História Who Is The Killer? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 46
Palavras 3.528
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - 2. Tempestade de revelações


Tao – NÃO! – Se jogando no corpo sem cabeça – A CABEÇA? CADÊ A CABEÇA?

Amber – Voou pra longe.

Junhoe e Bobby foram ver se encontravam.

Amber – FOI AQUELE MONSTRO! – Apontando pro portão. Todos olharam, mas a criatura já tinha sumido.

Seungri – Hum… Sei… – Olhando o sangue na roupa da Amber.

Amber – O QUE? VOCÊ ACHA QUE EU MATEI?

Seungri – Você nunca gostou de homens.

Amber – ISSO NÃO SIGNIFICA QUE EU MATARIA UM.

Seungri – PARAR DE GRITAR COMIGO!

Amber – Eu... Eu vou pra casa – Correndo de volta pra KKT.

 

B.I entrou no porão desesperado puxando Jimin pelo braço.

Jimin – ME SOLTA!

B.I – O CORPO. O QUE VOCÊ FEZ COM O CORPO?

Jimin – Do Taeyang? Deixei na geladeira mesmo. Eu soltei o Wonho e se alguém perguntasse era só falar que ele matou.

B.I – NÃO! NINGUÉM PODE SABER QUE TEM UM ASSASSINO AQUI. – Abrindo a geladeira – AAAAAAAAAAAAH ELE SUMIU!

Jimin – Que? – Olhando dentro da geladeira – Oh... O assassino roubou o corpo.

B.I – AH, NÃO ME DIGA! TEMOS UM XEROQUE ROMES AQUI!

Suga – O que tá acontecendo? – Entrando com o Wonho.

B.I – ONDE TÁ O CORPO? – Pulando em cima do Wonho.

Wonho – Como eu vou saber? O assassino que roubou.

Jimin – Ora ora, parece que temos um Xeroque Romes aq...

B.I – QUIETO!

Thunder – Chefe, temos um problema lá em cima.

B.I – PROBLEMA, SÓ TEM PROBLEMAS NESSA CASA! – Indo até a sala de estar onde Tao queria chamar a polícia e Bobby e Junhoe tentavam convence-lo a não fazer isso – O QUE TÁ ACONTECENDO AQUI?

Tao – O negócio é o seguinte: Eu vou chamar a polícia.

Seungri – SE VOCÊ FIZER ISSO A FRATERNIDADE VAI SER FECHADA, IMBECIL!

Tao – É? TOMARA QUE MATEM UM AMIGO SEU IGUAL AQUELE BOSTA DO TAEYANG!

Seungri – MORRA DE INVEJA PORQUE O MEU AMIGO TÁ VIVO!

Junhoe deu uma risadinha baixa. Todos olharam pra ele.

Tao – Tá rindo de que?

Junhoe – Err... Eu... Eu engasguei com a minha própria saliva hehe.

B.I – Tao, como cortesia da casa, eu vou deixar que tome um maravilhoso no meu banheiro. O banheiro do presidente da Kappa.

Tao – Está tentando me subornar?

B.I – Sim! Você relaxa, pensa bem e depois decide se quer ligar pra polícia. Agora, eu vou preparar sua banheira enquanto você pega sua roupa e toalhas.

Ele saiu. Tao olhou pra todos que encaravam ele.

Tao – Vocês vão ver. – Indo pro quarto. Ele entrou e começou a pegar as roupas, afinal, ele não era idiota de recusar um banho no banheiro do presidente. Ele ouviu a porta fechar atrás dele.

Tao virou e viu Jay parado olhando fixamente pra ele.

Tao – Que foi?

Jay – Você não vai ligar pra polícia.

Tao – Vou. Sai da frente. – Tentando passar. Jay o impediu.

Jay – Você não tem o direito de tirar minha chance de participar dessa fraternidade.

Tao – Eu acho que a memória do meu amigo Kai vale mais que você. Agora saia da frente.

Jay abriu espaço pra ele passar e ficou olhando Tao andar pelo corredor.

 

B.I – A água tá bem quentinha.

Tao – Ótimo. Gosto de banhos quentes.

B.I – Você vai até derreter. Espero que reconsidere sobre ligar pra po... – Tao fechou a porta na cara dele.

Tao tirou a roupa tranquilamente e entrou na banheira. Realmente estava quente. Estava bem quente. Estava muito quente. Estava queimando. Ele olhou pra baixo e viu que sua pele estava se abrindo.

Tao – AAAAAAAAAAAAAAAH!!! – Saindo da banheira. Todo o seu corpo ardia e exalava um cheiro forte de produto químico.

Tao – Jo-Jogaram ácido na banheira. – Ele não conseguia mais ficar de pé e já perdia muito sangue. Sua visão ficava embaçada. Ele olhou pra janela e viu que um palhaço olhava pra ele.

 

Junhoe – Cadê o Seungri?

B.I – Sei lá. – Olhando a TV. Uma mulher dizia sobre uma forte tempestade que se aproximava de Seoul.

Junhoe – Vou ver se ele não tá incomodando o Tao.

B.I – Tá. – Olhando a mulher mostrando as saídas da cidade que estavam cheias de carros de pessoas saindo da cidade.

 

Jisoo – Meninas, reuni todas vocês aqui por um problema grave que teremos que enfrentar. Lisa, como está a Amber? V, JoKwon e Jessica estão com ela.

Lisa – Está se recuperando do que viu na casa deles.

CL – Fala logo o que tem que falar. Minha bunda já tá ficando quadrada de ficar sentada.

Jessica – Mulherzinha sem classe. – Entrando na casa toda molhada pela chuva do lado de fora.

Jisoo – Quando você saiu?

Jessica – A Amber pediu pra comprar empadinha. Ela tá com fome – Mostrando um saquinho cheio de empadinhas.

Jisoo – Tinha comida na geladeira.

Jessica – Mas ela queria empadinha. – Subindo.

Jisoo – Humpf... Como eu dizia, temos um problema.

CL – Fala logo.

Jisoo – O reitor enviou um e-mail pedindo a suspensão imediata das atividades da Kappa Kappa Tau. Infelizmente teremos que fechar a casa.

Ji-Min – Mas isso é injusto. A polícia não tem capacidade de descobrir o assassino e a gente que se ferra?

Ashley – Não podemos sair da casa. Uma tempestade enorme se aproxima.

Jisoo – Sim, eu sei, mas se não encerrarmos as atividades imediatamente seremos expulsas.

CL – E a casa dos meninos do outro lado do campus?

 

B.I – Quanto tempo faz que ele está aí? – Olhando o corpo do Tao no chão. Um raio clareou a cena e deu um estalo na janela.

Junhoe – Quando eu cheguei já estava assim. Faz meia hora que ele entrou no banho. Deve estar desde o começo.

B.I passou a mão na água do banheira e sentiu seus dedos queimarem. Ele cheirou.

B.I – Ácido – Indo lavar as mãos na pia – Seja lá quem fez isso, fez assim que eu saí do banheiro pra colocar sabão na água.

Junhoe – O que faremos?

B.I – De momento nada. Ninguém entra no meu quarto – Fechando a porta do banheiro e logo após a do quarto. Ele trancou – A chave fica com você. Não entregue isso à ninguém.

Eles ouviram a campainha tocar.

Seungri saiu do quarto dele.

Seungri – Deve ser o Taeyang. Ele nunca demorou tanto.

Eles desceram a escada em triângulo. Seungri ia na frente e os dois garotos do Ikon iam logo atrás. Thunder os esperava pra abrir a porta.

B.I – Deixa que eu abro. – Abrindo.

Jisoo – Oi, nós estamos sem casa e gostaríamos de passar uma noite aqui com... – B.I fechou a porta na cara delas.

CL chutou a porta.

CL – ESCUTA AQUI PROJETO DE GD MENOS GAY, SE VOCÊ ACHA QUE PODE IR FECHANDO A PORTA NA CARA DA JISOO ASSIM TUDO BEM, MAS ME RESPEITE PORQUE EU NÃO SOU CACHORRO! EU.NÃO.SOU.CACHORRO!

Todos correram até a escada ver o que estava acontecendo.

Zico – A CL TÁ AQUI? – Passando na frente de todo mundo – MINHA DEUSA!

CL deu um chute nele que foi parar na cozinha.

U-Kwon – Tsc tsc... Deplorável isso... Oi CL, o que faz aqui?

Jisoo – Nossa fraternidade foi fechada e estamos sem lugar pra passar a noite na tempestade.

B.I – E eu com isso?

Seungri – Ei, não é assim que você trata uma mulher.

B.I – Essas aí são. São nossas concorrentes. E de qualquer forma eu não vou perder meu precioso tempo decidindo se devo ou não abrigar vocês porque todos aqui devem pegar suas malas e voltar pra casa pra se proteger da tempestade.

Bobby – Hã... Quando isso?

B.I – Agora. Eu mandei todos pro quarto pra pegarem itens pessoais.

Bobby – Err... Chefinho... Os portões da faculdade já fecharam.

B.I – Como... Como assim fecharam?

Seungri – Todo mundo que tinha que sair já saiu uai. Eu fiquei esperando você dar a ordem pra gente sair.

B.I – Então... NÓS VAMOS FICAR SOZINHOS NUMA TEMPESTADE NO MEIO DE MANSÃO COM UM ASSASSINO?

Um raio anunciou um trovão ensurdecedor e toda a energia da casa caiu. A chuva começou a entrar pela porta aberta e molhar todos. Bobby e Junhoe correram pra fechar.

Jimin – Pelo visto vamos. – Olhando feio pro Wonho?

Seungri – Será que o Taeyang conseguiu sair?

Suga – Ok, B.I. Precisamos conversar.

B.I foi até o corredor com o Suga.

Suga – Não é justo com o Seungri. Acho que devemos falar a verdade pra ele.

B.I – Falaremos apenas quando pegarmos o assassino.

Suga – Ah, e como vamos descobrir se nem sabemos por onde começar?

B.I – Eu sei, porque eu sou inteligente e esperto e fiz toda a pesquisa. Esse tal de homem porco é um fantasma que assombra aquelas meninas há décadas e trazer ela pra cá coloca em risco a vida de todos os homens dessa casa.

Wonho – Há outro assassino também.

B.I – O que tá fazendo aqui? – Olhando assustado o Wonho e Jimin que olhavam eles encostados na parede.

Wonho – O Jimin acha melhor eu ficar trancado num quarto essa noite pra ninguém descobrir que vocês ajudaram um serial killer a fugir do hospício, já que vocês podem ser presos e acusados de cumplicidade com os assassinatos que eu cometi, então eu aceitei ficar num quarto com TV, videogame e lubrificante.

Suga – Pra que lubrificante?

Wonho – Você não vai querer saber.

B.I – Ok. Mas o Suga vai ficar com você a noite toda.

Suga – QUE?

B.I – É só por uma noite – Empurrando o Suga pra um quarto e dando um castiçal com velas pra ele. Wonho entrou – Divirtam-se. Cuide bem dele, Suga.

B.I fechou a porta.

Suga – AAAAAAAAAAAAAAAAH ME TIREM DAQUI, VOCÊS NÃO PODEM ME TRACAR COM UM ASSASSINO PSICOPATA SOZINHO!

Wonho analisa Suga.

Suga – TÁ OLHANDO O QUE?

Wonho – Você gritou comigo?

Suga – Perdão...

Wonho – Eu não pedi por perdão. Eu perguntei se você gritou comigo.

Suga – S-Sim...

Wonho olhou fundo nos olhos de Suga. Suga se encolheu de medo.

Wonho – Interessante.

Suga – O... O que é interessante? – Quase cagando nas calças.

Wonho – Muitas coisas. – Ele abriu uma gaveta – Isso é interessante, não concorda? – Mostrando um estilete pra ele.

Suga – É só um estilete. Ponha de volta na gaveta.

Wonho – Que falta de educação com o estilete. Mas eu entendo. Você está nervoso.

Suga – Claro que tô. Olha pra você...

Wonho – Eu entendo porque está nervoso. A vida é curta demais e você quer fazer muitas coisas antes de morrer. Mas você pode morrer hoje – Apontando o estilete pra ele.

Suga – Po-Ponha o estilete de volta na gaveta.

Wonho – Por que se importa tanto com o estilete? Você mesmo disse. É só um estilete.

Suga – Olha, o B.I tem um 3DS. Por que a gente não joga? – Tentando distrair o Wonho.

Wonho – Eu entendo porque está tão nervoso. A casa segundo que passa a morte se aproxima de você. Deixe-me lhe mostrar pra que serve um estilete.

Suga – Eu sei pra que serve um estilete.

Wonho – Se soubesse não diria que é só um estilete.

Suga – Vamos jogar. Depois a gente fala sobre o estilete.

Wonho – Não se esqueça que a morte se aproxima de você. Você não tem tempo de deixar nada pra depois. Por isso, antes que você parta, vou te mostrar pra que serve o estilete.

Suga – EU SEI PRA QUE SERVE O ESTILETE! – Encostando na parede enquanto Wonho se aproximava com cara de maníaco.

Wonho – Então concorda que não é só um estilete?

Suga – Sim, sim... Eu concordo... Se quiser eu peço desculpas pro estilete.

Wonho – Peça.

Suga – Hã?

Wonho – Peça desculpas.

Suga – Pro estilete?

Wonho – Não acha ele o bom o bastante? – Esticando o braço apontando o estilete pro Suga que se encolheu.

Suga – Céus... Por que você acha que o estilete é melhor que outro objeto qualquer?

Wonho – Ah, sabia. Deixe-me lhe mostrar pra que serve o estilete. – Se aproximando do Suga.

Suga – SOCORROOOOOOOO!!! ELE QUER ME MATAR! – Batendo na porta desesperado.

Wonho parou de andar.

Wonho – Estranho... Eu não sabia que o estilete causava pânico. Deve ser por você ser inferior demais ao estilete.

Wonho encurralou o pobre Suga no canto. Suga começou a chorar de desespero. Wonho pegou uma maçã de uma cesta de frutas e começou a descascar com o estilete.

Wonho – Viu? É pra isso que serve o estilete.

Suga – Ah... Ah, tem razão hehe... – Respirando aliviado.

Wonho – Mas o estilete também serve pra outra coisa. – Voltando a apontar o estilete pro Suga.

Suga – SOCORROOOOOOOOOOOOOOOO!!! – Esmurrando a porta.

Thunder abriu.

Thunder – O que tá acontecendo aqui?

Suga – OBRIGADO! – Dando um beijo na bochecha do Thunder e correndo.

Thunder ficou sem entender e olhou Wonho que mordeu um pedaço da maçã. Em seguida ele olhou pro Thunder.

Wonho – Você sabe pra que serve um estilete?

 

B.I – IDEIAS!
Bobby – Pegar o assassino antes que seja tarde.

Junhoe – Procurar o corpo antes que percebam que ele sumiu como o Seungri já está percebendo sobre o Taeyang.

B.I – É o segundo corpo que some nessa casa. O que tá acontecendo? – Olhando o chão onde Tao devia estar morto.

Junhoe – Toda fraternidade tem seus períodos de crise.

B.I – Sim, e eu não estou interessado em ser presidente em períodos de crise. – Trancando a porta do quarto – Ninguém pode saber que tem um assassino nessa casa. Fiquem alertas caso apareça outro corpo.

Eles passaram pela porta de um dos quartos. Zico e U-Kwon colocaram a cabeça pra fora.

Zico – Ouviu isso?

U-Kwon – Aham. Nossas suspeitas se confirmaram.

Zico – Se tem assassino tem corpo. Se tem corpo tem pânico. E as pessoas sempre procuram um líder em momentos de pânico. É minha chance de ser presidente da Kappa Kappa Koppa e conquistas minha linda CL! – Ele se imaginou em um trono com todos servindo ele. Ao seu lado estava CL tendo as unhas feitas por Dara e apoiando os pés no Seungri.

U-Kwon – Sim, e eu serei o vice-presidente! – Se imaginando articulando o impeachment do Zico enquanto todos protestavam com cartazes de “É golpe”.

Zico – Vem, vamos procurar o corpo.

Ashley – Licença, onde é o banheiro? – Com uma sacolinha na mão.

U-Kwon – Naquela porta lilás. Licença, estamos ocupados.

Ashley ficou olhando pra eles.

 

Bobby – Não tem nada, chefe. Desculpa.

B.I – Continuem procurando.

Junhoe – Pra que a gente tem que ficar procurando podres das meninas? – Olhando o Face da CL.

B.I – Pra fazermos um jogo de verdade ou desafio, humilharmos elas e expulsarmos elas de uma vez, seu idiota.

Junhoe – Hã... Sabe, chefe, as vezes eu acho que você é gay.

Bobby – Sempre achei que tem uma razão pro nome dele ser B.I.

B.I – Não é nada disso, eu não sou gay coisa nenhuma. Tenham mais respeito ou eu mando o YG cortar o salário de vocês. O fato é que nós já temos problemas suficientes com um assassino e não precisamos de mais um que tá perseguindo elas. Fora que uma delas pode ser o assassino e estamos colocando elas na nossa casa e alimentando elas.

Junhoe – Verdade. Eu vi a Jessica comendo aquele sonho de padaria que o Bobby comprou hoje mais cedo.

Bobby – ELA COMEU MEU SONHO? AH, MAS EU VOU FERRAR A VIDA DESSA VAGABUNDA! – Entrando no Facebook dela.

Junhoe – Espera, acho que encontrei alguma coisa. Por que a Ashley toma cicloprimogyna?

B.I – Traduz, a gente não faz farmácia.

Junhoe – Chefe, encontrei uma coisa que pode ajudar muito a gente.

 

Seungri – Ai ai... – Suspirando sentado na mesa da cozinha.

Jay – Que foi?

Seungri – O Tao sumiu e eu to entediado sem ele pra brigar.

Jay – O Tao sumiu?

Seungri – Aham. Acho que conseguiu fugir antes da tempestade. Espero que morra afogado.

Jay – Na verdade acho que ele já está morto...

Seungri – Que?

Jay – Nada.

B.I foi na sala.

B.I – ATENÇÃO HOMENS, MULHERES, TRAVECOS, HOMOSSEXUAIS E VAGABUNDAS, EU TENHO UMA NOTÍCIA IMPORTANTE PRA DAR PRA TODOS!

Todos foram até a sala.

B.I – Eu, em minha infinita beleza, junto de meus minions Junhoe, com sua beleza única e quase igual a minha e Bobby que pelo menos tenta, descobrimos que a integrantes das Ladies Code, Ashley, é na verdade... UM HOMEM!

Todos olharam pra Ashley que olhou pra todos constrangida.

SoJung – VOCÊ PENSA QUE É QUEM PRA ALAR ASSIM DA MINHA AMIGA?

B.I – Podem checar nessa lista de remédios que ela toma. JUNHOE!

Junhoe – Por que você toma progesterona, pílulas de desenvolvimento de mamilos e foi recentemente no cirurgião plástico pra – olhando um papel – “terminar um canal vaginal muito profundo?”

Ashley – Eu... Eu... – Ela subiu pro quarto chorando.

JoKwon – Nossa, e tinha gente reclamando de aceitar a gente, bicha.

V – Passada, nem eu esperava por essa.

Jisoo – B.I, ninguém precisa saber disso, ok? Ela será expulsa e nós vamos seguir nossas vidas normalmente.

Zuny – Vai expulsar minha amiga só por ela ser trans?

Jisoo – Eu aceitei um homem numa fraternidade de mulheres antes desses dois aí. Aliás, eles serão expulsos também.

JoKwon – FAÇA ISSO E TE MATO, QUERIDINHA!
V – Ai, não seria mal vir morar com esse monte de macho – Se esfregando no Jay.

Suga – JÁ CHEGA B.I! – Chegando correndo – VOCÊ ME FEZ PASSAR POR MOMENTOS DE TENSÃO E ME DEVE UMA CUECA NOVA! ATENÇÃO TODOS: TEM UM ASSASSINO NESSA CASA E O NOME DELE É WONHO!

Todos começaram a cochichar entre si.

CL – O WONHO TÁ AQUI?

Seungri – A GENTE VAI MORRER!

Wonho e Thunder chegaram atrás do Suga.

Seungri – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! – Desmaiando.

CL – CADÊ O ZICO PRA ME PROTEGER?

Zico entrou na sala.

Zico – ATENÇÃO, EU E U-KWON TEMOS NOTÍ... NO... NO... – Olhando pro Wonho – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH O QUE ELE TÁ FAZENDO AQUI?

U-Kwon – SOCORROOOOOOOOOOOOOOOO!!! – Pulando no colo do Zico que pulou no colo da CL que largou os dois e se escondeu atrás do sofá.

Wonho – Eu esperava uma recepção mais calorosa...

Thunder – Ele não é o assassino. Ele tava preso no porão quando os assassinatos aconteceram.

Wonho – Jimin, confirme pra eles.

Jay – Que Jimin?

Seungri – É, o macho ou a fêmea?

Ji-Min – E-Eu não tenho nada com isso não.

Jimin – Ok, eu confesso que eu trouxe o Wonho pra casa pra ele ajudar a gente a descobrir quem matou o Taeyang.

Seungri – COMO ASSIM QUEM MATOU O TAEYANG?

B.I – NÃO ERA PRA FALAR, IMBECIL!

Zico – ISSO É UM ABSURDO, QUEM TE DEU O DIREITO DE TRAZER ESSE LOUCO PRA CÁ?

Jimin – Ele é legal. E foi o B.I que deixou.

B.I – QUIETO! – Pulando em cima do Jimin que deu uma joelhada na barriga dele e levantou limpando a roupa calmamente.

Suga – Ele é burro e baixinho, mas sabe se defender... Ele já quebrou o braço do Rap Monster uma vez.

U-Kwon – ELE NÃO É LEGAL, ELE TENTOU MATAR A GENTE!

CL – ELE MATOU NOSSOS AMIGOS!

Wonho – Isso é passado.

Zico – CHEGA! B.I, considere-se destituído da presidência.

B.I – Não...

Eles não tiveram tempo de fazer nada quando um enorme homem porco entrou na sala empunhando um machado. Ele cravou o machado na cabeça da Ji-Min que caiu no chão morta e partiu pra cima do Zico.

Zico – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

CL – AH NÃO, SE ALGUÉM FOR MATAR O ZICO UM DIA ESSE ALGUÉM VAI SER EU! – Dando um chute no porco que foi pra trás desnorteado. Jimin deu uma cotovelada nele que caiu no chão.

Zico – OBRIGADO, MINHA DEUSA! – Abraçando a CL.

Jimin tirou a máscara. Era Ashley.

Amber – ERA VOCÊ!

Ashley – MALDITOS!

Jimin – VOCÊ MATOU O TAEYANG!
Ashley – Sim. – Levantando e sentando no sofá – Sim, eu matei ele e todos os outros.

CL – Mas por que?

Ashley – Fraternidades são más. Elas emburrecem as pessoas e as tornam fúteis, superficiais. Olhem pro B.I.

B.I – Ei!

Zico – Quieto, ex-presidente.

Ashley – Quando vi que meu irmão entrou em uma, eu não pude ficar parada. Eu precisava fazer algo.

Dara – Ai meu deus... Você...

Ashley – Sim, eu sou gêmeo do Thunder.

Thunder – Como é?

Ashley – Nós nascemos juntos. Mas papai percebeu que eu era afeminado demais e me deu pra outra família.

Dara – Eu lembro de você. Brincávamos juntas de boneca.

Thunder – Eu... Eu nunca soube disso...

Dara – Papai disse que ele estava morto.

Seungri – Ok, que lindo encontro familiar, mas quem saiu no prejuízo fui eu. Eu perdi o Taeyang. Ele era tipo meu pai.

Ashley – Eu queria assustar o Thunder, pra ele fugir desse lugar e nunca mais voltar.

B.I – Ah, que linda. Matando o Kai, Tao, Taeyang e Luhan?

Ashley – Desculpe, mas não matei o Tao e o Luhan.

Seungri – Como assim Tao? CADÊ O TAO?

B.I – É, onde estão os corpos?

Ashley – Nunca escondi os corpos. Eu queria que o Thunder visse pra se assustar. Tanto é que usei a Amber de testemunha...

B.I – Junhoe, venha comigo. Bobby, tranque a Ashley no quarto dela. E vocês façam o que quiserem.

Zico – Wonho, fora.

Jimin – Não podem colocar ele lá fora. Tá dando uma tempestade.

Zico – Não quero saber.

Suga – Zico, você tá sendo desumano.

Zico – Desumano foi ele matar nossos amigos.

Wonho – Eu já expliquei. Eu queria matar só os gordos. As coisas saíram do controle.

Zico – Viu é desumano ele querer matar os gordos.

Suga – Você nem gostava dos gordos.

Zico – Por que tá defendendo o Wonho?

Wonho – Por que ele é meu amigo. – Passando o braço pela cintura do Suga.

Suga – OPA, TIRA A MÃO DAÍ! EU NUM TO DIZENDO QUE SOU SEU AMIGO, SÓ PEDINDO PRO ZICO ESPERAR A TEMPESTADE PASSAR!

Jimin – O Wonho fica. Ponto. Depois a gente discute tudo isso.

Eles ouviram um grito.

Todos correram pra parte de cima. Ashley estava morta, sangrando no chão enquanto o homem porco olhava pra ela. Ele saiu correndo.

Ashley deixou a cabeça cair indicando que estava morta.

Suga e Jimin – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Wonho deu um sorrisinho maldoso.

Jimin – Estamos presos com um assassino numa tempestade.

Wonho – Só o melhor vai sobreviver até o amanhecer.


Notas Finais


De quem vocês suspeitam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...