História Wherever it is - Imagine Xiumin - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Angust, Casamento Arranjado, Exo, Imagine, Kpop, Minseok, Romance, Short Fic, Shortfic, Xiumin
Visualizações 57
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - VII. Você mente


cap 7 

 

Andamos em vários parques. Comemos também. Ainda passamos em uma joalharia para comprarmos um colar para mim.

 

-Ele é lindo. 

-Eu sei. 

-Vamos que já tá tarde. O mordomo já deve ter suspeitado que a gente não está em casa.

-Com certeza. Passamos a tarde toda nos parques. 

Pegamos um metro e voltamos para casa com a maior cara de medo e confiantes que vamos levar brigadas.
Chegamos lá e lá estava meu pai e os pai de Minseok sentados no sofá conversando com o Chen.

-Vamos passar de fininho  e falando baixinho.

-Olha eles ali.

-Vocês dois venham para cá agora. 

Fomos lá com o coração na palma da mão e de cabeça baixa cientes que as brigas não iriam ser poucas.

-Minseok meu filho, por que você fez isto? eu sempre mandei você cuidar bem dos seus estudos, suas organizações e principalmente seu futuro.

-Ele colocou um radio atrás do piano tocando musica de piano para me enganar mas quando fui na sala eu vi o radio. Subi para o sótão e ____ não estava lá também mas eu vi uma corda na janela então deduzi que eles fugiram. 

-_____. -Meu pai dá um olhar monstruoso para mim 

-Pai você tem que entender que não somos mais crianças! temos 18 anos e somos casados.

-É. Não podemos viver em pressões de pais toda hora.  Só queríamos curtir e ter uma vida de casados felizes. 

-Mas vocês ainda tem uma carreira para seguir. Vocês não podem viver uma vida de casados depois quando terem suas profissões?

-Então por que colocou para a gente casar cedo?

-Porque era a idade mais próxima de vocês se casarem. Vocês foram feito um para o outro desde o principio. 

-Eu ainda não entendo isto. 

-Enfim, onde vocês estavam? -O pai de Minseok entra na conversa.

-No parque de diversões.

-Então tá. Vocês podem ir para o parque todo dia que quiserem quando conseguirem seus empregos.

-Amanhã é o seu ultimo dia de treino, Minseok. Então trate-se de se esfossar amanhã.

-Você também, ____. 

-Sim.

-Estamos indo. -Os três se levantam do sofá

-Tchau.

Minseok:-Tchau. 

Demos um tempo para nossos pais saírem da casa. Até voltar a falar. ê

Chen: -Senhor Minseok, por favor volte a tocar o piano. Seu professor disse que você vai tocar 3 musicas amanhã que é provável cair uma das 14 que você aprendeu.

Será que era algo de errado só irmos nos divertir? o Minseok parece triste. Tudo isso por causa daquilo? ai que raiva.

-Você também, senhorita ____, volte a dançar.

-Certo. -Subo as escadas para treinar.

 

O outro dia amanhece eu tive que me levantar de 8 horas da manhã para treinar, vou para almoçar e de 13 ás 16 fui para a aula de ballet. Minseok passou o dia todo em casa treinando com a aparência triste. Hoje não podemos nem se falar, nem olhar um para o outro até para comer não comemos juntos. Que pressão. Que saber, eu já cansei de treinar. Eu vou é para o jardim tomar um pouco de ar fresco que quase não tomei. -Desço as escadas e vou direto ao jardim.

-O que você está olhando? -O professor Chaneyol bate no piano. 

Minseok parece que levou um susto e olha para o seu professor.

-Continue a tocar! o concurso é amanhã. 

Ele continua a tocar com os olhos vidrados no piano. 

 

-Professor, meus dedos já estão doendo muito, muito mesmo.

Ele olha para o rélogio do seu pulso. -Nós começamos a treinar de 8 horas e já são 5…por hoje já basta mesmo.

-Eu hoje também comi só o almoço e ainda foi rápido.

-É. Por hoje nós paramos por aqui. Você também está bem no piano, dá para amanhã pegar o troféu, dá?

-Sim.  

-Então tá. Agora é só boa sorte mesmo. -Ele bagunça um pouco o cabelo do baixinho. -Já estou indo embora.

Chen:-Como ele está, professor?

-Ele está bom. 

-Certo. Informarei para o pai dele. Pode ficar com sua esposa, Minseok.

-Aeee! -Ele se levanta do banco do piano e vai para o jardim. 

-Bem te quer, ____. -Ele se aproxima de mim.

-O que?

-É que você está tirando as pétalas da flor, ai eu disse que eu te quero.

-Ah, mas isto eu já sei. Eu estava perguntado se você iria falar comigo hoje ou não.

-Agora finalmente posso. 

-É.

Ele senta ao meu lado e pega o  tic tac do seu bolso. -Que um? você gosta?

-Eu quero.

-Pegue tudo então. -Ele me dá.

-Essa flor que você  estava tirando a pétala, sabia que ela tem um significado?

-Essas flores, não? -O corrijo e aponto para o chão.

-Essa flores que você tirou as pétalas se chamam miosótis  que significa amor verdadeiro. -ele arranca uma flor. -Aqui, um presente para você 

-Owwn. Muito obrigada. -O dou um abraço.

Ele sorrir.  -Meu…-ele pega no coração.

-Você tá com dor? -Pego na sua mão.

-Não…está tudo bem…só to um pouco com falta de ar. 

-Não acha melhor falarmos para o Chen? -Falo preocupada

-Não…Tá tudo bem. -Ele fala com uma tonalidade de voz diferente como se estivesse tudo normal. -Eu vou tomar o meu banho. -Ele se levanta do banco e entra em casa.

Ele acha que ficar falando com uma voz tranquia vai fazer eu me acalmar ? claro que não vai. Eu estou muito preocupada e o pior é que ele e ninguém me conta a verdade por trás disso! 

P.O.V’s Minseok

Ai que dor insuportável. Eu me sinto como se fosse morrer... mal consigo respirar e fico com vontade de vomitar. 
Tomo meu banho meio rápido por não suportar a dor, vou até a pia para poder vomitar e era…sangue? -começo a ficar preocupado. -Ai. 

S/n: -Você já terminou o seu banho? eu quero entrar- Ela bate na porta.

-Ainda não. -Vomito de novo e dessa vez, tinha vomitado mais sangue do que antes. Ligo a torneira da pia para limpar todo aquele sangue, desligo, troco de roupa e saio do quarto. 

-Você está bem?

-Mas é claro que estou. -Saio da frente dela.

-Tem certeza?

-Claro que tenho. Não precisa se preocupar, amor. -Dou um sorriso.

P.O.V’s você

Abro a porta do banheiro para entrar no banho e vejo no chão uma…isso é uma gota de sangue?  

Termino de tomar o banho e desço as escadas.

-Hoje vamos comer pizza, amor. -Ele sorri

-Tá…-falo com uma voz de preocupada

-O que foi, amor?

-Minseok, você está mesmo bem? não está mentindo para mim?  


Notas Finais


Ui, foi pego :v ou n


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...