História Where is our Love? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Chat Noir, Drama, Ladybug, Miraculous, Miraculous Ladybug, Romance
Exibições 50
Palavras 1.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


~~ Heey Miraculers!

Espero que gostem de minha Fanfic! Boa Leitura, fofuxos!

Capítulo 1 - Sou Volpina?


Fanfic / Fanfiction Where is our Love? - Capítulo 1 - Sou Volpina?

~ P.O.V Marinette ~

  Cheguei em casa pouco depois da batalha contra Volpina, e logo me deparei com Alya no meu quarto.

- Amiga! Você tá bem? Onde você estava? Eu e seus pais ficamos preocupados! - disse ela.
- Estou bem - respondi - eu estava escondida, ainda na escola.
- Ué... mas quando eu sai da escola, ela estava trancada. - Putss, me fodi. Parei para pensar.
- E-eu sai por uma janela que estava aberta... Quer Biscoitos?  Vou pegar lá em baixo. - Ela me olhou com o canto do olho; ela ficou me encarando até eu desaparecer de seu ponto de vista.

  Eu e Alya ficamos um bom tempo conversando sobre a Ladybug e o LadyBlog, até que ela começou a falar do meu ''crush''.

- Eaí, Marinette... Quando vai se declarar para o Adrien? - corei na hora.
- B-bo-om... Não sei!! - respirei fundo - não é que eu não queira, Alya, mas é que eu não sei se o Adrien gosta de mim do mesmo jeito que eu gosto dele.
- AI AMIGA! O Adrien é um cara legal e muito inteligente! Ele vai te notar uma hora! Mas se você se confessar logo, pode ser que isso demore menos! - ela disse, olhando diretamente para mim. Minutos depois ela virou-se para seu celular e concluiu: - Se você ama mesmo o Adrien, sei que você irá faze a coisa certa! - pausa de 2 segundos KKK - Tenho que ir, prometi a minha mãe que ia ajudar ela no trabalho hoje. Tchau, Mari!
- Até amanhã, miga sua Loka! - Nos despedimos e Alya foi. Fiquei surpresa por ela não ter me forçado a ligar para o Adrien naquele momento... Sei lá, é a Alya! Não se da para entender o que se passa naquela cabeça!

  Uma semana se passou e nada de akumas. Era estranho. O que será que Hawk Moth estava tramando?

~ P.O.V Alya ~

  Eu estava indo para escola quando eu vi um velhinho caído no chão. Fui ajudá-lo e ele me agradeceu.

- Obrigado, minha jovem. Sou eternamente grato por isso.
- Que nada! - respondi - IIH!! Tenho que ir, se não vou me atrasar para a escola. FUI!

  Até que o dia passou bem rápido e as aulas acabaram. Me despedi da Marinette e fui para casa. Quando cheguei em casa, vi uma pequena caixa na minha cômoda; eu a abri e logo começou a brilhar.

- Olá! Eu sou Trixx, sua Kwami!
- MINHA O QUÊ??? - Perguntei, assustada.
- Sua kwami. Sou responsável a lhe conceder poderes de super-heróis, como a Ladybug e o Chat Noir. - ela começou a me explicar tudo, de detalhe a detalhe.
- Então quer dizer que... EU VOU CONHECER A LADYBUG!!!!!!! AAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHG!! QUE FELICIDADEEEE!! :3
- Mas lembre-se de seu dever - ela sorriu - ah e mais duas coisinhas, mantenha isso em segredo. Ninguém pode saber sua identidade. E para se transformar é só dizer: Trixx, hora da mágica!- concordei com a cabeça enquanto eu colocava aquele lindo colar. Ele era prata, com detalhes laranjas nele.
- Certo. Trixx, hora da mágica! - Minha kwami imediatamente foi sugada para o meu colar e entorno de segundos um brilho laranja cobria meu corpo. Eu já estava com meu traje, como mágica {[como se isso já não fosse mágica! KKK]} ele apareceu sobre meu corpo. Ele era todo laranja, exeto na frente da minha barriguinha {[KKK]} onde ele era branco, do cotovelo para baixo era preto, assim como abaixo da coxa; eu usava também um grande cinto branco com contorno preto que se destacava no traje assim como minha máscara que era laranja com um contorno preto. Meu cabelo era solto (meu cabelo normal), e também, meu colar mudou totalmente sua cor. A corrente era prata, bem cintilante, o pingente nele era laranja com mais prata e um contorno dourado. Ele se destacava muito bem na luz.
  Como Ladybug tinha seu yô-yô e Chat Noir seu bastão, eu tinha minha flauta que criava várias ilusões. Meu poder especial era o Mystic que tinha o poder de transformar a ilusão em algo real. E também, eu podia voar.
  Sai de meu quarto e fui até o topo da Torre Eiffel para treinar. Meu voo não foi perfeito, mas fazer o que né? Quando cheguei, lá estava meus Ídolos! Ladybug e Chat Noir me encaravam como se eu fosse uma ameaça... Por quê?

- Olá.. Humm... Sou Aly... Sou VOLPINA! - Eles me encaravam, até que entraram em modo de defesa. - EI! Não estou akumatizada, se é o que pensam! Recebi meu miraculous hoje...
- Oh! Des-des-culpe! - Ladybug gaguejou.
- Hum, Eaí Volpina! - Chat disse.
- Ainda não acredito que estou aqui!!! - sorri - Sei que é ousado, mas vocês tem quantos anos?
- 16. -  eles disseram em uníssono, e ao mesmo tempo coraram.
- EU TAMBÉM!... Oops! Foi mal, isso é muito para mim.
- Tudo bem! - Ladybug disse - Bom, vamos lá. Chat? - fiquei parada sem entender nada.
- Sim, My Lady? - OOOOHHHH ELE CHAMOU ELA DE MY LADY!!!
- Vamos nos apresentar a nossa nova parceira, Gatinho Bobo! - AHHHHGGG, GATINHO BOBO!!!!! AI QUE FOFOOO ESSES DOIS!
- Bom, Eaí Volpy. Sou o incrível Chat Noir! Pode me chamar de Chat. Sou Lindo, dedicado, poderoso, charmoso...
- Calma aí Gatinho! - ela riu - Ooie, sou a Ladybug, mas me chame de Lady ou Bug, podes inventar um apelido para mim se quiser igual a esse Gato idiota! - rimos. Eles ficaram me encarando. Acho que era minha vez.
- E-eu me chamo Volpina, tenho 16 anos e podem me chamar de como vocês quiserem! :D
- Posso te chamar de Volpy? - Chat perguntou.
- Você já fez isso! - Ladybug retrucou. Nós duas acabamos caindo na gargalhada.
- Qual a graça!? - Chat perguntou, indignado.
- Nada! - eu e Ladybug respondemos em uníssono.
- Humm... Tenho que ir - falei -, até breve! Foi uma honrra conhecer vocês!
- Que nada, a honrra foi toda nossa! - disse Chat, com um sorriso Malicioso.
- Tchau, Volpy! - Ladybug dizia enquanto acenava para mim.

  Levantei voo meio merda, mas consegui chegar em casa. Me atirei na cama e fiquei pensando no ocorrido do dia... esse foi o melhor dia EVER!

~ P.O.V Marinette/Ladybug ~

- Não é incrível, Chat?! Uma nova parceira!
- Claro. - ele respondeu - Tomara que ela não se apaixone por mim. Você sabe, sou irresistível!
- Ah, não exagera! - sorri - Preciso ir Gatinho, até logo! - eu o abraçei.
- Ué, me abraçou, My Lady?
- Não se acustuma! - resmunguei. Ele riu.
- Adeus, My Lady.

  Saí dali imediatamente e cheguei em casa em segundos. Fiquei feliz por ter uma nova parceira, mas o que o Chat disse me tocou. Eu acho que não quero perder meu Gatinho. ;-;


Notas Finais


Espero que tenham gostado, Miraculers! Diga-me o que achou do capítulo nos comentários :*.
Até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...