História Who Killed Genevieve? -Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 41
Palavras 617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá amores, a história de fato só vai começar semana que vem pois ainda estou recebendo as fichas e tal.
Espero que gostem do capítulo, boa leitura e por favor comentem o que acharam.
Beijao da Ly

Capítulo 2 - Prólogo- RIP Genevieve


Fanfic / Fanfiction Who Killed Genevieve? -Interativa - Capítulo 2 - Prólogo- RIP Genevieve

​​

-Boa tarde alunos, estamos reunidos hoje para, -a diretora fez uma pequena pausa e uma lágrima escorreu em sua bochecha rosada- para fazer um memorial para Genevieve Summer. Genevieve era uma de nossas mais queridas alunas, e foi assassinada ontem em uma festa. Mas não quero falar aqui de sua morte e sim de quem era Genevieve, esteve conosco desde o primário -nesse momento várias amigas da garota que a conhecem a anos começaram a chorar, desamparadas lembrando da amiga que havia morrido- e sempre foi alegre e cheia de vida, Genevieve foi capitã das líderes de torcida por 4 anos consecutivos e graças a ela ganhamos 12 títulos em competições, sendo 4 títulos internacionais e 1 mundial. Tinha ótimas notas e sempre se destacou nas obras literárias e nas peças de teatro, que costumava estrelar todos os anos, quem se lembra da memorável peça "sonho de uma noite de verão"? -nesse momento a diretora fez todos rirem ao fazê-los lembrar da peça mais engraçada  já feita pelo colégio onde Genevieve teve que fazer dois papéis já que o par que contracenava com ela adoeceu, foi cômico, a menina contracenou com ela mesma e essa era sem duvida uma de muitas das boas lembranças que a menina deixou- Genevieve também foi a rainha do baile de primavera desse ano e oradora da turma. Eu poderia citar diversas atribuições dessa exímia estudante. Eu gostaria de ler agora um poema da autoria de Genevieve Summer e que ganhou prêmio no jornal do nosso colégio:


O doce instinto
Deus indeciso
Eu indefeso
No seu sorriso


O gosto atípico 
E o jeito sério 
Teu rosto místico 
Mais um mistério 


E o brilho que de ti reluz
E a tantos sóis seduz
A realeza
Não tem deslize 


Posso lhe dar mais mil razões pra te querer 
Coisas que eu já nem sei o nome
Posso compor mais cem canções de amor
Pra que? Se quando eu canto você some?


 A diretora terminou de ler com lágrimas escorrendo, assim como a maioria dos alunos se encontravam, enlutados pela grande perda que tiveram. Genevieve Summer era uma menina amada e respeitada por todos, o que nos faz perguntar quem teria tido a coragem de matá-la tão brutalmente. Mas logo após um breve tempo a diretora se recompôs e continuou seu discurso:


-Quero pedir que todos se juntem em uma breve oração, seguida de um minuto de silêncio. Por favor peço que todos respeitem esse momento. -acreditem ou não, todo o corpo estudantil e docente participou da breve oração e do minuto de silêncio- Obrigada pela colaboração, tenho alguns últimos avisos, durante essa semana ou até acharmos o assassino de Genevieve, não teremos aula. Quem vai cuidar do caso é um grande amigo meu, detetive Morgan Sacreys, está com você a palavra, detetive.


-Boa tarde a todos, não vou ser muito demorado. Mas tenho que avisá-los algumas coisas, primeiramente, os interrogatórios começarão amanhã a princípio, e segundo, qualquer pessoa que tenha alguma informação deve se reportar diretamente a mim, e um aviso a seja lá quem matou Genevieve, eu vou descobrir.


 A escola inteira permaneceu em silêncio, alguns tranquilos, outros nem tanto, a aura no ambiente era certamente muito pesada. Nesse instante a diretora quebrou o silêncio um tanto quanto constrangedor:


-Alunos, quero por fim pedir que tragam fotos com Genevieve ou algumas lembranças que possamos colocar em um mural em sua memória. Uma aluna tão querida quanto ela, merece ser lembrada para sempre com carinho  -foi só ela pronunciar essas palavras que mais da metade dos amigos da menina começaram a chorar ainda mais, foi sem dúvida um dia de muito pesar, mas o que está por vir vai ser ainda mais pesado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores, foi só o iniciozinho.
Ah, e o poema é na verdade uma música do Tiago Iorc, caso alguém queira ouvir, se chama Mil Razões e é maravilhosa.
Comentem o que acharam.
Beijao da Ly


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...