História Why? Jikook ((MPREG)) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Got7, Lemon, Sad
Exibições 109
Palavras 1.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tradução do título: Ele tinha uma cicatriz.

Desta vez eu não demorei yeeeeee (eu acho)

Acho que ficou longo mas deixa assim mesmo.
Desculpe ss tiver algum erro, depois eu reviso. Aproveitem~

Capítulo 5 - ((PJM)) " He had a scar"


— Jungsoo! — O repreendi e ele permaneceu de cabeça baixa. — Quantas vezes tenho que dizer que não é pra sair correndo por aí? — O olhei. — Park Jungsoo olhe pra mim.

Ele lentamente levantou sua cabeça e me olhou.

— D-Desculpa, omma... — Falou triste.

— Aish... — Cocei a nunca, me abaixei ficando mais ou menos da sua altura e sorri. — Soo, você sabe que não gosto quando corre por aí assim, olha só no que deu, você caiu e agora está com sua roupinha toda suja. Felizmente você não se machucou. — Sorri pra ele e o mesmo sorriu de volta fazendo seus olhinhos pequenos parecem um risco.

— Me desculpa, omma. Mas o homem me ajudou a levantar e ainda limpou minha roupinha. — Sorriu e me abraçou. Ergui uma sobrancelha ao ele falar do tal homem.

— Que homem? — Perguntou Taehyung que acabava de chegar com Hoseok com um urso gigante no braço.

— Quando eu caí, um homem que estava sentado no banco me ajudou a levantar e perguntou se eu tava bem.

— Mas ele não fez nada com você, né? — Taehyung perguntou.

— Não, ele só disse que era pra voltar com minha omma. — Apoiou a cabeça em meu ombro. Eu apenas assenti e começamos a andar indo a roda gigante. Como já estava anoitecendo seria bonito ver o pôr-do-sol.

— E como era o tal homem, hein? — Hoseok perguntou já sem o urso, que agora estava com taehyung.

— Pra que você quer saber? — Tae falou com uma certa raiva e deu um tapa no braço do Hoseok. Eu ri da situação, eles certamente se mereciam.

Mesmo que Taehyung fosse um beta, Hoseok não o deixou, ele nunca foi de abandonar ninguém. Eu tenho que agradecer muito a eles, que me ajudaram a cuidar de Jungsoo depois que Yoongi viajou.

— Ele era alto, tinha cabelos escuros e usava um terno.

— Terno? Em um parque? — Indagou Taehyung. Jungsoo respondeu com um "uhum".

— Que seja, vamos logo se não a fila vai ficar muito grande depois e não vamos poder ver o pôr-do-sol. — Disse eu.

A fila não estava muito grande, mas eu queria evitar que crescesse mais. Seria a primeira vez de Jungsoo vendo o pôr-do-sol, e eu queria que fosse especial.

Quando finalmente entramos em uma das cabines, já estava prestes de começar o "show". Esperamos chegar até o topo e ver finalmente o pôr-do-sol, vi os olhinhos de Jungsoo brilharem quando o tal fenômeno aconteceu. Sorri ao ver a expressão dele.

Taehyung e Hoseok também observavam a cena com os olhos brilhando, Taehyung aproveitou e pegou seu celular pra tirar uma foto.

— Omma, omma! Olha! — Apontou para fora e contando o seu dedo no vidro da cabine.

Eu sorri pra ele e olhei novamente para fora.

Os garotos tiraram mais algumas fotos. Quando acabou decidimos ficar mais um pouco no parque antes do mesmo fechar.

— Omma, eu quero algodão-doce. — Pediu puxando minha mão e apontando para a barraquinha de algodão-doce ali perto.

— Omma, eu também quero. — Taehyung e Hoseok brincaram. Eu apenas ri. Peguei minha carteira no bolso da calça, peguei apenas o necessário de dinheiro e entreguei para Hoseok. — Aqui, comprem pra vocês.

— Você vai querer jiminnie? — Perguntou Hoseok.

— Não, obrigado.

— Ok, então. Vamos bolinho? — Taetae sorriu e estendeu a mão para Jungsoo.

— Vamos! — Disse animado e segurou a mão do Tae.

Olhei ao redor e fui me sentar em um banco perto de uma fonte. Andei até lá e me sentei esperando os garotos. Suspirei e olhei pra cima vendo as estrelas preencherem o céu. Era Simplismente lindo. E ao vê-las, acabei me lembrando de algo.

Eu havia me lembrado dele.

Lembrei dos dias em que ficávamos acordados até tarde só para ver as estrelas brilhantes e cintilantes no céu escuro. Trocávamos carícias e alguns beijos na varanda de sua casa, enquanto conversávamos falando besteiras, a escola e um assunto um tanto delicado nesse tempo, o futuro.

De certa forma, para nós dois era bastante assustador, não queríamos ser adultos e ter problemas de adultos. Só queríamos ser felizes juntos, ou pelo menos era para ser.

Saí dos meus devaneios assim que vi Jungsoo correndo em minha direção com seu sorvete na mão.

— Jungsoo, não corre sua peste! — Taehyung gritava também correndo atrás de Jungsoo.

Soo veio até mim rindo e estendeu seus bracinhos curtos para que eu o colocasse em meu colo e assim o fiz.

Jungsoo comia seu algodão-doce no meu colo enquanto eu conversava com os meninos a respeito do nosso trabalho na academia de dança, onde eu era professor substituto de Hoseok, já que o mesmo havia machucado seu tornozelo. Taehyung trabalhava como ajudante de Hoseok, que agora era meu ajudante.

— Omma... — O olhei. — Tô com sono. — Disse coçando o olho.

— Nós já vamos, ok? — Ele assentiu. — Podemos ir agora, Hoseok?

— Podemos. — Disse se levantando. — Vamos.

— Ok. — Eu e Tae dissemos.

Ajeitei Soo no meu colo, o segurei firme e fomos até o estacionamento indo em direção ao carro de Hoseok.

Logo depois de um tempo já estávamos a caminho de casa. Demorou cerca de meia hora para chegar em casa, o carro parou em frente a casa que eu morava, a casa que Yoongi comprou. Me despedi dos dois e logo adentrei na casa de dois andares.

Tranquei a porta ao entrar, subi as escadas e segui para meu quarto. Deitei Jungsoo na minha cama e comecei a despi-lo para lhe dar um banho. Depois disso, o levei até o banheiro já com a banheira cheia e lhe limpei.

Eu já estava pronto para levá-lo para seu quarto quando o mesmo me segurou mais forte.

— Eu quero dormir com você hoje, omma. — Disse sem abrir os olhos e com a voz sonolenta.

— Está bem querido. — Sorri. Adentrei de novo ao meu quarto e o deitei na cama, o cobri com o edredon.

Em questão de segundos ele dormiu. Fiquei fazendo carinho em seus cabelos enquanto ele dormia.

"Você é o maior presente que ganhei na vida" — Pensei.

Me levantei e fui ao banheiro tomar um banho. Assim que terminei, coloquei uma roupa confortável e me deitei na cama, peguei meu celular que estava encima da pequena cômoda ao lado da cama e mandei algumas fotos que tiramos no parque para Yoongi. Duas delas eram de Jungsoo, eu sabia que Yoongi estava com saudades dele, então mandei para ver como ele estava, junto com uma pequena mensagem dizendo como foi o nosso dia.

Assim que mandei, coloquei debaixo do travesseiro e desliguei o abajur. Me acomodei na cama e antes de adormecer, senti Jungsoo se encolher em mim, eu o abracei com sua cabeça em encostada em meu peito.

— Omma... — Me chamou.

— O que foi, Jungsoo? — Perguntei acariciando seus cabelos e dei um selar na sua cabeça.

— Lembra do homem que me ajudou a levantar quando eu caí?

— Sim, eu lembro. O que tem ele.

— Lembrei que ele tinha uma pequena cicatriz na bochecha. — Ele disse com a voz abafada e acabou dormindo de novo.

Eu paralisei após ele dizer isso.

Uma cicatriz na bochecha?

Não... Não podia ser... Ele estaria falando do Jungkook?

Não, não. Jungkook sumiu já faz três, quatro anos. Não seria possível ele aparecer agora. Além do mais, ele não era a única pessoa a ter uma cicatriz na bochecha, então não, não era ele.

E com esses pensamentos e com esse medo que acabei adormecendo.

Medo, era que eu acabei sentindo. Eu tinha medo dele descobrir Jungsoo. Eu tinha medo que ele pudesse me tirar do meu filho.

Eu tinha medo de me machucar de novo.


Notas Finais


Novamente, desculpe por qualquer erro.

Espero w tenham gostado ^^
Eu to bem ansiosa pro mama. Kkkkk
Obrigada pelos favoritos ♥️
Até logo~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...