História Wherever You Are (Namjoon) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bangtan Seonyeondan, Bts, Kim Namjoon, Namjoon
Exibições 109
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores

Desculpem o atraso~

Passei trabalho pra escrever esse cap ;-;
Se tiver bosta me desculpem sz

Boa leitura 💜

Capítulo 29 - Cap. 27


Fanfic / Fanfiction Wherever You Are (Namjoon) - Capítulo 29 - Cap. 27

Continuamos nos encarando. Não consigo acreditar que nos beijamos. Namjoon continua na mesma posição com as mãos em minha cintura e minha nuca, olhando de minha boca à meus olhos repetidas vezes. Fico sem jeito, mas não consigo me mover, estou tonta ainda e meu coração está muito acelerado, me pergunto se ele consegue o ouvir.

Mesmo que eu esteja entorpecida pelo acontecimento recente, me sinto cada vez mais necessitada de seu beijo. Quero sentir seus lábios contra os meus novamente, mas fico sem dúvida se devo o puxar para mais um beijo. Antes que eu pense em mais alguma coisa Namjoon age primeiro colando nossos lábios outra vez.

Agora não me sinto tão insegura e  passo meus braços por seu pescoço, puxando seu cabelo levemente. Ele suspira apertando mais uma vez minha cintura, o que me faz arfar.

Rap Mon caminha até a parede mais próxima me empurrando devagar, sem quebrar o beijo. Agora com as duas mãos em minha cintura, pressiona seu corpo contra o meu e sinto sua excitação. Senti-lo me deixa excitada também e acabo soltando um gemido fraco entre o beijo.

Quebrando o beijo ele desce até meu pescoço, lambendo o local e dando leves mordidas. O local fica cada vez mais quente com apenas o som de seus beijos em meu pescoço.

Uma de suas mãos desce e aperta minha bunda fortemente, me fazendo arfar mais uma vez. Namjoon me puxa para seu colo, entrelaçando minhas pernas ao redor de sua cintura, fazendo com que eu sinta mais uma vez seu membro desperto. Ele me aperta contra a parede, querendo mais contato, sua mão desliza para dentro da minha blusa me causando arrepios. Cravo minhas unhas em seu ombro por cima da blusa. Namjoon geme baixo e volta a me beijar, seu gemido me arrepia mais que sua mão em minha cintura, sua voz rouca me enlouquece. O beijo se torna mais necessitado e quente. O ar se faz necessário e ele morde meus lábios, voltando ao meu pescoço onde deixa uma mordida me fazendo gemer novamente.

De repente escuto o barulho da campainha tocando. Namjoon para no mesmo instante o que estava fazendo e me coloca no chão. Nos olhamos assustados, ambos ofegantes, sua boca está avermelhada e tenho certeza que a minha também está pois ainda sinto a pressão de sua boca na minha. Estou com calor, penteio os cabelos com a mão e respiro fundo. Ouço a campainha tocar novamente, me pergunto quem é. Olho pra porta irritada.

— Não vai atender? – Namjoon pergunta me fazendo olhá-lo, sua aparência está extremamente sexy e ainda consigo ver um volume em sua calça, sinto vontade de ignorar quem está a porta e voltar o que estávamos fazendo, mas a campainha começa a tocar incessantemente. Balanço a cabeça confirmando e vou em direção a entrada do hotel. Antes de abrir a porta vejo Namjoon ir para o banheiro.

— Demorou ein? – Yoongi diz assim que abro a porta. O olho surpresa e vejo sua cara analisando minha aparência. Lembro que provavelmente meu cabelo está bagunçado e minhas roupas amassadas.

— O-oi. Entra. – limpo a garganta ignorando sua pergunta e abrindo espaço para que entre. Tento arrumar minhas roupas e meu cabelo novamente, acabo tendo pouco resultado.

— Tava fazendo o quê? – Suga questiona novamente, me pergunto se ele sente o calor que está no ar ou se sou só eu mesmo.

— Ah, n-nada. – me mexo desconfortável, me sentindo corar. Vou até a pia novamente e pego mais um copo de água.

— Cadê o Namjoon? – pergunta me fazendo quase afogar com a água. – Eita, que foi, calma aí.

Sinto meu rosto completamente quente. Respiro fundo ainda tossindo um pouco, tomando o resto da água calmamente.

— Ele deve estar no banheiro. – digo tentando parecer não me importar. Limpo a garganta de novo e sento a mesa. Yoongi fica me olhando como se tentasse descobrir algo, desvio o olhar. Vai que ele consegue ver o que eu estava fazendo só de olhar pra minha cara, com certeza tô muito vermelha e isso deixa tudo mais fácil de entender.

— Sophia, o que é isso do teu pescoço?! – questiona quase gritando. O olho assustada e envergonhada, acho que Namjoon mordeu ou chupou um pouco forte demais.

— O-o quê? Não sei. – digo rápido me levantando e indo até o quarto pra ver no espelho, uma mordida acompanhada de um belo chupão. Suga vem por trás de mim e me encara pelo espelho esperando uma resposta. Nesse momento Namjoon sai do banheiro e vem até o quarto devagar. Ele olha Yoongi que está com semblante curioso, depois olha pra mim e seu olhar se dirige até meu pescoço, fico mais corada ainda - se é que é possível.

Mexo no cabelo, o colocando na frente da marca, tentando escondê-la.

— O que vocês estavam fazendo aqui? – pergunta inquisitivo, nos fazendo ficar sem saber o que fazer.

Ficamos em silêncio, tentando encontrar algo pra dizer, mas está na nossa cara o que estava acontecendo.

— N-nós não...

— Então é por isso que você me pediu pra vir no meu lugar e disse pra mim voltar aqui mais tarde? – Suga vira pra Namjoon agora esperando uma resposta dele.

Rap Mon me olha parecendo pedir permissão pra falar, dou de ombros confirmando.

— É. Era isso. – diz suspirando pesadamente.

— Vocês são uns idiotas. – diz rindo. – Deveriam se certificar que eu não viria então, né. – o olho um pouco incrédula. – Que foi? É normal vocês quererem fazer isso não é? Eu notei os olhares desde o começo, não pensem que eu sou lerdo.

Vejo Namjoon dar um sorriso e olhar pra mim. Devolvo um meio sorriso de alívio.

Fico pensando se o que fiz foi certo. Não sei se deveria continuar, não sei se agradeço ou xingo por Yoongi chegar na hora. Pode não ser certo o que eu estava prestes a fazer, mas naquele momento nada parecia errado, me senti maravilhosamente bem. Talvez eu não consiga o olhar da mesma forma que antes, talvez eu não me sinta como antes.


Notas Finais


Sobre eu ter passado trabalho pra escrever esse cap: é que eu queria continuar oq eles estavam fazendo mas ao mesmo tempo não queria. Da de entender? Akshajs
Daí fiz o Suga interromper e depois não soube mais o que escrever akdhad

Preciso avisar que talvez amanhã eu esteja sem internet pois a tonta aqui esquecer de pagar. Então se isso acontecer não vou poder postar o capítulo. :C

Comentem, compartilhem...
Te amo vocês ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...