História Who Is The Killer? - Capítulo 16


Escrita por: ~

Visualizações 70
Palavras 1.791
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como a maioria pediu cruzeiro, preparem-se pro Poseidon.

Capítulo 16 - 4. Poseidon


Fanfic / Fanfiction Who Is The Killer? - Capítulo 16 - 4. Poseidon

B.I – Mic chec 1, 2...

 

My name is B.I, mais conhecido por ser o líder do Ikon e da minha participação no Show Me The Money como participante na terceira temporada e produtor na última.

 

Têm sido tempos difíceis. Tudo começou ano passado, quando um grupo de idols foi participar de um reallity show chamado Perfect Idol Korea, ou PIK (Não confundir com pica). Seria um programa normal, julgando a beleza dos candidatos, mas Wonho, um dos participantes promoveu um massacre já que um dos participantes era gordo. Tudo saiu do controle e ele matou mais gente do que devia.

 

Há dois meses eu estava no topo do mundo. Eu era presidente da Kappa Kappa Koppa, a maior fraternidade da faculdade de Seoul. Os sobreviventes do PIK se inscreveram na minha fraternidade e eu, muito generoso aceitei. O Ikon estava indo bem, e ter os sobreviventes do massacre na minha fraternidade elevaria minha fama. Eu recebi todos de braços abertos. Mas nem tudo eram flores. Jennie e Ashley, duas meninas da fraternidade concorrente se vestiam de porco e matavam meus garotos. Não bastando isso, V, em nome da minha fraternidade matava as meninas.

 

A fraternidade foi fechada. Eu precisava de dinheiro já que a YG tinha dívidas sem G-Dragon e Taeyang no Big Bang que começou a afundar. Black Pink também gerou uma grande dívida com os familiares das garotas mortas. Sem grana, eu e Bobby entramos no Show Me The Money.

 

Mas Ravi, um dos participantes não aceitava perder, e faria de tudo pra ganhar o programa, nem que isso custasse as vítimas dos outros participantes. Ele matou todos os participantes que começavam com a letra J pra fazer uma macumba que lhe tornaria o vencedor. Por sorte Wonho, arrependido de tudo que fez, matou ele antes que causasse mais problemas.

 

E agora estamos aqui. Antes de tudo deixe-me explicar como isso tudo começou.

 

Com o fim do programa, e a péssima situação financeira da YG, praticamente todos nós entramos em depressão. Você pode chorar pelo seu ídolo morto, mas a YG é que mais chorou. Perdemos o Black Pink inteiro, meu amigo foi morto e o Big Bang está praticamente acabado. Foi então que Papa YG recomendou que eu fosse em um programa de apoio. Chamei todos pra ir comigo.

 

É claro que muitas coisas aconteceram nesse meio tempo. Loco roubou a empresa de Jay Park alegando fraudes financeiras. CL pensa em abandonar a carreira e Zico não aparece em público há tempos. Os únicos que parecem felizes são Wonho e Suga, mas há uma nuvem negra entre os dois. Eles estão tristes. Eles, mesmo juntos, sentem a dor da perda dos nossos amigos.

 

Zico começou a ir no grupo de apoio. Ele contou que estava lendo livros sobre navios afundados, algo que estava fazendo bem pra ele. O orientador recomendou que todos fizéssemos um cruzeiro.

 

YG se prontificou a pagar pra que pudéssemos esquecer tudo que vimos. TOP decidiu acompanhar Seungri na viagem, já que ele poderia afundar o navio facilmente. Compramos passagens para o Poseidon, o maior navio da Coreia, em uma viagem de um mês no inexplorado Triângulo das Bermudas.

 

Nos encontramos no porto. TOP estava com Seungri e nos cumprimentou alegremente. Hyun Seung, membro do Beast nos observava de longe. Achei isso estranho, mas relevei.

 

As três primeiras semanas foram ótimas. Jantamos com o capitão, contamos nossas experiências e tudo corria perfeitamente bem. Zico, apesar de tudo, saía pouco do quarto. Suas malas eram as maiores e percebi que ele trouxe muitos livros.

 

E então aconteceu.

 

Após o jantar vim para minha cabine. Eu não sei quanto tempo dormi, mas acordei com o grito de uma mulher. Bobby entrou no quarto desesperado e me disse que havia acontecido um assassinato no navio.

 

Estava acontecendo de novo.

 

Hyun Seun estava morto, com uma âncora atravessada em sua boca e TOP havia desaparecido.

 

Todos os passageiros estavam chocados. Muitos, incluindo CL e U-Kwon acusaram Wonho de ser o assassino, mesmo que Suga o defendesse o tempo todo dizendo que estavam juntos.

 

E mais uma vez nos perguntamos:

 

Who Is The Killer?

 

Bobby – Chefe, isso é ridiculo.

B.I – Me deixa. É meu diário de bordo. – Desligando o gravador.

B.I, Bobby, Jay e Mino estavam sentados na cama de Bobby dentro da cabine.

Mino – Vamos manter a calma, ok? Não sabemos se estamos diante de um serial killer novamente.

Jay – Uma pessoa morta e uma desaparecida. O que acha que é?

B.I – Cadê a CL?

Mino – Foi dar suporte pro Seungri que está desesperado.

Bobby – Até onde eu sei o Seungri tinha treta com o Hyun Seung.

Jay – Ah, claro. Ele matou o Hyun Seung e o TOP? Por que ele iria matar o TOP?

B.I – É, mas não podemos excluir ele. Alguém aqui imaginava que era o Ravi? Wonho? V?

Bobby – O assassino sempre é o menos óbvio.

Mino – Eu não contei isso pra guarda costeira, mas eu vi o Chanyeol saindo do quarto do TOP um pouco antes da mulher gritar.

B.I – Onde você estava, Bobby?

Bobby – Eu?

B.I – Vi você entrando no quarto. Onde estava?

Bobby – Com o U-Kwon.

B.I – Fazendo?

Bobby – Coisas pessoais.

Bateram na porta. Era uma funcionária.

Moça – Senhores, o capitão pediu pra que todos fiquem em suas respectivas cabines. Os passageiros serão revistados.

Mino e Jay se despediram de Bobby e B.I.

 

Era cerca de 10 horas da manhã.  A guarda costeira havia ido embora há pouco tempo. B.I andava pelo convés procurando um bom lugar pra ver o mar.

CL estava agachada no local onde Hyun Seung foi encontrado.

B.I – Oi.

CL – AH! Que susto, você me assustou.

B.I – O que tá fazendo?

CL – Procurando pistas. Não quero voltar pra casa sem o TOP.

B.I – Virou detetive agora?

CL – Eu fui alvo de cinco assassinos nos últimos meses e estive metida em três casos de assassinatos nesses últimos tempos. Acho que eu tenho mais experiência que os detetives pra esse tipo de coisa.

B.I – O que descobriu até agora?

CL – Que a Hyuna está no barco.

B.I – Que?

CL – Vem comigo.

 

Eles entraram no grande saguão do navio. Um lustre gigantesco balançava conformes os movimentos do mar acima deles. Ela conduziu B.I até uma salinha de madeira e fechou a porta. Ela não percebeu que Jimin os observava de longe.

CL colocou um DVD num aparelho e a TV ligou.

CL – Roubei isso da sala de segurança hoje mais cedo. Preste atenção.

B.I começou a assistir. Eram as gravações do dia anterior. Hyuna discutia com um homem que não estava no ponto de visão da câmera. A câmera logo começou a falhar até que a TV exibia apenas chuviscos.

B.I – Você entregou isso à polícia?

CL – Não. Tenho motivos pra acreditar que a pessoa com quem ela discutia era policial.

B.I – Por que acha isso?

CL mostrou um distintivo da guarda costeira.

CL – Estava na cena do crime. Não quero chamar a polícia até ter certeza que isso é uma simples coincidência e ter certeza que não vão sumir com as provas.

 

Zico andava apressado pelos corredores. Ele entrou na cabine de Hyuna. Seungri observava de longe.

Seungri – Ah, Zico... Tenho grandes interesses agora que sei o que você quer.

 

O salão de jantar do restaurante exalava um cheiro agradável. Todos os funcionários se esforçavam para dar o melhor os passageiros após o terrível incidente. A mesa dos idols era a mais pura alegria.

Zico – Garçom, leve um prato de salmão, lula e arroz pra cabine B-29, por favor. Diga que é cortesia do Zico.

Suga – Conheceu alguém, Zico? – Chegando com o Wonho. Todos levantaram e levaram seus pratos pra longe do Wonho.

Zico – Claro que não. Meu único amor ainda é essa mulher maravilhosa ao meu lado. – Abraçando a CL que deu um tapa na cara dele. O som do tapa ecoou pelo salão e fez todos ficarem quietos olhando pra eles.

Wonho – Quem está na cabine B-29?

Zico – Ah, vocês não vão acreditar, é...

CL – NÃO INTERESSA PRA VOCÊ, PALHAÇO! FICA QUIETO QUE VOCÊ AINDA É O MAIS SUSPEITO AQUI!

Jimin – ELE SALVOU A MINHA VIDA!

CL – Porque ele tava em dívida com você.

Suga – Você pare de falar assim com o Wonho. – Apontando a faca pra ela.

CL – Ui, e vai fazer o que? Me matar?

Ji-Min – Gente, que bom ver vocês aqui!

Jimin – O QUE ELA TÁ FAZENDO AQUI?

Suga – É, você não tinha morrido?

Ji-Min – O corte que o Ravi fez não foi profundo e a posição que ele me deixou, deitada, fez com que eu perdesse pouco sangue. Foi por pouco, mas estou viva.

Jimin – AH, MAS ISSO É UM ABSURDO! A ÚNICA PESSOA QUE PRECISAVA TER MORRIDO NUM MORRE! EU VOU COMER NO MEU QUARTO! – Levantando irritado e pegando o prato. O garçom passava e Jimin deu um tapa na bandeja do homem que derrubou tudo.

Suga – Você me desculpe...

Garçom – Imagina. – Limpando a roupa.

Suga – Não to falando com você. To falando com ela. Perdão, ele é meio deficiente, sabe...

Wonho – O Jimin não é deficiente.

Ji-Min – Tudo bem. Agora que Jesus me deu uma segunda chance eu decidi que vou perdoar todas as pessoas.

U-Kwon – Na verdade foram os médicos.

Suga – Jesus... Ah, sei...

Ji-Min – Eu vou rezar pra que Jesus proteja o Jimin e faça ele a ser menos deficiente.

Gray – É normal o Siwon possuir pessoas? – Cochichando pro Jay.

Wonho – Sabe, vocês subestimam o Jimin. Ele é capaz de coisas que vocês nem imaginam e é bem inteligente do jeito dele. – Colocando uma lagosta na boca.

 

Gray entrou em uma cabine.

Gray – Eu sei que foi você e sei o que veio fazer aqui. Todos aqueles livros. Acha que sou tonto? Você não é uma má pessoa. Por que está fazendo isso? Sim, eu vi você jogando o Hyun Seung contra as pontas da âncora. Por que está fazendo isso? O que vai fazer? Me matar? Você nunca matou ninguém antes, por que acha que vai conseguir agora.

 

Jay andava tranquilamente pelo convés. Ele estava enjoado e pensou que vomitar no mar seria melhor do que no banheiro, já que ele teria que ficar agachado no mesmo lugar onde o Gray cagava e ele tinha nojo disso.

Ele olhou pra piscina.

Jay – O que é aquilo? – Se aproximando.

A cabeça de Gray estava mergulhada na piscina. Jay correu pra socorrer ele, mas Gray já estava morto.

CL – Ele está aí faz pouco tempo. – Chegando atrás dele – Da última vez que passei por aqui ele não estava aí.

 

Seungri jogava videogame com o Zico e Mino. Ji-Min entrou na cabine.

Ji-Min – Comandante, temos um problema.

Zico olhou pra ela.

--

-Zico

-Mino

-Sandara Park

-Seungri

-Chanyeol

-Thunder

-CL

-Suga

-Wonho

-Jimin

-Taeyeon

-U-Kwon

-Bobby

-B.I

-Henry

-Vernon

-Jay

-CAP

-Ji-Min

-Hyuna


Notas Finais


Ji-Min volta para o jogo, TOP e Hyun Seung mal entram e já saem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...