História Who Are You - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Exibições 1.400
Palavras 1.613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, voltei rápido dessa vez \ô/


Essa capitulo é meu amorzinho, meu casalzinho finalmente juntos, eu não aguento...


Bom, a foto do cap é pra vocês imaginarem mais ou menos como é aonde elas estão, enfim.. só isso

Boa leitura babys.

Capítulo 41 - Só pensa, ta bom?


Fanfic / Fanfiction Who Are You - Capítulo 41 - Só pensa, ta bom?

 

 POV CAMILA

 

Eu estava deitada, distraída com o ursinho que tinha na cama, quando ouvi o barulho da cortina se abrindo. Eu não precisei olhar para saber quem havia entrado ali, o cheiro de Lauren logo invadiu aquele ambiente. Deixei o ursinho ao meu lado e me virei de costas para ela, escondendo o meu rosto na “parede” do avião.

 

- Camz... – Me chamou com a voz baixa e eu não respondi. Logo senti o colchão se afundando e a sua mão acariciando o meu cabelo – Você está bem? – Perguntou e eu respondi apenas com um som nasal. – Olha pra mim, linda. – Pediu e eu suspirei e me virei de barriga pra cima e encarei aqueles olhos verdes que tanto amo. Ela estava sentada na cama me encarando. – Você está brava? – Perguntou enquanto passava um braço por cima de mim e se inclinava deixando o seu rosto próximo ao meu – Em? – Insistiu por uma resposta e eu revirei os meus olhos.

 

- Sai Lauren – Tentei tirar o braço dela, tentei empurra-la. Mas a Lauren sempre foi mais forte que eu, então todas as minhas tentativas foram falhas. – Engraçado, que agora você quer ficar perto de mim né? Pois agora quem não quer sou eu – Bufei e tentei me virar de costas para ela novamente, mas ela não deixou.

 

- Eu não sentei do teu lado, porque ela queria falar com você – Lauren se defendeu e eu bufei e mais uma vez revirei os meus olhos.

 

- E você perguntou se eu queria falar com ela? – Rebati irritada e a Lauren se calou.

 

Ficamos nos encarando por longos segundos, até que eu me cansei e já ia me virar novamente e mais uma vez a Lauren me impediu.

 

- Ela se arrependeu Camz, ela também sente a sua falta, ela só quer tentar concertar as coisas – Lauren falou e eu soltei uma risadinha debochada.

 

- Se arrependeu? Eu não estou nem ai pro que ela sente ou deixa de sentir, da mesma forma que ela cagou para mim, eu não estou nem ai para ela. – Me exaltei e Lauren arregalou os olhos e olhou rapidamente para cortina e depois olhou para mim.

 

- Camz... – Me repreendeu em um pedido mudo para que eu falasse baixo e aquilo me irritou ainda mais.

 

- O que Lauren? É para ela ouvir mesmo – Falei alto e olhei para a cortina – Você está me ouvindo? Eu não estou nem ai para você, eu quero que você se foda. – Eu praticamente berrei as últimas palavras, tendo a certeza que até o piloto lá de sua cabine me ouviria.

 

Lauren segurou o meu rosto com suas duas mãos e me olhou nos olhos.

 

- Amor, calma. – Pediu e eu suspirei.

 

Eu estava tão nervosa que nem o fato de Lauren ter me chamado de amor me acalmou, ou fez o meu coração disparar. Eu só conseguia sentir o bolo que havia se formado em minha garganta e os meus olhos embaçarem, mas eu logo tratei de engolir aquilo. Eu não iria chorar, não ali, não agora e não por Dinah. Eu prometi a mim mesma que não iria derrubar mais nenhuma lagrima por causa dessa história, eu não iria me permitir chorar novamente.

 

- Você pode me deixar sozinha? – Perguntei com a voz baixa e um tanto embargada e me praguejei por isso.

 

Não chora Camila, não chora Camila, não chora Camila....

 

Eu repetia isso em minha mente como um mantra. Eu não iria chorar, eu não podia chorar.

 

- Não, eu vou ficar aqui com você – Lauren disse convicta e eu suspirei rendida. Depois disso ficamos em silencio por um bom tempo, a Lauren ainda segurava o meu rosto e seus olhos mantinha-se pregados ao meu. – Eu posso me deitar? – Perguntou baixo quebrando o silencio e eu assenti.

 

Me afastei um pouco para o canto e Lauren retirou os seus coturnos e puxou o coberto grosso que eu estava coberta e se enfiou lá debaixo junto comigo, me virei de frente para ela e ela me abraçou encaixando uma de suas pernas entre as minhas e eu escondi o meu rosto na curva de seu pescoço e segurei em sua camisa de forma firme, eu estava buscando a minha segurança nela, eu a apertava ali com um único desejo de que ficássemos ali para sempre, de que ela não sairia de meu lado, e ela estava ali. Quando Lauren beijou o topo de minha cabeça e acariciar os meus cabelos, eu não aguentei mais segurar o meu choro, eu chorei em silencio, mas as minhas fungadas não negava que eu estava chorando. Eu me odiava por isso, eu me odiava por estar chorando mais uma vez.

 

- Porque vocês fazem isso? Porque vocês fazem essa bagunça toda na minha vida e depois aparecem como se nada estivesse acontecido? – Quebrei o silencio e me afastei um pouco para poder olhar para Lauren.

 

- Camz... – Lauren tentou responder, mas eu não deixei.

 

- Você tudo bem sabe, você tinha os seus motivos, eu quis te afastar, eu te falei e fiz coisas horríveis, eu desisti de tudo, era a nossa história, era o nosso sentimento que estava em jogo sabe? – Continuei falando – Mas ela? Eu não fiz nada para ela, eu não falei nada para ela, para ela virar as costas para mim daquela maneira, e você não sabe Lauren o quanto eu esperei que ela fosse lá ver se eu estava bem, você não sabe o quanto eu esperei para que ela fosse lá me abraçar e deixar que eu chorasse no ombro dela, você não sabe o quanto eu esperei Lauren, mas tudo o que eu recebi dela foi indiferença e desprezo sem eu ao menos fazer nada, sabe? – As lagrimas rolavam pelo o meu rosto sem o meu controle, eu despejava todas aquelas palavras e magoas que tanto guardei como se eu estivesse arrancando os pesos de meu coração.

 

- Você sabe que quando você terminou comigo, eu fui atrás delas e... – Interrompi a Lauren.

 

- Não importa, para. Para de defender ela. – Falei exaltada e suspirei em seguida – Não importa Lo, não importa. – Me sentei na cama e Lauren rapidamente se sentou junto comigo e secou as lagrimas que escorriam pelo o meu rosto. – Não importa o que você falou para ela, ela era a minha amiga também, ela sabia o quanto eu te amava e o quanto e lutei para ficar com você, ela sabia, ela me ajudou a te conquistar. Ela sabia que eu não terminaria com você e iria sair fazendo a festa, ela sabia que eu não estava bem, ela sabia Lauren, ela sabia. – Funguei e Lauren se ajoelhou na cama, ficando mais próxima de mim.

 

- Eu sei meu amor, eu sei. Eu não estou defendendo ela. – Secou o meu rosto e eu fechei os meus olhos por alguns instantes para aproveitar de seu carinho, mas logo os abri. – Ela também sabe, ela reconhece a merda que ela fez, e é por isso que ela esta tentando se aproximar de você de novo, você sabe que a Dinah tem todo aquele jeitão dela, orgulhosa e tudo mais, ela está tentando Camz, ela só quer poder estar perto de você também, assim como você deixou que a Ally e a Mani se aproximasse de você – Falou e eu tirei as suas mãos de meu rosto.

 

- A Ally nunca virou as costas para mim como ela fez – Respondi magoada – E a Mani, eu sei que só fez o que fez por causa de Dinah, pq é uma boba apaixonada e faz tudo o que Dinah quer. – Falei e Lauren soltou uma risadinha, acabei rindo também. Normani é louca pela Dinah, só falta ela perceber isso, eu e Lauren sempre falamos isso.

 

- O grude delas estão ainda piores sabia? – Lauren comentou rindo e eu sorri. Me lembrei da bagunça que fazíamos no ônibus, das pirraças que fazíamos com as meninas ou de quando a Ally reclamava dizendo que queria uma quinta integrante no grupo pois ela sempre ficava sozinha, e a gente brincava dizendo que ela era a única hetero e Normani e Dinah só faltava morrer para explicar que elas também eram heteros e que não era um casal. – Own minha linda. – Lauren me puxou e eu me aconcheguei em seus braços -  Você não precisa perdoa-la, e agir como se nada acontecido e ai em um passe de mágica tudo voltar a ser como era antes. – Falou e beijou minha testa. – Só abaixa as armas e deixa ela se aproximar e com o tempo vocês construírem a amizade de vocês de novo. – Falou e eu suspirei.

 

- Não quero – Digo emburrada. Ela se afastou um pouco e segurou o meu rosto me olhando.

 

- Você sente falta dela, não sente? – Perguntou e eu abaixei o olhar. Eu sentia falta de Dinah? Sentia. Eu diria que senti muito mais falta de Dinah do que eu senti de Lauren, dos abraços protetores, das risadas e palhaçadas que ela fazia comigo, das brincadeiras, trollagem até mesmo das nossas pequenas discussões, eu sentia falta. – Só pensa, ta bom? – Pediu e ainda com o olhar baixo eu suspirei e assenti. – Vem cá. – Puxou o meu rosto para perto do seu e colou nossos lábios.

 

O beijo foi calmo, apenas um roçar de lábios, uma aproveitando do beijo da outra, por fim a Lauren sugou o meu lábio inferior entre os seus lábios e soltou, finalizando o beijo com selinhos. E o assunto foi encerrado daquela maneira.

 

Depois disso nos voltamos a nos deitar e Lauren nos cobriu e me abraçou e seguimos o resto da viagem ali, deitadas em silencio, uma aproveitando o carinho da outra.


Notas Finais


Elas são tão amorzinhas...
Mas então? A Lauren está certa? Ou está só defendendo a Dinah mesmo? A Camila deve dar uma chance, ou como ela mesmo disse : To nem ai, quero se foda. ???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...