História Where Is The Love? - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Lily Collins
Personagens Justin Bieber, Lily Collins, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Lily Collins
Visualizações 222
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiie docinhos .

Capítulo 17 - " Você não significa nada para mim ...."


 

- Justin por favor vamos conversar. - Eu implorava para ele parar, tentava puxar meu braço - ele segurava muito forte o mesmo, com certeza ira ficar muito roxo - 
- Cala a porra da boca sua puta. Como você teve coragem de ficar se esfregando com aquele viado ? - Ele falava com ódio e nojo em seu tom de voz, que me causava arrepio. Ele parou de me arrastar e ficou me encarando. Nos já estávamos la fora, a rua estava deserta. 
- Hein vadia ? Não vai me responder ? - Ele me deu um empurram. 
- Justin, eu não fiz nada, só estava dançando com o Luca. 
- Coisa que você não deveria fazer, você é minha Mia. MINHA. - Ele gritou o ´´ minha ´´ em um tom possessivo que me dava muito medo. 
- Eu nunca teria dançado com ele se você não estivesse ficado com aquela puta ! - não sei da onde tirei coragem para falar isso. 
- Mia você acha o que ? Que depois que começamos a ficar eu iria parar de comer putas ? - ele deu uma risada sarcástica, eu já estava com os olhos inchados e meu rosto estava todo molhado por conta das lagrimas. 
- E-eu pensei q-que você n-nao iria me trai-ir. Q-que como estávamos ficando v-você iria m-mudar. - Eu soluçava muito. Justin da outra risada sarcástica, aquilo me agoniava. 
- Como é ingenua Mia, ou talvez você seja apenas burra por acreditar que eu iria mudar por alguem, principalmente por voce . 
- Como assim ? - estava totalmente confusa. 
- Acho que você ainda não entendeu, VO-CE NÃO SI-G-NI-FI-CA NA-DA PA-RA MIM !!! - ele falava como se fosse obvio. 
- Se eu não significo nada para você, por que os beijos ? Os carinhos ? As noites de amor ? - Eu não conseguia parar de chorar de jeito nenhum. 
- Diversão. - ele falou com um sorriso divertido no rosto, que sinceramente me irritava. 
- Pensei que eu fosse especial. - eu falei bem baixinho, quase como sussurro e abaixei a cabeça e deixei as lagrimas escorrerem como chuva. 
- Mais não é. - mais uma de suas gargalhadas sarcásticas que me irritava profundamente. 
- SEU IMBECIL, IDIOTA, CANALHA !!! COMO VOCÊ PODE ? MATAR MEU PAI NÃO FOI SUFICIENTE PARA VOCÊ ? TINHA QUE ESTRAGAR AINDA MAIS MINHA VIDA E ME ILUDIR ? - fui tomada pela raiva comecei a dar socos e tapas em seu peito, eu usava toda a minha força - que não era muita - em cada soco e tapa, mas parecia que não incomodava Justin, era como se ele não estivesse sentindo. Ele segurou meus pulsos e me empurrou e eu me desequilibrei e quase cai. 
- COMO VOCÊ OUSA ENCOSTAR A MÃO EM MIM SUA PUTA DESGRAÇADA !!! - ele estava vermelho de raiva, eu não conseguia tirar meus olhos dos seus ate que eu encaro o chão da outra rua não por escolha pois meu rosto virou brutalmente e logo começou uma ardência e uma tremenda dor me invadi-o. Ele ia me dar outro tapa mais foi impedido por Luca. 
- Você não encoste nela seu covarde. 
- Ah que lindo, veio resgatar a donzela em perigo. - mais uma de suas risadas sarcásticas. 
- Não, eu só não suporto caras covardes como você que batem em mulheres. - Justin tirou seu sorriso do rosto e ficou com uma expressão de fúria. 
- Quer saber, cansei de aturar essa puta. Pegue ela pra você, aposto que vai adorar ter um brinquedinho assim como eu tive todo esse tempo. - Justin deu um sorriso e virou as costas e andou ate seu carro e deu a partida. Eu não acredito que ele fez isso comigo, como ele pode ? Ele me deu como se eu fosse um objeto. 
- Você esta bem ? Se machucou ? - Luca veio ate mim e me abraçou, pela primeira vez em muito tempo eu me senti segura


Notas Finais


Gostaram?

Tomou um rumo bem diferente ne ?!
Comentem

Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...