História White Blur: From Colors To a Colorless Past - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Error Sans, Flowey, Frisk, Gerson, Grillby, Ink Sans, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Afterdeath, Anti-void, Aus, Cream, Dustberry, Errink, Horrorlust, Longfic, Nightcross, Science X Outer, Spiwhirit, Star Sanses
Visualizações 11
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Slash, Steampunk, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Opa, é Children's Day! Estou prestes a sair para ir numa sorveteria, me pergunto se vocês irão comemorar este dia com algum priminho ou priminha, irmãzinha ou irmãozinho? Eu realmente amo este dia, onde posso tomar de muitos doces e apreciar mais a boa vida nyeh heh! Agora, estou mais anciosa pelo Halloween, e se vai ter especial de sexta-feira 13? Num sei.. •-• E..sem capa, fiquei meio que sem ideia, sorry :3

Aviso: Plágio é crime!

Bjs de mel e boa leitura! ^°^

Capítulo 5 - Bad to meet you, Inky and Fellyz


— O QUE DIABOS VOCÊ ESTA FAZENDO AQUI, SEU MALUCO??!! - Me virei bruscamente para o dono daquela estranha voz.

Quando percebi o que era e de quem se tratava, só faltava me jogar no chão de porcelanato - mas é claro que não sou um idiota que faria isso - por tamanha surpresa que eu tive...

— Sou... — O interrompi, não esperando que se apresentasse.

— One skeleton? — Murmurei pensativo, antes de receber uma cacetada em meu crânio e cair desmaiado. 

| Quebra de Tempo |

Acordei com uma dor latejante em meu crânio, um maldito havia me acertado uma cacetada, o que acabou trazendo mais dano do que deveria. Já não bastava aquelas cicatrizes e hematomas do acidente, agora tinha que aturar dores de cabeça e alucinações? Pfft..Meu dia estava perfeito! Olhei ao redor para ver se identificava algo, mas apenas me via numa escuridão perpétua, minha visão fora tapada por uma faixa cinzenta. Ouvia também alguns ruídos estrondosos vindo de meu quarto, gatos miando, vasos de porcelana sendo quebrados, gavetas reviradas e etc. Arg..Que irritante! Sempre fui uma pessoa que controlará seu pavio curto, mas naquele momento eu só queria descontar toda aquela raiva que estava sentindo no maldito invasor de residências!

— Hey! — Fora interrompido de meus pensamentos por uma voz que ecoou por toda a sala, tentei voltar meu olhar para esta pessoa, mas a faixa cinzenta que bloqueará a minha visão também não estava ajudando.

Apenas suprimi um suspiro, dando uma tentativa falha de me erguer de onde estava para alcançar aquela voz. Com esta tentativa, acabei caindo do que seria o sofá e dando de cara com o chão. Eu me pergunto, o que você faria se estivesse no meu lugar?

A  - Ficaria no mesmo lugar.

B  - Levantaria e daria um soco na cara daquele ser.

C - Nhe, qualquer uns das opções, talvez apenas tentar voltar... pro sofá?

Me pergunto o que você escolheu.. Neste momento, estou tentando achar algo em que possa me apoiar. Acabei que por encostar em alguma coisa. Comecei então a me apoiar naquela coisa e quando menos percebi já estava em pé novamente, um alívio repentino tomou conta de meu corpo e após isso uma raiva ardente e sedenta. Logo depois disso, uma mão foi posta em um de meus ombros, fazendo-me virar para essa pessoa, sentia que ela estava a me encarar assim como eu encarava, com raiva e ódio em seu olhar.

— O que caralho você tá fazendo cara?! Puta que pariu, vá se agarrar a outra coisa! — Grunhiu enraivecido, me empurrando para o outro lado.

Eu iria cair de novo se não fosse pela magia de um certo alguém. A outra pessoa que me segurou com sua magia me colocou de volta no sofá, desta vez me prendendo a correntes, fala sério.. Rolei as órbitas para um lado e dei de ombros, não adiantaria de nada reclamar ou algo do tipo, estes estranhos não estavam nem aí para minha opinião.

— Toma no cu Ink, você vai mesmo deixar ele preso a correntes? Caralho! Ele tem poderes seu funcking idiota! — O outro acho que franziu o cenho, ao que parecia, deve ter sido este que me acertou uma cacetada.

— Deixe-me em paz Fell. Estou tentando ser cauteloso.. — O tal de Ink caminhou até mim, dava para ouvir os seus passos rápidos ressoando sob o chão de porcelanato.

Ink gentilmente retirou a faixa cinzenta que tapava a minha visão, o mesmo estava a me encarar com um sorriso paciente, eu apenas desviei o olhar, irritado por tudo aquilo acontecendo. O outro denominado​ Fell deu uma risadinha abafada e se teleportou até nós, este tinha consigo um sorrisinho sarcástico. Ink tinha um aspecto de um pintor: Em seu rosto, várias marcas de tintas estão estampadas, acompanhadas por um enorme lenço marrom creme, sua blusa marrom claro é coberto por um colete de mesma cor, só que em um tom escuro. Preso ao colete, há um cinto de trabalho, cheio de tintas de diversas cores, ele utiliza também um short que vem até os joelhos, e um casaco azul diferente do meu amarrado na cintura. Em seus pés, Ink usava tênis esportivos. E em suas costas, ficava preso talvez sua marca registrada, um pincel. Já Fell vestia um casaco de inverno preto sobre uma blusa vermelha, calção preto com uma listra amarela que vai a lateral de cada lado, e um par de tênis preto, vermelho, e branco com laços vermelhos.

— O..O que vocês são? Tipo, eu alternativo das Aus? — Indaguei, completando confuso com o que estava a ocorrer.

Fell e Ink assentiram sem pensar muito, no final eu estava certo sobre aqueles pesadelos que tive quando estive em coma. Ink sentou-se ao meu lado no sofá, ainda me sentia meio desconfortável em estar na presença daqueles estranhos e principalmente pelas correntes que me prendiam.

— Então, eu vou lhe explicar o que realmente aconteceu: Estava eu em Esfera Doodle, checando alguns universos alternativos e seus habitantes. Na melhor das hipóteses, poderia dizer que tudo estava..'em seu devido lugar.' Ainda tinha que ir para a Sala de Criação verificar o status dos habitantes das Aus e os artistas, estes que criam taís universos alternativos e tal tal. Então, abri um portal para a Sala de Criação e fui verificar como estavam indo as coisas, foi aí...Foi aí que senti algo, uma sensação estranha. Pensei que fosse causado pelo Anti-Void, mas não. Um artista estava a criar! Foi por isso que me senti bem mais vívido, mais cheio de cor! Sabes que eu vivo da criatividade dos artistas, não é Fell? — Cutucou o esqueleto maior ao seu lado, que apenas resmungou sobre alguma coisa e tentou dormir em pé ali mesmo.

— Continue Ink, estou a te ouvir. — Deixei um suspiro frustado escapar, queria me livrar daquelas correntes o mais rápido possível.

Ink me fitou por um breve instante, uma expressão de surpresa estampada em seu rosto. Talvez pensasse que eu não quisesse mais ouvir do que estava a me dizer, nhe, eu realmente estava interessado agora, decidido a levar esta história e as respostas a diante.

— Certo.. : Então, como eu já disse, um artista estava criando. E desta criação surgiu a sua Au, que eu ainda não sei o nome he he heh. Enfim, abri um portal para cá apenas para fazer uma averiguação do local, sabes..Verificar se era um lugar pacífico, genocídio, ou neutra. Não importa o universo em que eu esteja, não importa a sua rota, eu devo sempre proteger qualquer um que fosse. Eu não venho de um Au exata, é uma história longa, não tenho tempo no momento para te contar, desculpe. — Ink levantou-se do sofá e desativou as correntes que me prendiam.

Levantei-me ainda meio atordoado, respirando fundo e encarando o chão. Isto fora muito mais complexo do que eu pensava, talvez este tal de Ink estivesse certo, talvez falasse a verdade. Mas não podia dar o braço a torcer, eles ainda eram estranhos pra mim, e você sabe o que acontece quando tu dá as costas pra estranhos, não é?.. Meus pensamentos agora estavam a mil, minha cabeça girava e estava a me revirar por dentro, esses sentimentos... Fiquei arfando um pouco pelo cansaço eminente, desde quando gastei tantas energias só por ter ficado tentando processar tudo aquilo? Ignorei o fato do cansaço e joguei-me novamente contra o sofá, descansando mais uma vez. Minha alma pesava contra o meu peito, agora entendia o motivo do cansaço... Que droga! Por instinto, ativei meu poder rapidamente, Gaster Blaster agora estavam a rodear todo o cômodo da sala. Fell e Ink arregalaram as órbitas por meu ato repentino, ficando um ao lado do outro. Fell soltava insultos para Ink e Ink vomitava.. tinta? Uma aura branca e azul agora envolvia meu olho direito, suava frio e minha respiração se tornará pesada.

— Parados Aí. — Os fuzilei com um olhar.

You wanna have a GREAT time? — Foi Fell que se pronunciou, dando um passo em frente e ficando cara a cara comigo.

Fell agora deixava a mostra uma fileira de dentes afiados em sua boca, na fileira superior estava exposto seu incomum dente dourado. O bendito queria me ameaçar, como se eu fosse permitir tal ato.. Estava convencido de que iríamos travar uma luta, mas não. Ink se pôs no nosso meio, lançando olhares mortais para nós dois.

— Vocês CALEM A BOCA! Não queremos arrumar confusão por aqui! — Ink repreendeu, ainda vazava tinta de suas órbitas, dando-lhe um aspecto assustador.

— Tá tá, tanto faz. — Fell bufou impaciente, se afastando e se encostando na parede. — Quanto tempo ainda temos Inky Pie? — Fell provocou com mais um sorrisinho irritante, mas Ink ignorou e seguiu com o olhar em direção a um portal de tinta num canto.

— É sério?.. — Franzi o cenho.

Fell e Ink se teleportaram para perto do portal e eu apenas observei quando os mesmos entraram no portal de tinta e este se fechou. Este com certeza foi um dia louco.. Na realidade, eu estava ferrado se alguém quisesse aparecer daqui de repente, o estado desta residência não era dos piores, mas com certeza estava decaindo. Ótimo, agora tenho que bancar de faxineiro e arrumar toda está bagunça. O que deu em mim..o que deu em mim.. White Sans sendo trabalhador? Uou! A surpresa do século! Sem poderes isto seria uma tarefa quase impossível, tinta não era algo com que você poderia brincar e.. Fala sério.. Sachês de mostarda?! Se estes malandros resolverem aparecer aqui de novo, com certeza eles terão um horrível e doloroso DEATH TIME..

| Fim de Capítulo.. |

Resumindo o capítulo:

• White conheceu a Ink e a Fell Sans

• Ink e Fell destruíram a casa do coitado de White Sans.

• White ainda está sem seus poderes, somente o Gaster Blaster ele pôde ativar.

• White ficou assim receoso sobre Ink e Fell por causa de sua alma..Tem algo que o incomoda em relação a isso, principalmente quando está na presença de estranhos. Será esclarecido no decorrer dos capítulos.

• White fará uma faxina geral.. 'É de quebrar os ossos'!


Notas Finais


Num tempo passado, você se sente mais revigorado. Em meio a escuridão, o botão de reset e apagar se encontram. Eu agora me pergunto, irá escolher qual?..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...