não estava entendendo nada do que acontecia. Então tratei de dar lhe uma explicação rápida.

- Camz, essa é a Maia. Ela é, bem ela é a minha ex.

Digo meio sem jeito, não sabia como Camila iria reagir.

- Oh, muito prazer Maia. - Camila deu sorriso simpático e a abraçou rapidamente em cumprimento.

Não, essa não era a reação que eu esperava de Camila mas foi a melhor que ela poderia ter.

Maia retribuiu o abraço também meio sem jeito, ela provavelmente também não esperava isso.

- Prazer Camila. - Maia diz sorrindo voltando sua atenção novamente em mim. - Meu pai havia me dito que você aceitou a proposta dele Lauren, fiquei feliz em saber que você viria.

Olhei rapidamente para o lado e vi o semblante de Camila fechar.

- Ah sim, eu achei uma oportunidade boa, era o que eu estava precisando sabe?

- Vocês vão morar juntas aqui?

Maia era bem direta quando queria, não havia mudado nada. Antes que eu respondesse Camila se pronunciou.

- Sim, vamos. Já temos um apartamento no Brooklyn.

- É... Temos. - Digo confirmando o que Camila havia dito mesmo não entendendo sua intenção.

- Que bom, espero que dê tudo certo ao casal.

Ela sorri.

- Bom, eu já vou. Bob já deve estar cansado. Você é bem-vinda para ver ele quando quiser Lauren, matar a saudade! Leve Camila também.

- Ah, claro. - Respondo por educação e Camila me acerta uma cotovelada na costela.

- Tchauzinho. - Maia da um breve aceno e se vira continuando sua corrida com Bob.

Viro-me para Camila é a encaro sorrindo.

- Nós temos um apartamento no Brooklyn?

- O que você queria que eu fizesse? Ela tava quase te comendo com os olhos. Por favor, me diz que eu não tenho que me preocupar com ela?

- Não, você não tem. Tudo que eu tive com Maia acabou e eu to bem feliz por isso... E eu te amo, apenas saiba disso.

- Eu também te amo. - Camila diz olhando em meus olhos e se inclina para me dar um breve selinho. - Eu não fui com a cara dela. - Ela diz em seguida.

- Ela não é uma pessoa ruim, ela só não entende quando relacionamento acaba. Espero que ela já tenha entendido.

- Eu também, não quero ter que fazê-la entender do meu jeito.

- Ah é? E qual é o seu jeito?

- Ainda não sei, mas se ela vir pra cima de você eu sou capaz de fazer umas coisinhas... Talvez envolva mortes, ter que esconder um corpo... Não sei.

[...]

Depois de darmos um passeio pelo Central Park fomos até o hotel em que Normani estava. A morena ligou para Camila falando o endereço e deixando bem claro para irmos rápido e contar tudinho o que planejávamos.

Chegando ao quarto de hotel, Normani começou o interrogatório.

- E então? Como vai ser daqui pra frente? - Normani pergunta ansiosa sentada em sua cama enquanto eu e Camila estávamos de frente para ela em um sofá.

Eu e Camila nos olhamos confusas com a pergunta.

- Bem... É... Ainda... - Dissemos em uníssono gaguejando.

- Ainda não pensamos em nada. - Digo completando a frase.

- O quê? Como não? Transaram tanto ontem que não deu tempo nem de conversar?

Quem dera.

- Normani! - Digo envergonhada.

- Não temos muitas escolhas Mani. Eu não posso largar a faculdade, ainda falta um ano. - Camila diz.

- Eu não quero atrapalhar seus estudos e tem as férias de verão chegando, podemos revezar. Um final de semana eu vou para Miami o outro você vem.

- É tão complicado, eu vou sentir saudade.

- Como eu queria dar um jeitinho de vocês duas ficarem juntas de vez, meu Deus depois de tudo que vocês passaram deveria ser mais fácil. - Normani diz.

- Nada é perfeito né, o que importa é que estamos juntas. - Digo e abraço Camila de lado, ela se aconchega em meus braços.

Eu não queria largar aquela garota nunca mais!

A ideia de ver Camila apenas nos finais de semana me parecia horrível, mas era melhor que nada. O simples fato de estarmos juntas agora era o suficiente para me manter forte e seguir em frente com isso tudo. Agora não tinha nada e ninguém que pudesse nos atrapalhar.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...