História Where Do We Go From Here? - Sterek Version - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Breaden, Chris Argent, Claudia Stilinski, Cora Hale, Derek Hale, Erica Reyes, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jennifer Blake, Jordan Parrish, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken
Tags Derek Hale, Marrish, Scalia, Sterek, Teen Wolf
Visualizações 182
Palavras 1.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiro, obrigada pelas leituras e comentários, obrigada mesmo. Eu gosto quando vcs comentam, é importante pra mim saber a opinião de vcs ❤

Sorry qualquer erro

Boa leitura <3

Capítulo 7 - You are special


Fanfic / Fanfiction Where Do We Go From Here? - Sterek Version - Capítulo 7 - You are special

Stiles olhava pro relógio, olhava pro celular. Ele sabia exatamente o que estava esperando tanto quanto sabia que não deveria esperar. Mesmo se Derek não fosse, o que mudaria? "Mudaria que eu não vou vê-lo" Stiles disse a si mesmo, triste e frustado. Cláudia percebeu o filho tenso, e foi conversar com ele. Ela sabia o que estava acontecendo, mas uma coisa que os três sempre amaram na mãe, era o fato dela respeitar o espaço deles. Quando Liam crescesse era uma coisa que ele ia gostar também, Stiles pensou.

- Você tá bem, Stiles? - a voz de Cláudia sempre era doce.

- Claro, eu só... Tô pensativo. - tentou soar o mais natural que conseguia.

- Quer conversar?

- Não, valeu.

- Quando quiser, mamãe tá aqui.

- Não sou mais um bebê mãe. - Stiles disse emburrado.

- Sempre será meu bebê, Mieckzyslaw. - e beijou a testa dele. A única pessoa que ele gostava de ser chamado pelo nome era Cláudia. Era como uma prova da intimidade que eles tinham, como uma prova de que ele podia confiar nela. Que ela era sua mãe, e o amava incondicionalmente. E ele a amava da mesma forma.

Já havia aceitado que Derek não ia vir, escutou sua mãe resmungar, e olhou pra Malia e Scott se beijando no sofá e Parrish e Lydia de mãos dadas, com uma perna em cima da dele, no outro sofá. As vezes ele se perguntava se Jordan não tinha casa, porque estava sempre ali, e sabia que Melissa devia se perguntar o mesmo sobre Scott, porque ele sempre estava na casa de Malia. Stiles se perguntou o que poderia oferecer a Deus pra não ser lembrado tanto de que estava solteiro. Até seus pais estavam dando um selinho e um abraço na cozinha. Ele era literalmente a vela.

- Ei, eu tô aqui! Tira a boca da boca da minha irmã - Stiles gritou, e Parrish soltou Lydia, os dois sorrindo. Stiles queria sorrir daquele jeito um dia, mas no ritmo que estava...

Até que seu celular tocou. Derek estava o ligando. Ele nunca liga. Afinal, ele é Derek Hale, ele inventou o aplicativo de mensagens mais usado no mundo. E estava fazendo uma ligação. Mas isso não era o ponto. O ponto era: porque Derek estava o ligando?

- Stiles?

- Ei! Você vem hoje não é?

- Não... Mieckzyslaw, pode vir me encontrar? Eu preciso.. - Derek estava com a voz triste e embargada, e Stiles se sentiu extremamente preocupado - eu preciso... Conversar com alguém, Stiles. Eu tô naquele bar, o que passava na série lá, que a gente conversou sobre...

- Falamos sobre muitas, Der. Você tá bem?

- Tô, é o Mac'Larens Pub. Por favor, Stiles. Você vem?

- Vou. Me espere, me dê meia hora, OK?

- Obrigado. Muito obrigado.

Pegou as chaves correndo, e colocou uma camisa xadrez de preta, por cima da blusa cinza e calçou os tênis. Olhou pros pais e disse que ia sair, recebeu reclamações mas não se importou. Enquanto dirigia só conseguia pensar na estranheza daquilo, Derek o ligando, o pedindo pra encontra-lo, com a voz triste querendo conversar. O que aconteceu afinal? De uma certa maneira, se sentia feliz mesmo que não devesse, porque o veria, o tocaria e parecia que ia conhecê-lo um pouco mais, e não havia nada que Stiles mais quisesse naquele momento. Chegou no bar, e viu Derek sentado, tomando um martini, encostado na parede, parecia pensativo. Ainda assim, Stiles não deixou de perder o ar ao vê-lo, tão... Diferente. Sem camisa social, sem calças sociais, sem os coletes, parecia outra face de Derek, uma face que ele estava deixando Stiles conhecer, agora de calças jeans escuras e uma camisa preta manga longa apertada demais, destacava seus músculos ao extremo, parecia ser um tamanho menor do que ele realmente usava, de tão colada que era. Pensamentos impuros. Stileschegou na mesa onde ele estava e chamou sua atenção pra ele, e viu seus olhos vermelhos. Droga, o que tá acontecendo?

- Derek... O que houve?

- Queria te ver. - respondeu Derek com uma simplicidade perturbadora. Como se não soubesse o impacto que aquelas pequenas palavras iriam causa em Stiles.

- Por?

- Posso confiar em você, Mieckzyslaw? Posso?

- Lógico!

- Certo... Não fale nada até eu terminar... É um pouco longo.

Quando Derek terminou de falar sobre a irmã, Stiles estava em choque. Entendia a irmã, e entendia Derek, e sabia que ele não estava com raiva dela e nem nada, sabia que ele a entendia, e até a agradecia, mas porque ser tão dura? Stiles não sabia o que fazer, ele e Lydia eram tão unidos. Derek não disse o nome da irmã, mas disse que talvez Stiles a conhecesse, o que o deixou curioso. Não sabia o que dizer. Então escolheu algo clichê, e rezou pra que o resto fluísse naturalmente.

- Eu sinto muito.

- Tão clichê Stiles, esperei mais - Derek disse irônico e Stiles corou - mas não importa. Só queria conversar, e honestamente não sou um cara de muitos amigos. Mas tenho você agora Stiles, não é?

OK, talvez Derek estivesse bêbado, mas Stiles estava morto de vergonha agora. Não sabia o que dizer. Era tão tímido, nunca tinha as palavras certas. Lembrou do que disse a Theo "Estou gostando de um cara e quero que dê certo". Vamos Stiles, faça dar certo.

- Você tem.

- É uma coisa boa. - Derek disse e sorriu. - Vem, vou te pagar algo. Você bebe?

- Não, mas obrigado.

- Uma coca pro rapaz, e mais um pra mim - Derek gritou pro barman, que logo os serviu.

Beberam em silêncio, apenas se olhando e sentindo os corações acelerarem. Era tão intenso, e só tinha sido um abraço. Stiles sabia que teria que levar Derek pra casa, porque tinha álcool em todo o sangue dele, e só de pensar ficou nervoso. Queria beijar Derek, mas também queria que ele estivesse sóbrio pra lembrar, então ignorou seus pensamentos e pegou Derek pela cintura, passando o braço dele pelo seu ombro, fazendo seu corpo esquentar e arrepiar.

- Eu não... Tô... Ahn... Tão bêbado assim, Stiles. - tudo que Derek falava era arrastado. Culpa da bebida.

- Sim, você está. Vamos, vou levar você em casa. - Stiles falou sério, nem parecia um adolescente.

- Um perfeito cavalheiro - Derek disse e piscou pra ele, o deixando mais vermelho que um tomate.

- OK lobo bêbado, vamos. - Lobo bêbado parecia um bom apelido; inclusive, agora Stiles iria aderir.

Colocou Derek no carona, e entrou no carro. Derek o ensinou onde era o apartamento dele, e Stiles seguiu as coordenadas. Foram o caminho todo ao som do silêncio, Stiles olhando pela janela, admirando Beacon Hills como sempre fazia, vendo a neblina embaçar o vidro, os prédios, os carros, os casais... Teria algo daquilo um dia? Cora talvez estivesse certa. Mas não estava, porque Stiles o estava levando pra casa, cuidando dele, ele tinha encontrado. Mas ainda era tão cedo pra pensar nisso...

- Chegamos. Venha, vou levar você.

- Sabe que só estou deixando você fazer isso, porque é você Stiles, não sabe? - aquilo era um flerte e tanto, Stiles tremeu.

- Imagino. Venha.

Subiram e Stiles chamou o elevador. Estavam sozinhos no elevador novamente, e Derek tomado pela bebida se aproximou de Stiles. Ele não sabia como reagir quando sentiu Derek puxar sua cintura e colar seus corpos, se sentiu fervendo, aquilo era tão perto, tão real, ele havia desejado tanto, e mesmo que o homem não lembrasse no dia seguinte, sentindo o toque dele ali na sua cintura por cima da camisa, Stiles só pensava em beijar ele.

- Derek... - Stiles sussurrou, com os narizes encostados, sentindo a respiração acelerada de Derek, e sabia que ele também estava daquela forma.

- Oh céus, eu quero tanto.. mas não assim Stiles, não... Você é especial. Quando eu te beijar quero que seja especial. Quando eu te tocar quero que seja especial. Desculpa. Foi um impulso de um bêbado idiota. - Derek se afastou de Stiles, nervoso, se perguntando porque o emprenssou na parede do elevador, porque não o beijou. Os lábios rosa de Stiles tão perto... Os olhos dele brilhando como uma visão da manhã, era a visão do pecado. Mas Stiles era especial. E tudo com ele ia ser especial.

- Okay... - Stiles disse baixinho, frustado. Derek não quis beija-lo, mas disse que um dia iria, que ele era especial, estava tão confuso que sentia vontade de gritar.

Saíram do elevador, juntos, Stiles sustentando Derek e ele lhe indi cou onde era o apartamento.

- No meu bolso, o da frente... Meus reflexos...

- Calma.

Stiles tirou a chave do bolso dele, tocando a coxa por cima da calça e não resistiu ao impulso de apertar um pouco, e se sentiu tão excitado... Não muito diferente de Derek, que sentiu o arrepio subir pelo seu corpo.

- Mieckzyslaw, você tá se aproveitando de mim? - Derek disse sorrindo malicioso e Stiles não sabia o que dizer, apenas sabia que estava bem vermelho agora.

Não teve que responder, escutou uma voz feminina e conhecida ecoando pelo apartamento.

- Derek, onde você estava, eu tava preocupa... Stiles?

- Cora?


Notas Finais


*Black moon emoji*


Bjs de larry stylinson ❤😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...