História While you're busy - Norminah - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beyoncé, Fifth Harmony, Jennifer Lopez, Kelly Rowland, Mariah Carey, Michelle Williams, Nicki Minaj
Personagens Ally Brooke, Beyoncé, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Jennifer Lopez, Kelly Rowland, Lauren Jauregui, Mariah Carey, Michelle Williams, Nicki Minaj, Normani Hamilton
Tags Beyoncé, Camren, Drama, Norminah, Romance
Exibições 231
Palavras 8.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yaaayy finalmente volti
Mil desculpas pessoinhas eu fiquei sem celular, sem PC e até sem internet. Quando consegui td eu fiquei sem inspiração para escrever. Escrevi diversos capítulos e nao ficava bom
Espero que gostem desse pq deu um certo trabalho, e sim, é gigante assim mesmo.
E imaginem a Beyoncé no lugar da Camz nessa foto ai embaixo.

Hmm.. A parte da Dinah acordando seria o dia seguinte aquele que a Carey pegou geral, passou o pau, como diria minha professora. A Normani na cama seria inté antes, talvez. 'Cameron ' Faz tanto tempo que to meio perdida com o tempo da fic. Nem lembro em que mês paro.

E ja vou deixar claro quero comentários se não fico 3 meses agr sem postar. Mentira nunca conseguiria eu sofro tanto ou mais que voces quando fico sem postar. Boa leitura povo

Capítulo 20 - Apologize


Fanfic / Fanfiction While you're busy - Norminah - Capítulo 20 - Apologize


 

. – Bear, não fica assim.   -Jennifer falou docemente, enquanto fazia carinho nas costas de Normani.  - Eu sei como você se sente..   -olhou Mariah por cima dos ombros.  - voce..  -Normani a interrompeu.




 

. – Não, tia, eu já fui magoada antes, e eu não consigo me conformar.   -se virou na cama,   ficando deitada com a barriga para cima.  – EU a fiz se sentir assim, EU, EU.   -cutucou o própria clavícula com certa força. Jennifer se sentou ao lado de Normani, de jeito que a mais nova pudesse se aconchegar em seu colo, recebendo o carinho da mais velha se deixou chorar novamente.








 

. – Realmente acho que você é uma idiota, Normani.   -Mariah disse, Normani apenas concordou.  – Disse que a ama, e desiste dela assim tão rápido. Com certeza não foi oque a Andy te ensinou.   -Normani a olhou confusa.




 

. – Mas eu pedi desculpas, até me ajoelhei. Ela disse que isso não adiantaria. E eu entendo.
 

. - E dai ? Eu corri muito atrás da Lolo antes de nos ficarmos juntas realmente.  -Camila interveio, e Lauren entrelaçou seus dedos nos dela, a olhando afetuosamente.


 

. – A Jennifer se divorciou de mim, se mudou e namorou uma pirralha, e eu não desisti dela.   -Mariah.





 

. – Mas vocês estão separadas agora.    -Normani rolou os olhos.




 

. – Sim, mas olha o quanto nós passamos juntas, criamos a Ally, e vamos ter mais dois bebes. Se eu não tivesse tentado talvez a Ally não tivesse se tornado essa mulher maravilhosa, por influencia de outras duas maravilhosas.   -Mariah continuou, e Jennifer assentiu.  – Jennifer e Bey ficaram há uns 17 anos atrás, e agora voltaram, e você ai já desistindo.



 

. – Talvez a Mariah não seja o amor da minha vida, mas foi o amor de uma parte dela.   -Jennifer abraçou Mariah de lado.  – Uma grande parte.  







 

. – Sabemos disso porque não desistimos na primeira crise.   -Mariah beijou a bochecha de Jennifer.

. – Oque ta acontecendo ?   -Bey entrou no quarto vendo a cena, olhou Mariah com os olhos semicerrados e braços cruzados embaixo do peito. Deu de ombros e abraçou Mariah também.




 

. – Viu, Mani !? Se você fosse corna mansa que nem a Bey, nada disso estaria acontecendo.  




 

. – Carey!   -Bey deu um tapa na mesma, depois se virou para Jennifer, que havia rido do que Mariah disse.



 

. – Desculpa.  -Jennifer disse.  – Mariah, isso não tem graça nenhuma.   -Mariah riu por Jennifer não conseguir ser seria, Jennifer também começou a rir. – Você está tirando o foco da conversa, G.


 

. – Que merda, hein, Bey. Pelo menos a Mani não riu da Dinah.   -Camila debochou.



 

. – Cala a boca, Camila.




 

. – Já entendi oque vocês querem dizer.  -Normani pensou por alguns segundos, oque fez Mariah e Jennifer sorrirem satisfeitas até ela acrescentar.   – Porra, 17 anos atrás. Vocês são muito velhas ! 



 

. – Desisto!   -Mariah.




 

. – Essa não tem salvação!    -Jennifer.



 

. – Tchau.   -Bey falou e se retirou junto as duas mais velhas.



 

5 dias depois..


 

. – Tia, você só tem que nos levar. Nada de sermão nas pessoas da festa.   -Lauren disse seria e Mariah assentiu.  – Não vai fazer feio para a gente.


 

. – Fazer feio? Querida, eu vou precisar jogar a minha maravilhosa filha na sua cara?!   -Mariah sorriu para Ally que estava pegando algo na geladeira. A pequena a olhou bem desconfiada.


 

. – O que você quer ?   -Ally disse ainda desconfiada. Mariah riu novamente e abraçou a pequena de lado.


 

. – Não posso dizer o quanto minha filha é maravilhosa?!   -Fitou Jennifer entrar na cozinha.  – Igual a mãe dela!


 

. – Você está se elogiando ou elogiando a Mami?  

 

. – A Jennifer.  -está a olhou surpresa.


 

. – Mariah, oque você quer?   -Jennifer a encarou da mesma forma que Ally a alguns minutos.


 

. – Porque vocês acham..   -fitou as duas cruzarem os braços abaixo dos seios.  – Okay!  Eu to com a Kelly.


 

. – WHATS?   -Só Ally ficou surpresa.


 

. – Onde está o favor que você quer de nós ?  -a mais velha perguntou impaciente, acariciando sua barriga.



 

. – É para vocês irem amaciando a Bey até contarmos.

 

. – Como?  Você e a Kelly?  Kelly Rowland?   -perguntou confusa. Mas foi ignorada.



 

. – Você acha que a G vai reagir mal?  


 

. – Não, acho que ela vai ter uma reação exagerada!  -Jennifer ponderou e assentiu. – Por isso quero sondem ela para não ser uma total surpresa.

 

. – Mas por que eu?  -Ally finalmente conseguiu a atenção de suas mães.


 

. – Porque você é a favorita dela.  -Mariah estreitou os olhos vendo a pequena jogar o cabelo.


 

. – E de quem eu não sou?  -disse como se fosse óbvio.

 

. – Onde aprendeu a ser tão metida assim?   -Mariah perguntou. Jennifer revezou olhares de incredulidade entre as duas. suspirou saindo de perto delas.


 

. – Eu mereço.  -a mais velha resmungou procurando algo que estivesse afim de comer. 


 

. – Agora me responde como que vocês estão juntas?   -Ally perguntou. 


 

. – Eu saí com a Dinah e acabei encontrando com ela. Uma coisa levou a outra e nós transamos no meu carro. 


 

. – No mesmo carro que você da carona para todo mundo?!   -Mariah assentiu rindo.  – Deveria deixar a Bey surtar com você. 


 

. – Não acho que a Bey vai surtar ela só vai ser exageradamente bem ou exageradamente mal.   -Mariah concordou.


 

. – Por que a Beyoncé...   -foi interrompida pela mesma. Carey não sabia que ela estava no apartamento.


 

. – Eu oque, Carey?   -a olhou com o cenho franzido.


 

. – Beyoncé sua louca.   -Carey sorriu.


 

. – Hã?


 

. – Você está bonita hoje!  

 

. – Carey, foi você que bateu no meu carro?   -Beyoncé analisou Carey.


 

. – Alguém bateu no seu carro?    -Jennifer perguntou.


 

. – Sim, bateram na minha traseira. 

 

. – Também com essa raba toda.   -Ally fez high five com Camila. Bey rolou os olhos até Jennifer sussurrar algo no ouvido dela e ela rir.


 

. – Não, você só está muito boni..   -Jennifer fez sinal para ela parar  – Ah, é a última vez que tento ser legal com você!   -deu as costas para elas. – Vocês cansam minha beleza.


 

. – Obrigada, Carey.   -abraçou esta por trás e beijou sua bochecha.  – Você é um amor!   -Bey ironizou a ultima frase.


 

. – Sua namorada está me assediando.   -Carey brincou.

 

. – Então porque suas mãos que estão na bunda dela?   -Jennifer bateu nas mãos de Mariah.

 

. – Não é assim que assédio funciona?   -riu e apertou a bunda de Bey.



 

. – Vocês são estranhas!   -Ally observava as com Camila e Lauren.



 

. – Você é metade Jennifer e metade Mariah então você é super estranha!   -Camila.

 

. – Me senti ofendida!  Cadê a Jen ciumenta?   -Beyoncé perguntou.


 

. – Ela não consegue ficar com raiva de mim.   -todas na sala riram até Mariah que falou isso.


 

. – Se lembra daquela vez que você perdeu minha apresentação de dança?!   -Mariah assentiu.  – Foi uma das piores brigas de vocês.


 

. – Querida, você é um fracasso na dança.


 

. – Mais uma coisa que herdei de você, mama!

Camila e Lauren seguraram o riso, Beyoncé e Jennifer nem tentaram. Normani que tinha finalmente saído de seu quarto se deparou com aquela expressão que Mariah estava fazendo de raiva e voltou para as escadas.


 

. – Não, Mani, fica!   -Lauren correu até a morena.  – Finalmente saiu do quarto!


 

. – Porra, quanto tempo eu fiquei la?   -disse assim que viu como a barriga de Jennifer cresceu.


 

. – Quase uma semana, querida.   -Jennifer a abraçou.  – Está se sentindo melhor? 


 

. – Sim, e já sei oque vou fazer para reconquistá-la! 


 

. – Graças a mim.  -Mariah exclamou.
 

A campainha tocou. Todas olharam para Normani. Esta suspirou.

 

. – Porra, hein.  -foi até a porta e a abriu revelando o  canadense loiro que tento conhecia, Normani sorriu largo e pulou no colo dele.



 

. – Justin, que saudade.   -o garoto riu.






 

. – Percebe-se, Manz.  -ele entrou na casa com certa dificuldade por Normani ainda estar em seu colo. Deu um beijo na testa dela antes de falar.  – Manz, também to morrendo de saudades mas sai você é muito pesada.  -Normani riu e resmungou algo parecido com "fracote" e saiu do colo dele.
 

. – Justin, que surpresa!   -Jennifer foi ate o loiro e lhe deu um abraço apertado.

 

. – Mas foi vo...    -Mariah o interrompeu.
 

. – É, Jennifer te chamou para ver se você anima essa garota ali.  -apontou para Normani.


 

. – Oque aconteceu?   -ele se virou para Normani novamente.


 

. – Te conto depois de comer! To morrendo de fome!   -Justin riu


 

. – Quando não?   -Justin abraçou e cumprimento todas demoradamente deixando Beyoncé por última.

 

. – Justin, Como você cresceu!   -Bey disse o envolvendo em um abraço.


 

. – E você, Bey...   -Justin pegou a mão dela e a fez da uma voltinha.  – Maravilhosa como sempre!  




 

. – Fato!   -Bey riu.



 

. – Não sou obrigada!   -Mariah rolou os olhos. se despediu de todas.

 

. – Também te amo, Carey.   -esta riu e mandou um beijo no ar para Bey antes de sair.



 

. – Então, Bey, o Jay como está?  


 

. – Nós nos separamos, Jus.  -os olhos do garoto brilhavam de esperança.


 

. – Você está solteira?!   -se aproximou dela.



 

. – Justin, nem tente!   -Jennifer o afastou de sua namorada.



 

. – Tia, não empata!   -disse frustrado. Jennifer olhou Beyoncé que estava rindo. – Você está solteira?!   -um sorriso malicioso se formou nos lábios dele.

 

. – Você não vai falar nada?!   -a mais velha já estava ficando nervosa.


 

. – Nope!   -Bey deu um selinho nela.


 

. – Nãoo!   -as meninas riram da cara dele. 


 

. – Fazer é melhor que falar!  -Beyoncé emaranhou a mão nos cabelos de Jennifer e a beijou fazendo o canadense ficar boquiaberto.


 

. – Vocês vão ficar rindo?  E a sua mãe, Ally ?  -ele separou as duas.  – A tia Mariah sabe disso ?


 

. – Criança, Não empata!   -imitou o tom de voz dele.


 

. – J, elas estão separadas também e sim ela sabe.   -Lauren o informou.


 

. – E ela vai ter um bebê com a Bey.   -Fitou Jennifer que estava novamente beijando Beyoncé.


 

. – Não, Jus, Os bebes, são gêmeos, são da Mama. E a mama ta com a Kelly!   -Bey parou o beijo abruptamente.


 

. – Kelly?  Rowland?  Minha Kelly?   -Bey foi caminhando até Ally enquanto perguntava.  – Kelly minha irmã Kelly?  -fitou todos, percebendo que só Justin e Normani pareciam surpresos. – Você sabia?!   -olhou Jennifer.



 

. – Vamos conversar la em cima, Jus.  -Normani disse terminando de preparar seu sanduíche. Pegou seu sanduíche e foi para o andar de cima acompanhada por Lauren, Camila, Ally e Justin.





 

                                  ******




 

Dinah acordou sentindo sua cabeça latejar, parecendo pronta para explodir a qualquer momento. Se levantou com certa dificuldade e foi procurar um remédio. Achou no armário do banheiro o remédio que queria, e aproveitou para fazer sua higiene matinal. Enquanto escovava os dentes percebeu que seu antebraço direito estava com uma espécie de curativo e também dolorido. Terminou sua higiene e foi para sua cama, só então percebeu que tinha uma outra pessoa nela, dormindo seminua.

 

. – Oque eu fiz ontem?    -a polinésia pensou alto, retirando o curativo de seu antebraço. Quando se deparou com oque tinha por baixo seus olhos arregalaram-se.  – PUTA QUE PARIU.  -esbravejou e começou a empurrar a mulher adormecida ao seu lado.  – ACORDA CARALHO!



 

. – Oque ?   -Zendaya acordou assustada.  – Dinah, oque aconteceu?   -coçou os olhos.



 

. – Olha essa porra aqui.   -a polinésia mostrou seu antebraço e a morena começou a rir. A polinésia Tinha tatuado em letras grandes “ZENDAYA”.



 

. – Foi sua ideia!   -a magrela riu.


 

. – Eu vou matar você!   -Dinah pulou em cima dela desferindo tapas e mais tapas nela.


 

. – Não é minha culpa!   -trocou os lugares na cama.  – Ninguém mandou beber tanto, idiota!   -Devolveu os tapas que tinha recebido da loira.


 

. – Você também tem!  -Dinah viu um curativo igual ao seu nela.


 

. – Oque?   -procurou em seu braço mas não tinha nada, suspirou aliviada. Dinah tirou o curativo da clavícula dela.  – Au!


 

. – Dinah Jane!   -esta riu escondendo a boca com a mão. Zendaya saiu de cima dela e foi para frente do espelho, constatando oque Dinah tinha falado. Uma tatuagem na clavícula também em letras grandes “Dinah Jane”.


 

. – Inferno!   -Zendaya fitou a tatuagem.  – Eu só lembro que você queria uma tatuagem.


 

. – Não lembro disso!



 

. – Queria fazer uma pizza porque você disse que era gostoso.  -Dinah fez careta.  – Ai eu falei para você fazer a Mariah porque ela é gostosa.   -Zendaya riu, pegou o braço dela e mostrou a tatuagem no pulso da polinésia escrito “Mariah” pequenininho. 



 

. – Você não presta!   -Dinah bateu nela novamente. – Eu lembro de..  Oh, não.  Eu liguei para Normani ontem?   -olhou para Zendaya esperando que ela negasse.

 

. – Ligou!   -Dinah cobriu o rosto com as mãos.


 

. – You suck! Era para você não me deixar fazer merda, e não fazer junto a mim.  -a polinésia se jogou para trás na cama.


 

[…]
 

Dinah saiu do carro de Troy, um tanto desconfiada por ele e Camila ter insistido para ela vir com eles a um..  Parque ?!

 

. – Porque me trouxeram em um parque?   -olhou para os dois que ainda saiam do carro.  – Não to afim de ficar aqui!   -Notou que o olhar deles estavam em algo atrás. Seguiu os olhares deles e antes de poder constatar oque era uma voz familiar falou:


 

— Mas esse é um parque muito especial!   –Viu Normani se aproximando com um coelho de pelúcia cinza.

 

. – Eu não acredito em vocês dois!   -Dinah começou com raiva. Tentou sair mas seus “amigos” a impediram.


 

. – Dinah, agora você já está aqui. Custa ouvir a vaca da Mani?   -Camila disse .

 

. – Eu acho que não custa.   -Troy disse como quem não quer nada e deu de ombros.


 

. – Eu concordo !    -Normani se aproximou de Dinah.


 

. – Seja breve !   -Dinah disse desinteressada no que ela tinha para dizer.


 

. – Podemos dar uma volta enquanto conversamos!?   -estendeu a mão para Dinah, esta olhou a mão dela e ficou com a mesma cara de desinteresse.

Camila empurrou Dinah de forma que ela perdeu o equilíbrio e teve que segurar a mão de Normani para não cair.  (N\a : isso que é amiga! )




 

. – Pode começar .


 

. – Ahmm..   -Normani procurou Lauren com o olhar para checar se estava tudo pronto. Viu Lauren fazer o sinal de “OK”.  – Quando nós estávamos juntas você fez de tudo para eu me sentir especial..



 

. – E você não percebeu !   -rolou os olhos.  – Já sei disso!  Vai ser o mesmo discur..   -Normani fez som de chiado para ela se calar.


 

. – Deixa eu terminar?!    -Dinah assentiu.  – Agora é a minha vez de te mostrar o quanto você é especial para mim, Dinah.   -empurrou Dinah pelos ombros a guiando até a frente da roda gigante. 

Jennifer começou a tocar o teclado, Troy que estava sentado em seu Cajon começou a acompanhar a música com algumas batidas.
 

Lauren : When we were together
We were just strangers
I was just playing around
So I didn't wanna work it out
No, I didn't wanna work it out

 

. – Hmm..   -Dinah fitou Lauren depois Normani.  – Isso é para mim?   -perguntou sem entender.

 

. – Sim, eu reuni as melhores cantoras que eu conheço!   -sorriu para a mais alta antes de se juntar a Lauren.
 

Laurmani : Thought something was missing
And we were too different
Baby, I'm looking back now
And I really should've worked it out
Yeah, I really should've worked it out

Camila :  I'm watching you with her
Thinking I had ya
How was I ever so dumb
Girl, I should've known that you're the one
Yeah, I should've known that you're the one.


 

. – Ta todo mundo olhando para a gente!   -Normani riu da forma que Dinah tentava se esconder com mãos.
 

Normani : So if it's not too late
I just wanna know
Tell me if we could still run
'Cause I finally know that you're the one
Yeah, I really know that you're the one
 

Tentou se afastar de fininho mas Ally veio por trás dela a levando de volta para perto das outras.

 

Normally: Because now that you're gone
And I sleep alone
I can't help it, I want you back
'Cause I

Troy parou de tocar o Cajon, Jennifer deixou a melodia mais lenta no teclado.

Normani : Girl, I miss you
Said I really do
Girl, I miss you
Now I understand that we're better together
Girl, I miss you
Said I really, really do
Girl, I miss you
Now I understand that we're better together
We're better
You know we're better together
We're better
You know we're better together



 

. – Normani, isso foi bonitinho mas se já acabou eu to indo.   -tentou ir embora mas de novo seus “amigos” a cercaram.

 

. – Só comecei. Vem!   -levou Dinah para roda gigante.


 

. – Normani, para de tentar uma música não vai.. 

 

. – Toda vez que você ficar reclamando eu vou te calar do melhor jeito que eu sei!   -Normani avisou. A polinésia amedrontou-se pois ela não sabe se resistiria  ao beijo de Normani.
 

I always knew you were the best
The coolest girl I know
So prettier than all the rest
The star of my show
So many times I wished you'd be the one for me
I never knew it'd get like this girl what'd you do to me

Normani cantava olhando diretamente para Dinah, que se sentia presa naquele olhar e na voz doce e rouca de Normani.
 

You're who I'm thinking of,
Girl you ain't my runner up
And no matter what your always number one
My prized possession
One and only
Adore ya
Girl I want ya
The one I can't live without that's you, that's you

 

No fundo a polinésia estava começando a achar fofo aquilo mas ela não iria admitir isso tão facilmente, nem para ela mesma.


 

You're my special
Little lady
The one that makes me crazy
Of all the girls I've ever known it's you, it's you
My favorite, my favorite, my favorite,
My favorite girl, my favorite girl

 

Normani terminou a música e ajudou Dinah a sair da cabine da roda gigante, a última a agradeceu com um meio sorriso.

 

. – Normani.  -a polinésia parou de frente para ela, fazendo-a fita-la. – Isso não dar certo. Por que você não desiste ?!

 

. – Você está dizendo para desistir da gente !?   -pegou as duas mãos da polinésia as acariciando com os polegares.  – Eu não vou desistir da gente.
 

. – Não tem a gente, Normani!   -soltou suas mãos das de Normani.
 

. – Você, Dinah!   -segurou firme a cintura de Dinah.  – Eu não posso desistir de você.  -suspirou ao ver a polinésia se afastando.  – Você parece decidida então não tem por que não deixar eu terminar oque preparei para você, não é ?!  Não vai mudar nada.

 

. – Eu acho melhor..  -Normani a cortou novamente.

 

. – Tenho uma surpresa de que você não vai querer perder!  

Antes que Dinah pudesse protestar Normani a puxou para andar com ela. Elas foram até a saída do parque onde Normani esperava encontrar um veículo para levá-las a praia que ficava a poucos minutos dalí.
 

. – Hmm.. Eu to perdida !  -Normani disse quando constatou que não tinha nada ali.

 

. – Como ?  -fitou a morena que parecia nervosa olhando as horas e escrevendo algo em seu celular. 
 

. – Beyoncé, graças a Deus!   -Normani viu a loira mais baixa se aproximando.

 

. – Ouço muito isso!   -Bey brincou antes de se dirigir a Dinah.  – Prazer. .   -estendeu a mão para Dinah.  – Beyoncé. Irei dar-lhes o prazer de apreciar minha linda voz neste belo fim de tarde.  -Sorriu simpática.


 

. – Mas porque se apresentou? Nós nos..   -percebeu a forma que Bey sorria.

 

. – Bey, para de graça.  -Normani rolou os olhos.

 

. – Mas eu tenho que avisar que eu posso ou não ter tomado umas antes de vim pra cá.  -Normani bufou.

 

. – Eu amo a Bey bêbada!   -Dinah abriu os braços e se jogou em Bey.

 

. – Eu amo quando você abraça assim. É fofo.  -Beyoncé apertou a polinésia enquanto Normani ficava fitando ambas se mordendo de ciúmes.
 

. – Quando você a viu bêbada ?  -Normani disse como quem não quer nada.

 

. – Nós temos umas tradições.   -a polinésia sorriu para a mulher bêbada a sua frente.  – Bey.  -Chamou a atenção da outra loira que estava com o olhar vidrado em um ponto atrás delas. – Pudim! 

 

. – Oque?  -Bey riu.  – PU..  -cobriu a boca com a mão e começou a gargalhar.

 

. – Eu sei, Dinah. É só enfatizar algo que ela ri.

 

. – É ?  -Dinah riu.  – Sua namorada é gostosa pra porra!   -Bey riu depois estreitou os olhos.

 

. – Filha...  -Bey deu um tapa na polinésia. – Huh..  Aquilo é...   Uma Mila. 

 

Beyoncé apontou para uma carruagem branca com estofamento vermelho que se aproximava delas depois olhou para Normani rindo.
 

. – Não!   -Dinah negou freneticamente com a cabeça e com as mãos também.
 

. – Prontas, madames ?   -Camila desceu da carruagem e se curvou cumprimentando-as com reverência. Inclinando o busto e dobrando os joelhos, se abaixando ligeiramente.
 

. – Karla, não foi isso oque te pedi!  -Normani puxou ela pelo braço se afastando um pouco de Dinah.  – Era só para trazer um táxi ou qualquer outra coisa que não se movesse por animais!
 

. – Ah, mas assim não seria tão romântico.  -Camila disse sorrindo.  – Não é, Bey ?!   -esta analisou bem a carruagem.
 

. – Não, isso é só ridículo mesmo!

 

. – Você tem toda razão, Bey. Eu não andar nisso !  -Dinah.

 

. – Mas vocês duas não vão ficar nada ridículas andando nisso!   -Bey tentou ajudar.
 

. – Chee, para de frescura. A Mani ta tentando deixa de ser babaca.  -Dinah rolou os olhos.
 

. – Okay mas isso é demais!  Sem condições!   -olhou Beyoncé quase caindo no chão de tanto rir.
 

. – A Carey ta esperando a gente na praia.  -Beyoncé disse tentando recuperar o fôlego.  – Umm táxi agora vai demorar.  
 

. – Ah, a tia Mariah vai querer arrancar o seu couro, Dinah, por deixá-la esperando. Ela ta tendo problemas no trabalho, discutiu feio com a tia Jen hoje cedo...  -Camila suspirou e a olhou como se estivesse com pena. – Eu não ia querer irritar aquela lá!
 

. – Então, Bey, você vai com a gente!?   -Dinah disse se encaminhando para a carruagem.
 

. – Vai mas não nisso ai!   -Camila sorriu sapeca e foi correndo apegar a bicicleta que tinha trago para Bey.

. – Uma vez uma metida disse que poderia andar de carrinho de rolimã e cantar.  -entregou a bicicleta a Beyoncé.  – Eu não consegui um carrinho de rolimã a tempo então..  -Bey só a encarou incrédula.

Ela não iria cantar e andar de bicicleta atrás de uma carruagem ainda por cima, certo!?
 

. – Não tô bêbada o suficiente.   -negou com a cabeça.
 

. – Você acha que não consegue, Bey.  -Camila provocou.
 

. – Você percebe que não sou criança para cair nessa, né ?!  -riu debochada.

 

. – Eu queria ver isso!  -Dinah disse fazendo bico, decepcionada.
 

. – Bey, se lembra daquela aposta que você perdeu e eu ainda não tinha decidido oque você faria!?  -Normani perguntou. Beyoncé negou com a cabeça.  – Pois é, B, sinto muito.

 

. – Eu não sei porque sou amiga de vocês.  -pegou a bicicleta com a cara mais contente. Só que não.  – realmente não sei.  -Dinah e Camila riram satisfeitas. Errado!   – Se eu cair dessa porra e me machu..
 

. – Pudim!  -Dinah sorriu satisfeita em vê-la gargalhando novamente.
 

. – Eu.. Odeio.. Vocês.  -Beyoncé disse entre risadas.
 

. – Ah, eu vou junto com o guiador?  Camila olhou para ele em dúvida.  – Motorista da carruagem para não perder isso.

Elas fizeram o caminho todo rindo da Bey. Mani explicou a Dinah que era para elas dividirem essa música mas depois disso as duas decidiram deixar a Sr. Badass cantar sozinha.

 

I know that this will hurt you,
I know you'll cry,
I know I called you selfish, but that's a lie,
I feel I know that's the best for us,




 

. – A letra nem é sugestiva.   -Camila disse e levou um soco fraco de Normani.



 

Let's start over,
And let's give love their wings,
Let's start over,
I'm tired of fighting 'bout the same old thing,
Let's start over,
We both know that this love won't die,
Maybe we can start over,
And give love another life.



 

Elas ficaram surpresas por Bey não ter desafinado e conseguido até mesmo seguir a parte mais difícil da música, mesmo essa parte não ficando tão bom quanto normalmente ela não desafinou.
Chegaram parte da praia que Normani marcou com Carey. Beyoncé deixou a bicicleta jogada em qualquer lugar e jogou-se no chão.
 

. – Ta cansada, rainha ?  -Camila provocou sorrindo com a língua entre os dentes.
 

. – Não enche!  -Bey rolou os olhos.  – Espero que saibam que é a última vez que ajudo o casal.  -olhou para Normani, depois Dinah.  – Se alguma de vocês fizeram merda futuramente, só ajudarei com o processo de divórcio.

 

Em meio aquela areia toda tinha fogueira acesa e uma toalha de praia forrada perto da fogueira. Carey estava as esperando ali.

 

. – Eu sou Mariah Carey, e irei cantar “We belong together” para vocês. 
 

. – Qual problema de vocês para ficar se apresentando?!   -Mariah fez som de chiado para ela se calar.

 

. – Você está linda, tia.  -Dinah sorriu para ela.

 

. – Obrigada, fã. Mas sem fotos, por favor.  -Carey tirou seu cabelo do ombro.

 

I didn't mean it when I said
I didn't love you so
I should have held on tight
I never should have let you go
I didn't know nothing
I was stupid, I was foolish
I was lying to myself
I could not fathom that
I would ever be without your love
Never imagined I'd be sitting
Here beside myself
'Cause I didn't know you
'Cause you didn't know me
But I thought I knew everything
I never felt
The feeling that I'm feeling
Now that I don't hear your voice
Or have your touch and kiss your lips
'Cause I don't have a choice
Oh what I wouldn't give
To have you lying by my side
Right here, 'cause, baby
When you left I lost a part of me
It's still so hard to believe
Come back baby please cause
We belong together
Who else am I gonna lean on when times get rough
Who's gonna talk to me on the phone
Till the sun comes up
Who's gonna take your place
There ain't nobody better
Oh, baby, baby
We belong together
I can't sleep at night
When you are on my mind
Bobby Womack's on the radio
Singing to me, If You Think You're Lonely Now
Wait a minute this is too deep
I gotta change the station
So I turn the dial tryin' to catch a break
And then I hear Babyface
I Only Think Of You and it's breakin' my heart
I'm tryin' to keep it together but I'm falling apart
I'm feeling all out of my element
Throwing things, crying tryin'
To figure out where the hell I went wrong
The pain reflected in this song
Ain't even half of what I'm feeling inside
I need you, need you back in my life baby
When you left I lost a part of me
It's still so hard to believe
Come back, baby, please, 'cause
We belong together
Who else am I gonna lean on when times get rough?
Who's gonna talk to me on the phone
Till the sun comes up?
Who's gonna take your place
There ain't nobody better
Oh, baby, baby
We belong together, baby
When you left I lost a part of me
It's still so hard to believe
Come back baby please cause
We belong together
Who am I gonna lean on when times get rough?
Who's gonna talk to me till the sun comes up?
Who's gonna take your place?
There ain't nobody better
Oh, baby, baby
We belong together
 

 

 

Normani guiou a polinésia até algumas rochas perto do mar. Se sentou com ela de frente para mar.

I thought that things like this
Get better with time
But I still need you
Why is that?
You're the only image in my mind
So I still see you, around
 

Nuvens acinzentadas escondiam parcialmente o sol, deixando apenas alguns raios amarelos se destacarem no azul do céu. A briga das cores no céu intensificava a química romântica que um belo por do sol podia trazer. Um tanto apelativo era oque a polinésia realmente achava daquilo.
 

Words don't ever seem to come up right
But I still mean them
Why is that?
It hurts my pride
To tell you how I feel
But I still need to
Why is that?
 

Normani cantava sem tirar seus olhos de Dinah, que nem pensava em fazer outra coisa além de olhá-la. Beyoncé que estava mais atrás de onde as duas estavam sentadas, ajudava Normani fazendo segunda voz.

 

I miss you
Like everyday
Wanna be with you
But you're away
I said I miss you
Missing you insane
But if I got with you
Could it feel the same?


 

Agora o sol fazia um caminho refletido no mar . “lindo! “ pensou a polinésia porém não tão lindo quanto o rosto de Normani. Ainda mais enquanto canta fechando os olhos as vezes, totalmente envolvida pela música.
Beyoncé sorriu ao vê-las se aproximando uma da outra antes de começar a cantar o último verso sozinha.

It don't matter who you are
It's so simple
I feel it
But it's everything
No matter who you love
It?s so simple
I feel it
But it's everything

Com os últimos raios de sol que batiam na face da morena, assim como na da polinésia. Esta ultima acariciou o rosto de Normani e se aproximou lentamente, até não restar mais espaço entre elas.
Beijo a princípio suave como se os lábios delas se acariciassem. Normani sentiu ali todo o carinho da polinésia que ela sentiu tanta falta.

Carey passou o braço pelos ombros de Beyoncé, esta abraçou a cintura da mais velha e deitou a cabeça no ombro dela. Ficando assim fitando-as com grandes sorrisos estampados em seus rostos.

 

[…]

 

. – O que é agora?  -Dinah perguntou curiosa.
 

. – Troy me disse que você não foi no seu baile de formatura. Então..   -Normani indicou animadamente com as duas mãos o salão de festas decorado como um baile de formatura.  – Oh, certo. Eu não tirei sua venda ainda!   -Normani riu.
 

. – Então tira!   -Dinah disse impaciente.
 

. – Espera..   -Normani viu que a grande surpresa já tinha chegado. Fez sinal para ela se esconder.  – Pronto, pode tirar.  -Dinah olhou em volta.  – Como pode ver tem as professoras, velhas!  -Normani apontou para a mesa que se encontravam Jennifer, Beyoncé e Mariah.

 

. – Não abusa, Normani!   -Jennifer.

 

. – Os nerds.  -apontou para Camila, Ally, e Tori. Dinah riu.  – Os jogadores.  -apontou para Troy que usava um daqueles casacos típicos de jogadores. Troy e Justin passaram a mão no cabelo o jogando para trás lentamente, tentando serem sexys. Dinah e Normani riram.  – As líderes de torcida.   -apontou Zendaya e Lauren, que pararam de conversar para olha-las de cima a baixo e rirem delas. 
 

. – Nossa.. Não sei oque dizer.  -Dinah. – Lauren está convincente até demais!   -esta a olhou com desprezo e voltou a falar com Zendaya.  – Que vontade de partir a cara dela ao meio!


 

. – Eu ainda não terminei! Ainda tem mais uma surpresa que só vai cantar uma música então escolha bem, OK?!  -Normani fez sinal para ela entrar e virou Dinah na direção dela.
 

. – OH MY GOD!   -As pernas de Dinah bambearam e ela não conseguiu acreditar em seus olhos. – É ela?!   -Normani assentiu sorridente.

 

. – Você é a Dinah?!   -RIHANNA se aproximou delas.

. – Ela sabe meu nome?!   -as mãos da polinésia tremiam.
 

. – Sei, Normani me falou muito de você!   -Dinah olhou para Normani.

 

. – Você conhece a Rihanna e nunca me falou nada?!  Não importa.  -se aproximou de Rihanna receosa pelos seguranças. Rihanna a  abraçou.  – Não consigo acreditar, sou sua fã desde.. Sempre ! Eu te admiro tanto.  -Rihanna sorriu para ela.  – Eu te amo .

 

. – Aw, também te amo.  -sorriu largo.  – Qual música você vai escolher?

 

. – ahnn..  -Dinah ainda não acreditava que era real.  – Love On the brain.
 

. – Alright! Uma das minhas favoritas.

Rihanna se dirigiu ao mini palco no meio do salão, pegou o microfone que se encontrava lá e aguardou as batidas da música começarem.
 

And you got me like, oh
What you want from me?
(What you want from me?)
And I tried to buy your pretty heart
But the price is too high

Dinah e Normani começaram a dançar abraçadas perto do palco. E foram seguidas pelos demais casais ali.

Baby, you got me like, oh
You love when I fall apart
(Fall apart)
So you can put me together
And throw me against the wall

Rihanna chamou Dinah para o palco.

Baby, you got me like, ah, woo, ah
Don't you stop loving me (loving me)
Don't quit loving me (loving me)
Just start loving me (loving me)

Deu o microfone para a polinésia cantar.

Dinah: Oh, and babe, I’m fist fighting with fire
Just to get close to you
Can we burn something, babe?
And I run for miles just to get a taste
Must be love on the brain

Rihanna ficou impressionada. Dinah devolveu o microfone mas Rihanna pediu que ela continuasse.

Dinah : That’s got me feeling this way
(Feeling this way)
It beats me black and blue, but it fucks me so good
And I can’t get enough
Must be love on the brain, yeah

Rihanna cantou junto a ela.
Dinah & Rihanna : And it keeps cursing my name
(Cursing my name)
No matter what I do, I’m not good without you
And I can’t get enough
Must be love on the brain

. – Porra, que voz!  Dinah, você quer roubar meu trabalho?!  -Dinah riu sem graça e negou repetidas vezes. – Sua voz é linda!  -Dinah corou e Rihanna riu. Voltou a cantar sozinha como Dinah voltou a dançar com Normani.

Baby, keep loving me
Just love me, yeah
Just love me
All you need to do is love me, yeah
Got me like, ah, ah, ah, oh
I’m tired of being played like a violin
What do I gotta do to get in your motherfuckin’ heart?
Baby, like, ah, woo, ah
Don't you stop loving me (loving me)
Don't quit loving me (loving me)
Just start loving me (loving me)

. – Essa é com certeza a melhor coisa que já fizeram para mim. Obrigada!  -Normani sorriu satisfeita e deitou a cabeça no ombro da polinésia.

 

Oh, and babe, I’m fist fighting with fire
Just to get close to you
Can we burn something, babe?
And I run for miles just to get a taste
Must be love on the brain
That’s got me feeling this way
(Feeling this way)
It beats me black and blue, but it fucks me so good
And I can’t get enough
Must be love on the brain
And it keeps cursing my name
(Cursing my name)
No matter what I do, I’m not good without you
And I can’t get enough
Must be love on the brain
 

. – Muito obrigada, Rihanna.  -Normani falou para a esta quando ela terminou a música.
 

. – Agradeça a Mel!  -Rihanna piscou para ela e foi para mesa das “velhas”. – Tem algo para beber aqui?  -ela perguntou para as demais.
 

Justin subiu ao palco, pegou seu violão e começou a cantar.

Settle down with me
Cover me up, cuddle me in
Lay down with me, yeah
And hold me in your arms

Dinah puxou Normani para dançar mais uma vez.

And your heart’s against my chest
Your lips pressed to my neck
I’m falling for your eyes but they don’t know me yet
And with a feeling I’ll forget, I’m in love now

Beyoncé tirou Jennifer para dançar.

. – Eu queria dançar.  -Rihanna diz. Troy olha para ela mas fica receoso, Zendaya faz o mesmo.

. – Vem!  -Mariah a chama.

Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved, you wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love, we're falling in love

Normani leva Dinah até o palco e começa a cantar para ela.

Normani : Seattle down with me
And I’ll be your safety, you’ll be my lady
I was made to keep your body warm
But I’m cold as the wind blows
So hold me in your arms

A polinésia a abraça.

My heart’s against your chest
Your lips pressed to my neck
I’m falling for your eyes but they don’t know me yet
And with this feeling I’ll forget, I’m in love now
Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved, you wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love, Dinah, I’m falling in love

Dinah canta junto a ela.

Norminah : Yeah I’ve been feeling everything
From hate to love, from love to lust, from lust to truth
I guess that’s how I know you
So hold you close to help you give it up

Normani abraça o pescoço de Dinah e a olha carinhosamente.

Justin e Tori : So kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved, you wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love, we're falling in love

Dinah beija Normani ainda mais apaixonadamente.

Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved, you wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love, we're falling in love

Todos aplaudem o casal no palco. Normani sorrir largo e abraça Dinah. Esta sai a passos rápidos. Normani a grita várias vezes mas ela apenas deixa o local sem falar nada.

 

. – Oque aconteceu, Mani?   -Troy pergunta.
 

. – Não sei. Ela só saiu.  -Normani disse arrasada.

 

. – Calma, honeybear.  -Beyoncé chamou Carey e ambas foram atrás de Dinah.

Todos as seguiram até a praça mas ficaram a uma certa distância apenas Beyoncé e Mariah se aproximaram da polinésia que estava sentada ao banco.





 

. – Dinah, eu sei que você gosta da Mani ou mais que gosta. Você a quer de volta mas tem medo porque sabe que vai ficar bem mais intenso.  -Mariah começou se sentando ao lado dela.
 

. – Eu desisti da Jennifer vários anos atrás... Por muito tempo aquela dúvida me corroeu por dentro. “ E se eu não tivesse terminado com ela.”  -Beyoncé continuou.  – Antes de agir por medo Você tem que saber do que está abrindo mão.







 

. – D, é você?   -Dinah ouviu a voz de sua esposa assim que entrou em casa.


 

. – SIM!   --Dinah gritou de volta. Tirou o salto e deixou no canto, pendurou seu casaco. Quando sentiu um corpo se chocar contra o seu e joga-la no sofá. No próximo instante ela estava toda desajeitada no sofá com sua esposa  sorridente em seu colo.  – Porra, amor, pensei que fosse um foguete de tão rápido..   a  interrompeu.



 

. – Eu to grávida!   -disse eufórica.

 

. – Grávida!?   -Dinah precisou de um tempo para processar a notícia. 


 

. – É, D , fizemos a inseminação tem 6 semanas, lembra?  

 

. – Você está grávida?   -a outra mulher assentiu meio confusa com a reação dela.  – Você está grávida!?   -assentiu novamente sorrindo.  – Você está grávida!   -ela estava prestes a xingar a polinésia de tudo quanto é nome.  – Nós vamos ter uma filhinha!   --Dinah sorriu abobalhada.


 

. – Pode ser um menino tam..    -não pode terminar porquê uma Dinah sorridente começou a distribuir beijos pelo seu rosto todo.


 

. – Nós vamos ter uma filhinha!  -mais beijos.  – Nós vamos ser mães !   -Dinah começou a pular de alegria com sua esposa ainda em seu colo. Ambas riam que nem retardados. 




 

. – É, Carey, eu que terminei com a Jen e disse para ela voltar para a família dela. Irônico não?  


 

. – Bey, Foco !    -Mariah estalou os dedos perto da face dela. Bey semicerrou os olhos e discerniu um tapa na mão da mais velha.  – Dor faz parte de viver , se machucar faz parte de amar ainda mais se for intenso. Você não pode querer viver a vida sem se arriscar,  cair , se levantar fazem parte.





 

. – Dinah, saí!  Você me chamou de gorda!   -a empurrou para afastá-la e se virou de costas para ela na cama.

 

. – Eu disse que você está fofa assim cheinha..  É diferente, boo.   -Dinah abraçou ela por trás e fez carinho na barriga avantajada pela gravidez.

 

. – Saí ! 

 

. – Não faz assim amor.  Como posso me redimir? 


 

. –To com desejo pizza de chocolate com picles.   -se virou para Dinah.

 

. – Vou buscar !


 

. – Quero daquela pizzaria que ficava perto do meu antigo apartamento .  -pediu manhosa.


 

. – Ah do outro lado da cidade nesse frio que ta fazendo?   -fez biquinho. – Não, eu vou congelar .


 

. – Não sei porque quis ter filhos com você se você nem..

 

. – Não sei porque quis me casar com você .   -Dinah respondeu no automático. A outra a olhou incrédula. Dinah se arrependeu na hora que disse. Ela só está insuportável por causa dos hormônios e também extra sensível.  – Baby, eu não quis dizer isso !  -seu coração se quebrou ao ver uma lagrima rolar pelo rosto gordinho e lindo de sua esposa.


 

. – Vai dormir no sofá, Jane !   -pegou o travesseiro de Dinah e jogou nela.






 

. – Quando eu tinha 15 anos descobri que era estéreo, não podia ter filhos.  -agora foi a vez de Mariah falar.  – O que eu sempre quis desde pequena.  -Ela olhou para Ally com carinho.  – Eu cheguei a ter depressão, depois tive a típica fase de adolescente revoltado, fiquei com metade da escola, incluindo professoras que eram casadas. Não me orgulho disso mas não vou mentir..  Era muito bom!   -Dinah riu.  – Mas eu não era feliz. Até aquela latina me enfeitiçar.   -Carey sorriu mas seus olhos estavam brilhando  pelas lágrimas.  – Certo dia eu fui no ginecologista e ela me falou que eu estava ovulando.  -limpou algumas lagrimas que teimaram em rolar pelo seu rosto.  – Depois de 10 minutos discutindo ela me disse que deviam ter se enganado quando eu era nova.  -Carey sorriu largo.  – Eu liguei para Jennifer.  Nós tínhamos acabado de nos casar, eu tinha acabado a faculdade a apenas alguns meses não tinha um trabalho fixo. Mas ela apenas disse “vai escolhendo um doador que eu chego ai em 40 minutos!” Sim, eu gerei a Ally! Acho que ela veio tão parecida com a Jennifer só para contrariar.  -Ally riu.  – Aonde quero chegar é que não importa as vezes que me machuquei nessa relação, não só porque nenhuma relação é só feita e felicidades. Mas por não me ver não passando por isso tudo e muito menos não tendo a Ally.   -ela limpou uma lágrima antes de cair .   – Ela é meu pequeno milagre!   -Ally correu até onde Mariah estava sentada com Dinah e sentou no colo da mais velha, apertando-a em um abraço.  – Não me faça ficar mais emotiva.



 

. – Eu te amo, mãe!    -afundou o rosto no pescoço dela.




 

. – Oh meu deus eu também te amo meu bolinho de alegria.  



 

. – Você conseguiu, amor!  -disse Dinah emocionada. fitou o médico entregar sua filha a sua esposa que estava na cama soada e exausta por ter ficado 30 horas em trabalho de parto.

 

. – Mais uma Jane no mundo!   -disse sorrindo largo. O bebê bocejou e coçou os olhinhos, sonolento.  – Começa a vida querendo dormir..  Já sabemos quem ela puxou!   -riu e olhou a polinésia que estava com cara de ofendida.


 

. – Só vou relevar porque você me deu o melhor presente de todos! 





 

. – Apenas se responda a uma pergunta e saberá se deve ir ou ficar.   -Carey continuou.  – Se você pudesse mudaria as coisas, preferiria nunca  ter conhecido a Normani?  





 

. – Não quer segurá-la, Dinah... Dinah...  Dinah...  ....




 

Dinah deixou o banco da praça se afastando de Carey, Bey e Ally.  Chamou um táxi que estava passando por ali, e para seu gosto ele estava livre. Entrou e bateu a porta.






























 

Normani abriu a porta do táxi antes que ele saísse e entrou também. Dinah estava a encarando e ela fazia o mesmo com a polinésia porém palavras não foram ditas e nem era preciso.


 

. – O endereço?   -o motorista perguntou.  Dinah passou o endereço a ele sem tirar os olhos de Normani.

As duas praticamente pularam em direção uma na outra. Dinah não perdeu tempo e tomou os lábios de Normani para si em um beijo necessitado.

 

. – É melhor você fazer valer a pena!   -Dinah disse entre o beijo.


 

. – Eu vou!   -Dinah puxou Normani para sentar-se em seu colo.





 

. – Dinah ?
 

. – Desculpe, bae. Eu me perdi na nossa filha!  -se inclinou lhe deu um selinho demorado. – Obrigado, por me fazer tão feliz. Obrigada por não desistir .  -agora Normani beijou a polinésia.






 

Segurou a cintura dela de forma possessiva, Normani arfou. Dinah alisou as coxas de Normani, esta soltou um gemidinho quando a loira subiu as mãos pela coxa dela, apertando a sua bunda por debaixo do vestido. Normani deixou mais um gemido escapar e cravou as unhas na nuca de Dinah quando esta apertou mais forte sua bunda ao mesmo tempo que a puxava mais para perto, fazendo a intimidade dela roçar em sua coxa.

O motorista se distraiu vendo tudo pelo retrovisor e teve que mudar a direção abruptamente oque faria Normani ser jogada para o lado se não por Dinah segurando a firmemente .

 

. – Desculpem !   -disse ele com uma mão no volante e outra desamarrando uma espécie de cortina para a divisória que é transparente. Ligou o rádio alto tentando afastar seu pensamento do que se passava atrás do carro.
 

. – Droga!   -a loira resmungou puxando Normani para sentar em seu colo novamente.


 

. – Dinah..   -Normani começou sem forças sentindo as mãos de Dinah em sua bunda, fazendo-a rebolar, não mexeu um músculo apenas deixou Dinah guiá-la.  – Estamos em um táxi...  


 

. – Não estou te vendo resistir .
 

“Eu tentei!”
Normani pensou antes de começar a rebolar no colo de Dinah, que subiu as mãos pelo corpo da morena e apertou seus seios por baixo do vestido.

 

. – Assim você vai me deixar pelada.

 

. – Essas duas são malucas.   -O motorista aumentou o volume do rádio.



 

. – Eu estou com tanta saudade do seu corpo.  -a loira sussurrou ao ouvido de Normani, está só assentiu. Subiu o vestido dela lentamente.  – Meu deus.  -abaixou o vestido de Normani e colocou sentada no banco.


 

. – O que foi?   -perguntou sem entender a reação repentina da polinésia.


 

. – Olha!   -Dinah apontou para a janela ao lado de Normani. Havia duas crianças as encarando do banco de trás de outro carro.


 

. – Ai, meu deus!  Quanto tempo eles estão ali?   -Normani perguntou exasperada.


 

. – Não sei!   -Dinah escondeu o rosto na curva do pescoço de Normani, envergonhada.
Passaram o caminho todo assim fugindo de olhar para janela, Dinah escondendo o rosto e Normani acariciando os cabelos da polinésia.












 

A polinésia abriu a porta de seu apartamento, entrou e olhou para Normani.

 

. – Tchau !   -bateu a porta na cara da morena.
 

Fechou a porta e se escorou nela. Deixando suas costas deslizarem pela porta de madeira até o ponto de se sentar ao chão, enquanto soltava um longo suspiro. “Será que eu devo chama lá de volta !?” mordeu o lábio inferior em dúvida.  “Não!  Ela foi super fofa mas não apaga oque ela fez. Não vai ser tão fácil assim.” Se levantou decidida a não voltar atrás. Até sua mente começar a imaginar  em várias coisas que poderia fazer com ela. “A quem eu quero enganar? Eu sou fácil!” Abriu a porta novamente.  “Muito fácil quando o assunto é Normani Kordei”




 

Normani ficou sem confusa, a princípio. Colocou a mão na porta, e se apoiou nela. Ouvindo estardalhar de roupas e um suspiro forte da loira que não saia dos seus pensamentos.
A polinésia havia fechado a porta na sua cara do nada, mas depois entendeu.  “Justo!” a morena se pôs a caminhar até o elevador. Apertou o botão para chamá-lo, e ficou esperando. Enquanto sua mente divagava em se a polinésia ia perdoá-la e se ela precisaria correr atrás ainda. Acabou chegando a conclusão de que não importava.
 

.  – Não importa quanto tempo leve. Eu não vou desistir de você, Dinah. Irei fazer o que for preciso.   -Normani pensou alto.

 

. – Bom saber disso.   -Dinah falou fazendo com que Normani desse um pulo para dentro do elevador, totalmente assustada.
 

. – Porra!   -disse Normani com a mão no peito, e ainda com semblante assustado, que passou para indignado assim que a polinésia começou a rir.   – Já viu as horas? E tá deserto aqui. Se quer me matar...    -Dinah não a deixou terminar. Parou a porta do elevador que ia se fechar com a mão esquerda, com a direita envolveu a cintura de Normani, a puxando para si em um beijo voraz.

   


Notas Finais


Muita calma. Eu esqueci de escrever o hot rsrs. Sério eu achei que já tinha escrito mas não.. No próximo capítulo com certeza vai ter!

Agora minhas queridas pessoinhas vocês teem um tempo para ouvir a palavra da senhora?

Lingerie, uma fic DA SENHORA Mariah Carey e.. Jennifer Lopez. Sim, sim, eu sei, de novo no mundinho paralelo em que a Mariah sabe que a JLO existe.

https://spiritfanfics.com/historia/lingerie-6710860

Kkkkk agora falando serio to in love com a história. Porque acreditem se quiser a Jlo que pega no pé da Mariah e em outras coisas também espero eu. A fic é de uma amiga, Funy, ela escreve maravilhosamente bem. Dêem uma olhadinha que não iram se arrepender.



E Welcome To Las Vegas, Baby.

https://spiritfanfics.com/historia/welcome-to-las-vegasbaby-6488293

Fic Do totoso do Justin Timberlake e Neyde Spears. Não sou fã e nem curto muito nenhum dos dois mas me apaixonei pela história por isso to divulgando se não nem me daria ao trabalho.
É isso babys até a próxima aqui ou em Madness que também não sei quanto irei atualizar. Xoxo
Ja que to fazendo divulgação. Madness é uma outra fic policial/detetive com um psychosocial a solta e Norminah como sempre, com a Beyoncé também porque desaprendi fazer fic Norminah sem ela.

Só mais uma coisinha. Eu queria terminar a fic nesse capítulo, por falta de inspiração e por outros. A Funy me inspirou muito para a fic as fica né. Agradeçam a ela pois tenho idéias para vários capítulos por ai. Thanks Funy. E obrigada a vocês também. WYB passou dos 100 favs! Muito thanks a todos que acompanham. Xoxo babys luv y'all


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...