História What is love? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Baekhyun, Bts, Exo, Got7, Luhan, Monsta X, Sehun
Exibições 47
Palavras 2.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegueeeeiii, gente esse cap ta mto loko pq eu tô mto lokaaa ai me seguraaaa sbensjssnsi, minha nossa sehuna segura esse sehun gostoso aaaahhh
Se tiver algum erro me desculpem OK? Não revisei ainda, apenas terminei de escrever e vim logo postaaaarr aaahhh tenho novidades nas notas finais sjsbsjssji

Capítulo 11 - Você não para de me seguir não é?


Fanfic / Fanfiction What is love? - Capítulo 11 - Você não para de me seguir não é?

Sexta feira á tarde.

Já estávamos todos no ônibus voltando para escola, literalmente eu estraguei tudo mesmo, aishh.
Minha cabeça está lotada de perguntas e todas elas envolvem Oh Sehun... Como ele sabia onde eu estava? Ele falou como se conhecesse aquele homem a anos, é tudo tão estranho, o que sera que realmente aconteceu depois que apaguei? Aigooo eu só preciso de respostas, mas simplesmente não posso obtê-las do nada é obvio que Sehun não vai me dizer, ele age como se nada tivesse acontecido, apenas fica com essa cara de nada dele e com esses fones, Omo, mas quer saber irei perguntar mesmo assim e irei agradecer também, preciso pelo menos tentar né? Vai que ele diz...

----O-olha, como você sabia que e-eu estava lá? Você conhece aquele cara? Porque disse aquelas coisas para ele? O que aconteceu depois que eu desmaiei? Como me tirou de lá? Porque só você foi la? -/ falei rapidamente, gagueijando mas falei, soltei tudo de uma vez só, não aguentei.

----Você faz perguntas demais -/ falou curto e grosso.

Aish esse garoto não muda mesmo, porque sempre tão arrogante? Aigoo qual o problema dele?...

----Aish, você me salva e eu não tenho nem o direito de saber de algo para pelo menos poder te dar um obrigado por salvar a minha vida? Omo Sehun, porquê você é assim em? -/ falei mesmo, já estava ficando irritada.

----Você continua a mesma... Não para de me seguir não é? -/ Falou com um sorriso nos lábios.

----Oque? -/ falei sem entender coisa alguma

----Nada garota... -/ falou e apenas fechou os olhos, voltando a seu mundinho.

As vezes eu só queria quebrar esse fone do Sehun...

----Obrigado por salvar minha vida. -/ falei baixinho de modo com que ele não ouvisse.

O caminho de volta foi tranquilo, sem nenhum tipo de brincadeiras ou gracinhas dos grupinhos lá atrás, ao chegarmos na escola, tiramos todas nossas coisas do ônibus e ficamos esperando o diretor se pronunciar, pra variar não é mesmo, sinceramente hoje estou sem paciência.

----Alunos a partir de segunda voltaremos as nossas atividades normais aqui no colégio, descansem da viagem e voltem renovados e puros, já fiquei sabendo de todo o ocorrido no acampamento e espero que a senhorita Naomi Yoko esteja bem e pronta para voltar a seus estudos, caos contrário pode visitar nossa psicóloga que vai estar a sua disposição para qualquer coisa, sabemos que a situação foi grave e traumatizante, esperamos que esteja bem e se sentindo melhor, também esperamos que tenha aprendido a lição de não sair sozinha pela mata no meio da madrugada e alunos blablablablablabla...
Não fiquei ali para ouvir o resto da faladeira do diretor, apenas me retirei, estava todo mundo olhando para minha cara e aquelas infelizes lá da sala soltando risinhos, Aish melhor eu sair de perto mesmo, lembrava detalhadamente do que havia acontecido, mas pelo visto as outras pessoas não sabiam totalmente do que ocorreu, será que Sehun decidiu não contar para ninguém? Pelo menos é bom assim, não quero olhares de pena me seguindo.
Estava caminhando perdida em meus pensamentos até que sinto uma pancadinha contra meu corpo, pelo visto havia esbarrado em alguém.

----Você não olha por onde anda não é garota?

Omo era a voz de Sehun, me afastei do mesmo e soltei um suspiro.

----Talvez se você tirasse essa porcaria do seu ouvido e não ficasse viajando no mundinho da lua teria me visto e desviado -/ Eu estava muito irritada, apenas peguei o fone do mesmo e puxei de seu ouvido, não aguento mais essa palhaçada.

----Então você está irritadinha? Acho que sei sobre um calmante -/ respondeu com um sorriso de lado.

----Olha você deveria parar de graci...  -/ não consegui terminar de falar.

Sehun havia me puxado para um beco próximo que dava acesso ao jardim.

----Mas que porra vo-você está fazendo Se-sehun? -/ perguntei gagueijando e puxando meu pulso de sua mão.
Eu iria me virar para sair quando o mesmo segurou meus ombros rapidamente e me empurrou para uma das paredes que havia ali.
Shiii o mesmo disse colocando o dedo sobre minha boca, Eu não te falei que sabia sobre um calmante? Eu te darei ele agora... -/ falou sorrindo maliciosamente ainda com o dedo repousado em meus lábios.

Sehun segurou meus dois braços com certa força e me beijou, eu não tive reação alguma, apenas cedi dando passagem para a língua do mesmo adentrar em minha boca, Sehun tinha um certo domínio sobre mim que eu não entendia, era como ele me conhecesse, c-como se tivéssemos um laço...

Ele parecia saber exatamente o que fazer, devagar foi soltando meus braços, eu deixei os mesmos encostados sobre a parede, sehun agora segurava em meu cabelo com certa força e continuávamos com aquela guerra de línguas, era algo bom, excitante, mas ao mesmo tempo estranho.
Ele desceu até a curvatura do meu pescoço e começou a chupar e depositar beijos no mesmo, eu estava com os olhos fechados e apenas arfei com aquilo, ele exatamente sabia o que fazer mesmo para levar alguém a loucura, eu estava excitada, ele chupava a minha pele e causava sensações tão maravilhosas, meu corpo inteiro estava quente, eu não consegui me conter.

----Se-sehun -/ gemi seu nome

O mesmo parou o que estava fazendo e olhou no fundo dos meus olhos, seus olhos estavam extremamente negros, eu estava perdida naquele olhar sedutor, excitante e ao mesmo tempo triste e angustiado.
Ele me lançou um sorriso e dessa vez mordeu o lóbulo da minha orelha, era a primeira vez que eu sentia todas aquelas sensações eu nunca tinha beijado de língua antes ou me entregado assim para alguém, era tudo tão bom que minha mente estava um branco total e eu só queria que aquelas sensações nunca acabassem, estou sentindo prazer pela primeira vez, eu estava completamente fora de mim.
Sehun mordiscava o lóbulo da minha orelha e sussurrava coisas na mesma, coisas que eu nem sequer prestava atenção mas as mesmas me faziam suspirar e fazer com que meu corpo enrijecesse completamente, eu senti algo duro ser esfregado sobre minha perna, era o pênis de sehun, pelo visto não era só eu que estava excitada ali , eu estava sem noção perdida com a excitação que Oh Sehun estava me proporcionando, então eu simplesmente segurei forte seu cabelo de forma bruta e comecei a beija-lo rapidamente e novamente nossas línguas batalhavam em nossas bocas até que...

----AH SEU IMUNDO EU VOU TE MATAR.

Cessei o beijo rapidamente e quando olhei para o lado vi um Luhan totalmente irado, seus olhos demonstravam raiva e eu nunca havia o visto assim, afastei sehun de mim mas não conseguia dizer absolutamente nada, apenas olhei para sehun o mesmo olhava luhan com um sorriso de canto nos lábios, acho que só agora me dei conta do que havíamos feito ali.

Tudo aconteceu rapidamente, luhan havia voado para cima de seu irmão de uma vez só, eu estava paralisada, luhan dava vários socos em sehun o mesmo sangrava mas de nenhuma forma se defendia, o que ele está fazendo? Gosta de apanhar agora? Meu deus porquê luhan batia tanto em eu irmão ali eu não conseguia fazer nada, apenas comecei a gritar por ajuda.

Logo estava um grupo enorme vendo aquilo, acho que toda a escola estava disputando pra ver quem conseguia ver melhor e só incentivavam em vez de apartar, logo Baekhyun e Chanyeol correram rapidamente até os meninos, Baekhyun conseguiu deter luhan, não sei como mas conseguiu, Chanyeol me tirou do meio daquela algazarra, eu continuava perdida em tudo.

----Você está bem? O que aconteceu? -/ chanyeol me perguntava

---É-é eu n-não sei direito -/ resolvi não contar o que eu e sehun havíamos feito.

Voltei a olhar para o local e vi os grupos dos meninos afastando as pessoas e baekhyun gritando muito alto e batendo o pé apressadamente no chão.

----Não tem nada para ver aqui seus abutres, vão procurar algo melhor para fazer... E qual o problema de vocês seus panacas parecem dois animais, luhan olha o que você fez com o sehun, você quer matar ele? Que belo exemplo de irmão mais velho você está dando em... -/ Baekhyun gritava com os outros alunos e com os irmãos.

Kihyun veio correndo até mim e logo direcionou seu olhar para Chanyeol.
----Olha acho melhor você ir acalmar seu namorado antes que ele próprio cometa um homicídio matando os irmãos, pode deixar que eu fico com ela. -/ kihyun se pronunciou.

----É verdade, obrigado -/ Chanyeol respondeu e saiu correndo em direção ao namorado.
A camisa de Sehun estava toda suja de sangue, assim como seu rosto, porque ele não tentou se defender ou pelo menos desviou e saiu por ai correndo? Literalmente ele é estranho.
----Noona? Eu sei que você sabe o porquê deles estarem brigando, já pode me contar tudo quando chegar em casa ok? Agora não é uma boa hora mas quando chegar já pode me mandar mensagem pelo kakao entendido mocinha?

Apenas assenti com a cabeça e nós seguimos até os meninos, sehun tava com a sua cara de nada, porém luhan... estava pior do que o kyungsoo com raiva.

----Kyung acho que surgiu um novo capeta por aqui -/ Tao disse rindo escandalosamente da situação
Tao adora colocar lenha na fogueira e atiçar mais, mas quando brincam com a cara dele ele murcha, sempre assim.

----Calaboca Tao -/ falei e dei um soquinho no braço do mesmo.

----Tao você deveria parar de palhaçada em momentos sérios como esse. -/ dessa vez chen havia se pronunciado.

----Ah chenossauro eu não podia deixar de comentar isso, olha pra o luhan, parece que ta possuído por um demônio como da última vez que o sehun roubou a garota dele. -/ Tao

----Última vez que o sehun roubou a garota dele? -/ indaguei

----Ah amiga, pelo visto você não sabe né? Quem sabe alguma outra hora eu te digo -/ Tao me respondeu sorrindo.

----Mas o que a Naomi estava fazendo nesse beco? E com o Luhan e o Sehun? Porque vocês disseram que sehun roubou a garota do luhan antes? Então quer dizer que o Sehun queria roubar a Naomi? Naomi veja se suas coisas estão na bolsa, veja se ele não roubou nada, Meu Deus eu nunca imaginaria que sehun roubava mulheres. -/ Lay havia dito desesperadamente e corrido ate mim.

----Aí tava demorando pra esse louco começar -/ Kyungsoo.

----Lay Meu Deus como você pode se tão tapado, não sei como o suho te aguenta seu idiota -/ Kai

----Olha lay você se enganou, não estava acontecendo nada por aqui, eu acho que vi um unicórnio passando por aqui, porquê não vai procurar por ele hm? -/ falei passando a mão pelo  cabelo do mesmo.

Ele saiu em disparado correndo gritando “Venha para mim docinho”

----Gente se a Naomi estava presente durante a briga podemos chegar a conclusão de que ela estava aqui com um dos dois. -/ Jimin

Todos abriram a boca em forma de O e concordaram com a cabeça, Kihyun me lançou um olhar sugestivo e eu apenas abaixei a cabeça.

----Sehun. -/ luhan disse e todos abriram mais ainda a boca.

----Podemos chegar a conclusão de que Sehun estava cometendo algum ato pecaminoso com a Naomi e Luhan viu os dois e queria defender a irmã de um quase incesto mesmo que não sejam irmãos de sangue ou podemos chegar a conclusão final de que o Lu flautinha gosta da Naomi -/ Jimin disse novamente.

----Jimin para! Você não é um livro de matemática pra ficar chegando a conclusão de alguma coisa. -/ Minhyuk

----Jimin as vezes é pior do que o Tao -/ Jackson disse rindo.

Todos começaram a rir, pelo menos não ficaram criando mais teoria aleluia, baekhyun ficava lançando olhares sugestivos para mim, luhan e sehun, baekhyun e kihyun faziam isso o tempo inteiro.

Depois eu tudo acabou, voltamos para casa, deixei minhas coisas no quarto e fui tomar um banho, Baekhyun ficou na sala com os outros dois dando sermões, parecia uma mãe brigando com os filhos que acabaram de se desentender, as vezes ele parecia o irmão mais velho ali, e pelo que entendi aquela não era a primeira vez e nem a última que os mesmos brigavam.

Em meu banho estava totalmente perdida em meus pensamentos, pensava no que tinha acontecido hoje mais cedo entre mim e sehun e do fato de terem dito que o luhan gostava de mim, eu estava começando a acreditar e lembrando dos momentos que ele fazia de tudo para me ver bem e sempre me protegendo, ao contrario de sehun, mas porquê sehun me beijou? Ele gosta de mim também? Eu não sei mais de nada, estou absolutamente perdida em tudo, terminei meu banho e vesti uma roupa de casa mesmo, entrei no meu kakao talk e resolvi contar ao kihyun alias eu contava tudo a ele mesmo e ele sempre me apoiava ou me ajudava com algo, esclareci sobre tudo, de estar confusa, assustada e mais um monte de coisa.
Tudo mudou com aqueles beijos que sehun havia me dado sabe? Era como se um sentimento tivesse surgido sabe? Mas não era algo novo, era algo antigo que eu senti a muito tempo, algo que eu senti pelo garoto da clinica, do nada uma frase veio em minha cabeça sehun havia falado ela mais cedo, “Você continua a mesma, você não para de me seguir não é”.

Flashback on:

Clinica de reabilitação para casos especiais.

---- Não faça isso, não se machuque, eu gosto de você.

----Você não para de me seguir não é?

Flashback off:

Um menininho de cabelos pretos estava se cortando, era o garotinho da clinica, o mesmo que eu gostava, ele se cortava muito também, eu sabia muito sobre ele, seguia o mesmo para todos os lados.

“Você continua a mesma”       “Você não para de me seguir não é”

Aquelas frases ecoavam na minha cabeça na mesma intensidade, a voz de Sehun, a voz daquele garoto, era algo estranho elas eram um pouco parecidas só que ao mesmo tempo diferentes, mas eu podia jurar que eram quase idênticas...

Meu Deus será que...






                           Continua...


Notas Finais


Gente demorei mto pra postar por causa do andamento da minha one-shot hunhan, acho que quando eu postar o próximo cap dessa ja tenho terminado ela isso se eu não tiver nenhum bloqueio nessa minha cabeça sem parafuso, caso termine eu deixo o link pra vocês aqui OK? Eu tô amando muito ela, o nome é cartas ao céu aaahh me socorre e estou pensando em fazer outra fic tbm mas essa não vai ter mtos caps sabe, acho que uns 10, ela vai ser chanbaek, ja pensei ate no nome aaahh que tal 50 tons de chanbaek? Snsjsnssj vejo vocês no proximo cap bjsss❤❤😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...