História Where is Zayn? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Little Mix, One Direction
Personagens Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Perrie Edwards, Zayn Malik
Tags Fifth Harmony, Little Mix, One Direction, Romance, Traição
Exibições 57
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


I'M BACK! Voltei depois de meses estudando trancada igual a Lauren XD credo...Desculpa, Laurenzinha querida.

Boa Leitura <3

Capítulo 18 - Eu preciso ouvir o que você quer


Fanfic / Fanfiction Where is Zayn? - Capítulo 18 - Eu preciso ouvir o que você quer

~ Zayn p.o.v.~ 

- Essa festa vai ser pica! Vou beber até não lembrar meu nome. - Harry dizia empolgado enquanto seguíamos os cinco no carro em direção ao clube onde seria a festa

- Vê se não perde a linha. Não quero levar ninguém desacordado no colo pra casa. - Liam bufou

- Relaxa. Só quero pegar alguém e ficar muito bêbado...- Liam lançou um olhar reprovador - ...bêbado de felicidade, eu quis dizer. Papai.

- Não estou bancando o "pai". Só não estou com vontade de ter trabalho com vocês.

- Liam, para de se preocupar. - Niall riu - Somos grandinhos. Pode curtir a festa sem esquentar com esses aí. Nós sabemos manter o controle. 

- Sabem muito... - Liam disse com ironia

Eu ri com aquela discussão de sempre. Liam ficava nervoso toda vez que saía com a gente. Geralmente, era ele que tomava conta de nós. Era o único que não bebia até cair. 

Não queria dar trabalho ao meu amigo, mas estava decidido a ingerir a maior quantidade de álcool que eu conseguisse. Só queria esquecer de tudo por algumas horas. Seria bom pelo menos relaxar um pouco já que eu não podia fazer nada pra melhorar a situação.

Chegando na festa, já podia ver uma pequena multidão dançando, se pegando e fazendo besteira.

"Hora da festa começar", pensei olhando o bar.

[...]

- O que é DNA? - Perguntei confuso com aquele nome

- É o nome do meu álbum, seu bobo. - Perrie ria de algo 

Eu segurava um copo e com a outra mão segurava Perrie pela coxa, ela estava sentada no meu colo. 

- Que gostosa! - Disse passando a mão pela sua perna 

- Por que não vamos lá pra cima? Soube que têm umas salas vazias aqui. - Ela sussurrou no meu ouvido com malícia

- Vamos. - Deixei meu copo no pequeno sofá onde estávamos e me levantei seguindo ela 

Perrie me guiava pelo meio das pessoas em direção a uma escada. A música estava muito alta, as pessoas se mexiam com agitação, o chão parecia estar tremendo debaixo dos meus pés. Minha cabeça estava girando, e girando, e girando...

- Ai! Cuidado, porra! - Louis se virou pra me encarar - Zayn? Que cara é essa? - Ele gritava preocupado

- A única que eu tenho. - Ri da minha própria piada

- Bro, tu tá muito bêbado. E vai pra onde nesse estado?

Louis falava de um jeito engraçado, o que me fazia ter que prender o riso sempre que ele abria a boca.

- Vou comer a Perrie no andar de cima. Quer ir?

- Puta merda. Tu tá muito bêbado mesmo. - Ele passava a mão pelo cabelo - Não pode ir, Zayn. Vai se arrepender amanhã.

- Cala a boca. Te perguntei nada. Vou foder uma gostosa e pronto.

- Quando você descobrir que a "gostosa" era a Perrie, vai querer se matar. - Ele disse segurando meu braço querendo rir

- Me erra.

Me soltei e tentei encontrar Perrie no meio daquele bolo de gente.

- Por que ficou pra trás? - Ela me achou primeiro - Vamos logo!

Perrie me puxava pelo pulso sem cuidado. Eu estava esbarrando em todo mundo. Tivemos que subir uma escada infernal que quase me fez quebrar a perna. Eu não estava aguentando ficar em pé.

Quando chegamos no andar de cima, ela me puxou para dentro de uma sala cheia de espelhos, onde parecia haver aulas de dança em dias normais. Aqueles espelhos todos quase me deixaram tonto, o efeito era sensacional. Mas não perdi meu tempo com aquilo. Comecei a beijar ela com rapidez. Depositei um chupão em seu pescoço, deixando uma marca bem forte, ri daquele borrão vermelho feito por mim. Enquanto isso, minhas mãos se divertiam apertando sua bunda. Ela era gostosa pra caramba e aquilo já me deixava excitado. 

Minha cabeça girava e minha visão estava meio embaçada, mas eu ignorei tudo isso. Não ia deixar de me divertir. 

- Zayn...- Ela gemeu quando a empurrei contra a parede pressionando minha virilha na sua

Ela corria as mãos pelas minhas costas, arranhando por cima da roupa, o que me deixava doido. Me apressei em tirar sua blusa, liberando uma perfeita visão dos seus peitos tampados pelo sutiã. Fui direto com a boca em um deles chupando com vontade, enquanto ela sussurrava meu nome.

- Tira essa calça logo. - Falei com pressa

Perrie não disse nada. Apenas me beijou de um jeito muito selvagem e feroz, logo chupando meu pescoço. Aquilo já estava acabando comigo. Meu volume era mais que perceptível mesmo com a calça por cima. 

- Não, Zayn. Não tão rápido. 

Eu não estava entendendo nada. Só pensava em foder ela logo e em unicórnios roxos voando no teto da sala. O que eles faziam ali?

- Eu disse que você ia me querer um dia. Eu preciso ouvir o que você quer...

- Que?

- É só pedir que eu te dou. - Ela disse com a boca colada na minha orelha - O que você quer, Zayn? - Ela mordeu minha orelha de leve, me torturando 

- Perrie, eu quero te com...

Não consegui terminar a frase. O vômito veio tão rápido que não tiver tempo de perceber que ia vomitar ali mesmo. Só senti quando já estava jogando tudo pra fora em cima dela. Sujei toda sua calça e sapatos.

- Ah! Seu imbecil! - Ela me empurrou 

Me virei para o outro lado e vomitei de novo, mas dessa vez no chão. Eu não estava me aguentando em pé. Meu corpo todo estava fraco, sentia minhas pernas tremerem. Sentei numa parte limpa do chão e me rendi ao efeito do álcool dormindo ali mesmo. 

- Ah! - Acordei mais um vez suando no meio da noite

Tive outro pesadelo. Pelas minhas contas, era o sexto só em quatro dias. Eu sonhava com Lauren ou com coisas horríveis como quase transar com a Perrie e depois vomitar nela sempre que fechava os olhos e tentava relaxar.

Minha cabeça parecia que ia explodir de tanta dor. Me levantei com dificuldade da cama e fui beber água pra tentar regular minha temperatura. Aquilo estava me consumindo. Eu não vivia mais em paz. Tudo girava em torno desse terror. Por mais que eu soubesse que Gahl estava evoluindo na busca, não conseguia ficar nem um pouco tranquilo. Era horrível tentar fingir que estava tudo bem na frente de todo mundo. Queria sair correndo atrás dela... Mas agora eu já havia dado mais um passo. 

Quando peguei o táxi na noite anterior, liguei pro Gahl pra pedir o nome da cidade onde Lauren estava. Eu iria pra lá naquele momento, mas ele tentou me acalmar e me fez ir até a casa que ele estava na Inglaterra. Ele me convenceu a ficar  na casa dele e me deu um quarto pra passar a noite. Ele disse que eu precisava me acalmar porque eu estava a ponto de quebrar algum móvel com um soco. Obviamente, não concordei de cara, mas ele disse que ia dar um jeito de eu viajar no dia seguinte com mais seis homens que já estavam indo pra lá encontrar com ele. Eu podia esperar mais um dia...mas só um dia. 

Eu não suportava mais ficar em Londres no meio daquela gente que não sabia de nada. Eu precisava sentir que estava fazendo algo pra ajudar.  

- Isso tem que acabar logo, cacete! - Gritei espremendo os olhos, tentando fazer a dor passar

Deitei na cama novamente, mas não conseguia dormir nem a pau. Mil coisas passavam pela minha mente ao mesmo tempo.


Notas Finais


O próximo capítulo sai logo, logo. Amém? Amém.

Deixem comentários, please!

Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...