História What's up - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Paulo Guerra
Tags Alicia, Paulicia, Paulo
Visualizações 154
Palavras 1.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou de volta com mais um capítulo, espero que gostem. Então, boa leitura!

Capítulo 2 - Problemas


“Tenho andado distraído,
             Impaciente e indeciso”

POV ALICIA                               

-Marcelina acorda- chacoalhava minha amiga na intenção de acordá-la.

-Oh mãe, só mais cinco minutinhos- a dorminhoca resmungou.

-Marcelina- insisti –Acorda bela adormecida.

-Alicia? O que está fazendo aqui?

-Marcelina, você está na minha casa lembra?!- ela parecia estar dormindo ainda que nem se quer percebeu que estava em meu quarto.

-Ah é mesmo- falou olhando ao redor.

-Agora que está acordada, que tal ir logo se levantando, tomando um banho, ou esqueceu que hoje é o primeiro dia de aula?

-Ai meu Deus- Marcelina levantou de uma só vez e começou a procurar suas coisas- Cadê, cadê a minha mochila?

-É aquela ali?- apontei para o objeto tão procurado sobre a escrivaninha.

-Essa mesma- Marcelina parecia desesperada, segundo ela, o tempo era muito curto para se arrumar, mas depois de alguns tombos e um pitada generosa de desespero, ela estava pronta, eu apenas tomei banho e me arrumei de forma básica, não precisava e nem ao menos gostava de maquiagens e tantos enfeites quanto Marcelina.

-Está pronta?- perguntei pela centésima vez, enquanto minha amiga dava mais alguns retoques em frente ao espelho.

-Agora sim- Marcelina pegou a mochila e desceu as escadas em direção à porta.

-Até que enfim- desci as escadas logo em seguida e pegamos carona com minha mãe que ia para o trabalho.

POV PAULO

A porta abriu-se de repente e mesmo tomando um bom susto, tentei conter minha reação, era apenas o Koki, esse garoto não aprende, o que custa bater na porta?!

-Você sabe que estamos atrasados não é?!- chato.

-E desde quando você se importa com isso?- perguntei.

-Desde quando meus pais me fizeram prometer fazer tudo certinho esse ano, não aguento mais ficar sem celular, sem sair de casa, nem na entrada posso ir, essas férias foram um saco.

-Mas você veio quase todos os dias das férias aqui em casa.

-Pulei a janela- falou óbvio- Minha mãe não sabe o que fiz, então para todos os efeitos fiquei preso em casa por toda as férias.

-Eu não direi nada, pode ficar tranquilo e relaxa que hoje não vai ter nada de importante, os primeiros dias nunca têm.

-Certo, mas está na hora de irmos, o quanto antes eu chegar naquela escola melhor.

-Vamos então.

NARRADOR(A)

A escola já estava cheia novamente, os corredores já estavam repletos de alunos, todos buscavam seus nomes na lista presa ao lado da porta de cada sala de aula, os amigos comemoraram ao perceber que continuariam a estudar juntos, poucas mudanças haviam sido feitas.

-Pelo visto vamos continuar juntos- Cirilo falou olhando abobalhado para Maria Joaquina.

-Um tempo atrás eu iria odiar essa ideia, mas já estou acostumado com vocês, então para mim está tudo bem- Jorge comentou, recebendo olhares curiosos.

-Está de brincadeira não é?!- Jaime perguntou não acreditando nas palavras do garoto- Onde é que estão as câmeras?

-Para com isso gente, eu também estou acostumada com vocês e não poderia desejar outra turma- Maria Joaquina deu assistência a Jorge.

-Meu Deus, o fim do mundo deve estar próximo, não é possível- Paulo comentou aproximando-se do grupo.

-Com certeza- Koki concordou- Mas uma coisa eles estão certos, estarmos todos juntos de novo não é nada mal.

Antes que mais alguém pudesse falar algo o sinal tocou chamando a tenção de todos, estava na hora de iniciar mais um ano de torturas, pelo menos para alguns garotos.

-Atenção pessoal- a professora Helena pediu que todos silenciassem- Como sabem hoje é o primeiro dia de aula, mesmo que alguns de nós já conheçam a quase todos, temos alguns alunos/colegas novos e nada mais justo que todos se apresentem. Bom, eu vou começar, o meu nome é Helena e serei a professora de português, agora vocês devem se apresentar.

Todos seguiram o pedido da professora Helena e foram se apresentando um por um, além de todos os alunos já conhecidos haviam duas garotas que vieram de outra escola, Letícia e Manuela e um garoto repetente chamado Arthur.

-Gostaria de dar as boas vinda à todos, principalmente para os alunos novos- iniciou- como sabemos o primeiro dia de aula não há conteúdos, vamos apenas realizar as dinâmicas escolhidas pela Diretora Olívia, segundo ela, tais dinâmicas são educativas então todos já iniciarão o ano letivo com lições importantes sobre todos os fatores que contribuem para um bom aprendizado.

-Sério isso?- Paulo resmungou, sabia o quanto as ideias da diretora eram chatas- Ela não poderia inventar algo mais interessante, que...

-Cala a boca Paulo e deixa a professora Helena falar- Alicia o interrompeu.

-E será que você poderia não se meter onde não é chamada?!- retrucou.

-No momento em que você fala sobre algo que também me envolve, eu tenho direito de dar minha opinião e nesse momento eu acho que o melhor que tem a fazer é ficar quietinho aí.

-Já chega gente, nada de brigas, as aulas mal começaram e vocês já estão discutindo- professora Helena interviu.

-A professora Helena tem razão, eu sei que vocês se adoram, mas vamos deixar o amor para depois?- Kokimoto falou deixando todos sem entender nada, desde quando ele não fica do lado do amigo em uma discussão, mesmo sabendo que é errada?!

Depois do breve discurso de Koki, a professora deu início as dinâmicas, apesar da decisão da Diretora Olivia de iniciar o ano letivo com algumas dinâmicas, Helena deu um jeitinho de escolher as mais interessantes, conhecia bem seus alunos e sabia como agradar à todos.

POV PAULO

Alicia sempre se metendo onde não é chamada, parece até carma, essa garota sempre atazanando a minha vida desde, desde....sempre. Ela se acha muito esperta e quase sempre consegue me irritar, eu deveria fazer alguma coisa, quem sabe ela me deixa em paz?! Quem eu estou tentando enganar, Alicia pode ser uma marrenta, mas não é o que está me deixando assim, só eu sei o que está acontecendo, o motivo para estar sempre irritado e ela apesar de ser quem é e fazer o que faz, não tem culpa alguma.

-O que foi Paulo?- Kokimoto perguntou ao amigo.

-Nada demais- falou com o seu mau humor de sempre.

-Tudo bem...Conta agora- Koki conhecia bem o amigo, sabia que algo o estava incomodando.

-É a Alicia, ela sempre dá uma de esperta e me deixa como o idiota da situação, eu já estou me cansando disso.

-Paulo, eu entendo que você pode estar chateado com a Alicia, principalmente por ela querer ser sempre a certinha, mas olha para mim, está pensando mesmo que eu sou idiota, você já está acostumado com o temperamento da Alicia, vocês discutem, mas sempre voltam ao normal “brigados” de vocês, então quer me contar o que houve?- desde quando o sashimi de abóbora estava tão maduro?!

-Eu acho que a promessa que fez aos seus pais está fazendo efeito, você está muito certinho.

-Mais sábio na verdade- corrigiu.

-Tá- suspirou pesadamente- Estou passando por um problema pessoal, apesar de ser algo um tanto comum eu não consigo evitar, não me conformo com o que está acontecendo e por isso estou me irritando com qualquer coisa, quando percebo já estou fazendo uma besteira.

-Quer me contar o que está acontecendo?

-Sei que mesmo na maioria das vezes me metendo em alguma confusão e me dando conselhos muito ruins, você é o meu melhor amigo, mas eu prefiro não contar nada, pelo menos por enquanto. Tudo bem?

-Tudo bem, mas quando precisar você sabe que pode me contar.


Notas Finais


Até o próximo, beijocas! E não esqueçam de comentar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...