História Wherever You Are (Namjoon) - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bangtan Seonyeondan, Bts, Kim Namjoon, Namjoon
Exibições 134
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIEEE
PRECISO DIZER QUE TO APAIXONADA POR ESSE CAPÍTULO (tô berrando por isso)
E PRECISO DIZER TAMBEM PRA COLOCAREM COLETE

BOA LEITURA MEUS AMORES ❤❤

Capítulo 28 - Cap. 26


Fanfic / Fanfiction Wherever You Are (Namjoon) - Capítulo 28 - Cap. 26

Depois do café fui para o quarto onde havia dormido, o qual descobri ser de Namjoon e Suga. Me pergunto onde Suga dormiu pra me deixar na cama dele, sendo que nem dormi nela.

Pego meu celular que estava carregando e o ligo, vendo as mensagens de minha mãe perguntando se estou bem, etc. Respondo as mensagens mesmo sabendo que minha mãe já está dormindo. Como não tenho outra roupa sou obrigada a colocar a mesma de ontem, pensando que vou ter que ir ao hotel tomar banho e colocar outra roupa novamente.

Arrumo as camas e saio do quarto indo até a sala, onde Yoongi está jogado no sofá, parecendo completamente exausto.

— Oi. – digo me sentando no outro sofá.

— Oi. – responde sem o menor pingo de disposição.

— Você parece cansado. Não dormiu bem? – pergunto, me sentindo culpada por tê-lo tirado de sua cama, provavelmente não conseguiu dormir seja lá onde ele tenha dormido.

— É. Na verdade eu não dormi. – diz se mexendo no sofá e soltando um grunhido de dor. Dor?

O vejo colocar a mão no quadril e virar de bruços no sofá, ainda reclamando de dor.

— O que houve? – pergunto e ele para de se mexer de repente.

— N-nada. Só tô com dor. – diz limpando a garganta.

— Dor por quê? – questiono novamente, curiosa.

— Nada. Nada. Só veio essa dor no quadril do nada. – diz e resolvo deixar pra lá. Mas sinto que algo aconteceu. Dor no quadril? Quem fica com dor no quadril? Só se tivesse caído ou... Meu lado colorido da força acaba falando alto e eu entendo o que houve, mas fico em dúvida. Começo a rir baixinho. Será que é o que eu estou pensando mesmo? Yoongi está com dor no quadril por que fez sexo? Fico rindo por presenciar isso, e por entender o que houve. E também feliz por talvez ter descobrido que algum dos meus shipps no Bangtan é real. Ele me olha curioso.

— Que foi? – pergunta.

— Yoongi, você está com dor no quadril pelo motivo que eu tô pensando? – pergunto ainda rindo um pouco, o lançando um olhar significativo. O vejo ficar vermelho e acabo rindo mais.

— Do que você tá falando? N-não deve ser nada do que está pensando. – diz envergonhado desviando o olhar. Não consigo controlar a felicidade.

— Foi com quem? – pergunto engolindo o riso mas ainda mantendo o sorriso no rosto.

— O quê?! – olha pra mim incrédulo. Começo a rir de novo por seu jeito envergonhado e completamente corado. Nesse momento Hoseok entra na sala, todo feliz. Os dois se olham e Suga o fuzila com o olhar, mas não como se estivesse com raiva.

— Aí meu deus. – digo entendendo tudo e volto a rir. Os dois me olham agora, Yoongi ainda com vergonha e Hoseok tentando entender.

— Que foi? – Hobi pergunta. Yoongi se senta no sofá reclamando novamente de dor. Hoseok o olha preocupado. – Desculpa.

Parece que é mesmo o que eu estava pensando. E isso é muito legal! Fico feliz. Paro de rir mas continuo com o sorriso no rosto. O shipp é real! Aaaah.

— Hoseok cala a boca. – Yoongi diz, tentando fazer com que eu não pense o que já estou pensando.

— Mas é sério, desculpa. – Hobi se aproxima sentando ao seu lado no sofá, esquecendo da minha presença ali.

— Não é disso que eu tô falando. – diz e olha pra mim. Hoseok me olha também, e acaba corando. Tenho certeza que estou com o maior sorriso do mundo na cara.

J-hope arregala os olhos e fica olhando pra mim e Suga, como se procurasse o que dizer.

— Ei, tudo bem. Não tenho problemas com isso. – digo tentando tranquilizá-los.

— Olha, ninguém pode saber disso tá bom? Só o manager e os meninos sabem disso. Se mais alguém souber vai dar muita merda. – Yoongi diz sério. Afirmo com a cabeça, sei como as empresas são. Se alguém souber que um dos membros é gay isso causa um grande problema.

— Eu sei. Fiquem tranquilos, ninguém vai saber. – digo sorrindo. – Isso é muito legal! - bato palminhas fazendo os dois rirem também.

— Por quê tá tão feliz? – Hobi pergunta.

— Não sei, eu fico feliz quando descubro algo assim. Me identifico um pouco.

— Se identifica por que? – dessa vez é Yoongi quem pergunta.

Pronto. Minha vez de ficar envergonhada, mas sei que não preciso ficar assim.

— Eu sou bissexual. – digo desviando o olhar enquanto os dois me encaram surpresos.

— É sério? – perguntam, e eu afirmo balançando a cabeça positivamente.

— Mas você ainda tá no armário? – Hoseok pergunta me fazendo rir.

— Não. Minha família sabe e meus amigos também. Só não digo pra ninguém assim do nada. Se alguém perguntar eu falo de boas se não eu só não toco no assunto. – digo dando de ombros.

Os dois balançam a cabeça afirmando, continuamos conversando por um tempo até resolvermos que tenho que ir ao hotel.

Agora estou sozinha no hotel, Suga me trouxe aqui e foi embora dizendo que tinha que fazer umas coisas, mas que logo voltaria. O avisei que iria dormir um pouco e que provavelmente quando ele voltasse eu estaria dormindo e não escutaria a campainha, então falei com o recepcionista do hotel e dei uma chave extra pra ele.

Depois disso tomei banho, troquei de roupa colocando um short mais confortável e uma blusa com regata cavada. É meu terceiro dia na Coréia e me sinto completamente em casa, consigo falar coreano normalmente e fico feliz por isso.

Coloco música no celular antes de fechar os olhos e dormir abraçada com o travesseiro.

Acordo horas depois com fome, esqueci de almoçar. Acho que Yoongi ainda não veio aqui. Me viro na cama, enrolando pra levantar, sinto vontade de ir ao banheiro. Desligo a música do celular que ainda estava tocando, levanto com preguiça, vou ao banheiro e faço minhas necessidades.

Quando saio ouço um barulho da porta sendo aberta e vou até lá receber Yoongi. Mas na verdade quem entra é Namjoon.

— Oi. – diz entrando e tirando os sapatos na porta.

— Oi. Pensei que o Suga ia vir. – digo indo em direção a cozinha tomar água e ele vem comigo.

— Ah, é. Ele disse que era pra mim vir. – diz sentando a mesa.

Ficamos nos olhando enquanto tomo a água e quando termino coloco o copo na pia. Continuamos em silêncio por uns minutos, fico sem jeito por não ter assunto. Não sou a única que parece desconfortável, Rap Mon se mexe na cadeira a cada minuto, parecendo querer dizer ou fazer algo.

Então ele olha pra minhas coxas, sigo seu olhar e acabo corando, estou de shorts curto e minhas cicatrizes podem ser vistas.

"Merda." – penso o olhando sem jeito e ando até a porta do quarto com a intenção de trocar de roupa. Mas sou impedida por Namjoon que segura meu pulso.

Rapidamente sou virada, sinto uma de suas mãos deslizar até minha cintura e a outra ir para meu rosto. Fico congelada por ele estar tão perto, sinto meu coração acelerado e as pernas bambas pela quinquagésima vez desde que o encontrei.

— Na verdade fui eu quem pediu pra vir no lugar do Yoongi hyung. – diz me deixando confusa. Namjoon se aproxima mais, colando nossos corpos. Mas isso não parece bastar pois ele se aproxima cada vez mais. Olho para seus lábios automaticamente e depois vejo que seus olhos também estão focados em minha boca, fico corada por isso.

Ele parece exitar por um segundo, mas logo continua. Fico tonta e quando dou por mim nossos lábios estão colados em um beijo delicado. Fico surpresa por isso e penso se devo o afastar, mas acabo não fazendo nada, apenas deixando minhas mãos em seus ombros. Ele aperta minha cintura me causando um arrepio, fazendo com que eu esqueça tudo e apenar me entrego ao beijo.

Sua boca é macia como eu imaginei. Mas o sentimento de ter seus lábios pressionados contra os meus é indescritível. Com um pequeno movimento Namjoon passa sua mão, que estava em meu rosto, para minha nuca, aprofundando o beijo.

Até agora não fiz nada, então coloco uma de minhas mãos em sua nuca também. Sinto sua língua pedir passagem e não exito em deixá-la passar. Logo nos encontramos em um beijo carinhoso e lento.

Infelizmente o ar é necessário, com um último selinho quebramos o beijo e ficamos nos encarando. Ambos estamos ofegantes e tenho certeza que estou corada, pois sinto minhas bochechas queimarem.


Notas Finais


AAAAAAAAAA
Eu to surtando com esse capítulooooo

AAAAAAAA YOONSEOK AAAAAAAAAA

AAAAAAAA ELES SE BEIJARAM FINALMENTE

É SERIO EU TO COMPLETAMENTE APAIXONADA POR ESSE CAPÍTULO SOCORR

E ELA É BI AAAAAAAA
BERRANDO AQUI PQ N POSSO BERRAR DE VDD T-T

VOTEM, COMPARTILHEM ~amem~ A FIC

(desculpem se demorei mto)

TE AMO VOCÊS ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...