História When I lost You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Suga
Tags Angst, Deathfic, Sugakookie, Yoonkook
Visualizações 51
Palavras 603
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Falae genteeee
Aqui estou eu com mais uma one yoonkook (novidade kskk)
Prometo trazer outro shipp da próxima vez (aceito sugestões)
Vou variar, não quero enjoar vocês
Mas yoonkook sempre vai ter, é o meu foco principal, preciso divulgar o otp maravilhoso :3
Enfim, bateu uma dor no coração ao escrever, sérião
Como eu só escrevo fluffy, resolvi dar uma mudada e deu no que deu kk
Sofri demais escrevendo, mas mudanças são necessárias, de vez em quando
Tomara que gostem
Amo vocês
Boa leitura ^^

Capítulo 1 - Capítulo Único


Jungkook sentia-se solitário e desamparado; o coração frágil fragmentara-se em pequenos pedaços tomados pela corrosão. Os pequenos olhos encontravam-se inchados e arroxeados, latejando de tanto chorar; derramava numerosas lágrimas grossas e salgadas, na tentativa de descarregar e, consequentemente, minimizar a angústia que atingia o próprio âmago dilacerado. Porém, nem mesmo o despejar em prantos era capaz de aliviar o sofrimento proveniente da culpa que sentia. Min Yoongi. Esse era o nome do homem a quem Jeon amava incondicionalmente; com toda a paixão que havia armazenada dentro de si mesmo. Fora quem lhe fizera, enfim, encontrar o sentido para a sua existência; provar do amor genuíno, tão puro e verdadeiro. Um sentimento tão intenso e arrebatador, que fora levado à ruína. 

O remorso impregnava-se em seu ser; a consciência maltratava-o com lamentações e desgosto. O arrependimento amargo era como uma ferida, e, a cada vez que se rememorava do ex-companheiro, sentia o sofrimento ampliar-se; o ferimento em sua alma torturá-lo, a todo instante.  

O jovem sentia a dor melancólica invadir o seu peito com tamanha força e agilidade. Doía, doía demais. E nada no mundo daria um fim à sua dor, exceto a presença concreta de seu querido Yoongi-Hyung. O que seria impossível, já que o Min partira, para sempre.  

Jamais teria os abraços calorosos; o entrelaçar de mãos; os beijos suaves e apaixonados; as carícias singelas; a voz rouca e gostosa do amado ecoando em seus ouvidos; o sorriso terno e meigo direcionado apenas à si; as declarações após as noites quentes de amor, em que seus corpos uniam-se em perfeito encaixe; os cafunés confortantes após os dias exaustivos de trabalho; as conversas, que iam de reflexões filosóficas aos assuntos mais tolos, mas que rendiam boas risadas e muita diversão; as surpresas que faziam um ao outro, seja em datas comemorativas, até durante os dias simples e usuais; o olhar profundo e cativante do amante ao encontrar o seu; os momentos em que cozinhavam juntos; dançavam ao som de uma boa música; compartilhavam das vestes um do outro; utilizavam roupas e acessórios combinando; a companhia, que ia do repousar ao despertar; as reconciliações doces e recheadas de carinho e afeto; os mais sinceros ''Eu te amo''; o apoio contínuo, em todos os momentos de sua trajetória conjunta, novamente. Tudo não passava de uma série de lembranças longínquas que não poderiam ser revividas, somente rememoradas. 

Jeon sentia-se fraco por ser psicologicamente incapaz de lidar com a ausência de Yoongi; culpava-se por não estar ao lado do mais velho durante seus últimos minutos de vida; pensava ser responsável pelo falecer prematuro do antigo namorado, apesar de não ter responsabilidade alguma sobre o caso, afinal, a morte faz parte do ciclo natural de todos os seres vivos, ele só não imaginava que o Min o deixaria tão cedo.   

Até que Jungkook questiona-se ser apto para enfrentar o temeroso ''Fim''

Devastador; cruel; impactante. O ''Fim'' é o fenômeno mais pavoroso e amedrontador. Simboliza o desfecho de uma história; o cessar de um ciclo. Representa o abandonar; deixar para trás tudo o que é habitual e já fez parte de si, para assim confrontar o desconhecido; o novo. Não se sabe o que há pela frente; é uma incógnita, que só é desbravada quando se tem coragem para realizar tal proeza. 

Muitos fracassam, elegendo a desistência. Poucos são destemidos o suficiente para embarcar na aventura mais perigosa de todas; o ''Recomeço''.  

Seria Jungkook capaz de recomeçar, dessa vez, sem a presença de Yoongi? 

Ele, tampouco sabia.  

Talvez tentasse uma ou duas vezes, mas não antes de chorar até as últimas gotas de água se esvaírem de seus olhos. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
Caso queira fazer um comentário ou crítica construtiva, fique à vontade ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...