História Who are you? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Personagens Originais, Yui Komori
Tags Colegial, Drama, Romance
Exibições 90
Palavras 2.705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Who are you? - Capítulo 1 - Prólogo

                                                                                        ~17 anos antes~   

Yokohama-18h45 da tarde 

__Quanto você quer?-perguntava a moça já impaciente

__Por que não deixa a menina comigo senhorita Yaze?-A enfermeira perguntou espantada com o pedido da moça que ainda se quer conseguia levantar-se

__Me diga,por favor!-A senhorita Yaze pediu com os olhos marejados__Eu tenho que confiar nele uma vez na vida,não vamos conseguir ficar com as duas...

__Bem eu farei por...-A enfermeira tentava pensar em um valor justo__Por 67,000 mil reais!

__Depositarei na sua conta hoje a noite mesmo,agora tenho que sair daqui!-Afirmava Yaze entristecida porém decidida__Arrume uma das meninas...

__Senhorita tem certeza?-Perguntou a enfermeira 

__Não me faça sentir pior do que já estou!-Yaze a repreendeu

A enfermeira saiu daquele apertado quarto de hospital e fechou a porta,deixando uma Yaze cabisbaixa para trás,ao sair de lá ainda no corredor pode ouvir os soluços vindos de dentro daquele quarto.Naquele momento,a moça já estava em prantos por conta da decisão que teve que tomar antes que fosse tarde e perdesse não uma,mas as duas meninas.

                                                                                         ~17 anos depois~                                                               

__Yui,Yui...-A voz feminina porém grossa chamava a moça__Ei acorda!

__Cala a boca Hana,eu quero dormir!-Gritou a loira afundando sua cabeça nos braços enquanto permanecia debruçada sobre a mesa

__Como é senhorita Komori?-A professora aumentou ainda mais seu tom de voz 

A loira assustou-se e levantou seu olhar deparando-se com a velha a sua frente,bocejou e espreguiçou seus braços.

__Desculpe eu não tive uma noite de sono muito boa hoje...-Disse em seguida apoiando seu rosto nas mãos e piscando para a velha

__Senhorita Komori,seus pais já foram avisados sobre os problemas com você no decorrer do ano!-A velha a repreendeu

__Eu sei disso.-Afirmou revirando os olhos

O sinal então ecoou.

                                                                                                           *****

Yui POV.on

Finalmente pude sair daquela sala,já não aguentava mais a voz daquele mulher.Logo que sai da sala Shin,Hana e Misa vieram até mim e todos fomos até o refeitório e como de costume sentia o olhar das pessoas sobre mim  enquanto caminhava,mas a essa altura eu já estava acostumada com toda a atenção que recebia.

Enfim acho que chegou a hora de me apresentar,eu me chamo Yui Komori,tenho dezessete anos e  estou no terceiro ano do ensino médio.Sou a irmã mais velha de duas irmãs,na verdade meia irmãs porque vivo com meu padrasto,minha mãe a minha meia irmã Hana,me considero bem sucedida para uma adolescente e conto sempre com a grana do meu padrasto para viver,tenho dois melhores amigos fora minha irmã mais nova.Shin que é meu amigo desde o fundamental e Misa que é mais como meu espelho,ela sempre me pede opinião para tomar decisões ou fazer algo,sempre seguindo tudo a risca não importa oque eu diga.No colégio onde estudo,sou bastante popular e confesso que me sinto um pouco assediada por isso.Tenho um grande sonho,queria muito ser cantora mas infelizmente meus pais não apoiam minha decisão e tudo que me mandam fazer é estudar e estudar,prefiro apenas estudar e fingir que já não sonho mais com isso.

Bem particularmente eu não gosto muito da minha vida,tenho tudo oque quero e na hora que quero mas como nem tudo são flores,não posso ter meu sonho,na verdade para minha mãe e Chen minhas opiniões não importam.No entanto,eu já decidi a um tempo atras irei lutar pelo meu sonho,isso é uma ironia e tanto,essa é a primeira vez que me esforço por algo que quero,e a minha batalha começa na semana que vem já que é a semana de férias do ensino médio.

__E ai loirinha...-Laito Sakamaki o pervertido da turma veio até mim e me deu um beijo no rosto

__Me solta idiota!-Disse e revirei os olhos saindo dali e sendo seguida por Shin que riu da situação

__Ela já está de mal humor.-Ouvi ele murmurar e em seguida suspirar

__Você não presta,pervertido...-Hana o repreendeu puxando Misa para vir atrás de mim

Me sentei em uma das mesas com os outros e enquanto os outros conversavam eu fitava a vidraça ao meu lado pensando em quão tediosamente perfeita minha vida se tornou.

__Ei Yui..-Shin chamou minha atenção__Onde vai passar o fim de semana?

__Ela vai passar comigo!-Hana respondeu dando língua para o mesmo__Vamos para casa da minha avó...

__Yui não precisa ir,sua avó não é avó dela.-Shin protestou 

Misa assim como eu apenas observava a discussão.

__Não diga besteiras,Shin!-Eu o repreendi__Eu adoro a mãe do Chen...

__Ah Yui,você nem ao menos consegue chama-lo de pai.-Ele pareceu incredulo

__Isso é detalhe...-Hana afirmou e os dois voltaram a discutir

Voltei a fitar a vidraça pensativa por um tempo,decidi então que iria comer algo,mas ao procurara a carteira em um dos meus bolsos percebi que a havia esquecido.Dei um breve sorriso e fitei Misa.

__Acho que esqueci minha carteira!-Afirmei e ri

__Não esqueceu não,maninha olha ela lá no balcão!-Hana apontou para o menino que estava sentado á frente do balcão e riu também

__Deixa que eu busco e compro pra você,Yui!-Shin afirmou já levantando-se__O mesmo de sempre?

__Isso!-Pisquei e sorri para ele que logo em seguida devolveu o sorriso

Saiu dali enquanto eu,Hana e Misa apenas observávamos a tal ação.

A minha ''carteira'' como nós três chamávamos na verdade tinha nome e sobrenome.Suran Akino,dezesseis anos e o nerd da turma,eu adoro ver como ele era ''generoso'' bastava Shin pedir a carteira dele e ele a entregava,isso não era certo eu sei mas o sentimento das outras pessoas não importava nem um pouco para mim.

Então eu apenas ria daquela situação acompanhada de minhas amigas.

Yui POV.off

                                                                              ~Mais tarde em  Yokohama~

__Senhora Yamma,estou saindo...-Gritou a loira  tirando seu avental e o pendurando 

__Certo,até amanhã Renna se cuide!-A velhinha respondeu da cozinha

__A senhora também...-Disse pegando suas chaves 

Saiu de trás do balcão e cumprimentou dois clientes que estavam na espera sempre sorrindo e então saiu da pequena loja de frangos que trabalhava.

                                                                                                   *******

Renna POV.on

Eu realmente adorava meu trabalho,ficava até triste quando o horário de expediente acabava,para mim aquela pequena loja da rua 57 era mais divertida do que a minha própria casa.Gostava muito mais de passar horas trabalhando com a senhora Yamma do que ficar em casa com o meu pai.

Me chamo Renna Oshiro,tenho dezessete anos e estou no terceiro ano do ensino médio.Moro em Yokohama com o meu pai em uma pequena casa de apenas quatro peças,praticamente sou eu quem sustenta a casa já que desde que minha mãe ''se foi'',aquele velho não sabe fazer nada além de se embriagar e brigar comigo.Sou péssima nos estudos e péssima em fazer amigos,na verdade não tenho amigos de minha idade,apena senhora Yamma que é 30 anos mais velha que eu.Tenho uma grande admiração por Taeyeon,uma cantora sul-coreana que para mim é perfeita,meu maior sonho é ser como ela,se não a própria Taeyeon.Tenho esse sonho maluco porque na escola,as pessoas são muito cruéis comigo,em especial Hirai Minawa que faz de tudo para me ver para baixo,sinceramente eu nunca entendi o porque ela tem tanto prazer em fazer isso comigo,também sofro por ser a menina mais ''pobre'' da minha escola oque dificulta a minha socialização com os demais.

19h57 da noite 

Cheguei em casa finalmente e estacionei a moto ao lado.Ao adentrar vi meu pai caído no sofá como sempre,uma garrafa de whisky ao seu lado e cinzas de cigarro pelo tapete,abri uma das janelas para que o forte cheiro de fumaça e whisky saísse dali e o ouvi murmurar algo.

__Renna você chegou...-Ele disse com a voz tremula pelo efeito da bebida__Onde está a comida?

__Eu deixei na cozinha!-Respondi

__Você é uma imprestável mesmo,é muito parecida com sua mãe...-Ele retrucou e se levantou

Foi até a cozinha e eu o segui precisava perguntar algo importante a ele,não que já não tivesse perguntado mas eu ainda tinha alguma esperança de que minha mãe poderia estar viva,achava a história que ele havia me contado muito mal explicada.

Sentei ao seu lado na mesa.

__Pai eu tenho uma pergunta...-Disse o fitando

Ele apenas direcionou seu olhar para mim e arqueou as sombrancelhas,pude perceber seu olhar avermelhado por conta do álcool.

__O que houve com a mamãe,por que ela me nos deixou?-Perguntei fitando a mesa esperando a resposta de sempre

E como todas as outras vezes,ele riu como se estivesse assistindo a um show de comédia enquanto eu apenas o fitava sem entender.

Ele parou de rir.

__Não me faça lembrar daquela vadia,agora saia daqui Renna!-Ele afirmou agora sério oque me deixou com medo

Sai dali cabisbaixa e fui até meu quarto,me joguei na cama e afundei meu rosto no travesseiro fazendo com que o mesmo abafasse minhas lagrimas.

Renna POV.off

                                                                                                 ********

                                                                                      ~Enquanto isso em Sapporo~

Yui POV.on

Eu estava no meu quarto,lendo algo na revista enquanto permanecia deitada sobre a cama.Folheava a revista entediada,de novo distraída em meu mar de pensamentos,ouço baterem na porta,fecho a revista e rapidamente me levanto.

__Já estou indo!-Gritei

Jogo alguns livros sobre a cama e abro alguns cadernos para fingir estar estudando.Vou até a porta e abro.

__Yui,precisamos conversar...-Minha mãe disse adentrando o quarto e fechando a porta__Ah,estava estudando desculpe se atrapalhei filha!-Ela sorrriu

__Sem problemas,mamãe!-Respondi__O que houve?

__Não é nada sério,Yui!-Ela se sentou na cama__Seu pai e eu decidimos que vamos para Yokohama como você já deve saber,mas decidimos que vamos passar apenas dois dias lá...

__Ele não é meu pai.-Protestei e dei de ombros__Iremos amanhã,certo?

__Sim...-Ela se levantou e me deu um beijo na testa__Depois que terminar tente dormir,Misa ligou e disse que vocês tem um teste amanhã!

Ela saiu do quarto e fechou a porta.

Eu apenas fui até o grande espelho da parede e fitei meu próprio reflexo,e enquanto olhava no fundo dos meus próprios olhos tinha certeza do que mais queria naquele momento.

__Irei seguir meu sonho!-Repeti para mim mesma

Yui POV.off

                                                                           ~No outro dia em Yokohama~

Renna POV.on

Acordei bem cedo para ir ao colégio.Sai de casa mais ou menos 7h30 da manhã e segui até lá de bicicleta,percebi que todos já haviam entrado oque era bem estranho,mas estava gostando daquilo pois gostava de não ser notada principalmente por Hirai,segui pelos corredores até minha sala e percebi a porta fechada então a abri.

Talvez aquele fosse a pior decisão que já havia tomado,quando abri de imediato me jogaram uma espécie de tinta vermelha e depois ainda me jogaram farinha oque me fez entender que era apenas mais um dia normal na escola,por mais que gritasse por dentro eu não reagia,pois sabia que se o fizesse seria tudo pior.

__Tragam ela...-Hirai dizia entre risos

Uma das amigas da mesma então me pegou pelo cabelo e me puxou até uma unica cadeira que estava no centro daquela sala de aula,naquele momento eu já estava rezando para que o professor chegasse mas nada e nem ninguém aparecia para conter Hirai.Duas de suas amigas me seguravam na cadeira pelos braços,Hirai estava atras de mim com uma tesoura e o resto dos alunos estavam rindo,haviam aqueles ainda que registravam aquela situação em vídeo. 

__Ouvi dizer que alguém envergonhou a turma na semana passada!-Ela afirmou brincando com a tesoura em seus dedos

__Me soltem,é o fim de semana cultural e temos muito trabalho...-Eu gritava mas como sempre eles não davam importância

__''Me soltem,me soltem!''-Hirai imitava minha voz e todos riam

Naquela altura meus olhos já estavam marejados e eu me perguntava oque tinha vindo fazer na escola esse fim de semana.

__Eu devo cortar na altura da sua nota,ou devo ser generosa e cortar apenas metade?-Ela mexia entre puxões no meus cabelo

Meus cabelos sempre foram compridos e eu tinha um certo ciumes dele mas como aquele menina não tinha limites,resolveu que a minha punição seria tira-lo de mim.

__Pare Hirai,por favor...-Eu implorava com voz fraca

Ela gargalhou e fez sinal para que me soltassem,e quando me soltaram a unica coisa que fiz foi cair de joelhos daquela cadeira no chão,apertei o solo com minhas mãos enquanto as infinitas lagrimas escorriam de meus olhos.Senti um chute em minhas costas.

__Vamos,implore!-Ela se sentou na cadeira me fitando enquanto ainda ria

Eu sabia que se não fizesse tudo oque ela me pedisse poderia sair muito machucada daquela brincadeira de mal gosto e tudo que eu menos queria era sofrer ainda mais nas mãos dela e depois nas mãos do velho.

__Hirai,por favor!-Eu me ajoelhei e comecei a repetir essa mesma frase a todo momento

Os outros e inclusive Hirai continuavam a gargalhar daquela situação.

__Ta chega,segurem ela!-Ordenou e suas amigas me seguravam

Eu me debatia fortemente.

Hirai veio até mim e começou a cortar meu cabelo,e enquanto cada mexa caia no chão ela parecia se divertir mais enquanto eu apenas chorava enquanto sofria com a situação e me debatia ali.

Depois de alguns minutos consegui que elas me soltassem mas boa parte do  meu cabelo já estava curta batendo no pescoço,por impulso e pela primeira vez decidi fazer algo,fui até Hirai peguei a tesoura de sua mãos e a segurei no pescoço da mesma que aquela altura me olhava assustada enquanto lagrimas ainda escorriam de meus olhos.

__Nem mais um passo ou ela morre agora...-Eu disse com voz tremula fitando as amigas da mesma

Os outros alunos apenas assistiam a cena se divertindo com a situação.

__Me mate então,vamos Renna essa é sua chance!-Hirai me provocava__Tenha sua vingança e se torne uma criminosa,eu sempre suspeitei que fosse mesmo!

Enquanto estava tremula e ainda com a tesoura apontada para o pescoço da mesma,fiquei pensativa.

__Mas oque é que está acontecendo aqui?-Ouvi a voz do orientador

Na hora fiquei estática,joguei a tesoura para longe e logo em seguida recebi um tapa certeiro na minha cara,efetuado por Hirai.

__Senhor que bom que chegou,essa maluca tentou me matar!-Hirai dizia se fazendo de vitimo

Os outros alunos concordavam com ela.

O orientador me fitou e veio em minha direção me pegando pelo braço e me tirando daquela sala de aula.Me levou até sua sala e pediu pra que eu me debruçasse sobre a mesa e sem entender o fiz,senti as primeiras fiveladas em minhas costas,mas aquilo já nem me doía mais pois já estava habituada a dor.

__Saia daqui e me espere no pátio,vou ter uma conversa com seu pai.-Ele me jogou pra fora de seu sala como se eu fosse um lixo

Sai daquela sala,e depois corri pelos corredores até sair finalmente do prédio do colégio enquanto ainda corria pelas ruas sem rumo apenas pensando no quanto a vida estava sendo injusta e cruel comigo.

Renna POV.off

                                                                                              ~Ainda em Yokohama~

Yui POV.on

Estava na hora de me libertar,eu seguiria meu sonho e estava decidida a fugir para isso.Nós já estávamos em Yokohama perto de umas rochas e uma vegetação densa,estava no carro com a cabeça recostada no vidro.Hana dormia e minha mãe e Chen conversavam,no meu bolso esquerda havia uma boa quantidade de dinheiro e ainda mais em minha bolsa de mão.

__Preciso ir ao banheiro!-Menti

__Filha estamos quase chegando,e a nossa Yuizinha não iria em um banheiro publico!-Minha mãe afirmou sarcástica 

__Por favor mãe,eu preciso de verdade...-Menti de novo

Chen parou o carro e eu desci indo mais pra dentro da mata,fingi adentrar o banheiro publico e em seguida sai correndo mata a dentro,minha mãe percebeu que eu corri e desceu do carro também acompanhada de Chen.

__Yui,filha volte!-Ouvia ela gritar__Aonde você  vai?

__Yui,ei!-Chen também gritava

As vozes foram perdendo tom com o tempo e eu sabia que uma hora conseguiria despista-los.

Yui POV.off

                                                                               ~Alguns minutos depois~

__Chen onde está a minha,Yui?-Perguntava a mãe preocupada e chorosa__A minha Yuizinha,Chen cade ela?

__Minna se acalme...-Chen pedia tentando acalmar a mulher__Ela vai voltar e se não voltar,nós a encontraremos eu prometo!

__Chen eu quero a minha menininha...-Ela gritava__Yui apareça filha,você não tem mais idade pra brincadeiras....

__Yui...-Chen gritava também

Uma hora já havia se passado e finalmente Chen havia convencida Minna de que o melhor a se fazer era voltar,chamar a policia e esperar,pois Hana ainda estava no carro.

__Chen olhe...-Minna ficou estática por um  momento__É a minha Yuizinha....

Minna saiu correndo em direção a filha que estava na beira da rocha com os braços abertos,dando impressão de que queria pular dali.

__Yui pare com isso,não...-Minna não pode chegar a tempo

A loira pulou e caiu de uma altura de três metros na água salgada daquele pedaço de mar.

Em choque então Minna viu os policiais chegarem ali,foi até um deles e começou a repetir freneticamente.

__Meu bebê pulou daqui...-Ela repetia a todo momento

 

 

 

 

 

 

 

 

                                           

 

 

                                                       



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...