História Where is Wonderland? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 20
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Where is Wonderland? - Capítulo 1 - Prólogo

Eu sou Alice, tenho 17 anos e  no momento, estou presa em um sanatório.
Faz pouco tempo que perdi todas as esperanças de um dia sair daqui, e o que me restou de felicidade esta nas minhas  lembrancas de casa.
O doutor John diz que eu só posso sair daqui quando eu melhorar e eu sempre digo que estou bem, mas obviamente ele não acredita em mim, eu não o  entendo, não entendo o motivo de ele achar que eu não estou bem.
- Alice, doutor John esta te esperando - a enfermeira disse entrando no quarto.
Me levantei e fui ate o consultório dele
- Com licença - disse entrando na sala
-Sente-se - ele parecia calmo -Como você se sente hoje Alice?
- Um pouco triste, mas estou bem.
- Qual o motivo de sua tristeza?
- É inverno e está nevando- suspirei e olhei para janela, senti uma lagrima descer suavemente pelo meu rosto- Eu realmente queria ir la fora, queria sentir a neve, queria vestir meus agasalhos de inverno e fazer guerra de bola de neve.
- Entendo.- ele me fitava seriamente- Olha Alice,  eu sei que não é fácil ficar presa aqui, mas isso é para o seu bem.
- "Bem" em que sentido? Desde que pisei aqui eu nao me sinto feliz em nenhum momento, e tambem - exitei por um momento- não consigo entrar mais no país das maravilhas.
- Voce ainda acha que o País das Maravilhas existe Alice? - ele disse um pouco decepcionado- Seus sonhos sao peculiares, de fato, mas você tem que aprender a definir o que é realidade e o que não é,  só assim você vai conseguir sair desse lugar.- Sentia mais lágrimas cairem - Mas vejo um progresso,  você disse que não consegue mais entrar no País das maravilhas,  isso é bom. Se você se esforçar,  vai conseguir sair daqui Ali.
- Ainda existe uma possibilidade disso? De ir embora? - falei um pouco animada secando as lágrimas - Se sim, farei o que for possível para isso.
- É bom ver que está animada em cooperar - ele estava eacrevendo algo em seu computador - Vou fazer um teste, por uma semana você vai deixar de tomar seus remédios e vai se submeter à sessões de hipnose nas quais vou avaliar sua condição mental. A partir disso vou definir o seu tempo de estadia aqui.
- O tempo é muito relativo para você defini-lo doutor John - sorri para ele.
- O tempo que eu irei definir servirá tanto para mim quanto para você então será justo - ele respondeu com um belo sorriso - Bom, por enquanto é isso, pode voltar para o seu quarto, e tente não se senti tão triste Ali.
Sai do consultório e fui para a sala de estar,  fiquei sentada em em cima do encosto da janela olhando os perfeitos flocos de neve cairem no chão. Fiquei tão concentrada em observa-los, que comecei a me sentir leve, muito leve, parecia que eu estava flutuando.  Espera, eu estou flutuando, de repente o cenário monótono que é o sanatório começou a mudar, pude ver luzes brilhando e pude ver o que pareciam planetas se aproximando.
Pouco a pouco tudo começou a tomar forma definitiva,  eu estava no espaço,  flutando com a gravidade, podia tocar as estrelas e pulava de planeta em planeta. Tudo estava tão divertido foi quando escutei uma voz "ALICE, ESTAMOS SENTINDO SUA FALTA, POR FAVOR VOLTE"
-Quem está falando? Quem esta ai?
Derrepente comecei a cair, senti o peso do meu próprio corpo sendo puxado para baixo. Continuei caindo até acordar assustada no encosto da janela
- Que estranho, parecia tão real.
-Falando sozinha menina louca?- O enfermeiro zombou- Vamos, ta na hora de ir pra cama.
O obedeci e fui para meu quarto, deitei na cama e logo adormeci.


Notas Finais


Espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...