História When it let you - angels never fail - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Anjos, Cellbit, Demonios, Ficção, Romance
Visualizações 11
Palavras 714
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Explicações

Anjos: São humanos, que derrotam demônios mas nao sabem podem ser feridos com as garras dos demônios
Quando são atacados de surpresa seus olhos ficam brancos e suas garras ficam a mostra

Demônios metamorfos: Se disfarçam de mundanos mas quando começam uma briga são obrigados a virarem demônios de novo eles podem ser feridos com as espadas almas que podem ser convocadas pelos anjos se se concentrarem no seu poder

Izzy é um anjo que veio procurar ajuda
E acho que você já sabe quem por acaso e também

Capítulo 3 - Explain me


Fanfic / Fanfiction When it let you - angels never fail - Capítulo 3 - Explain me


Oi - disse alguém no escuro

Olho em volta e digo - quem é você ?

Você sabe bem quem é o que eu sou - ele diz - quem não sabe sou eu

Rafael ? - pergunto

De repente ele sai da sombra e vejo Rafael- Você tem que me avisar logo, tempos sombrios estão chegando

Antes que pudesse abrir a boca acordo com aquele alarme estridente

02.02.17 6:30

Visto uma calça jeans, uma blusa preta e um allstar que é mais o meu estilo

7:00

Desço até minha cozinha com meus materiais e Rafael já estava lá

Bom dia - digo pegando uma maçã

Bom dia - diz dona deya - o Rafael deveria aprender a ser educado que nem você

Bom dia - diz ele imitando minha voz que é meio fina e debochando

Acho que já vou - digo andando até a porta

Rafael vai com você - Ela diz - vocês vão para a mesma faculdade e é muito perigoso andar sozinha no Brasil, não é como no Canadá

Claro - digo olhado para Rafael - vamos ?

Ele penas lança um olhar e fomos
Fiquei o caminho todo pensando se contava pra ele

Oque foi ? - Ele me pergunta - Tá muito pensativa

Ehhh... nada - digo disfarçando

Aí tem alguma coisa - ele diz

Eu já disse não tem nada - digo já com raiva

Você sabe que pode confiar em mim - diz - mas eu posso confiar em você ?

Claro - digo

Logo chegamos na faculdade

Passou até que rápido
E passaram um trabalho em slides
É chegou a hora do intervalo

Vejo Rafael com umas pessoas sentadas numa mesa


Vou em direção a eles até Rafael olhar pra mim é balançar a cabeça em sinal de não então dou meia volta, talvez ele não me queira no grupo de amigos dele

Até que escuto

Ei menina do Canadá - me viro e vejo um menino da mesa do Rafael acenando
 
Aponto pra mim mesma olhando pra ele pra confirmar se ele está falando comigo

Sim ele estava
Fui até o menino sentando na mesa de Rafael

Oláa - disse - sou o Alan, esse é o rafa e esse é o felps

Oi - disse felps

Oi - disse envergonhada - sou a izzy e o rafa eu já conhecia

Então por que seu meia volta - disse alan confuso

Rafael apenas olhou pra mim e eu entendi o que quis dizer

Ahh.... - pensei um pouco - Eu tinha que fazer uma coisa
 
Hum .... sei não - disse

Claro, lixo não sabe de nada mesmo - digo com a cabeça baixa e um sorrisinho no rosto

Hoooooooo - disseram Rafael e Felps em uníssono

Então - disse Rafael - Vai querer sentar aqui com a gente em todos os intervalos ?

Claro, já que eu não tenho amigos aqui - digo - aliás, alguém pode me ajudar com o trabalho, não sei mexer em slides

Eu ajudo relaxa - diz Rafael

Hummm granolaa - disseram felps e Alan

Eu moro com eles seus retardado - digo explicando

ATA - gritaram eles e todos do refeitório olharam pra nós

Até que o sinal bate
As aulas passam até a hora de ir embora

Rafael, vamos ? - pergunto pra ele

Claro - diz

No caminho decido contar pra ele

Rafael - digo

Sim? - diz ele me olhando nos olhos

Se eu dissese uma coisa meio absurda e sem sentido você acreditaria e confiaria em mim ? - digo olhando bem no fundo dos seus olhos

Acho que sim - disse pensativo

Você é um anjo - Eu disparo

Anjo? - diz confuso - Não estou entendendo

Ehhh... - digo - sabia - cochicho para mim mesma

O que?  - diz

Nada não - digo e ando um pouco mais rápido ficando a frente

Sem ele eu vou morrer
Não vou conseguir controlar todos eles
Mas é se eu provar pra ele

Logo chegamos em casa
Entro no meu quarto
Logo Rafael aparece

Como é essa história de anjo - diz ele interessado e sentando na cama

Ahhhhh... Esquece o que eu disse - digo - Eu sou meio louca, esquece

Eu não sei, mas me parece interessante - diz

Continua...

Notas Finais


Se gostou deixe seu favorito
Deixe seu comentário
É até a próxima
Desculpa se ficou pequeno e desculpa pela demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...