História When there's love - Capítulo 30


Escrita por: ~ e ~alwaysallyson

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Norminah, Vercy
Exibições 331
Palavras 2.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.

NOTAS FINAIS!

Capítulo 30 - Eu ainda amo você


Fanfic / Fanfiction When there's love - Capítulo 30 - Eu ainda amo você

Pov Lauren

 

 

Acordei no dia seguinte com a campainha tocando, levantei e Olivia ainda dormia, fui em direção a porta e abri para encontrar uma Keana completamente sorridente. Como esse ser consegue ficar de bom humor a qualquer hora do dia?

- Oi amor. – Ela falou e me deu um selinho.

- Oi Keana. – Falei retribuindo o selinho e a abraçando.

- Eca. – Ouvi alguém atrás e me virei vendo Olivia com cara de nojo, o que me fez rir.

- Oi Olivia. – Keana a cumprimentou.

- Oi, trouxe alguma coisa para mim? – Ela perguntou na cara dura e eu a olhei de cara feia.

- Deixa ela Lauren. – Keana falou ao notar minha cara feia para minha filha.

- O que você trouxe? – Olivia perguntou na expectativa.

- Bom tenho várias roupas que ganhei no desfile e que vão ficar lindas em você, e trouxe as capinhas de celular que me pediu. – Keana disse entregando uma sacola cheia de coisas de celular.

- Você achou todas?

- Achei sim, e comprei outra coisa para você. – Keana falou sorrindo

- Eu já falei para você parar com isso Keana, você dá tudo que ela pede e depois ela vai achar que eu e a Camila temos que dar tudo que ela quer. – Falei repreendendo a mulher.

- É só um colar amor, deixa de ser chata. – Falou entregando uma caixinha aveludada na cor preta, que Olivia abriu e revelou um colar em ouro branco com um pingente de coração daqueles que se coloca fotos.

- Nossa que lindo Keana, obrigada. – Olivia ameaçou abraçar Keana mas acabou dando um passo para trás sem graça.

- Não foi nada, tem espaço para duas fotos. Você coloca sua mãe de um lado e sua mama do outro, assim elas sempre estarão com você. – Ela falou e Olivia sorriu.

- Tudo bem, vamos tomar café e nos arrumar para pegar o Lorenzo. Vamos almoçar fora e depois no boliche, o que acham?

- Acho uma ótima ideia mãe, vou ligar para ele. – Olivia falou e foi para o quarto.

Keana e eu fomos para cozinha, onde ela se sentou em um banquinho próximo ao balcão e eu comecei a preparar o café. Sempre que olhava para ela, ela estava me encarando e sorria. Eu gostava da companhia de keana, mas nosso relacionamento, nem de longe se parecia com o que eu vivi com Camila quando éramos casadas e mesmo quando voltei a uns meses atrás.

Às vezes me questionava se estava tomando a decisão correta, e nunca encontrava a resposta. Olivia sempre dizia que independente de ser a keana ou outra pessoa ela queria me ver feliz, mas que sabia que meu coração não pertencia a ela.

Olivia logo retornou arrumada, com um short jeans com alguns rasgos e relativamente curto, uma camiseta do bob esponja que deixava um pequeno pedaço da barriga a mostra, um all star nos pés e o colar que Keana havia lhe dado no pescoço.

- Ficou bom o short keana? – Ela perguntou dando uma volta na frente da minha namorada, o que me fez lembrar de Camila, quando me pedia opinião sobre roupa. Como podiam se parecer tanto?

- Nossa está linda, ficou perfeito. – Keana respondeu.

- Está muito curto, e essa blusa cobrindo pouco. – Falei mal-humorada. Eu não podia negar que Olivia estava crescendo, era uma moça linda e com um corpo invejável, mas ainda era meu bebe e a queria longe dos olhos desses marmanjos.

- Lauren deixa de ser chata, ela está linda. – Keana falou e Olivia prendeu o riso.

- Tá bom, tá bom filha. Você está linda mesmo. – Abri os braços para recebe-la.

- Lorenzo já está nos esperando. – Ela falou e foi se sentar para comer.

Terminei de colocar a mesa, comemos e eu fui tomar banho. Coloquei uma roupa simples, calça jeans, uma regata e sapatilha. Keana estava pronta também, então fomos a casa de Camila buscar meu filho.

Quando chegamos à frente da casa de Camila, Olivia desceu correndo e foi até a casa, abriu a porta com suas chaves e entrou.

- Ela tem as chaves? – Keana perguntou.

- Sim, assim como Lorenzo tem livre acesso ao condomínio e a chave do apartamento.

- Entendo. – Assim que respondi, Olivia retornou ao carro com Lorenzo em seu encalço de cara amarrada, desci para abraça-lo.

- Ei que cara feia é essa? – Perguntei quando ele veio me abraçar.

- Eu não gosto dela mãe, e só vou por que a mama praticamente me obrigou. – Ele falou bravo.

- Pode acabando com essa braveza aí, vamos almoçar e nos divertir no boliche. Estamos juntas agora, será que você pode ao menos ser gentil? Por mim? – Perguntei olhando em seus olhos.

- Pela senhora sim, estava com saudades e ainda estou bravo por você ter cogitado a possibilidade de ir embora e me deixar novamente. – Ele falou me abraçando, e só então me dei conta de que eu não conseguiria ficar longe dele novamente, nem que eu quisesse, o que não era o caso.

- Depois falamos sobre isso tudo bem?

- Ta bom mãe. – Falou e entrou no carro onde Olivia e Keana conversavam animadas.

- Mãe, o Lorenzo acabou de me falar que vai haver uma apresentação do pessoal do estúdio em uma competição, eles querem que eu vá. Nós podemos ir? – Olivia perguntou.

- Quantos dias, preciso voltar a trabalhar filha.

- Acho que uns 4 dias de competição, por favor mamãe? – Ela pediu, e dessa forma não tinha como dizer não.

- Tudo bem nós vamos, quando é? – Perguntei.

- Próxima semana, e você está convidada também Keana. – Lorenzo falou pela primeira vez desde que saímos da frente de sua casa.

Fomos o caminho inteiro falando sobre o tal concurso, e mesmo Olivia ficando fora um mês, eles a queriam no time. Ela realmente levava jeito para dança.

Almoçamos no shopping e lá mesmo fomos ao boliche, tivemos uma tarde e um início de noite maravilhoso. Só fomos para casa por volta das 08:00pm e Olivia quis ficar com Camila, e algo me diz que era pelo fato de Keana ficar em casa.

Deixei os dois na casa de Camila e fui com Keana para casa, ela certamente estava cansada, pois não descansou nada após a viagem. Chegamos, tomamos banho e fomos dormir, sem nem jantar. O cansaço estava grande.

 

 

Pov Camila

 

 

Após ir atrás de Lauren no Brasil e tirar da cabeça dela a ideia de ficar lá de vez, nós nos víamos raramente, sempre acontecia quando ela ia levar Olivia em casa ou buscar Lorenzo para passar o dia com elas.

Neste exato momento estávamos entrando no hotel em Miami, onde ficaríamos hospedados durante a competição dos meus filhos. Poderia ficar na casa dos meus pais, mas eles estavam como sempre viajando, e eu não quis invadir a privacidade da casa deles com vários convidados e sem a presença deles.

Ainda tinha o fato de que Lauren ficaria no mesmo hotel que eu, o clima entre nós até que estava melhor, almoçamos e jantamos juntas no primeiro dia.

Acordei cedo hoje e decidi descer para tomar café, e assim que entrei vi Lauren sentada sozinha, entreguei meu casaco ao recepcionista que estava ali e fui em direção a mesa.

- Olha só, guardou um lugar para mim, até já pediu e comeu a metade. – Brinquei para descontrair.

- Bom diaaaaaa. – Escutei a voz melosa de keana.

- Bom dia, não sabia que viria. – Falei olhando-a esperando uma explicação.

- Ah sim Lorenzo me convidou, e eu perdi a apresentação de ontem.

- Foi linda, ele e Olivia estavam maravilhosos.

- Você quer se sentar? – Lauren perguntou realmente constrangida, e eu já estava ali, então resolvi sentar.

- Você entregou o convite a ela? – Keana perguntou a Lauren que a repreendeu com o olhar e me lançou um olhar triste.

- Convite do que? – Estava realmente curiosa.

- Lauren não te contou? Vamos nos casar logo após o término do campeonato dos meninos. – Keana falou sorrindo sarcasticamente. Aquela mulher estava jogando comigo.

- A quanto tempo planeja isso? – Perguntei me direcionando a Lauren.

- A pouco tempo, pelo menos teremos o que comemorar de qualquer jeito.

- Que ótima notícia. – Falei sem olhar para nenhuma das duas.

- Senhorita o seu Taxi chegou. – O recepcionista avisou Keana.

- Vou até Nova York, os vestidos brancos estão em falta por aqui. Mas não se preocupe, eu volto a tempo para competição.

- Não estou preocupada. – Respondi seca, vendo a mulher dar um selinho em Lauren e a mesma se levantar dizendo que ia ajuda-la com as malas.

Aquela noticia tirou completamente o meu chão, me levantei pegando meu casaco e fui para uma área do hotel onde havia um banquinho e lá chorei tudo o que tinha para chorar. E assim aconteceu nos dois dias seguintes, a única hora que as pessoas viam minha cara era na hora a apresentação das crianças e a noite, Olívia passou as duas noites em meu quarto. Minha filha sabia que eu não estava bem, mas apenas ficava comigo, e ali eu sabia que tinha uma verdadeira amiga que eu poderia confidenciar qualquer coisa, mas esse não era o momento.

O dia seguinte passou sem emoções, as crianças não se apresentaram, tiraram o dia para ensaiar e se divertir um pouco na piscina do hotel. Dinah havia chegado no penúltimo dia para assistir à apresentação deles na final. Passei o dia todo no quarto, a noite pedi o jantar no quarto. Dinah insistiu para ficar comigo, mas eu insisti para que ela fosse jantar com todos, eu ficaria bem. E assim ela fez.

Sentei próxima a janela, e ali permaneci por um longo tempo, e só me dei conta de que não havia saído daquela posição por horas, quando Dinah entrou em meu quarto com um chocolate quente e um croissant, já era de manhã.

- Dormiu bem? 

- Como um anjo. - Respondi e notei seu olhar em direção a cama que estava do mesmo jeito de ontem.

- Tá legal, eu não dormi. 

- O que você está fazendo com você mesma amiga? Se ama mesmo a Lauren vai atrás dela. 

- Não adianta Dinah, ela sabe o que sinto por ela.

- Você já disse para ela? Já disse que ela está comentando um erro em se casar, você já disse que a ama? 

- E se eu disser e mesmo assim ela não me quiser? 

- Aí você fica aqui vendo o nascer do sol, e sua velha amiga vindo te trazer chocolate quente com croissant. Mas digo uma coisa, nunca vai saber se não tentar. - Dinah deixou o prato e a xícara ao meu lado e saiu.

Fiquei um tempo pensando nas palavras da minha amiga e resolvi ir ao quarto de Lauren, iria falar tudo, e se ela não me quisesse eu pelo menos teria tentado.

Cheguei a porta de seu quarto e bati, sabia que estava ela sozinha pois Keana só chegaria próximo ao horário da apresentação das crianças.

- Lauren? Você está aí? - As lágrimas já se faziam presente em meus olhos. E então notei que Lauren estava próxima a porta devido à sombra de uma pessoa ao outro lado. Pelo menos ela me ouviria.

- Lauren eu preciso que saiba...- Minha voz embargada não permitia que eu falasse tudo que tinha para falar.

- Lauren eu ainda amo você. - Falei e suspirei.

- Você ouviu? Eu te amo. Por favor me deixa entrar, eu não quero ficar aqui sozinha. - Falei e ouvi o trinco da porta ser girado. Ela havia trancado a porta por dentro. E o soluço preso em minha garganta saiu sem minha permissão. 

Então era isso, Lauren não me queria mais, ela havia literalmente se fechado para mim.

Sai dali às pressas em direção ao meu quarto, fui direto para o banheiro e me joguei embaixo do chuveiro. Chorei por um longo tempo. E agora eu estava decidida, sairia da vida de Lauren de uma vez. Eu não queria vê-la na minha frente.

Resolvi me arrumar e descer para assistir à apresentação dos meus filhos, não poderia deixar isso me afetar, não poderia e não deixaria.

Quando estava próximo ao auditório onde eles se apresentariam ouço a voz de Lauren atrás de mim.

- Camila espera. 

- O que você quer Lauren? Eu já falei tudo que tinha para te falar, e depois de hoje você não precisará mais olhar na minha cara.

- É isso que você quer? 

- Sim é isso que eu quero. - Falei e sai a deixando sozinha.

Doeu? Muito, mas era preciso dar o primeiro passo para juntar os pedaços estilhaçados do meu coração.


Notas Finais


Hallo, como estão?
Primeiramente me desculpem por esse capitulo, não se é por que eu li ele muitas vezes antes de postar, mas eu achei ele "pequeno".
Eu iria soltar dois hoje, mas o próximo é digamos que especial para mim, então vou postar ele na terça-feira que é um dia especial. Dia que essa autora linda e maravilhosa veio ao mundo! ta parei.
Espero que gostem e não me matem.
Prometo que logo as coisas irão se acertar.
Talvez semana que vem eu faça uma maratona de uns 5 capítulos, afinal já terminei de escrever a fanfic toda e estou apenas revisando, o que acham?
E também estou escrevendo uma One Shot que eu devo postar também até terça ai deixo link nas notas finais do próximo capitulo e por favor leiam <3
Até terça-feira babies


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...