História What is the Price of Loving You? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Beemo "BMO", Cake, Finn, Fionna, Gunter, Hudson Abadder, Jake, Lady Íris, Lord Monocromicórnio "Lormo", Marceline, Marshall Lee, Personagens Originais, Princesa De Fogo, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada, Rei Gelado
Tags Aventura, Mistério, Romance
Exibições 14
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi Gente...Muito obrigada as 5 pessoas que favoritaram!Amo demais vocês <3
Aproveitem o capítulo e realmente me perdoem por estar demorando a atualizar essa e a Entre o Amor e o Medo (tô cheia de trabalhos e provas).Vou tentar postar mais,prometo!
Enfim...
Boa Leitura!

Capítulo 2 - Mente Confusa


Fanfic / Fanfiction What is the Price of Loving You? - Capítulo 2 - Mente Confusa

       Marceline correu para muito longe,e mesmo sabendo que podia voar continuou a correr.Ela se viu em uma montanha bem alta,e de lá ainda podia ver a casa de Finn. Lágrimas corriam de seu rosto desesperado,e a vampira sinceramente queria saber o porquê de estar chorando.Mas ela não obteve respostas então, deixou que as lágrimas escorressem sobre sua pele branca.Como não fazia sol ela não teve que se preocupar e só continuou chorando quando,depois de um longo tempo,sentiu uma pessoa a seu lado.

        -Oi Marce.-Disse encostando no braço da amiga,que se afastou um pouco.-O Beemo te viu saindo e eu resolvi te seguir.O que houve?

        -Se eu soubesse,te contava.-A garota olhou para o moreno e ele pôde perceber que ela havia chorado.-Eu preciso ir Marshall.

        -Então eu também vou.Afinal,não tem sentido ficar aqui sendo que vim pra te encontrar.-Marshall seguiu Marceline e eles ficaram conversando.

        -Não vou voltar pra casa do Finn,vou pra minha casa.

        -Vai lá pra casa hoje Marce. A gente pode jogar um pouco e...

        -Hoje não.-Ela o cortou,seca.

        -Então eu te deixo em casa.

        Eles continuaram a andar,e Marceline ficou calada por grande parte do tempo.Quando chegaram na porta da casa dela,Marshall envolveu-a em um abraço leve e ela deixou ser envolvida por aqueles braços fortes.

       -Qualquer coisa que você precisar,você me liga que eu venho correndo.Ou melhor,voando.-Os dois sorriram e Marshall se virou.

        -Na verdade eu preciso.-Ele se virou para ela,e viu a garota corar.-Será que você podia trazer seu videogame e dormir aqui hoje?Não quero ficar sozinha!-Ele sorriu e foi pra casa buscar suas coisas.

        Marceline arrumou sua casa,o que pra ela era um milagre.Ajeitou o sofá e sua pequena mesa de centro,assim como também arrumou a cama que já era de Marshall.Consertou a luz,lavou as vasilhas e deixou a casa limpinha.Trocou o uniforme escolar por uma blusa xadreza e um short,e ligou a TV até o amigo chegar.Ouviu a campainha tocar e foi atender.O amigo a olhou impressionado e se sentou no sofá.

        -Que milagre é esse?Sua casa tá arrumada mesmo ou eu estou sonhando?-Marceline riu e empurrou Marshall de brincadeira.-É sério,o que deu em você?

        -Não posso mais arrumar minha própria casa não?

        -É porque você nunca faz isso né!-Os dois riram e de repente Marceline ficou séria.-A Jujuba me ligou.-Ela revirou os olhos e foi pra cozinha pegar um suco.-Por que você fica assim quando eu falo dela?Vocês brigaram como sempre?

        -Não.É só que,as vezes, ela enche meu saco um pouco.-Marceline citou ainda mexendo em coisas aleatórias na cozinha e foi respondida com uma cara sarcástica do amigo.

        Uma batida na porta os surpreendeu,já que eles não esperavam ninguém em especial. Marceline foi atender e ficou sem fala ao ver quem estava a sua frente.

       -Oi Marce.-A doce voz de Jujuba fez Marceline ficar com raiva,e ela por impulso jogou a porta na cara da princesa.-Abre a porta Marce,por favor!-A voz abafada de Jujuba era de choro e isso fez com que Marceline também quisesse chorar.

        Marceline abriu a porta contrariada,e viu que a princesa se aproximava para dar-lhe um abraço.Ela se afastou,e percebeu que Jujuba e Marshall estavam abraçados.Aquilo a incomodou muito, principalmente ao lembrar da confissão de Jujuba.Ela o amava,e provavelmente ele também.O jeito como eles conversavam e como se olhavam era o jeito de duas pessoas apaixonadas,e Marceline se perguntou mentalmente se alguém poderia amá-la algum dia.Será que ela poderia amar e ser correspondida?Porque,até aquele momento, nenhuma pessoa que ela “amou” pôde corresponder e aquilo a deixava destruída.

        -Me desculpa Marshall,mas estou aqui pra falar com a Marce!Se ela quiser me ouvir,é claro.-Jujuba disse colocando sua bolsa sobre o sofá e se sentando ao lado de Marceline.-Olha Marce,realmente eu não faço ideia do que eu fiz pra te deixar com raiva,mais por favor me perdoa!Eu preciso de ajuda com aquilo e não tenho mais ninguém que me apoie.-Marshall encostou na bancada da cozinha e fez uma cara de deboche.-Você é uma exceção Marshall!

       -Tudo bem.-Foi a única coisa que ela conseguiu dizer,até se levantar e ajustar o videogame.

       -Você sabe,por acaso,o que eu fiz?

       -Não faço ideia.-Marshall citou dando um gole no suco de laranja preparado por Marceline.-Ela tá assim desde quando saiu da casa do Finn.-A princesa assentiu e percebeu o olhar de Marceline vidrado em si,como se estivesse chamando-a para conversar.Jujuba se aproximou da vampira,e elas conversaram baixo.

       -Vou tentar te ajudar com o Marshall, mas nada garantido.-Marceline estava sem expressão e falava baixo, e sua amiga percebeu que aquilo a incomodava.-E você vai ficar me devendo uma.-A vampira foi surpreendida por um abraço da princesa,e Marshall olhou assustado.

       -Então acho que já está na hora de ir embora,afinal eu só vim aqui pra pedir desculpas. Tchau Marshall,tchau Marce!-Jujuba saiu rápido e Marceline olhou para Marshall.

       -Você não percebeu até agora ou tá fingindo de idiota?-Marceline debochou,e Marshall ficou completamente em dúvida.-Ela tá super afim de você cara!-Ela o empurrou de brincadeira e ele riu.-Só não dá mole com ela, você sabe como a Bonnie é.

       -Acho que vou dar uma chance pra ela.Afinal,ela é uma gata.Não é todo dia que chove na minha horta.-Os dois riram,e Marceline teve que concordar com Marshall:Jujuba era mesmo bonita.Seus olhos rosados,seu cabelo agora curto e sua generosidade eram apenas algumas das qualidades da princesa.-Quer jogar?

        -Se você não ficar roubando eu aceito.-Os dois seguiram para o sofá,e jogaram sem ver a hora passar.

                 ----------------------------------------------------------------------------------------

         No dia seguinte,Marceline acordou e percebeu que estava deitada no colo de Marshall.O garoto dormia profundamente,e Marceline olhou em seu relógio.Já eram 7:00 e a aula começava às 8:00.Ela o acordou rapidamente e eles se arrumaram.

         A aula passou rapidamente,e Marceline admitiu que a aula de Simon foi a melhor.Eles combinaram de se encontrar naquele lugar misterioso depois da aula,e Jujuba falava a cada minuto sobre estar morrendo de medo daquele lugar.Marshall estava se aproximando cada vez mais da princesa,e eles conversaram e ficaram juntos durante todo o dia. Marceline estava sozinha,e tentava se concentrar em outras coisas ao invés de ficar olhando Jujuba e Marshall juntos. Gumball viu que a vampira estava sozinha e também começou a conversar com ela.

         -Bom dia Marce. Tem tanto tempo que não falo com você.Tá tudo bem?-Marceline tinha que admitir que nunca fora muito próxima de Gumball, mas naquele momento aquilo parecia ter algum tipo de sentido.Ele era um garoto legal e bonito,mas falar com ele não era como falar com Marshall.

         -Bom dia Gumb. Estou bem sim.-Marceline sorriu,o que realmente era uma raridade. Aquela garota que sempre mantinha seus sorrisos trancados na escuridão e que sempre guardava suas mágoas para si própria definitivamente nunca sorria.Ela era o tipo de pessoa que guardava sorrisos e também lágrimas.E aquele era um momento em que ela estava tentando guardar suas lágrimas,pois ver Marshall e Jujuba juntos, sinceramente, não era algo que ela estava afim de ver.-Parece que somos parceiros em física.Você sabe sobre algo?

          -Um pouco.Vamos ter que ajudar um ao outro.-Eles continuaram conversando até chegar aquele “porão misterioso”.

          -Esse lugar parece mais nojento do que ontem!-Fionna estremeceu de nojo e todos riram. Eles começaram a revirar todo o cômodo,e procuraram por possíveis passagens escondidas. Fionna achou mais uma fotografia,e chamou todos.-Olha,agora são dois meninos.

           -Deixa eu ver.-Finn pegou a fotografia e limpou-a com a manga de sua blusa.Tem letras aqui.Espera aí!P,A,R e...F?-Todos se entreolharam e Gumball pegou o quadro.

           -Deve ser as iniciais das duas meninas e dos dois meninos.-Todos olharam para Finn e o garoto ficou desconcertado.

           -Não quer dizer que só porquê tem a letra F seja necessariamente eu ou a Fionna!

           -Mais que é muita coincidência é né!-Jujuba exclamou,e todos tiveram que concordar. Gumball olhou para Marceline e percebeu que a garota não prestava atenção na conversa,pois parecia olhar além da janela.Todos foram surpreendidos quando ela andou lentamente até a porta e depois parou. -Temos que descobrir o que isso significa e tenho certeza que não descobriremos sozinhos.

           -Sei de duas pessoas que vão nos dar respostas.-Marceline olhou para Marshall e ele entendeu na hora.Todos ficaram em dúvida,mas Marceline tinha certeza que conseguiria aquelas respostas.


Notas Finais


Gostaram?
Comentem please!
Beijos da Rae-Rae <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...