Hist√≥ria Wherever you are ūüďĆ - Cap√≠tulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford
Exibi√ß√Ķes 12
Palavras 984
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
G√™neros: Festa, Ficção
Avisos: Álcool, Estupro, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura girls, espro que gostem
Comentem pra titia o que acharam 💜

Cap√≠tulo 14 - √Č o fim


Já se passaram quatro semanas e meu pai não estava nada bem, parece que cada dia ele piorava mais, mas ele gosta de bancar o durão e fingir que está tudo ben 

- filha me ajuda aqui. Ouço meu pai me gritar e vou até o quarto dele, e ao chegar lá fico meu paralisada, o chão estava todo cheio de sangue e seu nariz também 

- o que houve pai ? 

- eu não sei, só me leva pro hospital. Concordo e pego uma toalha pra ele por no nariz , ajudo ele a se levantar e entramos no carro 



- o que ele tem ? 

- o estado dele é delicado... O câncer se expandiu pra fora

- o que isso quer dizer. Falo já com os olhos lacrimejando

- ele não passará de hoje... Sinto muito. Controlei minhas lágrimas e saí da sala, e liguei para minha mãe, falei tudo o que aconteceu e em menos de minutos ela já estava lá 

- mãe... A abraço forte e começo a chorar

- filha. Ela chora em meu ombro - a gente sabia que esse dia ia chegar, querendo ou não, temos que sermos fortes agora...

- eu to junto com você nessa. Limpo linhas lágrimas e ela dá um sorriso - vou tomar um café ali na esquina e já volto 

- está bem, vou ficar com seu pai um pouco, em que quarto ele tá ? 

- 203. Ela concorda e sai, caminho até a o fim da rua e me sento nas cadeiras que estava do lado de fora,  e fiz meu pedido 

- mia ? 

- oi maddie. 

- mia... Hoje é o pior dia da minha vida...

- o que houve ? 

- meu pai passou mal e levei ele até o medico e me falaram que ele não passa de hoje. Começo a chorar novamente - mia o que eu faço ? 

- meu deus maddie, miga sinto muito, queria tanto estar aí com você... Olha eu vou fazer de tudo pra estar aí amanhã OK ? 

- em que pais vocês estão ? 

- texas,

 falta dois dias pra acabar a tour dos meninos, mas a gente vai amanhã mesmo 

- não precisa, vai que atrapalha eles... 

- não vai amiga... Imagina, claro que não

- mia eu estou sem chão... 

- mas você tem que tentar ser forte...

- CHEGA DESSE PAPO DE SER FORTE CARAMBA... A interrompo - to cansada de ouvir isso já, não consigo mais... Respiro fundo - olha vou desligar depois a gente conversa... Desliguei a ligação e peguei meu cappuccino, paguei a garçonete e voltei pro hospital. 

- filha fica aqui vou comer alguma coisa OK ? 

- está bem mãe. Me sentei na cadeira ao lado de meu pai e segurei sua mão

- não fica assim filha, mesmo eu estando lá no céu eu vou sempre estar te vendo e estando ao seu lado, vendo você crescer. Abracei ele e comecei a chorar

- papai você sabe que eu te amo...

- eu sei minha linda. E por isso que nunca me canso de falar que você vai sempre minha princesinha, OK ? 

- você sempre me chamava assim. Dou um sorriso fraco 

- e você sempre vai ser. Ele sorri - filha ame aquele alguém que te ama, e se ele te machucar saiba que eu estarei lá do seu lado pra te confortar .... Concordei e continuei abraçada com ele - saiba que eu te amo muito e sua mãe também, nunca se esqueça disso 

- eu te amo também papai. Falo chorando, e ao olhar para ele já estava fechando olhos vargamente... E aquele era simplesmente o fim. 

- pai ? Sacudo ele - papai ? Começo a chorar e caio no chão de tanta fraqueza, e minutos depois a porta é aberta pela minha mãe 

- filha levanta... Ela vai até em mim e tenta me levantar 

- mãe ele se foi... Meu choro se aumenta ainda mais 

- a vida é assim filha. Ela dá um suspiro e me abraça, e fico ali abraçada com ela ainda em choros 

- tome um calmante. Ouço a médica entrar no quarto com um copo e um comprimido na mão, pego e bebo em seguida, me levaram para um quarto e me deitaram na cama e depisi daquilo não vi mais nada....

 

                            ************


- finalmente acordou... Ouço a voz da minha mãe 

- por quanto tempo eu durmi ? 

- por 4 horas. Ela da um sorriso e sorriso fraco 

- sabe quem tá aqui ? 

- quem ? 

- os meninos e a mia 

- o que ? Mas o show deles ? 

- assim que eles acabaram vieram pra cá. Sorrio 

- manda eles entrarem 

- está bem. Ela sai e minutos depois Luke aparece no quarto 

- maddie. Ele me abraça forte e me dá um beijo na testa - que saudade meu amor 

- eu também estava. Falo sorrindo 

- eu sinto muito pelo aconteceu..

- Luke ele morreu nos meus braços. Falo quase num choro e ele ma abraça novamente 

- eu estou aqui agora. Ele me dá um beijo 

- como vai a turnê ? 

- bem, muito bem, aqui dois dias ela acaba e eu venho ficar com você

- foi difícil esses meses sem você, parecia uma tortura. Me aconchego em seu peito 

- eu também digo o mesmo, parecia que as horas não passavam e os minutos também. Ele fala sorrindo e eu sorrio.

- queremo vê - lá também, ou você acha que é só você rapazinho ? Ouço a voz da mia e vejo os meninos do lado dela do lado da porta e rimos, mia me abraçou e em seguida os meninos 

- sentimos muito maddie. Calum diz 

- é. Todos dizem em couro 

- obrigado gente por estarem aqui, sabe que isso é muito importante pra mim estarem aqui. Eles sorriem, e começamos a conversar aleatoriamente.







Notas Finais


Xoxo ray 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...