História When it Comes to Us - Capítulo 6


Escrita por: ~

Visualizações 8
Palavras 1.734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal, voltei! (ava)
Queria me desculpar pela demora, prometo que não vai mais acontecer.
Só pra esclarecer, eu resolvi deixar o capítulo sobre o Dylan S e o restante do pessoal, pra postar mais pra frente.
Fiquem com o capítulo da festinha da Holl 💕

Capítulo 6 - Noite de Inauguração


Fanfic / Fanfiction When it Comes to Us - Capítulo 6 - Noite de Inauguração


Pov Dylan

Hoje era o dia da inauguração, da nova loja da Holl. Ela estava toda animada, nesses últimos dias nós percebemos o quanto a Holl correu pra cima e pra baixo, no intuito de fazer tudo dar certo.

Ela havia convidado várias pessoas importantes para este envento, inclusive o meu chefe, a primeira dama, o prefeito e vários famasos que moravam em Nova York, e claro, jornalistas.

Hoje o dia estava bem corrido na DP, já era 5:40PM e o evento iria começar as 8:30PM, eu ainda tinha um tempinho. Holland me convidou para ser seu acompanhante, ou seja, terei que ficar andando com ela pra baixo e pra cima, mas tudo bem, eu vou adorar isso.

                                   ...

Ao chegar no apartamento por volta de umas 7:00PM, encontrei ele parecendo um salão de beleza ou coisa do tipo.

- E ae cara? - Falou Tyler ao meu ver entrar, ele estava comendo algumas rosquinhas, Crystal estava sendo maquiada e Holland também.

- Boa noite. - Falei pra eles, eles apenas balançaram a cabeça. Segui até o meu quarto, deixei a mochila em cima da cama e fui até o meu armário de roupas, eu tinha que estar apresentado pelo menos uma vez na vida né. Peguei uma calça jeans skinny na cor preta e uma camisa social branca, procurei por um blazer preto e o achei. Segui até o banheiro, tirei minha roupa e a coloquei no cesto, logo liguei o chuveiro e tomei uma banho, lavei meus cabelos e ao final do banho, enrolei a toalha em minha cintura, segui até a pia e escovei meus dentes e tirei qualquer resquício de barba. Voltei para o quarto já me vestindo. Após vestir a roupa, calcei um tênis modelo nike check preto. Me olhei no espelho, e gostei do meu visual. Penteie o cabelo e passei um perfume, vesti o blazer e pronto, peguei a carteira e a chave do carro, olhei no celular e já era 7:30PM. Sai do quarto seguindo para sala, onde encontrei quase todos prontos.

- UAU! - Gritou Crystal.

- O que? - Perguntei assustado.

- Você ta um gato maninho! - Disse ela mais uma vez um pouco alto. O garota escandalosa, as vezes acho que fomos trocados na maternidade.

- Está mesmo brow, até te pegaria. - Disse Tyler piscando pra mim.

- Eu odeio vocês, na moral. - Falei indo em direção a geladeira e tomando um copo de água.

- Vamos? - Disse Holland. Assim que me virei e meus olhos foram de encontro ao seu corpo, quase me engasguei, ela estava simplesmente linda, usava um vestido roxo escuro curto, com alguns detalhes de renda próximos ao tronco, na verdade nem sei como descreve-lá de tão linda!

- Vamos. - Falei colocando o copo na pia e seguindo até a porta, nós quatro seguimos juntos até o estacionamento, onde Holland iria no meu carro e Crystal e Tyler iriam no dele. Holland queria chegar mais cedo para conferir tudo, os convidados iriam começar a chegar lá para umas 8:15/8:20PM.

- Você está muito linda Holland. - Falei enquanto dirigia. Em nenhum momento tirei os olhos da estrada, pois estava bem difícil encara-lá sem querer avançar em direção aos seus lábios carnudos que haviam recebido um tom de vinho. - Chegamos! - Anunciei, na mesma hora senti a mão da ruiva se colocar sobre a minha perna, a olhei meio sem entender, ela se aproximou de mim e depositou um beijo em minha bochecha.

- Obrigada. - Sussurrou a mesma em meu ouvido, eu literalmente fiquei estático, não sabia o que fazer. Logo em seguida a porta do carro foi aberta e um segurança estendeu a mão em direção a ruiva, que aceitou e assim saiu do veículo. Eu fiquei uns dois minutos sem saber o que fazer, até que ouvi batidas no vidro.

- Olá senhor, quer que eu o leve para o estacionamento? - Perguntou o manobrista. Eu apenas concordei e sai do veículo. Logo vi Crystal e Tyler pararem o carro na entrada, decidi esperar por eles, logo nos três entramos juntos no local. Sinceramente, aquilo estava surreal, era a botique mais linda que já vi na vida. Crystal ficou mais encantada ainda.

- Eu quero comprar tudo! - Disse Crys com os olhinhos brilhando.

- Ainda bem que não trouxe dinheiro e nem cartão. - Falou Tyler depositando um beijo na bochecha da mesma e saindo e de perto, eu apenas dei risada e acabei levando um tapa no ombro.

- Aí! Deveria era bater nele e não em mim. - Falei para mesma que me olhava brava. - Vou lá com o Tyler. - Falei saindo de perto dela e seguindo Ty, o mesmo estava falando com um garçom.

- O que pega? - Perguntei ao me aproximar.

- Ele vai pegar quatro taças de champanhe para nós. - Disse Tyler, enquanto isso pude observar Holland conversando com algumas pessoas, elas pareciam ser funcionárias. - Aqui. -  Estendeu Tyler duas taças para mim, logo entendi que uma era para Holland. Segui até a mesma ficando atrás de si.

- Temos um brinde para fazer senhorita. - Falei próximo ao seu ouvido, percebi um sorriso se formar em seus lábios e a mesma se virou já pegando sua taça. Logo Crystal e Tyler se aproximaram de nós dois.
- Um brinde, para melhor estilista que esse mundo já viu, à Holland! - Falei ao mesmo tempo que nossas taças se tocaram.

                                   ...

A festa estava bombando, o prefeito e sua esposa já haviam chegado, e estavam impressionado com toda a decoração e é claro com cada peça roupa que havia naquela loja. Havia tantos jornalistas, famosos que toda hora eu perdia Tyler e Crystal de vista.

- Tudo bem? - Foi Holland que se pronunciar ao me ver meio longe.

- Tudo! - Falei com um sorriso nos lábios. - À festa está bombando! - Falei apontando pra multidão a nossa frente.

- Só de imaginar o trabalho que tive... Mas tá valendo muito a pena. - Respondeu ela com um brilho no olhar.

- Acho que as coisas vão ficar bem melhor. - Falei apontando pra entrada do evento.

- Aí meu deus! - Disse Holland já indo até lá.
Shelley, Arden, Daniel, Dylan, Cody e Vic estavam ali parados, eles paraciam procurar por alguém, mas assim que os olhores se cruzaram com o da ruiva eles logo soltaram um sorriso. Nem eu estava acreditando que eles estavam ali. Durante esses dias, Holland só falava no quão bom seria se o pessoal de Los Angeles aparecessem, ela sabia que eles fariam o possível pra estar aqui, e por fim aqui estão eles.

- Vocês vieram! - Exclamou a ruiva ao cumprimentar cada um deles.

- Você achou mesmo que nós iríamos perder comida de graça?! - Ironizou Shelley.

- Mais é claro que não, passa fome! - Falei dando um abraço super apertado na morena. A mesma retribuiu o gesto e ainda me seu um tapa.

- Finalmente em senhor Daniel! - Falei cumprimentando o loiro.

- Até que enfim cara! - Disse ele sorrindo. Logo Tyler e Crystal se juntaram à nós, agora sim tudo estava completo.

Após a chegada do pessoal, Holland foi chamada pelo Dj, era hora de fazer os agradecimentos, eu como bom acompanhante, permaneci ao lado da ruiva, enquanto isso ela agrdecia a presença de todos e distribuía alguns presentes para pessoal mais importantes, como a primeira dama.
Ao final do discurso, algumas celebridades mais velhas foram se despedir, logo as músicas mais agitadas começaram a ser tocadas, a iluminação ficou mais escura, de certa forma uma pista de dança foi improvisada, todos estavam aproveitando. Não me lembro bem, mas acho que já havia bebido o bastante por uma noite, logo a vontade de ir ao banheiro se fez presente. Segui até um dos corredores, assim que virei em direção ao banheiro, vi uma cena não tão agradável.

- Você ficou uma semana e meia sem falar nada, e agora diz que quer terminar? - Disse o moreno que estava segurando os braços da ruiva.

- Max, não dá mais tá legal... Eu não posso continuar com esse relacionamento, se é que eu posso chamar isso de relacionamento! - Exclamou Holland

- Não, nos vamos voltar pra Los Angeles amanhã, você vai repensar essa ideia! Eu amo você ruiva. - Disse o moreno ao tentar beijar a ruiva.

- Sai Max, eu já tomei minha decisão, agora me solta! - Disse a ruiva ao tentar tirar as mãos do moreno de seus braços.

- Não! - Disse ele mais alto.

- Solta ela! - Falei me aproximando dos dois.

- Dylan. - Disse Holland surpresa.

- Você é surdo ou o que?! - Falei para o moreno, no mesmo momento ele soltou a ruiva.

-  Isso ainda não acabou. - Disse ele saindo de perto de nós.

- Tudo bem? - Perguntei.

- Não, mas vai ficar... Obrigado. - Disse ela com os olhos cheios de lágrimas.

- Ei, tudo bem. - Falei puxando a mesma pra um abraço. Pude sentir a fragancia de seus fios ruivos, era maravilhoso.

- Acho que já vou pra casa. - Disse ela se afastando.

- Eu te levo. - Falei pegando em sua mão e a levando de volta pra festa. Até esqueci de ir ao banheiro.

- Tyler! Vou levar a Holland embora. - Avisei ao mesmo que apenas assentiu.

- Ruiva, pode esperar um pouquinho? - Perguntei enquanto a ruiva falava algo para as meninas.

- Claro. - Respondeu a mesma. Logo são correndo de volta ao banheiro, finalmente esvaziei minha bexiga. Assim que voltei pra festa, a ruiva já me esperava próximo a porta. Seguimos até o lado de fora, onde o manobrista já esperava com o meu carro, eu não estava tão bêbado, dava pra dirigir. Logo entramos no veículo e fui seguindo o caminho.

- Obrigado por hoje. - Disse ela ao colocar uma mão sobre minha perna direita.

- Não à de que. - Respondi sem olhar.

- Podemos ir pra algum lugar? Sem ser o apartamento? - Perguntou a mesma ao me encarar.

- Hum... Hotel? Motel? Bar? - Falei a olhando. A mesma soltou um riso.

- Motel? Sério?! - Disse ela rindo.

- O quê? Isso não significa que a gente vái transar. - Falei dando um sorriso.

- Dylan sério, você vai no motel pra quê? Pra conversar? - Perguntou ela na maior ironia.

- Claro que não! Mas você não disse um lugar, então, sei lá. -Falei olhando pra ela.

- Vamos pra casa. - Disse ela por fim.

- Quem te entende. - Falei balançando a cabeça em negação. 


Notas Finais


E ae?? Comentem!!
Ps: A relação do Max e da Holland vai ter algumas explicações no próximo capítulo, com isso, o "Pov" não será do Dylan e sim da Holland

Até o próximo, bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...