História Where You Belong - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Weeknd
Personagens Abel Tesfaye "The Weeknd", Personagens Originais
Tags Abel Tesfaye, Romance, Submissa, Submissão, The Weeknd
Exibições 23
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Capítulo 36


Subi a rua e já tinha uma pessoa de costas me esperando, nunca esse lugar tinha ficado tão sombrio e frio...

- Bem eu estou aqui, agora me mostre quem é você, me diga oque quer e suma da minha vida!

a tal pessoa continuou imóvel no lugar, aquilo já estava me dando nos nervos..

- VAMOS VIRE-SE, QUEM É VOCÊ!?

- Olá Roselly...

- Bella !?

- Olá Roselly - disse com um sorriso assustador

- Oque faz aqui? 

- Não é obvio ? Por favor não se faça de desentendida...

- Mas, calma lá é você? É você que vem fazendo aquelas ameaças, a ligação foi tudo você?

- Sim.

- Porquê? - eu não conseguia entender o porquê de tudo aquilo vindo da parte dela, eu jamais imaginei que a Bella sera capaz de algo desse tipo

- Sabe por quê? Você me roubou, roubou minha vida perfeita, roubou o MEU homem e agora para prender ele a você inventou essa de gravidez !

- É oque? Olha aqui sua patricinha de merda - eu estava indo para cima dela quando ela me interrompeu

- Isso vem, me bate, bate aqui na minha cara, vai ser mais um motivo para eu sair daqui e ir direto para imprensa contar tudo sobre você e o Abel. Você é de menor isso é considerado estrupo e toda essa história de compra é crime sabe disso não é? Imagina o escândalo? - disse-me ela com uma cara de espanto e depois dando uma gargalhada - Todo esforço de anos do Abel para ter sua carreira musical indo por água a abaixo tudo por causa de você !

- Você não seria capaz disso...

- Dúvida? Eu sou famosa rica, tenho meus meios de fazer isso e ainda alterar algumas coisas.

- Não faz isso, Oque você quer para deixar a gente em paz?

- Eu quero que suma da vida do Abel, sei do contrato e estou pouco me fodendo, você vai dar um jeito de sumir, sair da vida dele e ir para bem longe.

senti meu mundo desabar ali, eu teria que ficar longe do Abel... Minha vontade era chorar fugir dali me jogar nos braços do Abel e nunca sair de lá, mas não daria esse gosto a ela de me ver chorar. 

- Bella por favor não, oque você vai ganhar com isso ? Acha mesmo que ele vai voltar atrás de você ?

- Ele pode não voltar logo de cara, mas com o tempo ele volta, comigo ele tem tudo...

- Tudo oque? você está louca !

- Olha, eu vou te dar uma semana, somente uma semana e você vai arrumar seu jeito de sair da vida dele!

- Oque eu vou falar ? Oque eu vou dizer? Você sabe que ele vai querer explicações e se eu sair sem mais nem menos ele vai me procurar até no inferno !

- Não sei , se vira ! Diz que ficou grávida de outro cara que o filho não é dele, inventa qualquer coisa. Eu só quero que você suma, caso contrario você já sabe oque vai acontecer. Espero que não me desaponte, agora tenho que ir. Tchauzinho, lembre-se uma semana...

Ela saiu e eu me aguaxei em um canto e comecei a chorar, senti braços me envolvendo e quando levantei minha cabela o Paulo estava lá

- Eu ouvi e vi tudo Rose...

- Eu... Eu não sei oque fazer, não sei para onde eu irei, eu não quero ir Paulo - desabei em lágrimas

- Levante-se menina, vamos, não chore, sei que doí, mas pense bem no que fazer, vamos contar para o senhor Abel e armar alguma coisa contra ela

- NÃO ?! Não vamos contar nada para o Abel só vai piorar tudo, Paulo me prometa que não vai dizer nada, por favor me prometa 

- Eu prometo menina agora vamos, vamos para casa...

- O caminho todo foi silencioso, minha mente vagava nos últimos meses juntos com Abel, cada beijo, cada toque seu em meu corpo, o amor, a tranquilidade, a proteção e o filho que estou esperando, fruto do nosso amor - passeia mão em minha barriga e deixei as lagrimas rolarem

Porquê tudo da errado comigo? Quando está começando a dar certo vem algo e derruba tudo novamente, não nasci para ser feliz...

                                                                                               P.O.V ABEL

Odiava mentir para Rose, mas ela estava muito estranha e oque eu ouvi da conversa não tinha a ver com oque ela falou resolvi ir ver os caras que grampearam o celular dela, precisava saber se tinha algo de errado acontecendo. Não gostava da ideia de que a Rose estava mentindo para mim ou se colocando em perigo por mim.

- Oi Jerry

- Iae cara, tudo certo ?

- Aham, eu vim saber das gravações daquele celular que eu pedi para você grampear.

- Pode olhar ali naquele notebook em cima da mesa cara.

Fui ate a mesa e peguei o notebook, esperava está errado, pus gravação e mal dava para ouvir a conversa só peguei algumas partes

- Jerry, mas que porra é essa fez o serviço errado? eu mal consigo ouvir.

- É isso cara, não fiz o serviço errado, a pessoa provavelmente sabia que o celular estava grampeado e ativou um virus que impossibilita que a gente consiga ouvir a conversa e eu já tentei de tudo mas não consigo resgatar a ligação limpa

- Droga?! - chutei a mesa

- calma cara quebrar minhas coisas não vai adiantar nada, aqui fuma um pouquinho 

- Não cara.

- Você recusando fumar? Olha só não é que o cara ta apaixonado mesmo - disse-me o Jerry rindo

- Vai a merda Jerry, tchau

- Bye, bye meu camarada 

Sai daquele lugar, entrei no carro e voltei para casa. Queria a rose perto de mim e segura o máximo possível.

Cheguei em casa e a Rose ainda não havia chegado, resolvi tomar um banho para esfriar a cabeça...

Deixei a água cair sobre meu corpo e levar pelo ralo tudo de estresse que me perturbava. Ouvi o barulho da porta abri e depois o box do banheiro ser aberto. A Rose estava enrolada em uma toalha...

- Posso tomar banho com você? - sussurrou para mim

 

 


Notas Finais


Se tiver algum erro me desculpem
Bjs da tia Dé <3
Comentem oque acharam...

XO !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...