História When Everything Changed - Justin Bieber - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Exibições 51
Palavras 2.882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores!!

Boa leitura ❤

NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS

Capítulo 3 - 3


     Acordei com o barulho do despertador tocando indicando que já era hora de acordar. Sem conseguir abrir muito os olhos, tateei o criado mudo que se encontrava ao lado da cama e quando o achei, desliguei o despertador. Não enrolei muito na cama não, logo já levantei e fui reto para o banheiro, peentei meu cabelo e escovei meus dentes, tomei um bom banho, quando terminei me enrolei na toalha e fui para o closet. Coloquei minhas roupas íntimas, uma calça jeans cintura alta, uma regata preta e um all star de couro branco. Hoje iria ter que ir com roupa confortável, meus pais falaram que aquela escola era muito grande então pelo visto eu iria ter que caminhar bastante. Fui até minha cama e a arrumei, assim como minha mochila. Fui até a porta do quarto de Ryder.

     -Vamos Ryder, nós ainda temos que tomar café da manhã!-Falei um pouco auto por conta da porta estar fechada e cada um estar em um lado dela.

     -Calma esquentadinha, eu já to indo.-Ele falou abrindo a porta do quarto. 

     -Vamos logo então. -Eu falei indo até ele e selando sua bochecha, logo depois descendo as escadas e indo até a cozinha. Meus pais estavam tomando café da manhã. -Bom dia pai, bom dia mãe!-Eu disse chegando lá e me sentando em uma cadeira. Fiz meu café e comi uma salada de frutas, eu sei que isso não tem muita combinação, mas eu gosto. Ryder sempre implica comigo por causa dessas combinações estranhas.

     Quando terminei de comer, levei as louças até a pia e depois subi até meu quarto e peguei minha mochila e meu celular. Quando desci as escadas fui até minha mãe dando um beijo em sua testa e se despedindo dela. Fui para o carro e fiquei esperando Ryder e meu pai, logo eles entraram no carro e partimos até a escola. Demorou mais ou menos uns 15 minutos, aquela hora também não tinha muito movimento nas ruas de LA. Era ainda bem cedo. Quando chegamos lá, por sorte estava aberta. Nos despedimos de papai e saimos do carro entrando na escola. Fomos até a secretaria e pegamos os nossos horários, nos informamos sobre a sala onde seria a nossa primeira aula, pegamos o número dos armários. Eu e Ryder nos separamos e eu parti até meu armário, guardei os cadernos que eu não precisaria naquela aula e parti procurar minha sala.

Seria um pouco difícil pois aquela escola era gigante, tinha vários andares e várias alas, mas vamos lá. Peguei o papelzinho de que ala era a sala e começei minha caminhada à procura da sala de matemática. Fui em direção a ala indicada e só naquele andar se encontravam mais de 10 salas, claro que não tinha só o ensino-médio, e tinha vários professores para cada matéria. Começei a procurar a bendita sala, mas acho que era praticamente impossível.

Caminhei, caminhei, caminhei, caminhei e nada de eu conseguir achar aquela sala. Fui até o local indicado pela moça da secretaria, mas eu não sabia se era eu que não tinha conseguido chegar até o local indicado ou ela tinha me passado a informação errada. Eu não fazia noção de quanto tempo eu estava caminhando pela aquela escola, mas lhe garanto que era a bastante tempo. Eu tive sorte de chegar cedo. Resolvi ir até a secretaria novamente para dizer que por algum motivo que não estava conseguindo achar a sala de aula de matemática.

-Com licesça moça, eu gostaria de pedir uma informação. Eu não estou conseguindo achar a sala de aula de matemática que fica na ala 4, está certo isso?

-Só um minutinho, vou ver no sistema. -Ela falou e ficou alguns minutos checando no sistema alguma coisa que eu estava impossibilitada de ver. -Olha querida, mudaram a sua sala para a 16, não tinham te avisado não?

-Não, ninguém falou nada para mim! -Naquele momento só faltava sair fumaça de minhas narinas de tanta raiva que eu estava sentindo. Me despedi da moça e fui em direção a sala indicada. Se tivessem me passado a informação certa eu teria poupado muito as minhas pernas.

Depois de andar por mais algum tempo a procura da sala, achei ela. Eu estava quase gritando 'Aleluia' porque olha que foi difícil. Entrei na sala e pelo visto não tinha muita gente não. Me sentei em uma das cadeiras que se localizava mais ao meio da sala. Ainda faltava alguns minutos até a aula começar então tirei meus fones de dentro de minha mochila e os encaichei em meus ouvidos e logo depois o conectando no meu celular. Coloquei uma música bem alta, eu amava colocar elas no volúme máximo possível.Retirei meu livro de dentro da mochila e comecei a ler ele. Aos poucos eu percebia as pessoas chegando e a sala ficando cada vez mais cheia. 

Fiquei bons minutos lendo meu livro e escutando música, até que percebi que o som tinha quase se cessado por completo e os vultos de pessoas passando ao meu lado diminuiram. Percebi que já era hora de voltar ao "mundo real". A professora entrou pela porta dando bom-dia a todos, logo depois se sentando em sua cadeira e abrindo seu notbook para fazer a chamada. Ela chamava os nomes e conforme o nome da pessoa era chamado a pessoa respondia.

-Olha só, temos uma aluna nova aqui em nossa aula de hoje! -A professora falou correndo seus olhos por toda a sala a aprocura de uma fisionomia diferente, quando ela chegou em mim ficou me encarando. Naquele momento todos já estavam com os olhos voltados a mim e senti uma leve queimação em minhas bochechas indicando que provavelmente eu estava corada. -Seja muito bem-vinda querida.-Ela falou sendo muito gentil.

-Obrigada!! -Murmurei com um pouco de receio por todos estarem olhando fixamente para mim.

Ela proceguiu com a aula. Apesar de eu já ter estudado o conteúdo que ela estava passando a aula foi muito boa. Eu até ajudei algumas pessoas que não sabiam direito o conteúdo.

Logo acabou a aula de matemática e agora seria de inglês, mas não o inglês com os já nativos de lá e sim com os intercambistas ou quem é nativo de outro país que não fale inglês e está estudando lá.

Sai da sala que eu estava e começei a procurar a outra que seria minha próxima aula.

Pedi ajuda para algumas pessoas e consegui chegar lá até que rápido. Entrei na sala que estava razoavelmente cheia pois estava quase na hora de começar e me sentei a espera do professor. Quando ele chegou me viu e deu as boas-vindas.

A aula estava ótima, conheci duas garotas super legais a Emma e a Caitlin nós combinamos até de comer junto hoje na hora do lanche. Eu aprendi várias coisas que não ensinavam lá no Brasil. Na verdade eles ensinam mas não é tão aprofundado. Eu entendi tudo o que falaram e isso era um ótimo sinal, mas quando você escuta muito uma lingua que não seja sua lingua nativa, cansa as vezes, eu amo o inglês e sempre vou ama-lo, desde quando eu era criança eu e Ryder fazia aulas de inglês, eu sempre fui muito dedicada. Quando saí de lá do Brasil para vim para Los Angeles eu tinha o inglês em um nível bem avançado e até mesmo as professoras se impressionavam com o meu aprendizado muito rápido, mas para chegar até aqui não foi fácil não, eu estudei muito e me dediquei o máximo possivel.

Apesar da aula estar muito boa eu estava rezando pra que acabasse logo, tinha um garoto que morava em LA á 8 anos e por isso ele estava sendo insuportável pois achava que era melhor que todos e que sabia mais que todos, mas relevei.

A aula acabou e agora eu teria mais uma aula e depois seria meu lanche que ficava no horário 'B'. Naquela escola tinha horários de lanche e era basicamente dividido em 'A, B, C ou D', ele é feito pois como a escola tinha muitos alunos era necessário para evitar tumulto. Nós podiamos escolher qual deles nós queriamos mas é claro dentro do número permitido para aquele horário. Agora seria a minha aula de Educação Física, que não foi difícil de achar a quadra de esportes, cheguei lá e fui até os vestiários me trocar. Quando terminei fui até a quadra e me sentei na arquibancada. Pelo visto agora seria o ensaio para as líderes de torcida e o treino para os jogadores de futebol americano. As garotas sairam dali pois com certeza iriam treinar em outro lugar. O aquecimento dos meninos começou e porra, eu não tinha percebido mas tem cada garoto bonito aqui. Eu estava super concentrada quando alguém veio por trás de mim e tampou meus olhos me impossibilitando de ver alguma coisa.

-Hummm… então quer dizer que agora as pessoas nem cumprimentam mais seus amigos não é mesmo Mag? -A pessoa falou com a boca bem perto do meu ouvido fazendo me arrepiar por inteiro. Mas quem é que poderia saber o meu nome? Aquela voz não me parecia ser estranha. Não, não podia ser, será que era mesmo quem eu estava pensando?

-Logan? É você? -Assim que falei seu nome ele tirou suas mãos de meus olhos e eu rapidamente me virei para trás, era bem ele, um sorriso saiu de meus lábios e eu não estava acreditando nisso, eu estava tão feliz. Não pensei duas vezes e o puxei para um abraço. Eu era bem alta mas caralho, Logan estava quase o dobro de mim.

-Nossa, como você acertou? -Ele perguntou surpreso.

-Não sei, foi a primeira pessoa que veio na minha mente. -Falei me soltando do abraço. -Mas como você está?

-Muito bem, e você?

-Bem também. Nossa você não faz idéia do quão feliz eu estou de saber que agora não vou ficar sozinha porque conheço pelo menos você aqui!

-Não se preocupe, ao meu lado você nunca ficará sozinha. -Ele falou e pulou o assento que estava no meu lado e se sentou. Naquele momento eu tinha absoluta certeza de que eu estava totalmente vermelha. Eu não sabia o que falar, e para me salvar, um dos garotos do time chamou Logan lhe avisando que o treino já iria começar. -Am.. Acho que vou ter que ir, o treino já vai começar. Mas que horário você tem o lanche?

-O 'B'

-Eu também, poderiamos se encontrar depois do treino para ir junto não acha?

-Claro, está combinado então! -E depois disso ele foi para o treino.

Estava bem legal de assistir o treino, Logan jogava super bem e a cada ponto que ele fazia olhava para mim com um sorrisinho, apesar de eu não entender quase nada de futebol americano achei legal. O tempo passou voando e quando eu vi já era quase hora do lanche. Eu não sabia que naquele dia iria ter treino e eu nem precisava ter trocado de roupa. Quando os garotos terminaram o treino fui até Longan o avisar que eu iria se trocar, ele assentiu e falou que também já iria e combinamos de nós se encontrar lá no refeitório mesmo. Fui até os vestiários e me troquei.

Eu saí dos vestiários mas e agora? Eu não sei aonde fica o refeitório. Eu sou muito burra mesmo. Invés de eu ter esperado Logan para ir junto. Mas nāo. E agora? O que eu vou fazer? Mandei uma mensagem para ele. Esperei 5 minutos e ele não respondeu. Liquei para ele e não atendeu, caiu na caixa postal. Liguei para ele mais 2 vezes e novamente caiu na caixa postal. Bufei. Será que ele não estava com o celular junto com ele? Resolvi deixar um recado na caixa postal.

-Oi Logan, você poderia vir me buscar aqui nos vestiários? Eu tô bem perdida e nāo sei como ir até o refeitório. Tá bem difícil de se localizar aqui nessa escola, ela é muito grande. Espero que você veja minhas chamadas. Beijos.

Um garoto não tirava o olho de mim. Acho que era pelo meu desespero de não saber o caminho de volta até o refeitório. Minha cabeça estava pensando em mil e uma coisas, eu estava realmente desesperada e também preocupada por deixar Logan, Emma e Caitlin me esperando lá. Talvez eles nem estivessem lembrado de mim mas eu lembrei deles, eu me lembrei que eu tinha combinado com eles de nos encontrar lá e agora eu não sabia nem voltar pra lá.

Acho que o garoto viu toda a minha preocupação e afobação para falar com alguém e veio até mim. Meu coração disparou, ele era lindo, com os cabelos costanho claro, um topete perfeitamente desalinhado e os olhos cor de mel.

-Oi, amm... você precisa de ajuda para alguma coisa?-Ele falou meio sem jeito. E acho que ele também participava do jogo de futebol americano pois estava com o cabelo levemente molhado.

-É que eu não sei ir para o refeitório, eu sou nova aqui e não sei ainda aonde se localizam as coisas. Eu estava tentando falar com meu amigo, mas ele acho que não está com o celular junto. -Falei meio sem jeito. -Acho que você conhece ele já que ele também participa do time de futebol americano. É o Logan.

-Há claro, Logan. Mas afinal, quer que eu te leve até lá?

- Se você não se importar, pode ser.

-Claro que não. -Ele falou com um pequeno sorriso nos lábios. -Que mal educado eu sou, nem me apresentei para você. Prazer, meu nome é Justin.-Ele falou esticando a mão até mim.

-O prazer é todo meu. Meu nome é Maggie. -Falei também sorrindo e apertando sua mão.

-Então vamos?

-Claro!

Antes de nós partimos até lá eu percebi que ele deu uma piscadela para os garotos que estavam com ele antes de nós partimos. Mas nem dei bola para isso.

No caminho ficamos conversando e eu soube que ele morava perto de minha casa e tinha a mesma idade que eu. Quando chegamos lá avistei Logan de pé perto da porta. Provavelmente ele estava me esperando. Assim que ele me viu deu um leve sorriso mas assim que viu que Justin estava me acompanhando o seu sorriso logo se desmanchou.

-Então vamos Mag?-Logan falou assim que chegamos na frente dele

-Amm... acho que eu já vou indo. -Justin falou já dando um passo para trás já percebendo a cara que Logan estava por ter visto ele.

-Não quer ficar para comer com a gente Justin? -Eu falei

-Não sei se é o melhor a fazer. -Justin falou

-Por que não? Vamos com a gente! -Falei puxando os dois para dentro do refeitório. Eu sei que Logan não gostou muito, principalmente quando eu dava mais atenção para o Justin.

Nós entramos e logo avistei Emma e Caitlin. Todos pegaram seus lanches e fomos nos sentar em uma das mesas. Em um lado estava Emma e Caitlin e no outro estava Justin, eu e Logan. Exatamente nessa ordem e eu ficando no meio dos dois. Nós todos ficamos conversando e comendo. Foi bem legal, um momento eu e Justin ficamos conversando e praticamente quase só a gente falava. Era coisas aleatórias mas bem interessantes. Quando me toquei que o assunto estava chato para os outros mas princpalmente para Logan fiquei meio mal e tentei resolver isso de alguma forma, eu não queria ficar de mal com Logan já no primeiro dia que voltei a falar com ele.

-Logan, o que foi? -Falei o abraçando pelas costas.

-Nada. -Falou seco.

-Foi alguma coisa que eu fiz? se foi, pode falar!-Ele negou com a cabeça fazendo birra.-Então o que foi? Pode falar para mim, eu não conto pra ninguém.-Falei aproximando minha orelha de sua boca para que ele pudesse susurrar e só eu escutar. Ele não falou nada. Eu estava tentando de alguma forma reverter aquilo. Mas não estava sendo possível. -Logan, não fica assim!! Será que eu vou ter que dar um beijinho para sarar?- Ele riu pelo nariz. Fui até ele e selei sua bochecha.- Será que sarou?-Perguntei o fitando.

-Está um pouquinho melhor até. -Ele falou sorrindo, o que me fez cair na gargalhada assim como todos que estavam na mesa. Ele era um fofo, a nossa amizade era mágica.

Depois foi tudo tranquilo, todos comeram e conversaram normalmente. 

Bateu o sinal indicando que já deveríamos voltar para as aulas. Eu me despedi de Emma, Caitlin e Justin, pois eles iriam ter outra matéria. Eu e Logan seguimos para a próxima aula que era a mesma matéria. Agora eu já estava conseguindo me localizar melhor.

                                                             [...]

Cheguei em casa e joguei minha mochila no sofá. Eu estava exausta, hoje tinha sido um dia bem agitado. Minha mãe chegou na sala e trocamos poucas palavras, logo eu subi para o meu quarto e fui reto para o banheiro, me despi e amarrei meu cabelo em um coque alto, entrei no box e liguei o chuveiro. Fiquei longos minutos ali me relaxando naquela água morna. Desliguei o chuveiro e me enrolei em uma toalha indo até o meu closet, coloquei minhas roupas íntimas e apenas uma blusa grande que roubei de Ryder. Mandei uma mensagem para minha mãe falando que eu não iria jantar hoje. Eu estava realmente muito cansada e naquele momento eu só precisava de uma boa e longa noite de sono.

Desliquei a luz do meu quarto, liguei o ar-condicionado em uma temperatura bem baixa e deitei em minha cama me cobrindo. Mesmo sendo um pouco cedo ainda, não me importei e cai em um sono profundo.

                              

                                Continua…




Notas Finais


Entãooooo, está aqui mais um capitulo pra vocês. E olha que esse capítulo foi o que mais me deu trabalho. Eu tive que escrever ele 3 vezes. Vocês tem noção disso? Ele tinha ficado gigante mas so quem escreve e depois perde o capítulo sabe como é isso de ter que reescrever tudo de novo, não fica a mesma coisa de antes e nem tão grande. Nessas alturas de ficar reescrevendo tudo de novo acho que até decorei esse capítulo.
Eu iria postar segunda de meio-dia mas aí o que aconteceu? Do nada apagou TUDO. E eu tive que escrever de volta, ai eu escrevi tudo de novo estva tudo pronto eu já iria postar quarta de manhã e aconteceu o que? Isso mesmo, apagou tudo e eu tive que escrever tudo de novo. Daí já estava tudo certo pra eu postar quinta de meio-dia aí aconteceo que? Acaba a luz ainda de manhã e eu não consigo portar o capítulo, e voltou a luz quando? Só hoje (Sexta) de tarde. Não se preocupem que eu não vou demorar tanto pra postar de novo.
Então não me matem por esse capítulo estar meio chato, mas foi necessário. Não se esqueçam de comentar e se ainda não favoritou, favorite a fic por favor.
Beijinhos e brigadeiros a todas vocês! ❤ E me desculpem por qualquer erro.
Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...