História What's Your Fetish? - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Nephina

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jessica, Seohyun, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Taeny
Visualizações 392
Palavras 3.776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Que tanto de favoritos são esses?????? Muito obrigada, estamos mesmo felizes com isso <3
Desculpa a demora, precisamos nos organizar com as duas fics, mas vamos atualizando normalmente
[por favor, levem em conta minha faculdade e que as vezes não tenho tanta cabeça para escrever ;-;]
E novamente, agradecemos pelo apoio <3

Capítulo 2 - Ice cream: part one


Fanfic / Fanfiction What's Your Fetish? - Capítulo 2 - Ice cream: part one

Quando acordei, o braço de Taeyeon estava sobre mim, tinha feito frio na madrugada e ela sempre fica agarrada a mim. Sorri vendo seu rosto adormecido e tomei todo o cuidado para me levantar. O despertador tocou, mas nem isso conseguia a acordar logo de primeira, desliguei o relógio e fui para o banheiro. Já estava completamente nua, já que Taeyeon depois daquilo, não aguentou ainda me ver usando alguma roupa, simplesmente arrancou a saia e fizemos tudo outra vez.

Tomei um banho quente, ou não aguentaria começar o dia naquela manhã gelada. Me agasalhei bem, peguei o celular e o coloquei na bolsa, as chaves já estavam nela e apenas conferi. Me inclinei sobre a cama e deixei um beijo na bochecha de Taeyeon, ela apenas resmungou, mas continuou dormindo e coloquei meu travesseiro perto dela, assim agarraria também.

Saí do apartamento, o trancando e conferindo, Taeyeon tinha sono pesado e custava acordar, não queria mesmo correr o risco de alguém entrar e ela não perceber de forma alguma. Desci até o estacionamento e, suspirei de alívio quando entrei no carro aquecido, estava quase desistindo de ir trabalhar. Liguei o veículo e também o ar mais quente, assim conseguiria ficar confortável até chegar ao estúdio.

Assim que já estava na rua, encarando sinais chatos que sempre fechavam quando eu me aproximava, liguei a rádio e fui trocando até chegar em alguma música conhecida. Para animar meu dia e chegar com disposição, eu gostava de cantar, mas somente fazia isso sozinha ou com Taeyeon.

- Adoro essa. – Cochichei sozinha, aumentando o volume, não muito, mas que me deixasse feliz para cantar em um certo tom. – Jump in the Cadillac, girl, let’s put some miles on it! – Parei em outro sinal, mas agora estava me animando e até agradeci por mais tempo. – Anything you want, just top ut a smile on you. – Alguns carros pararam ao meu lado. – You desserve it baby, you desserve it all, and I’m gonna give it to you! – Subi demais o tom que chamou atenção de quem estava perto, um homem mostrou um sorriso e mexeu a cabeça como um cumprimento. Apenas sorri tímida e virei o rosto, como sempre eu estava passando vergonha em público, e logo de manhã.

Fiquei feliz assim que o sinal abriu e ignorei o homem que continuava sorrindo, segui o caminho até o estúdio, não era longe e, eu precisava entrar nos portões de trás. Vi que a produção já estava quase toda lá, eu reconhecia pelos carros e, talvez fosse estranho, mas nem sei desde quando eu decorei isso.

Deixei o carro no meu lugar marcado pela placa “Maquiadora Hwang”, peguei minha bolsa e fui seguindo para o prédio. Cumprimentei alguns funcionários e parei na recepção onde serviam café, peguei um pequeno copo, algo só para me ajudar a ficar mais acordada durante o dia e fui já para o camarim.

Assim que subi as escadas, esbarrei com a diretora do dorama que estamos ao ar desde o mês passado e, felizmente temos boa audiência. – Soonkyu, bom dia! – Segurei seu braço e a fiz andar no mesmo caminho que eu.

- Tiffany, preciso ir para o outro lado. – Respondeu calma e com um sorriso de canto. Era uma boa vantagem ser amiga da diretora, Sunny me ajudou nesse emprego e ainda não sei como agradecê-la por isso. – Mas, precisa de algo?

Parei de andar e a puxei para o canto da escada, assim não atrapalharíamos ninguém no caminho. – Sim, eu não recebi nada sobre a maquiagem de hoje.

Ela fez uma expressão tranquila e me aliviou. – Não se preocupe, faça o básico de sempre, exceto se a princesa lá querer algo inovador. – Ergueu uma sobrancelha e eu ri, ela se referiu a Jessica.

- Obrigada, vou já arrumar as coisas. – Acenei para Sunny e ela fez o mesmo.

Voltei a subir as escadas e fui para o camarim, deixei minha bolsa sobre a mesa e me sentei na poltrona quente e confortável, era perfeita para um dia com 13°C. Olhei para o relógio e ainda faltavam quinze minutos para o horário dos atores, os outros funcionários que chegavam mais cedo, eu não me preocupava tanto mesmo a maquiagem sendo uma das primeiras coisas que fazemos.

Procurei minha carteira na bolsa e peguei meu cartão, deixei o celular no bolso da calça e deixei a bolsa sobre minha poltrona, ninguém entrava ali além de mim e Yuri; bom, os atores também, mas somente quando começarmos a organizar tudo. Deixei o camarim trancado e novamente fui enfrentar o frio, deixando as mãos com meus objetos dentro do bolso do casaco.

Precisava apenas atravessar a rua e seguir reto em dois quarteirões, assim eu chegaria na melhor confeitaria dessa cidade, se não, a do país todo. Abri a porta e entrei no local, estava quentinho e com cheiro de chocolate perfumando todo o ambiente. Cheguei perto do balcão e vi Yoona colocando novos bolos a mostra, ela nem me notou, apenas fiquei a olhando sorrindo e apoiada no grande vidro.

Depois de alguns minutos, ela finalmente me percebeu. – Não me assusta! – Colocou uma mão sobre o peito. – Gosta de brincar agora com isso? – Ela sorriu e apertou seu avental.

- É engraçado como você fica concentrada. – Abafei uma risada. – Quero cupcakes, vou levar para o pessoal.

Yoona apenas continuou sorrindo e a esperei separar os cupcakes. – O de sempre? – Concordei com um “uhum” e ela voltou com uma caixa com dezesseis cupcakes de chocolate, com granulados em cima, exatamente como eu gostava. – Sente o cheiro. – Ela cochichou e aproximou a cabeça, eu fiz o mesmo.

Fiquei rindo dela, mas fiz questão de respirar com calma os cupcakes, abri a boca em um “o” e Yoona sorriu mais largo. – Acabaram de sair do forno! – Exclamei animada.

- Sim! – Yoona ajeitou seu avental novamente. – Soo me disse que estava com pena de te dar os cupcakes que fazia a noite. – Colocou as mãos nos bolsos.

Peguei meu cartão e a entreguei, a observei o passar na máquina. – Ela faz promoção para mim sempre, não me importo se são feitos na noite passada, continuam maravilhosos. – Yoona fez uma expressão como se dissesse que concordava. Coloquei a senha do cartão e logo ela me entregou a nota. – Obrigada Yoona.

- Nós agradecemos, Tiffany. – Me ajudou, colocando a caixa sobre minhas mãos e, deu a volta no balcão para abrir a porta para mim. – Cuidado, e bom serviço, manda um abraço para a linda da Jung!

Me virei rapidamente para ela e ri. – Com certeza eu mando. Fique bem e tome cuidado para a Soo não se queimar. – Brinquei enquanto a vi sorrir de longe. Agora estava em cima da hora e já precisava trabalhar de verdade.

Assim que voltei para o estúdio, já começaram as bajulações para ganharem ao menos um pedaço dos bolinhos mais deliciosos que existiam. Apenas dei alguns cupcakes para conhecidos, principalmente Sunny que fiz questão de a procurar e a entregar um, ela sempre amava e ficava de bom humor.

Fui para o camarim e ainda tinha mais quatros cupcakes, deixei sobre a mesa e vi que alguns dos atores estavam chegando, os cumprimentei e perdi a pequena privacidade que tinha, era hora do trabalho. Roubei um pedaço do cupcake e já fui pegando a grande caixa cara de maquiagem.

- Bom dia Hwang. – Taemin sorriu e se sentou na cadeira. – Hoje está agitado. – Comentou enquanto ajeitava seu cabelo na frente do espelho.

Ele era o mais novo ator jovem que estava conquistando praticamente todo o público, gostava de trabalhar com ele, talvez fosse o único rapaz que fosse simpático. – Bom, estamos no maior auge de audiência, fiquei sabendo que houve alterações no roteiro. – Às vezes Jessica me contava as coisas, ao menos teria assunto.

A maquiagem masculina era mais rápida, minha dificuldade era apenas com as mulheres que ficavam indecisas e a produção junto aos figurinistas ficavam discutindo o que fazer. – Pode passar o lápis como naquele dia? – Ele abriu um dos olhos.

- Claro. – Respondi baixo enquanto estava focava em deixar o seu rosto o melhor possível para as câmeras. Foram alguns minutos, gostava de ficar bem concentrada já que era o que eu mais gostava de fazer. Sorri sozinha me lembrando de Taeyeon reclamando quando eu passava o lápis escuro em seus olhos, sempre achava que eu iria furar eles ou coisa do tipo. – Pronto!

Me afastei dele e o olhei pelo espelho, Taemin sorriu fraco. – Você é mesmo boa, noona.

- Não me chame de noona, me faz parecer velha. – Fiz uma careta e ele riu tímido. Demos rapidamente nossa atenção a porta do camarim, que foi aberta por Yuri, que tinha várias roupas jogadas sobre seus ombros.

- Você está aqui! – Ela andou rápido até Taemin e segurou seu braço. – As primeiras cenas de hoje são suas, não me faça levar bronca por atraso. – O jeito que Yuri tratava os atores era engraçado, somente com Jessica ela se tornava um amor de pessoa.

Falando nela; Jessica apareceu assim que Yuri saiu desesperada com Taemin nos braços, nem notou a presença dela ali.

- Uau, que esposa atenciosa eu tenho. – Jessica sorriu e fechou a porta do camarim.

- Perderam o horário de novo?

Ela mostrou a língua e foi direto pegar um dos cupcakes, logo se sentando no sofá de tonalidade escura, praticamente se jogando nele. Fez uma expressão um tanto emburrada quando mordeu, ela não era tão fã de chocolate, mas não negava o talento que Sooyoung tinha nas mãos. – Alguma novidade? – Deu outra mordida, sujou o canto de sua boca.

Peguei a metade do cupcake que eu comia antes e o devorei rapidamente, estávamos sozinhas, então eu poderia ficar mais animada. – Eu quero te contar sobre como as coisas foram. – Fiquei ainda parada e de pé, olhei rapidamente para Jessica e ela mostrou um sorriso provocativo. – Nem tente me zoar. – Me aproximei dela e sentei na minha poltrona.

- Imagino como as coisas foram pelas suas bochechas.

Fiz bico para ela e a dei um leve tapa no braço, mas como sempre, Sica apenas ria. – Chata. – Fiz careta e ela me imitou.

- Tae gostou do lance da saia? – Ela deitou de lado no sofá para ficar mais de frente para mim.

Era notável que estava constrangida, sentia as bochechas queimarem e Jessica era a pessoa que mais me zombava por isso. – Acredito que sim, ela até entrou em uma história comigo, sobre eu ser colegial de novo... – Me apoiei no braço da poltrona, ainda ficava com vergonha.

- Taeyeon tem a imaginação nas alturas, não me surpreende, mas que bom que deu certo. – Rapidamente Jessica se levantou e foi para a cadeira, se olhando no grande espelho. – Hoje quero usar batom vermelho.

A segui e preparei toda a maquiagem. – Claro, princesa. – Demos uma risada baixa e comecei a arrumá-la. Jessica era linda, e eu ficava feliz de fazer esse trabalho. Nos tornamos amigas rapidamente, algumas pessoas tentam aproveitar desse nosso relacionamento por ela ter ficado famosa com o novo dorama que está no ar, mas sempre tento evitar falar para não dar problema para ela. – Então, tem mais alguma dica para eu tentar com a Tae?

Jessica abriu um dos olhos e levantou mais a cabeça. – E eu achava que você fosse mais santa, Hwang. – Ela começou a rir.

- Se ficar fazendo piada de novo eu passo esse delineador e te faço parecer uma egípcia. – Peguei o produto e a encarei.

Ela ficou rindo e eu continuei a maquiagem, mas notava sempre suas risadinhas até ela finalmente comentar. – Imagina se descobrem. – Continuou provocando. – Como se sente sabendo que iludiu o estúdio inteiro que acreditava que você era inocente?

- Eu vou errar a maquiagem e não será de propósito.

- Aish, Fany, estou brincando! – Ela fechou os olhos e ficou quieta na cadeira, apenas continuei sua maquiagem. – Já pensou em gelo?

Apertei as sobrancelhas. – Como assim? Seu sorriso era totalmente malicioso, Jessica era terrível quando bem queria. – Quando fizer oral nela, use um gelo na boca, é ótimo. – Dizia com tanta naturalidade, realmente não tinha vergonha.

- Já fez isso? – Que pergunta estúpida, Tiffany.

Jessica apenas sorriu. Significava um “sim”.

Terminei finalmente sua maquiagem e ela me abraçou, ainda sentada na cadeira, mas sempre fazia isso. – Você me deixa ainda mais bonita. – Brincou enquanto se levantava, agora seria sua parte favorita, o figurino com Yuri.

Sunny bateu na porta e Jessica atendeu. – Rápido, princesa atrasada! – Puxou Sica pelo braço e apenas acenaram para mim.

Os outros atores chegaram, os figurantes, mas até deles precisava tomar cuidado e fazer uma boa maquiagem. Agora era mais solitário, mal trocávamos palavras, afinal, nem eles parecem tão animados por apenas serem coadjuvantes ou alguém que fica preenchendo o fundo. Para mim, cada papel é importante, se está ali é porque precisam deles.

Depois de terminar tudo e acompanhar um pouco as filmagens, fiquei atrás de toda a produção observando de canto, já tinham se passado algumas horas e nenhum de nós almoçamos, mesmo sendo 15 horas da tarde. Me afastei um pouco e fiquei em um cantinho, peguei meu celular do bolso e decidi mandar mensagem para Taeyeon. Deve estar dormindo, mas sempre sentia falta e precisava saber se ao menos comeu já.

 

Hey Boo, já levantou? Está tarde, espero que tenha almoçado.
- Tiffany
[15:02]

 

Fiquei alguns minutos olhando, mas ela não visualizava ou sequer aparecia que estava online. Decidi dar uma olhada nas filmagens e Jessica ainda estava cheia das cenas para fazer, então voltei para o camarim e organizei as maquiagens. Deixei o celular no bolso da calça e tentava me controlar para não ficar olhando o tempo todo se Taeyeon estava online, mas depois de alguns minutos ela finalmente respondeu.

 

Ei Pany, você me acordou.
- Boo
[15:17]

 

Fiquei sorrindo com sua mensagem. Me sentei na poltrona para poder responde-la.

 

Sorry Tae! Mas olhe o horário, deve se cuidar.
- Tiffany
[15:18]

 

Fiquei rindo imaginando sua expressão emburrada de sempre.

 

Começou...
- Boo
[15:21]

 

Desculpa, amor! <3 <3 <3 <3 <3
- Tiffany
[15:23]

 

Ok, Tiffany.
- Boo
[15:23]

 

Taeyeon não conseguia mais me convencer de que ficava realmente brava, mas não era como se ela gostasse de ser acordada.

 

Estou cuidando de você.
Precisa comer e beber bastante água, quer continua doente?
- Tiffany
[15:24]

 

Aish, eu estou bem!
Não se preocupe, já me levantei e vou esquentar aquela lasanha.
- Boo
[15:27]

 

Percebi que o seu “online” sumiu por um tempo e eu peguei o último cupcake que ainda tinha, estava gostoso apesar de não quente como queria. Eu precisava almoçar também, mas não falaria para não preocupar Taeyeon. Li novamente nossas mensagens e percebi como as vezes parecemos as mesmas desde que começamos a namorar. Felizmente, ela voltou a ficar online.

 

Tae, sobre ontem...
O que achou?
- Tiffany
[15:39]

 

??
Do que??
- Boo
[15:41]

 

Senti novamente o rosto ficar quente, Taeyeon sempre me provocava me fazendo dizer as coisas.

 

Você sabeee!
- Tiffany
[15:41]

 

Hum? Sei? O que?
- Boo
[15:42]

 

Ela realmente não desistia.

 

Kkkk foi legal.
- Boo
[15:42]

 

LEGAL??
Kim Taeyeon, vai dormir na sala se continuar isso.
- Tiffany
[15:43]

 

Fany-ah! Kkkkkk
Está nervosa?
- Boo
[15:44]

 

Respirei fundo para não cair nas provocações dela e não respondi. Ouvi Jessica me chamando para almoçar, era finalmente a pausa deles. Ela ficou na porta do camarim. – Vem?

Olhei o celular e Taeyeon estava digitando. – Sim, vou me despedir da Tae.

Sica sorriu. – Ok, vou chamar o Taemin, Yuri grudou nele agora. – Revirou os olhos e fechou a porta em seguida.

 

Você ficou tão gostosa, Fany...
Já estou sentindo sua falta.
- Boo
[15:47]

 

Nunca achei que te comeria usando uma saia.
Mas ainda te prefiro nua.
- Boo
[15:48]

 

Deixei um sorriso no canto dos lábios.

 

Quando eu chegar, vamos resolver isso.
- Tiffany
[15:48]

 

Já estou ansiosa.
- Boo
[15:49]

 

Mordi o lábio e guardei o celular no bolso, fui seguindo para fora do camarim e vendo como estava agitado todo o elenco e produção andando de um lado para o outro. Segui até o refeitório, encontrei em uma mesa perto do centro Jessica, Yuri e Taemin sentados já com o almoço, felizmente pegaram um para mim e assim não enfrentaria a fila.

- Finalmente! – Jessica sorriu para mim e eu me sentei ao lado de Taemin. – Peguei já para você, quando tem batata frita sabe como é a competição.

- Obrigada, sei bem. – Peguei o garfo e faca e começamos a comer. – Vocês foram ótimos hoje. – Troquei os olhares para Jessica e Taemin.

- Eu gostei muito da cena onde a Sunhee finge que o Kwan é o filho dela para as pessoas do evento. – Taemin deu uma risada baixa. Respectivamente, era o nome da personagem de Jessica e dele no dorama.

Yuri riu baixo e Jessica se animou. – Foi minha cena favorita! Kwan ficou todo sem graça porque a Sun pegou na mão dele. – Gostava de como eles falavam deles mesmo, mas como se fossem outras pessoas.

- Oh, a noona famosa gostou de pegar na minha mão. – Taemin sorriu.

- Nem tente, Min. – Yuri suspirou e nós rimos, ela era fácil de ser provocada, mais do que eu. – Amor, você esqueceu do suco. – Ela cochichou com Jessica. Percebi que elas trocaram algumas palavras e esconderam o rosto para que não tentássemos adivinhar o que falavam. Taemin nem notava, até Yuri o chamar. – Vamos pegar o suco! – Ela levantou da cadeira e já foi o arrastando como normalmente faz.

Jessica olhou eles se afastarem e logo voltou para mim. – Então, sobre os fetiches...

Sorri, deveria imaginar que era isso. – Sei, sei. – Soltei uma risada abafada. – A Yuri realmente gosta? Porque você, já sei que adora. Mas, não seria um tanto, enjoativo?

Ela deu uma risada alta que chamou atenção dos outros, nada discreta. Senti o rosto ficar vermelho e tentei me esconder para que não me olhassem também. – Eu te odeio! – Resmunguei com ela.

- Também te amo, Fany-ah. – Ela controlou sua risada histérica. – Mas faça o que eu disse, ou, apenas pode inovar.

 

 

 

° ° °

 

 

 

Já era noite, mas acabei passando no mercado antes de voltar para casa. Fiquei com a ideia do gelo e, fiquei ainda nervosa, não sei como faria aquilo com Taeyeon, ou se ela sequer vai aceitar isso. Comprei algumas coisas congeladas, Taeyeon sobrevivia delas, mas acabei fazendo um pequeno sacolão para fazermos comida fresca algum dia.

Passei perto de onde tinham sorvetes, Jessica não me explicou como era, mas tentei pensar em algo e, engoli em seco, pegando um pote de sorvete de morango com chocolate. – O que diabos eu estou fazendo? – Falei bem baixinho. – Seria melhor se tivesse um gosto mais gostoso... – Fiquei falando sozinha enquanto seguia para a fila.

Talvez minha expressão entregasse algo, já que meu coração batia forte em imaginar o que eu aprontaria, não era de ter tanta iniciativa, mas eu comecei isso, e, agora irei terminar.

Chegando na fila, já tomei um susto em encontrar Hyoyeon. – Ei! Sorvete? – Ela olhou para o pote na minha mão.

- Oi Hyo. – Sorri fraco para ela. – Ah, sim. – Levantei o pote.

- Não está frio? – Ela passou no outro caixa ao lado.

Bom, talvez o frio não incomoda quando for Taeyeon me chupando. – Está sim. – Forcei uma risada, que merda eu já estava pensando? Com certeza fiquei vermelha. – A Tae que pediu, sabe como ela é.

Hyo sorriu enquanto pegava suas sacolas. – Um beijo para ela, até logo Fany!

- Até! – Acenei para ela e passei rápido no caixa, pagando com pressa e, querendo ir logo para o carro. Segurei firme as sacolas e fui para o estacionamento, respirei fundo e entrei no carro. – Ok, como vou fazer isso? – Jessica deveria ter me explicado algo, mas agora faria do meu jeito. Como ela mesmo disse, eu poderia inovar.

Dirigi com calma, já eram 21 horas, estava um pouco cansada, mas a vontade de ter Taeyeon sempre superava qualquer coisa. Assim que cheguei no apartamento, respirei fundo enquanto carregava as sacolas dentro do elevador. Quando as portas abriram, peguei minha chave dentro da bolsa e abri a porta, estava tudo escuro e fiz questão de evitar fazer barulhos enquanto deixava as coisas na cozinha.

Caminhei em passos lentos até o quarto, a porta estava entreaberta e apenas a abri mais um pouco, deixando minha bolsa no canto e observando Taeyeon no computador, escrevendo alguma coisa. Ela gostava de trabalhar depois das 18 horas, as vezes passava a madrugada nos seus trabalhos, achava que conseguia fazer coisas melhores durante esses horários.

Retirei meus sapatos, calça e casaco, fechando a porta. Isso chamou atenção dela. – Como foi o trabalho? – Ela mal tirou os olhos do monitor. Aproximei dela e a fiz afastar os braços do teclado, sentando em seu colo. – Parece que foi bom. – A vi sorrir.

- Vai mesmo passar a madrugada no computador? – Resmunguei e passei meus braços em volta de seu pescoço. – Não estava com minha falta? – Beijei seu pescoço e subi até sua orelha. – Tae...

Suas mãos ficaram em minhas coxas. – Claro que estava. – Ela sussurrou e me roubou um beijo. – Me deixe apenas terminar o parágrafo. – Sorriu fraco. Fiquei de teimosia e não saí de seu colo. – Ok, consigo terminar assim. – Virou a cabeça para o lado e esticou os braços para o teclado.

A ouvi digitar e digitar, eu estava sem paciência, teria que continuar tomando iniciativa e ela sabia bem que era difícil para mim. Deixei meu rosto em seu pescoço e a dei alguns beijos, quando a mordi, percebi que deu um suspiro. Segurei firme em suas pernas e passei a língua, dando um chupão perto de sua clavícula. – Agora me dá atenção? – Meu rosto já estava vermelho por eu o sentir tão quente.

- Me desculpe. – Ela disse baixo, continuou olhando o computador, mas agora estava um pouco mais quieta.

Continuei a dando beijos e passar as mãos em suas pernas, subindo até seu tronco e erguendo sua blusa, Taeyeon arrepiava quando eu arranhei levemente sua barriga. Agora estava fazendo mais efeito. – Vamos, Tae. – Subi mais as mãos até seus seios e os apertei, ela já não usava sutiã. – Bem que eu poderia te foder hoje. – Sorri de canto quando a vi soltar um gemido fraco.

Ela afastou a cadeira e me segurou pelas pernas, levantando e me deixando na cama. – Não se eu foder primeiro. – Sorriu enquanto apertava minha coxa com força. – Sabe que não aguento suas provocações.

Segurei seu rosto e a beijei, sua língua era quente e me deixava a desejando ainda mais. – Espere. – Deixei minha boca perto de sua orelha. – O que acha de um pouco de sorvete?


Notas Finais


xoxoo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...