História What's worth - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Monsta X
Personagens BamBam, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joo Heon, Jungkook, Ki Hyun, Mark, Min Hyuk, Rap Monster, Show Nu, Suga, V, Won Ho, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Hyung Won, Jackson, Jhope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joo Heon, Joohyuk, Jungkook, Ki Hyun, Mark, Markson, Min-hyuk, Namjin, Rap Monster, Show Nu, Suga, Vkook, Won Ho, Yoomin, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 41
Palavras 3.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiie voltei
me desculpem a demora é que as coisas estão corridas sabe.
Mas não desistam de mim qq.
Eu sempre escrevo no caderno e passo pra ca ai demora.
Entao...acho que dessa vez vai demorar mais porque o que havia postado ja estava no caderno. Agora vou ter que escrever mais e tenho escola e curso :/ mais vou me esforçar.
Vocês estão gostando? Espero sim.
Então até mais.

Capítulo 5 - Two.2


Fanfic / Fanfiction What's worth - Capítulo 5 - Two.2

Mark suspirou balançando a cabeça negativamente.

-Josh...para de imitar os pombos, deixa eles quietos.

  Jackson se endireitou olhando Mark e riu se aproximando do mesmo.

-Hey vamos na Starbucks?

-Pra que?

-Hmmm pra comer?

-Nós comemos antes de sair de casa.

-Mas já faz trinta minutos! E estamos tão perto!

-E também estamos perto da loja de roupa onde pretendiamos vir.

-Ah fala sério Mark.

-Estou falando -Mark riu e segurou a mão de Jack o puxando para dentro da loja -essa é minha favorita, só tem roupa legal e ainda vende peças de skate.

-Anda de skate?

-Sim, não viu o skate no meu quarto?

-Não.

-Fica do lado do guarda roupa. Qualquer dia a gente sai pra dar uma volta.

-Beleza -Jack sorriu logo desviando a atenção a moça que se aproximou.

- Boa tarde. Posso ajudar? - disse simpática.

- Eu resolvi me mudar pra cá de repente e estou com preguiça de buscar minhas roupas então vim praticamente comprar um guarda roupa inteiro.

-Ahhh...sim....bem, ali ficam as roupas básicas como camiseta, short, calças etc...ali é o setor de roupa íntima, ali de esportes, ali os sapatos, ali são roupas de festas, ali assessórios e acho que só. Qualquer coisa é só me chamar -ela sorriu ela se retirou enquanto os garotos foram andar pela loja.

-Hmm eu vou comprar só umas roupas básicas para uns dias e quando me mudar eu compro mais.

-Não, compra agora porque depois da preguiça.

-Mas não vai ter espaço no seu quarto.

-pode colocar no meu guarda roupa.

-Ah não...

-Sério -Mark interrompeu -tudo bem, aquele guarda roupa era dos meus pais então ele é enorme. Minhas roupas não ocupam nem um terço dele.

-Ah ok então -ele deu de ombros e voltou a olhas as roupas mas logo se virou -Hey, sua mãe e seu pai são separados? -perguntou, afinal não havia visto a mãe de Mark e nem ele tocando no assunto.

-Não...ela morreu...-Mark torceu a boca.

-Morreu?

-Uhum. Acidente de carro.

-Ah, caraca...me desculpa.

-Tudo bem...-Mark sorriu de lado -Bem, vamos logo escolher suas roupas que ainda temos que ir atrás de um emprego pra você.

 


 Eles passaram a tarde toda escolhendo roupa.

   Bem...antes fosse só isso, quase deixaram as vendedoras loucas fazendo bagunça.

   Quando não era Jackson correndo atrás de Mark gritando para que ele experimentasse alguma calcinha ou os dois competindo para ver quem colocava cinquenta sutiãs mais rápido, estavam andando de skate pela loja enquanto brincavam de espadinha com as raquetes de tênis. Tiveram sorte, e muita paciência das moças, por não serem expulsos da loja.

   Um fato que podia ser visto de longe é que, Jackson era uma criança, figuradamente falando.

   Já Mark era mais reservado, não costumava bagunçar por ai. Mas não podia resistir a jackson, o moreno tinha um jeito envolvente que despertava algo em Mark, algo que ele nao entendia, era como se perto de jack ele tivesse vontade de pular, correr, gritar e fazer mil outras loucuras, era como se...ele tivesse mais vontade de viver.

 A chegada de jack havia definitivamente deixado a vida de Mark mais interessante.


              ---*---☆---*---


-Aqui esta -a garçonete disse colocando a porção de batatas fritas que haviam pedido sobre a mesa.

-Eeeh batatas, eu amo batata -Jackson disse já pegando as batatas todo sorridente -eita quase esqueci de orar -ele soltou as batatas e abaixou amos cabeça fazendo uma rapida oração em agradecimento ao alimento, era de seu costume sempre orar antes das refeições -agora sim -ele sorriu logo enchendo a boca de batatas.

   Mark sorriu o observando.

-Como consegue estar tão feliz depois de ter andando praticamente a cidade inteira e não conseguir emprego -disse também enchendo a boca de daquela maravilhosa porção de batata com cheddar e Bacon.

-Ha se fosse pra ficar triste por cada coisa ruim que acontece eu já teria me matado -ele disse desviando o olhar para alguém que se aproximava atrás de Mark -Hum, meu pai sempre dizia que não importa o que aconteca, vai depender de você se fazer de vitima ou vitorioso diante de tudo isso. Tipo você pode ficar com pena de si mesmo e passar o resto da vida se lamentando, ou se tornar forte enfrentando tudo isso. Acho que é o meu jeito de enfrentar tudo sabe, estar sempre sorridente e tentar ver o lado bom das coisas...voce precisa saber ser feliz com as pequenas coisas, porque sempre vão existir os momentos ruins, mas eles passam né? Depois da chuva sempre o sol -ele riu e voltou a comer as batatas.

  Um sorriso involuntário surgiu no rosto de Mark ao ouvi-lo, como ele conseguia dizer aquilo de um jeito tão simples.

  De repente a visão de Mark foi de Jackson para a mesa devido ao tapa que havia levado na cabeça.

-Belas palavras Josh, realmente inspirador -disse JungKook sentando-se ao lado de Jack que segurava a risada enquanto Mark respirava fundo para não socar Jungkook.

-por quê?.....por que você sempre faz isso?

-É divertido -disse rindo e pegou algumas batatas.

-Ah que folgado  me bate e ainda rouba minhas batatas? -Disse pegando a cestinha.

-Ah não seja mal com seu amigo Hyung.

-Você meu amigo? Amigo não rouba batata bem bate.

  Jackson apenas ria observando os dois.

-Eai o que veio fazer por aqui biscoito? -perguntou.

-Ah eu estava passando aqui e vi vocês ai resolvi entrar.

-E ta vindo da onde a essa hora? -perguntou Mark.

-Do fliperama, eu combinei de ver o TaeHyung lá...mas ele não apareceu até agora -ele torceu a boca.

-Caraca será que aconteceu alguma coisa?

-Ele deve estar com a namorada dele, eles voltaram.

-Nossa...cinseramente não gosto dela, ela parece que prende o tae.

-É...o Tae disse que ela precisa dele.

-Ele e essa mania de querer ajudar.

-De quem estão falando? -perguntou Jack.

-A namorada do Tae -disse Mark -Tipo, ela cresceu sempre tendo tudo o qie queria, não consegue ouvir não, e sempre que Tae termina dela ela se faz de coitada porque ninguem gosta dela e os pais não dão atenção e bla bla bla, ai o Tae fica com Dó.

-Pois é...-Kook encheu a mão de batata levando a boca.

-Caraca...

-Bom...que tal ir lá pra casa kook? Eu baixei uma atualização de Overwhat.

  Kook sorriu e balançou a cabeça confirmando.

-Ah então vamos logo que as batatas acabaram e daqui a pouco a fome volta -Jack disse se levantando.

-Nossa que gordo, pior que o Jin. Vem Kook.


   Eles saíram da lanchonete e foram pela rua, Kook não estava tão animado como costumava mas não deixou de notar que tinha algo diferente em Mark.

   Ele estava mais alegre, óbvio que Mark não era o amigo carrancudo que nunca brincava e estava sempre de mal humor, mas nem sempre o viam alegre e bagunceiro assim.

-Ah sai eu vou sentar -disse Mark empurrando Jackson enquanto ria.

-Ha perderam -Kook disse ja sentado no banco so trem.

-Oloko! Culpa sua Mark -ele prendeu Mark com um braço e com o outro bagunçou seu cabelo.

-Desde quando são tão  amigos assim -Kook riu desviando o olhar para uma figura conhecida -Hey, aquele não é o Jimin?

-Onde? -Mark se virou vendo o baixinho ruivo com o olhar caido e o rosto encostado no vidro.

-Hey Jimin -Chamaram e o mesmo os olhou sorrindo de lado.

-Eai...-ele se levantou e foi até eles tocando na mão de cada um -tão vindo da onde?

-Do centro e você?

-Do Gab's...

-Que? Tão Cedo? No sabado? Ta com febre?ta se sentindo bem -perguntou Kook -Aconteceu alguma coisa com o Yoongi e ele não foi?

-Não! Nada a ver com o yoongi...eu só não estou passando muito bem.

-Ihh ta todo mundo precisando de salgadinho e videogame -disse Jack passando o braço ao redor dos ombros de jimin que sorriu.

-Nada melhor que comida pra fazer alguém sorrir.


  Depois saírem do trem eles foram direto para casa de Mark, colocaram em uma bacia todos os salgadinhos e outras gulosemas que conseguiram encontrar e tiraram a mesinha de centro da sala deixando apenas uma bagunça de travesseiros e edredrons.

   Já havia passado da meia noite e os meninos provavelmente já haviam passado da trigésima quinta partida de mortal combat, o senhor Tuan tinha até participado de algumas partidas.

- Já estou sentindo minhas mãos começarem a ficar dormentes - Jimin riu soltando o controle - joga sozinho Mark.

- Aaah não Jimin vai me deixar enfrentando o demônio da névoa sozinho? Um ninja não abandona outro ninja Jimin - protestou.

- Mas esse Ninja está cansado e com fome, você consegue vencer ele sozinho, Mark fighting - ele riu se encostando no sofá.

- Me diz quando você não está com fome em Jimin - manifestou - se Kook e Jack riu.

- Deixa o menino ueh tem que comer mesmo.

- Um gordo defendendo o outro gordo - disse Mark pausando o jogo e se virou para os três - eu vou ter que cozinhar os pedaços da casa porque comida não tem mais - eles riram - Hey Jimin, não vai mesmo contar o que aconteceu?

- Como assim?

- Se a gente te conhece bem você não iria ficar desanimado por mal estar - disse Kook e Jimin suspirou abaixando a cabeça.

-Ah...eu não queria falar...mas, é o Yoongi -ele disse brincando com os dedos. Realmente não queria tocar no assunto.

   Precisava desabafar, mas não queria encher o saco dos amigos com o mesmo assunto que sempre o deixava triste, a confusão que Suga o causava.

-Uhh o que ele fez? - perguntou Mark.

-Ah...ele esta estranho -Jimin mordeu o lábio inferior pensando no que havia acontecido algumas horas atrás -ele...ele esta me evitando.

-Ah Jimin, você sabe como o yoongi é...mas sabe que ele gosta de você, apesar de ter aquele geito friu da pra ver que ele gosta mesmo de você. As vezes ele deve estar confuso por gostar de você ou sei lá...você sabe que quando está com problema ele prefere se afastar.

-É...é o geito dele - Jimin apenas concordou e sorriu de lado, ele sabia que não era apenas aquilo.

   Ele poderia contar o que viu mas não queria os meninos brigando com Yoongi nem perdendo tempo em se preocupar com ele .

  Yoongi devia ter seus motivos para fazer o que fez e seus amigos já tinham muitos problemas não precisavam de mais um. 

FLASHBACK ON. 

  Jimim encontrava-se jogado em sua câmara com cara de bobo, como sempre ficava quando pensava em Yoongi.

   A noite passada ainda estava em suas memórias, o que Yoongi havia dito...o selinho que havia dado em Jimin achando que o mesmo estava dormindo...estava tudo rodando em sua cabeça.

   Principalmente ele ter acordado pela manhã nos braços de Yoongi, ele podia lembrar da cena como se estivesse a vivendo.

   Os braços de Yoongi rodeando sua cintura , o rosto sonolento e pálido, com sardas que que quase não se dava pra ver, a sua frente, suas bocas a poucos centímetros de de distância, as respirações quentes  se misturando, e o cheiro suave do perfume de Yoongi provocando-o.

   Ah Jimin podia sentir como se ele estivesse na sua frentes agora mesmo.

   Ele abriu os olhos voltando ao mundo real.

Como pôde ter se apaixonado tanto? Como podia ter se entregado daquela forma...

   Ele se suaentou sorridente, não havia nada para se arrepender, estava feliz, estava amando e era recíproco.

   Aquele sentimento, a certeza de amar e ser amado. Não se imaginava sentindo sensação melhor que hora.

   Estava radiante, queria contar para o mundo inteiro o quando amava Yoongi, queria...queria contar para Yoongi o quanto o amando. E foi o que resolver.

   Ele rapidamente se arrumou e foi direto para o Gab's.

   Mas parece que a felicidade havia ido embora tão rápido quanto chegou...

  Era como se alguém tivesse arrancado seu coração e deixado a ferida aberta sangrando e ardendo cada vez mais, era uma dor infernal em seu peito.

  Uma dor grande demais para que prestasse atenção em qualquer outra coisa ao redor.

  Mesmo ali parado em meio aquela multidão com a musica alta e luzes para todo o lado, ele nao conseguia enxergar nada a sua frente além daquela cena, aquela cena que ele não queria acreditar ser real.

   Aquele realmente era Yoongi? Nos braços de uma menina? Beijando aquela menina...

FLASHBACK OFF. 


-Hey e aquelas caixas ali? -jimin tentou mudar de assunto apontando para as caixas empilhadas no meio da sala.

-Ah devem ser minhas roupas -disse Jackson -Nossa eu esqueci completamente que tinha pedido para a loja entregar.

-Caraca, pra que tanta roupa? -perguntou Kook.

-É que eu não trouxe roupa quando viajei pra cá então resolvi comprar tudo de uma vez pra depois levar pra casa.

-Nossa poderoso chefão se quiser comprar umas roupas pra mim também eu aceito, to precisando renovar o guarda roupa -brincou Jimin e riu.

-Hey Josh vamos lá guardar? -Mark perguntou se levantando.

-Aaah agora?

-Amanhã é domingo, ou seja, é dia de ficar na cama até as duas da tarde...Depois ficar morrendo reclamando que segundo tem aula. Então é melhor guardar agora que ainda estamos com um pouco de energia .

-Nossa....okay você ganhou, ponto pra você -Jack riu se levantando -tem certeza que tem espaço no seu guarda roupa?

-Já disse que sim..,

-Ahh que lindo os dois, eu shippo -disse Jimin fazendo coraçãozinho com as mãos.

-Que? Nada a ver Park Jimin cala essa boca -Mark disse meio irritado enquanto Jackson caiu na caixa risada.

-Claro que tem, você está bem animadinho desde que Josh chegou e agora vai dividir o guarda roupa com ele? Parece um casal.

-Aigooo -Mark sentiu suas bochechas queimarem e saiu andando irritado em direção as caixas pegando quatro empilhadas.

-Ah mas se fossemos um casal seriamos o mais lindo -Jackson brincou pegando aninadinho caixas restantes e acompanhou Mark.

-CALA A BOCA JOSH -ouviram Mark gritar do andar de cima e deram risada.

  Jimin observou Jack subir a caixa com as escadas e voltou a se sentar direito.

-Af...como é burro, se eu tivesse um garoto como Josh passando um tempo na minha casa eu nao ia perder tempo -comentou Jimin para si mesmo e riu -e você em Kook?

-An...eu? O quê?

-Não vai contar também porque está triste assim -ele disse se aproximando e se ajeitou ao lado do amigo que apenas abaixou o olhar -ah Kokinie...eu sei que é chato o Tae ficar mais longe por causa da namorada dele...deve ser dificil ter um amigo a tanto tempo e depois ver ele se afastar, mas você sabia que aconteceria uma hora ou outra né? -ele desviou o olhar para o amigo e viu que seus olhos estavam cheios d'água -a biscoitooo não fica assim, vocês não vão deixar de ser amigos -disse tentando aconselhar o amigo mas não entendia o motivo de ele ficar tão mal por aquilo.

  De repente ele arregalou os olhos ainda encarando o menino cabisbaixo ao seu lado.

-Você...você gosta dele! -disse surpreso -eu não acredito nisso kook, você gosta do Taehyung...

  Kook apenas abraçou as pernas e assentiu deixando suas lagrimas caírem.

-Ah Jung Kookiee -Jimin puxou o mais novo o abraçando -eu não acredito nisso biscoito -o menor apenas se encolheu retribuindo o Abraço -cade o menino pegador da oitava série que arrasava o coração das menininhas -Jimin riu -nunca imaginei que você fosse gostar de um menino.

-As coisas mudam Jimin...-disse com a voz embargada -a gente não escolhe de quem vai gostar....e não imagina que em algum momento pode perder a pessoa.

-É...-Jimin suspirou o apertando no Abraço -por que...por que não fala com ele?

-Você sabe que não é simples...e eu não quero que ele se afaste ainda mais de mim...pelo menos assim eu tenho ele como amigo.

-Não faça isso com você mesmo Kook, você só vai se machucar.

-Mais do que já estou? -ele enxugou o rosto -eu vou ficar bem Jimin...com ele estando bem eu  eu estou -ele deu um sorrisinho de lado.

-Hum...okay então -Jimim bagunçou o seu cabelo e logo o soltou assustado com o barulho que havia vindo do andar de cima -O que foi isso?

-Veio lá de cima, acho que foi no quarto do Mark.

-Ah só falta estar os dois se comendo lá -Jimin riu se levantando -Vamos la ver -ele puxou Kook e saíram andando.

 -O que está acontecendo aqui? -Jimin chegou já abrindo a porta, se deparando com aquela cena.

  De um lado Mark vermelho de tanto rir e do outro, jackson no chão tentando se levantar, parecia uma tartaruga vestido com várias camisetas e blusas de friu.

-O Mark me desafiou a ver quantas camisetas e blusas de friu eu conseguia vestir.

-Mano vocês tem demência? -disse Jung Kook entrando no quarto.

-Aah eu estou começando a derreter aqui -Jack reclamou se levantando finalmente.

-Quantas blusas conseguiu colocar?

-sete -disse Mark ja parando de rir e se sentou na cama -trinta e cinco camisetas e sete blusas de friu.

-Meu deus...-Jimin balançou a cabeça negativamente e se sentou na cama rindo também -e que barulho foi aquele?

-Aah foi isso olha que legal -Jackson se jogou contra a parede e as roupas amorteceram a batida.

-Uou eu quero tentar -disse JungKook.

-Tentar o quê? -dessa vez foi senhor Tuan entrando no quarto -não está na hora de dormir? Já são duas da manhã e vocês não calam a boca.

-Duas da manhã?! -perguntou Jimin.

-Já faz tempo que liguei para sua mãe e a do Kook avisando que iriam dormir aqui -os garotos não haviam combinado de dormir na casa de Mark mas era sempre a mesma coisa. Ficavam lá até de madrugada e depois dormiam lá porque estava tarde demais para ir embora.

-Ah valeu senhor Tuan você é demais -sorriu Jimin dando uma Abraço apertado nele.

-Aham...-disse o mesmo bocejando -o Mark cade os colchões da sua cama?

-A gente colocou la na sala pra jogar videogame -ele sorriu.

-Mas gostam de fazer bagunça em...-ele disse já saindo do quarto -vão lá se arrumam como puderem e durmam por favor, boa noite.

  Os garotos passaram mais algum tempo jogando conversa fora e depois se ajeitaram na sala para dormir, sem Mark ter que cozinhar os pedaços da casa. 


Notas Finais


Eeh oin
Eu espero que tenham gostado.
Que estejam gostando.
Espero mesmo.
Talvez eu demore um pouco mais pra postar...mas fiquem tranquilos que eu vou postar em heueh.
Vocês nem imaginam quantas coisas os aguardam hehe.
Até logo...bjus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...