História Why So Perfect?- Imagine Park Jimin - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hentai, Imagine, Jimin, Park Jimin, Yaoi
Visualizações 232
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal, eu estou muito feliz! Batemos 91 favoritos!!! AAAAAAH Meu Deus!! Eu não to bem!!! Gente, vocês são incríveis demais! Amo vocês ❤❤

E como prometi, sim! Terá um ep de 6.000 palavras! Mas tenham paciência! Vai ser muito grande, então vai demorar, por isso se eu não postar um ep novo, não se preocupem, é por que eu estou escrevendo o de 6.000

Boa leitura :3

Capítulo 18 - Não me deixe...


Fanfic / Fanfiction Why So Perfect?- Imagine Park Jimin - Capítulo 18 - Não me deixe...

Suga: Quem é você?

Juninho imediatamente se separou de Suga e o olhou assustado, seu olhar era tão deprimido que parecia que ele poderia desabar ali a qualquer momento, as lágrimas em seus olhos mostravam a tristeza de seu coração ao ouvir aquelas palavras tão simples

Assim como Juninho, olhei Suga de maneira assustada, sua expressão mostrava confusão, mas ele não se mechia, apenas nos olhava. Suga me olhou por longos segundos, e ali percebi que deveria sair o mais rápido possível, ele poderia se lembrar de mim... e lembrar de tudo que havia acontecido... que tudo era minha culpa...

Juninho: V-você não se lembra de mim??? N-nem do que houve??

A voz de Juninho era baixa e possuía um tom de raiva, fiquei um pouco assustada quando ele agarrou os lençóis da cama de Suga com força, ele olhava para baixo e novamente seus fios caiam sobre seus olhos de tom escuro. Suga o olhou e fez que não com a cabeça, Juninho serrou os pulsos e socou a cama com força, nesse momento percebi que eu devia ir embora o mais rápido possível dali

S/n: Juninho... eu preciso ir agora... outra hora a gente se fala...

Me virei rapidamente e comecei a andar até a porta quando Juninho segura meu braço e o aperta, aquilo com certeza deixaria uma marca roxa

Juninho: Onde pensa que vai?

Sua voz continuava da mesma maneira, mas desta vez ele fazia questão de mostrar que estava com raiva. Tentei puxar meu braço para longe dele, mas a cada tentativa ele me apertava mais e mais, aquilo já estava bem dolorido e claro que deixaria uma grande marca ali

S/n: Me solta Juninho...

Puxei meu braço novamente, mas desta vez com mais força, confesso que aquilo doeu muito, mas no final consegui me soltar, enquanto corria para a porta, me virei uma última vez para ver Juninho, ele estava no chão, e aquela foi a última cena que vi antes de sair daquele quarto. Comecei a correr pelo corredor, era estranho como em um segundo aquele corredor estava cheio de médicos e no outro totalmente vazio, era assim que estava enquanto eu corria, o silêncio preenchia meus ouvidos a ponto de não conseguir mais ouvir meus próprios passos, e até mesmo meus pensamentos

Depois de alguns segundos passei por aquela porta grande e sai daquele corredor tão frio, quando sai me deparei com Kook na porta de entrada, eu estava tão feliz em vê-lo, aquele sorriso me trazia tanta paz, apenas um abraço seu, era tudo que eu precisava naquele momento. Corri até ele e quando cheguei o abracei forte, abracei como se fosse a última vez, abracei como se nunca quisesse solta-lo - Confesso, eu realmente não queria solta-lo - .Passamos alguns segundos ali abraçados, mas Kook se separa e começa a acariciar meu rosto

Kook: Vamos pra casa

Apenas acenti com a cabeça e segui Kook para fora daquele hospital horrível, mas ao pisar meu pé para fora, senti uma dor forte no peito, era como se eu estivesse deixando a coisa mais importante para trás, foi ai que lembrei de Jimin, meu sorriso se desmanchou, ao sair eu estaria deixando Jimin para trás, mesmo que eu voltasse depois, eu sentia que estava o abandonando, mas eu precisava continuar... o que eu deveria fazer? Ficar ali cuidando de Jimin ou ir embora e cuidar de mim? Quem era mais importante? Eu ou ele? Essas perguntas se faziam presente em minha mente, mas nenhuma poderia ser respondida. Senti alguém segurar minha mão, e quando percebi era Kook me guiando para o carro. Talvez eu tenha feito a escolha errada ao entrar naquele carro, mas talvez tenha sido a certa... eu não sei... talvez eu me arrependa no final... ou me orgulhe... tudo isso só poderia ser respondido no futuro... um futuro no qual eu não me via feliz

Foram apenas alguns minutos de viagem até em "minha" casa, Kook havia dito que haveria roupas para mim e comida para que eu pudesse me manter saudável, disse que se eu quisesse voltar para o hospital, ele me levaria. Entramos na casa e como sempre o silêncio se fazia presente, faltava os gritos de Jisoo e os sorrisos de Jimin... faltava tudo... Kook se apressou em me levar até um quarto de hóspedes, sobre a enorme cama estavam roupas, acessórios e sapatos

Sem perder tempo, fui direto para o banheiro, estava pronta para ficar embaixo daquele chuveiro e deixar as gotas de água quenta cairem sobre meu corpo, mas antes de entrar, parei e me olhei no espelho, eu estava acabada, meu cabelo estava todo bagunçado, minha maquiagem borrada, meu corpo ainda possuía algumas marcas, principalmente aquela que Juninho havia feito em meu braço horas antes e meu joelho mechucado. Depois de passar alguns segundos observando meu reflexo, finalmente resolvi tomar meu banho para voltar logo para o hospital e talvez... até mesmo ver Jimin...

Entrei debaixo do chuveiro e deixei a água quente descer por meu corpo, aquilo era tão bom e relaxante que eu nunca mais queria sair dali, mas aquilo me trazia um lembrança, que no momento não sabia se era boa ou ruim... era a imagem do dia que eu e Jimin tomamos banho juntos... ele foi tão carinhoso... aaah que saudade daquele sorriso... que saudade daquele abraço quente e apertado... Uma lágrima desceu de meu rosto junto com a água que caia do chuveiro, talvez aquele não fosse o melhor momento para ficar lembrando essas coisas...

Tomei meu banho e voltei para o quarto, olhei todas as roupas que haviam sobre a cama e no final escolhi: uma calça legue cinza escura, uma blusa regata branca, um casaco vinho que ia até o joelho, uma bota de salto preta e um colar dourado simples. Arrumei meu cabelo e minha maquiagem, finalmente eu me sentia bem novamente, pelo menos com meu corpo. Sai do quarto e desci as escadas até a cozinha, havia apenas kimchi sobre a mesa, e por incrivel que pareça, não havia ninguém ali, era totalmente estranho, sempre estava cheio de pessoas cozinhando e conversando todas as tardes. Enquanto eu comia o kimchi que havia sobre a mesa, alguém toca meu ombro

Kook: Pelo visto você estava realmente com muita fome

Acenti com a cabeça e logo terminei de comer, olhei para Kook e sorri

S/n: Vamos?

Kook: Você quer realmente voltar para lá S/n? Porque não fica aqui comigo?

S/n: Kook... eu preciso ir lá... por favor...

Kook: Tudo bem....

Kook não estava nada feliz com minha resposta, mas era o que eu mais queria no momento... estar com Jimin... ou pelo menos no mesmo prédio.

Logo eu e Kook estávamos no carro indo em direção ao hospital, eu como sempre estava olhando para o vidro enquanto Kook dirigia, senti algo tocar minha mão, e quando percebi, Kook segurava minha mão de maneira delicada, eu estava sem coragem alguma para tirar sua mão da minha, então apenas corei e deixei sua mão ali

Não demorou muito para que chegassemos ao hospital, e quando chegamos, Kook apenas se despediu de mim e voltou, ele precisava cuidar de Jisoo enquanto eu cuidava de Jimin... ou pelo menos tentava. Quanto entrei, um médico havia acabado de sair daquela enorme porta que levava ao corredor

Médico: Responsável por Park Jimin

Quando eu ouvi o nome de Jimin sair da boca daquele médico, corri até ele, meu coração estava acelerado e um pequeno sorriso cheio de esperança se abriu em meu rosto, o médico me olhou com dó, e eu não entendi, ele abaixou a cabeça e fechou os olhos

Médico: Eu sinto muito...



CONTINUA?...


Notas Finais


Desculpem os erros e a demora 😅❤

Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...