História What u need? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Kris Wu, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Krisho, Kristao, Selay, Sulay, Xiuchen
Exibições 314
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!!! Já temos mais de 30 favoritos, estou muito feliz que vocês estejam gostando da fic!! Só tenho a agradecer a vocês, principalmente as pessoas que estão comentando, eu adoro vocês de todo o coração!! ^^

E aí? Preparadas, ou preparados, para um Chanbaek?

Capítulo 4 - Stronger - Especial Chanbaek!


Fanfic / Fanfiction What u need? - Capítulo 4 - Stronger - Especial Chanbaek!

Stronger.

Chanyeol Pov.

Tratei de acordar logo cedo. Tomei meu banho, escovei meus dentes. Peguei um dos perfumes mais caros de Minseok, mesmo sabendo que o baixinho iria me matar, passei o mesmo e me vesti. Senti meu estômago roncar e fui até a cozinha, vendo um Yixing risonho no celular.

- Já está acordado é? Falando com a namoradinha..? - Sorri maliciosamente e este ficou vermelho. Todos sabíamos que Lay era muito tímido, mas não perdíamos a oportunidade de zoar.

- E você? Acordou cedo, banho tomado...arrumado! Certeza que você vai ver o Byun! - Ele deu uma risadinha e me olhou dos pés à cabeça. Ótimo todos irão me zoar com o Baek.

- Aish! - Cocei a cabeça e sorri tímido. Lay voltou a encarar o seu celular. Temos um novo viciado nessa casa? - Bom.. Eu vou indo, não tem nada pra comer nessa casa mesmo! - Yixing gargalhou, enquanto eu tratava de sair da casa.

Baekhyun e eu temos uma relação um tanto estranha. Na verdade, não é estranha, somos namorados! Mas todos sabemos como o homossexualismo é visto na Coréia, milhares de jovens morrem pelo simples fato de amar uma pessoa do mesmo sexo, vocês tem noção de como isso é horrível?

Além do mais, querendo ou não eu sou um idol, e se a empresa souber que eu namoro, ainda mais se descobrir que é um garoto, eu nunca mais vou poder cantar e ver o brilho do sorriso dos meus fãs.

Então, Baek e eu decidimos que seria melhor mantermos um relacionamento secreto.

Vocês devem estar se perguntando, como eu conheci o meu Baekhyun, certo? Nós estudamos juntos. Eu era bem na minha sabe? Não falava com ninguém. Um dia, vi que um bando de brutamontes batia em um menino pequeno e indefeso. Se tem uma coisa que eu odiava era injustiça. Me meti na briga e acabei apanhando feio.

Flashback on.

- Dá pra deixar o garoto em paz? - Gritei, vendo todos os olhares se voltarem para mim. O garoto chorava bastante. Seu rosto estava completamente vermelho e marcado, graças às pancadas.

- Não se meta, ou vai ser pior! - Um dos valentões dizia e eu não dei para trás. Quis socar a cara do garoto, e assim o fiz.

- pedi para deixarem o menino em paz.. - Falei furioso, enquanto os idiotas me pegavam pelo braço distribuindo socos pelo meu corpo.

- PAREM COM ISSO POR FAVOR! - O menor implorava. Eu estava a ponto de desmaiar, quando uma garota pediu que os garotos parassem com aquilo, pois a diretora estava chegando.

Deitei no chão. Meu corpo todo doía. O garotinho indefeso foi até mim e acariciou minha cabeça, pedindo perdão milhares de vezes pelo que aconteceu.

- Você..Não tem culpa.. - Eu sorri fraco e ele continuou a chorar.

- Tenho sim! Se eu não fosse gay, eles não teriam feito...isso!

- Você tem... o direito de amar quem você quiser... Eles que estão errados em querer te bater. - Eu disse e tentei levantar a minha mão e acariciar seus cabelos.

- Você tem que repousar.. Eu, Byun Baekhyun ficarei ao seu lado até melhorar! - Ele esticou o seu dedo mindinho até a minha pessoa e eu fiz o mesmo.

- E eu..Park Chanyeol..Prometo que irei te defender de todo o mal. Até que se torne forte. - Entrelaçamos nossos dedos e sorrimos um para o outro.

Flashback off..

Sai de meus devaneios e segui até a casa de Baekhyun. Como eu tinha a chave de sua casa, entrei na mesma sem nenhum problema.

Encontrei Baekhyun sentado no sofá, chorando. Me sentei do seu lado e beijei o topo de sua cabeça.

- Chany, não me deixe nunca!! - Ele me abraçou bem forte e eu o correspondi com toda a força. - Eu te amo muito..

- Eu nunca vou te deixar! - disse convicto. Encarei seus lábios inchados devido ao choro. Beijei Baekhyun da forma mais carinhosa e necessitada que pude. Suas mãos foram parar na minha nuca e as minhas, em sua cintura.

Eu sabia que ele estava chorando pelo fato do nosso relacionamento continuar as escondidas. Não era só isso, ele também tinha medo do que a empresa na qual eu trabalho nos separasse. Byun Baekhyun era cercado por medos, o maior deles era perder quem amava.

¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤   ¤

Narradora Pov.

Enquanto isso, na casa de Minseok, os artistas estavam ansiosos e nervosos para se apresentar para milhares de pessoas em Seul. Sehun ria com algo que passava na televisão e Yixing continuava a mexer no celular.

Kim Junmyeon  - "Eu vou te ver ainda hoje?"

O chinês sorriu ao ver a mensagem. Queria ver Junmyeon o mais rápido possível.

Zhang Yixing - " Hoje a noite, no mesmo parque! Tudo bem pra você?"

O coreano estava na aula de história e Yifan dava altas risadas ao ver a cara de apaixonado do amigo. O professor o pediu para fazer silêncio, e Yifan o fez.

- Sr.Kim poderia por favor parar de mexer no celular? - O garoto não deu atenção ao professor e enviou mais uma mensagem ao cantor.

Kim Junmyeon - "Por mim está ótimo! Vou precisar sair, meu professor está pegando no meu pé. :(

Yixing deu uma risadinha e respondeu dizendo que estava tudo bem.

- Hyung? Você tá todo risonho! Aí tem! - Sehun disse, baguncando os cabelos do mais velho.

- Sehun! Pare com isso! - Lay corou e guardou seu celular no bolso. Levantou-se da cozinha, nem notando que estava na mesma desde que Chanyeol saiu.

- Acho melhor a gente ir. O Minseok vai trazer o namorado pra cá, então já sabe né!

-Vamos ir pra onde? Não podemos ser notados, esqueceu?

- Podemos ir pra empresa ensaiar! - O coreano estalou os dedos e pegou as chaves de seu quarto.

- Ok! - Lay o seguiu. Talvez assim ele pensasse em algo que não fosse Kim Junmyeon.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...