História Who to love? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 1.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


mais um capitulo feito com muito carinho pra vocês

beijinhos :3

Capítulo 3 - Um sonho?



 Os dois jovens sobem as escadas enquanto Yumi observava a decoração da casa, uma decoração simples com alguns lindos quadros de paisagens nas paredes e alguns vasos com flores, ao Matsuda abrir a porta de seu quarto a garota fica totalmente impressionada com tanta bagunça que tinha no quarto do garoto, era roupa jogada por tudo e bolas de papei por todo o quarto, mas uma coisa chamou a atenção da garota e foi a estante com a extensa coleção de jogos do garoto, ela nunca tinha visto tantos jogos em um só lugar sem ser nas lojas de jogos, a garota foi até a estante olhar os jogos e achou todos seus jogos favoritos de consoles, Yumi é uma amante dos games igualzinho Matsuda e sempre que ela podia jogava alguma coisa, o garoto liga seu vídeo game e coloca um de seus jogos favoritos que é o battlefield 4 e coincidência Yumi também gosta muito do mesmo jogo não chega a ser seu favorito mas ela também gosta, Matsuda entra no modo on-line e após alguns segundos procurando uma partida o jogo entra e Matsuda fala.
-Quem morrer passa o controle?
-Feito. - fala com confiança
    Os dois começam a jogar, e Matsuda percebe que a garota joga muito bem de fuzileiro enquanto o garoto joga bem de sniper, passam alguns minutos e nesse momento o garoto esta com o controle e está concentrado no jogo e do nada a luz cai e o quarto fica totalmente escuro, e no reflexo Yumi se levanta e quando vai dar um passo  acaba escorrendo em uma meia no chão e acaba caindo por cima do garoto e na hora as luzes voltam e os dois se encontram naquela posição, Yumi fica muito envergonhada e não consegue fazer nada além de olhar para o garoto e nesse momento as mães dos dois entram no quarto para ver se estava tudo bem, e ao ver os dois daquele jeito as duas dão uma risadinha e Hasumi fala.
-Não pensei que já estivesem fazendo essas coisas
-N-não mãe eu posso explicar
-Não precisa querida, nós vamos deixar vocês a sós. - fala a mãe de Matsuda
    As duas saem do quarto e fecham a porta e Yumi fica sem saber oque falar e sem oque fazer até que Matsuda fala.
-Com você em cima de mim assim eu vou achar que você quer mesmo fazer essas coisas.
-D-desculpa...
    Yumi sai de cima do garoto ainda envergonhada e fica um clima meio tenso no quarto até que as duas decidem ir embora, elas se despedem e vão para sua casa, depois disso Matsuda janta, toma seu banho e vai dormir.
    No dia seguinte Yuri acorda, prepara o café da manha de sua irmãzinha e depois faz sua higiene matinal, logo depois Yuri leva sua irmã na escola e segue para sua escola e como de costume fica na frente do portão da escola esperando seu melhor amigo, até que ele chega junto com a nova garota e ele começa a pensar.
"Eles estão namorando? ou será que são realmente apenas vizinhos, estão sempre vindo juntos pra escola agora"
    Os três vão para a sala de aula e sentam em seus lugares, e logo ao se sentarem em seus lugares Matsuda vai até a mesa de Yuri e fala.
-E-eai... como você vai? jogou muito ontem?
-Esqueceu seu dever de casa dnv né? - Já pega seu caderno com o dever
-Eu prometo que essa é a ultima vez... 
-Vê se copia antes da professora pedir
-Pode deixar.
    Matsuda vai para sua classe e começa a copiar que nem um condenado, e Yuri fica perdido em seus pensamentos por um tempo, até que a professora chega na sala e começa a dar sua aula de matemática, depois de um tempo o sinal bate para o intervalo e algumas meninas vão falar com Yumi para serem suas amigas, enquanto isso Yuri chama Matsuda para irem até a cantina para comprar um lanche, os dois vão para lá e compram seus lanches favoritos, Yuri compra pão recheado com curry e Matsuda compra alguns bolinhos de arroz, os dois vão para um banco se sentar e começam a comer até que Matsuda fala.
-Se não fosse por você eu teria me ferrado.
-Você sempre esquece de fazer seu dever.
-Eu sei, e que quando eu chego em casa parece que meu video game me chama e eu não consigo resistir.
-já imaginava, você não vai aprender a materia só pegando as respostas comigo.
-sei disso, eu juro que vou me esforçar mais.
-Espero que sim.
-Ai, você me ajudou, e preciso te recompensar agora. - fala pegando um bolinho com as mãos
-Você sabe que não precisa eu sempre... - quando olha pra seu amigo ele esta com um bolinho apontado para si 
-Come, vou te dar um.
-Eu não quero, pode comer. - fala já meio sem jeito
-Vamos, eu quero que você coma.
    Quando Yuri vai pegar o bolinho com as mãos Matsuda afasta o bolinho e fala.
-Não, vou te dar na boca.
-Q-que? porque isso? - Yuri ja fica vermelho 
-Vamos, ninguém vai ver.
    Yuri pensa um pouco e decide aceitar, ele abre a boca e Matsuda começa a colocar o bolinho a boca de seu amigo, enquanto isso Yuri pensa em milhares de coisas pervertidas, até que depois de comer o bolinho Yuri fica olhando seu amigo bem envergonhado e Matsuda fala.
-Ainda tem um pouco no meu dedo, abre a boca dinovo.
    Yuri abre a boca, dessa vez sem nem reclamar, Matsuda coloca o dedo na boca de seu amigo gentilmente enquato Yuri pensa 
"I-isso... parece ser errado          m-mas não esta ruim"
    Matsuda começa a forçar o dedo na língua de Yuri e a respiração do mesmo começa a ficar mais ofegante enquanto sua cara é um pimentão, Matsuda começa a fazer movimentos de vai e vem com o dedo na boca de se amigo até que Yuri solta um leve e baixo gemido e Matsuda fala.
-Gostei desse som, faz mais pra mim.
    Matsuda coloca mais um dedo na boca de Yuri, e ele não aguenta e começa a chupar os dedos de seu amigo enquanto solta mais gemidos baixos, até que depois de alguns segundos Matsuda para com o movimento de vai e vem e abre seus dedos na boca de Yuri, deixado a boca dele aberta com a língua pra fora, Yuri olha para ele com uma cara de desejo, ele queria continuar e fazer muito mais porém, não queria dizer.
    Matsuda tira os dedos da boca de seu amigo e rapidamente sela um beijo entre os dois, Matsuda invade a boca de Yuri com sua língua e os dois se envolvem em um apaixonado e selvagem beijo, Yuri segura a camisa de Matsuda, enquanto o garoto de cabelos azulados pega no já rígido membro de seu amigo por cima de sua calça, os dois estavam no outro lado da escola e por isso ninguém iria atrapalhar os dois ali, Matsuda abre o zíper da calça de Yuri e abaixa a cueca do mesmo sem parar o beijo, ao acabar o ar os dois separam o beijo e Yuri fala.
-P-p-porque você t-ta fazendo isso?
-Não e obvio? eu ti amo.
    Yuri fica muito envergonhado enquanto Matsuda pega no membro de seu amigo diretamente e começa a ir pra cima e pra baixo bem devagar enquanto Yuri solta gemidos mais altos, isso só deixa Matsuda mais excitado, Matsuda começa a fazer o movimento mais rápido e apertando mais e o mesmo sussurra no ouvido de seu amigo.
-Vai, quero ver sua carinha quando chegar lá.
    Yuri não consegue falar nada por conta do prazer que tomou conta dele, e depois de alguns segundos Yuri começa a se contorcer mais e o mesmo fecha os olhos e solta tudo.
    Quando ele abre os olhos... ele está em seu quarto, deitado em sua cama e quando levanta a coberta e olha para sua região pelvica ele percebe... que vai ter que  tomar um banho para ir para a escola.


Notas Finais


Essa foi curtinha em, mas espero que tenham gostado do Yaozinho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...